Debate propõe a construção de políticas públicas para as juventudes por meio do Projeto de Lei Cidade Viva

Cultura - 11/08/2021, 17:00:33 - Repórter:

A Prefeitura de Contagem, por meio das secretarias de Cultura e de Direitos Humanos e Cidadania, realizou na segunda-feira (9/8) um debate sobre a construção do Projeto de Lei Cidade Viva e a participação da juventude de Contagem.

A diretora de Juventudes da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, Camila Marques, fez a mediação do debate e ressaltou a importância do trabalho intersetorial. “O governo Marília Campos possibilitou a discussão sobre a construção de políticas públicas capazes de assegurar o direito à cultura e a ocupação dos espaços públicos”, frisou.

Ainda de acordo com a diretora de Juventudes, a participação da Secretaria de Meio Ambiente – Semad nas discussões é importante, pois a pasta é responsável por cuidar dos parques e praças utilizados pelos jovens, pela cultura e pelo esporte.

A secretária de Cultura, Monique Pacheco, aos envolvidos no debate pela discussão de políticas públicas para cultura e para a juventude.

“Sabemos o quanto é difícil ser jovem no Brasil, principalmente nesse momento de pandemia. São poucas oportunidades de cultura e de trabalho. Mas digo que o poder está nas mãos da sociedade organizada e acredito que os jovens podem ajudar a fazer de Contagem uma cidade melhor para todos”.

Monique explicou que o “Cultura Viva” será um projeto de lei que pretende criar uma política pública de Estado, com processos simplificados, com capacidade de garantir a realização das ações e fazer com que os movimentos culturais cheguem em todo o território. “O PL Cultura Viva também vai mapear os agentes culturais de Contagem para que os diversos grupos espalhados pela cidade sejam conhecidos e reconhecidos. Faremos também uma consulta pública para que todos possam participar, opinar e ajudar a construir o PL Cultura Viva ”, explicou.

A secretária informou ainda que a Casa de Cacos já está sendo restaurada e que serão criados novos centros culturais na cidade.

Para a subsecretária de Direitos Humanos e Cidadania, Lorena Luiza Lemos, os encontros permitem a escuta de demandas para que as secretarias possam propor as soluções. “Foi ouvindo que articulamos um curso, que será oferecido aos agentes da Guarda Civil, para discutir a melhoria das abordagens aos jovens no dia a dia e orientações para tornar as abordagens mais humanizadas. A eleição dos conselheiros da juventude também foi uma ação importante para recompor o conselho. Agora, o desafio é fazer com que o formulário do mapeamento seja respondido para que possamos compartilhar as informações com as demais secretarias.

A diretora executiva de Educação Ambiental da Semad, Adriane Aparecida dos Santos, lembrou que quando jovem, fez parte de movimentos sociais significativos. Agora, na educação ambiental, pretende ouvir e falar para todos.

“A coleta seletiva em Contagem teve um grande avanço já no início do governo Marília Campos, com 38 bairros contemplados. Um edital está sendo feito para contratar novos caminhões e estudamos a melhor abordagem para incluir todos os catadores no processo. Temos também um projeto que pretende realizar domingos culturais em praças e parques da cidade, inclusive na praça do Sol, que já é utilizada pela a cultura e pelo esporte, e que, em breve, será totalmente reformada”, disse.

Cultura - 11/08/2021, 17:00:33 - Repórter:

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação