Prefeitura esclarece dúvidas dos trabalhadores sobre novo modelo de gestão das unidades de saúde

Notícia Principal - 21/10/2021, 16:38:51 - Repórter: - Foto: Luci Salum/PMC

Trabalhadores da saúde da Rede de Urgência e Emergência do município se reuniram, nesta quarta-feira (20/10), com a prefeita Marília Campos, o secretário de Saúde, Fabrício Simões, e representantes da Equipe de Intervenção da Saúde com o objetivo de esclarecer os profissionais sobre a mudança no modelo de administração das Unidades de Pronto Atendimento – UPAs e do Complexo Hospitalar, que será implementado no município. A partir do dia 7 novembro, a gestão será assumida pelo Serviço Social Autônomo – SSA. 

No início de outubro, a Câmara Municipal de Contagem aprovou, por unanimidade, a proposta do Executivo que prevê a criação do novo modelo de gerenciamento da Rede de Urgência e Emergência de Contagem. 

Segundo o coordenador da Equipe de Intervenção, Eduardo Penna, o modelo de SSA que será implantado, segue o mesmo padrão usado no Hospital Metropolitano Célio de Castro, no Barreiro, em Belo Horizonte; e na Associação das Pioneiras Sociais, responsáveis pela a Rede Sarah Kubitschek, também na capital mineira. “O SSA é uma empresa privada, paraestatal, sem fins lucrativos, criada por lei pelo Executivo,  que vai gerir todo o serviço, por meio de um contrato que estabelece que a empresa vai administrar a rede hospitalar e UPAs com repasses feitos pela Prefeitura,  trazendo, assim, mais qualidade na prestação do serviço de forma continuada”, explicou Eduardo. 

O secretário de Saúde, Fabrício Simões, informou que o modelo atual de administração,  a Organização Social – OS, trata-se de um grupo privado que se organiza e monta uma entidade. Já no novo modelo, o SSA, o Executivo faz parte da gestão, com 50% de representação no Conselho de Administração. “Esse modelo possibilita ao Executivo ter mais autonomia na gestão do serviço. Não é apenas um contrato, onde você solicita e alguma entidade realiza. No SSA, a Prefeitura participa do desenvolvimento e execução do serviço”. 

Fabrício Simões esclareceu que o Conselho de Administração será composto por seis membros, sendo três do governo, representados pelos secretários de Saúde, da Fazenda e pela procuradora-geral do município. Os outros três membros serão definidos pelo Conselho Municipal de Saúde.

Em relação à manutenção dos contratos dos profissionais, Eduardo Penna, informou que, de acordo com a legislação vigente, os contratos serão finalizados junto ao término da gestão do IGH, mas os colaboradores serão incorporados pelo SSA, para que a prestação de serviço nas unidades de saúde não seja interrompida. Posteriormente, será realizado Processo Seletivo Público Simplificado – PSS para regularizar a situação dos trabalhadores oriundos do IGH e receber novas contratações.

Na oportunidade, a chefe do Executivo agradeceu a dedicação de toda a equipe do Complexo Hospitalar e fez um convite aos profissionais. “Gostaria que todos e todas, ou pelo menos, a maioria continuassem trabalhando conosco. Novos contratos serão feitos com aqueles que manifestarem interesse em permanecer”.

 

Reunião com Funcionários do IGH - 20/10/2021

Notícia Principal - 21/10/2021, 16:38:51 - Repórter: - Foto: Luci Salum/PMC

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação