Debate com o segmento empresarial para revisão do Plano Diretor destacou conciliação entre o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental

Desenvolvimento Urbano - 08/10/2021, 14:21:32 - Repórter: - Foto: Luci Sallum / PMC

O auditório da Prefeitura de Contagem recebeu, na quinta-feira (7/10), mais uma etapa das pré-conferências para a IV Conferência de Políticas Urbana, que promoverá a revisão do plano diretor do município – lei municipal que estabelece regras, parâmetros, incentivos e instrumentos para o desenvolvimento da cidade. O encontro foi segmentado, participando da elaboração do diagnóstico da ocupação do território municipal comerciantes, empresários e empreendedores envolvidos diretamente do desenvolvimento econômico do município. Também estiveram presentes a prefeita Marília Campos, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Isnard Monteiro, acompanhado da subsecretária da pasta, Samantha Sant’Anna e a vereadora Moara Saboia, líder do Governo na Câmara dos Vereadores.

Quatro temas norteiam a revisão do plano diretor: Águas na Cidade, quando se debate as políticas públicas para drenagem urbana, a preservação das bacias hidrográficas, o saneamento básico e o meio ambiente no espaço urbano. Cidade em Movimento, eixo no qual é discutida a mobilidade urbana, a mobilidade ativa, o trânsito, o transporte de pessoas e de cargas e intervenções para acessibilidade; Cidade em Construção, onde a discussão entra na densidade construtiva do município, na cidade compacta (densidades populacionais equilibradas em diferentes pontos do município) na produção de espaço, na centralidade e nas políticas de habitação. Por fim, Cidade com cidadania, quando a conferência trata da regularização fundiária, do patrimônio cultural e da agricultura urbana.

Na abertura dos debates, a chefe do Executivo destacou a preocupação sobre a preservação da bacia de Várzea das Flores. Ela apontou que a ocupação da região onde está situada a represa, tanto a desordenada quanto a ordenada, criam adensamento populacional que compromete o espelho d’água. “Ainda quando deputada estadual, representando a Assembleia Legislativa de Minas Gerais no Conselho Metropolitano, defendi a realização de um plano diretor metropolitano, para a elaboração ampliada de uma proposta de zoneamento e organização de espaços urbanos de várias áreas de interesse metropolitano. Entre essas áreas, coloquei especialmente a bacia de Várzea das Flores”, destacou a prefeita.

A represa de Vargem das Flores contribui com o abastecimento hídrico de Betim, Contagem e Belo Horizonte. Ela faz parte do Sistema de Abastecimento Paraopeba, que engloba também os reservatórios de Rio Manso e Serra Azul. Com o período de estiagem crítico em todo o país, Vargem das Flores vem apresentando níveis muito baixos em seu reservatório.

A prefeita reconheceu a contribuição dos setores econômicos com a arrecadação do município, com a geração de emprego e o desenvolvimento de modo mais geral da cidade. “Contagem tem várias vantagens competitivas, entre elas, ser entrecortada por várias das principais vias e ligação com outras importantes regiões do país”, disse Marília, que ponderou: “Mas nós não podemos fazer um desenvolvimento a qualquer custo. Fico atenta à arrecadação e ao desenvolvimento econômico, mas também me preocupo com a população. O Plano Diretor reordenará o espaço urbano, conciliando o interesse dos empreendedores com o da população de Contagem, especialmente no que diz respeito à questão ambiental”.

Yuri Martins Sato, da empresa Sato Engenheiros e Associados, que trabalha projetos arquitetônicos e estruturais, destacou a relevância da inclusão dos empresários no debate sobre o crescimento da cidade. “O empresário também promove o desenvolvimento econômico do município, por isso é importante que ele participe de todas as instâncias democráticas da cidade. É necessário escutar a população, mas também os empreendedores. Isso equilibra o que é bom para a população, mas que também contribua com o ambiente de negócios”.

Pedro Henrique Fonseca, representando a Construtora Dez, também reafirmou o êxito do encontro. “Debater o novo plano diretor é essencial. O plano diretor vigente tem inconsistências e também tiramos como encaminhamentos a digitalização e modernização dos processos de licenciamento do município”, concluiu.

Ao final do evento foram eleitos 14 delegados representantes do setor produtivo, que participarão da IV Conferência de Políticas Urbana, onde as propostas serão apresentadas para efetiva elaboração do Plano Diretor.

Plenária com Empresários – Pré Conferência

Desenvolvimento Urbano - 08/10/2021, 14:21:32 - Repórter: - Foto: Luci Sallum / PMC

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação