Conheça a Escola de Governo Contagem

Ainda neste semestre, serão ofertados 43 cursos junto à Fundação João Pinheiro. ECG também se prepara para ser a primeira escola de governo do Brasil a receber certificação ISO 9001/2015.

Para disseminar conhecimento e capacitar servidores e outros agentes públicos municipais, construindo uma cultura de inovação, e para buscar a efetividade dos resultados na prestação do serviço público, a Escola de Governo Contagem (EGC) foi criada em 2016, por meio do Decreto nº 1031/2016. Após a publicação de alguns decretos que a regulamentaram e da Portaria Conjunta Sead Seplan nº 02/2018, a escola passou a efetivamente funcionar.

De lá para cá, aproximadamente duas mil pessoas, entre servidores e agentes públicos municipais, já passaram por palestras e capacitações diversas, e estão previstas mais iniciativas a serem realizadas ao longo do segundo semestre deste ano. Uma das mais aguardadas são as formações gerais e específicas, ao todo, 43 cursos que serão ofertados, ainda neste ano, em parceria com a Fundação João Pinheiro (FJP). Haverá opções nas áreas de gestão de pessoas, planejamento e gestão, tecnologia da informação e gestão de políticas públicas e desenvolvimento social. O público-alvo é um contingente de aproximadamente 860 pessoas, servidores e outros agentes públicos municipais dos órgãos e entidades que compõem a administração direta e indireta de Contagem. Todos os cursos serão gratuitos.

A EGC é formada por um Conselho Diretor consultivo, uma Câmara Técnica e uma Câmara Executora. O Conselho Diretor é formado por um representante das Secretarias Municipais de Administração (Sead), de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplan), de Fazenda (Sefaz) e de Governo (Segov). Entre as atribuições do Conselho Diretor está a proposição de estratégias e diretrizes e o acompanhamento dos resultados alcançados. A Câmara Executora, por sua vez, implementa as ações de formação e capacitação e dá efetividade ao sistema permanente de capacitação criado pelo Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV). Já a Câmara Técnica lida com regimentos, regulamentações, captações de recursos e, também, com a implantação da Norma ISO 9001.

A superintendente de Modernização Institucional da Seplan e coordenadora da Câmara Técnica da EGC, Glayse Oliveira, explica que a Escola de Governo e o plano de ação “servidor em foco” da Sead, representam uma nova forma de encarar qualificações voltadas ao funcionalismo. “Antes, as capacitações eram feitas por conta própria dos servidores. Mas, logo no primeiro ano de gestão da atual administração, de agosto a dezembro de 2017, realizamos um levantamento das necessidades de capacitação em toda a estrutura da prefeitura. Com a escola, além de ofertar cursos, vamos fomentar a criatividade e as oportunidades de criação. Os servidores poderão realizar cursos e obter certificados para obter a progressão, sem pagar nada por isso”, ressalta a superintendente.

E a Escola de Governo está prestes a dar mais um salto de qualidade: a superintendente de Gestão de Pessoas da Sead e coordenadora da Câmara Executora da EGC, Priscyla Cunha, adianta que a Escola de Governo Contagem pode se tornar a primeira do Brasil a ter certificação ISO 9001/2015. “A escola está se preparando para todas as normativas da ISO. Temos feito um trabalho muito forte, em parceria como Programa Empreender, para que a Escola de Governo do município seja a primeira do Brasil a ser certificada no ISO 9001/2015”.

Interessados em realizar os cursos devem procurar pelos representantes da Escola de Governo (pontos focais) e/ou o setores de RH nos diversos órgãos e entidades da administração direta e indireta da prefeitura.

Veja a lista dos 43 cursos que serão ofertados para Formação Geral e Formação Específica

Gestão de Pessoas:

Ética na administração pública; Gestão de pessoas; Gestão e desenvolvimento de pessoas; Gestão de conflitos; Processo de aposentadoria; Trabalho em equipe; Portfólio de Ações de Capacitação.

Cursos Especiais:

Sindicância e Processo Administrativo Disciplinar: Atualização da Lei Municipal e Prática Processual; Capacitação para Conselheiros Municipais; Atendimento ao Público; Articulação Intersetorial; Comunicação Assertiva e Feedback; Gestão e Fiscalização Municipal; Liderança e Inovação em Contextos de Mudança.

Planejamento e Gestão:

Contabilidade aplicada ao setor público; Direito administrativo; Elaboração de projeto básico e termo de referência; Elaboração de projeto para captação de recurso; Formação de pregoeiro; Gestão de contratos; Gestão de convênios; Portfólio de Ações de Capacitação; Gestão orçamentária e financeira; Gestão de documentos e arquivo; Gestão de materiais e patrimônio; Gestão pública contemporânea e participação; Gerenciamento de projetos; Licitação e contratos; Modelagem e melhoria de processos; Metodologia de elaboração e revisão do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG); Normas brasileiras de contabilidade aplicadas ao setor público (NBCT 16.1 a 16.11); Política Pública de Educação Profissional, com foco em monitoramento e avaliação de programas públicos; Política e gestão cultural; Planejamento estratégico governamental; Sistema de convênios do Governo Federal (Siconv); Sistema de registro de preços.

Tecnologia da Informação:

Gestão da informação e do conhecimento; MS Excel 2013; Excel Avançado no Setor Público; Web 2.0 e Redes Sociais; Gestão de Segurança da Informação.

Gestão de Políticas Públicas e Desenvolvimento Social:

Gênero e políticas públicas para mulheres; Mulheres no mundo do trabalho e na função pública; Outros Cursos: Português e redação oficial e Produção de texto e redação oficial.

Reportagem: Carolina Brauer
Foto: Ricardo Lima
Publicação: 17/07/2019

Notícias Relacionadas