Gincana Transcon de Educação para o Trânsito movimenta Funec Nova Contagem

Evento faz parte das comemorações da Semana Nacional de Trânsito na cidade

A segurança no trânsito é assunto sempre pertinente à sociedade. Em razão disso, a Prefeitura de Contagem, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon), promove ações educativas no município em todos os meses do ano. No último sábado (15), não foi diferente. A Gincana Transcon de Educação para o Trânsito 2018 movimentou a comunidade escolar da Funec Nova Contagem. 

Organizados em três grupos nas cores do semáforo, os estudantes participaram de desafios que referiam aos temas de gentileza urbana, segurança, cuidado, respeito e responsabilidade. Realizada na quadra escola, a competição ocorreu em cinco etapas, que foram:

Primeiros Socorros: assistiram atentamente à demonstração de primeiros socorros realizadas por profissional de segurança e reproduziram o procedimento aprendido.

Simulação de Mobilidade Reduzida: travessia na faixa de pedestres com a mobilidade reduzida com o uso de óculos que dificultavam a visão.

Frase em Memória das Vítimas de Trânsito: criação uma frase de impacto com o tema “vítimas do trânsito”.

Vídeo “Comportamento Seguro no Trânsito”: produção de vídeo mobile de curta duração que demonstre o comportamento seguro em vias.

Quiz de Placas de Trânsito: disseram o nome das placas de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e o que elas significam.

O julgamento das provas coube ao júri, composto por dois profissionais da Transcon, a gerente de Educação para o Trânsito, Adriana Ferrari, e o agente de trânsito, Aender Araújo Ribeiro, e também um representante da Funec Nova Contagem, a pedagoga, Marina Carolina de Oliveira. Os critérios para julgamento foram tempo de realização, criatividade, originalidade, fidelidade ao tema proposto, desempenho e conhecimento. Houve ainda a possibilidade de recursos, casos os alunos tivessem reclamações.

A premiação contou com o apoio de empresas da região, como o Frigorífico ABC, que doou kits churrascos para os grupos do primeiro e segundo lugar. A equipe vermelha foi a campeã, seguida das equipes verde e amarela.

A gerente de Educação para o Trânsito, Adriana Ferrari, explicou que as atividades foram elaboradas para instigar e estimular os estudantes a adotarem uma nova postura diante do contexto social de negligência no trânsito. “Analisar criticamente um contexto, não só aponta as falhas como também possibilita mudanças significativas. A escola é um espaço de construção dos saberes com potencial para protagonizar essas mudanças”, pontuou.

Para o agente de trânsito da Transcon, Aender Araújo Ribeiro, a gincana foi extremamente importante, pois aproximou os agentes e população. “Às vezes somos hostilizados, mas nas escolas as pessoas aprendem que nossa intenção é ajudar tanto na mobilidade quanto na segurança de todos que compõem o trânsito, seja pedestre, motorista ou ciclista”, disse.

Aender também comentou que os estudantes têm certas limitações, como o conhecimento de algumas placas, mas que a experiência de ser jurado foi muito positiva. “Queremos escolher todo mundo. Se pudesse, escolheria todos, mas me baseie na experiência que tenho no trânsito, principalmente na questão da sinalização, em que uma das equipes fez a sinalização mais próxima do que acontece na realidade”, finalizou.

O diretor da Funec Nova Contagem, Alexandre Gomes, destacou que é parceria com a Transcon é fundamental para ampliar o sentido de educação e compromisso de transformação social. “Essa ação educativa vai para além do sentido pedagógico cognitivo e intelectual. É uma formação para a cidadania, porque os nossos estudantes não serão apenas preparados para o mercado de trabalho, eles estão sendo preparados para a vida, em todos os espaços. Trabalhar com a educação para o trânsito é construir uma relação social que cidadãos serão cada vez mais conscientes”, afirmou.

A estudante do segundo ano, Camila Fernandes, avaliou a gincana como divertida e informativa. “Foi uma ótima ideia passar as informações e normas de trânsito em jogos, pois é uma forma mais dinâmica e legal de aprender. Acho que esse tipo de evento deve ser realizado em outras escolas, porque desenvolve o raciocínio lógico e a capacidade de trabalhar em equipe, além de aprendermos leis que vão servir para vida inteira e que, se seguidas, irão acabar com os acidentes”, finalizou.

Reportagem e foto: Yuri Soares
Publicação: 20/09/2018

Notícias Relacionadas