Escola em tempo integral: prefeito confere de perto o ritmo das obras

Modelo de construção da escola diminui o desperdício de material.

As obras da primeira escola em tempo integral de Contagem estão em ritmo acelerado. O prefeito Alex de Freitas, secretários municipais e engenheiros visitaram as obras nesta segunda-feira (23). Construída no bairro Arvoredo, na Regional Ressaca, com a parte estrutural bem avançada, 85% das peças pré-fabricadas estão prontas e já estão sendo utilizadas na montagem dos pilares, vigas e laje. A alvenaria também foi iniciada e a próxima etapa é o reboco.

A escola integral tem todo o conceito sustentável. A forma que é construída diminui o desperdício de material. Toda a iluminação será com lâmpadas de LED, haverá sistema de reutilização de água pluvial, aquecimento solar e coleta seletiva.

Segundo o engenheiro da construtora QBHZ, Celso Braga, uma das principais vantagens de fazer uma obra com peças pré-fabricadas é a agilidade no processo de construção. “O diferencial da obra é a estrutura utilizada, pois reduz o tempo de construção e gera menos resíduo de construção”, disse.

O espaço, de 6.777,78 m², será contemplado com 36 salas de aula, uma ampla biblioteca, cozinha industrial, refeitório, centro de línguas estrangeiras, laboratórios profissionais, refeitório, piscina, ginásio poliesportivo, pista de atletismo, quadras esportivas, salas de música, dança e teatro, estúdio de TV e rádio e anfiteatro com capacidade para 125 pessoas. A escola irá atender 600 estudantes em tempo integral, do 1º ao 9º ano.

A obra está orçada em mais de R$ 15 milhões, que serão somados a outros R$ 5 milhões em obras já efetuadas. A previsão é que o prédio seja entregue pela construtora em outubro de 2018.

Reportagem: Stella Santiago
Fotos: Cassio Matias
Publicação: 25/04/2018

Notícias Relacionadas