Estudantes da EJA participam de oficina de produção de saneantes na Funec unidade Centec

No final de abril os estudantes da Educação de Jovens e Adultos – EJA da Escola Municipal Sebastião Camargos, do bairro Granja Vista Alegre, estiveram na unidade Centec da Fundação de Ensino de Contagem – Funec para participar de oficinas de produção de saneantes (Sabonete líquido, desinfetante e sabão glicerinado).

A visita é parte do Projeto “Escola Aberta”, da unidade Centec, e foi orientada pelo professor Wellington Nora e pelo estagiário Clemente Borges. Além de contribuir para a vivência dos conteúdos das disciplinas da área de Ciências da Natureza, o projeto visa atender aos interesses e às necessidades da comunidade em que a escola está inserida.

Para o vice-diretor da Escola Sebastião Camargos, Adolfo Borges Santos, a visita ao Centec proporcionou uma “ótima experiência” para os estudantes. “Mesmo antes da realização do trabalho no laboratório de química os alunos já compreenderam a importância da instituição ao conhecer a variedade de cursos que ela oferece. A abertura de um mundo alia educação e trabalho, faz parte do fazer pedagógico da modalidade EJA, principalmente quando lidamos com um público que se encontra à margem de uma série oportunidades”, destacou.

A professora Fabiana Cândida Borges, da escola Sebastião Camargos, acompanhou os alunos durante a visita e relatou que o trabalho proposto pela Funec “atende aos interesses dos discentes”. “O brilho nos olhos de cada um deles durante a visita comprova que a educação, quando associada à real necessidade dos alunos, é capaz de transformar a realidade a qual estão inseridos”, completou.

Os(as) estudantes que participaram das oficinas também relataram diversos aspectos positivos do projeto. Tânia Maria de Souza sempre quis saber como eram feitos os produtos saneantes. “Eu vejo muitas pessoas vendendo nas ruas do meu bairro. Com a oficina, tive a oportunidade de aprender e vi que não é difícil. Agradeço a oportunidade”.

Já a estudante Márcia Renata de Faria relatou ter “adorado” a experiência. “Adorei os produtos, inclusive, vou tentar fazer o sabão de barra. Quero colocar em prática o que aprendi. Agradeço ao professor Wellington que, com paciência, nos explicou direitinho a produção desses produtos”, disse.

Aparecida Maria, também estudante da EJA, ficou animada com a oficina e pretende colocar os conhecimentos adquiridos em prática. “Eu sempre quis saber fazer esses produtos, mas nunca tive a oportunidade. Não sabia nem por onde começar. Com essa oficina, recebi a informação que precisava”.

O projeto “Escola Aberta – Unidade CENTEC” foi idealizado pela direção da unidade, pelo coordenador do curso de Química, José Antônio e pelo professor Wellington Nora. A unidade promoverá outras visitas nos próximos meses.

Notícias Relacionadas