Prefeitura intensifica ações de combate à Febre Maculosa no Distrito Nacional

Foto: Fábio Silva

Com objetivo de reforçar as medidas de combate à Febre Maculosa, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu, nesta terça-feira (10/5), ação educativa multidisciplinar com condutores de veículos de tração animal, do Distrito Nacional, no Parque das Amendoeiras.

Durante a conversa, os condutores foram instruídos sobre os cuidados e métodos de prevenção da Febre Maculosa, os cavalos foram avaliados pela equipe veterinária e receberam o banho de carrapaticida.

O carroceiro Gabriel Willian afirmou que a ação é muito importante tanto para os trabalhadores como para a população. “É muito boa essa aproximação da prefeitura com a gente. Porque ajuda a população e nós, proprietários dos cavalos, com informações sobre os cuidados. Isso tinha que ter mais, para explicar à população que a doença não é culpa dos nossos cavalos.” destacou.

Segundo a diretora da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), Samantha Leão, a ação faz parte do plano de prevenção contra a febre maculosa no distrito, já que o mesmo faz parte da região de alerta, próxima a lagoa da Pampulha e áreas arborizadas. E ainda que os cavalos não sejam hospedeiros principais, eles podem carregar o carrapato contaminado para outras regiões.

“Hoje, conversamos com os carroceiros cadastrados, porque eles são uma fonte de disseminação de informações muito importante. Aproveitamos para iniciar o nosso programa de banho de carrapaticida nos cavalos. Os animais estão sendo avaliados pela equipe veterinária, estamos fazendo cuidados básicos como limpeza de feridas ou outro suporte que o animal precise”, contou a diretora da UVZ, Samantha Leão.

A iniciativa visou reforçar que não há culpado pela doença, mas que é possível evitá-la com trabalho em equipe. Diante disso, a ação contou com apoio da Secretaria de Saúde, Secretaria de Meio Ambiente, Limpeza Urbana, Distrito Sanitário Nacional, Unidade de Vigilância em Zoonoses – UVZ e Diretoria de Apreensão de animais.

Febre maculosa

Segundo a médica do Distrito Sanitário, Giulliana Cantoni, a febre maculosa é transmitida pelo carrapato-estrela infectado por uma bactéria, que é encontrado normalmente em cavalos e capivaras. Machucados na pele podem favorecer a transmissão, por isso, eles devem ser retirados com o uso de uma pinça, sem apertar ou esmagar, para que não contamine a área com lesão.

Para prevenção é necessário adotar algumas boas práticas como verificar o corpo após atividades em áreas arborizadas e contato com animais. Em caso de surgimento de sintomas, é necessário procurar por atendimento médico imediatamente.

 

CLIQUE ABAIXO E ACESSE A GALERIA DE FOTOS:

Banho carrapaticida e orientações sobre febre maculosa no Nacional - 10/05/2022

 

Repórter: Laura Oliveira