Contagem teve menor variação de contratação e demissões, entre janeiro e setembro, do que BH e Betim

Desenvolvimento Econômico - 09/11/2021, 13:07:53 - Repórter: - Foto: Luci Sallum/PMC

Levantamento realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico aponta que, comparativamente, aos municípios de Belo Horizonte e Betim – duas importantes cidades da Região Metropolitana, o cruzamento dos dados do Novo Caged aponta que Contagem teve menor variação de empregos formais (admissões e demissões), entre os meses de janeiro e setembro deste ano. 

A avaliação foi elaborada pelo Observatório Socioeconômico, sob a responsabilidade da economista Alessandra Angelini. Ela ponderou que quando se compara municípios tão diferentes em relação a porte, perfil econômico, população –  dentre outras variáveis – é fundamental relativizar os dados, a fim de torná-los passíveis de paralelos confiáveis. “Desse modo, podemos observar que, no período de janeiro a setembro de 2021, Contagem foi o município que apresentou a menor variação relativa entre as admissões e os desligamentos. Isso significa que Contagem conseguiu manter melhor o nível de emprego, porque a proporção entre desligamentos frente às admissões foi menor em relação a Belo Horizonte e Betim”.

Em números absolutos, de janeiro a setembro, o mercado de trabalho de Belo Horizonte realizou 351.834 admissões de trabalhadores, ao passo que promoveu 295.448 demissões (19,08%); Betim, por sua vez, contratou 39.377 no mesmo período, e somou 31.377 desligamentos (35%) e  Contagem apresentou a menor variação: foram 77.643 novas contratações, contra 66.743 afastamentos. (16,3%)

No mesmo período considerado, as admissões no Estado de Minas Gerais totalizaram 1.599.471. O município de Belo Horizonte respondeu por 22% dos postos de trabalho gerados, Contagem contribuiu com 5% e Betim 2%.

Principais setores 

Na avaliação das contratações por setor econômico, em Belo Horizonte o setor de serviços teve o maior número de admissões para o período, representando 57% do total. Em segundo lugar foi o setor da Construção Civil, representando 20,93% do total. Em terceiro, o comércio, com 17,69%. O setor da indústria veio em quarto lugar, com 4,62%. 

Em Contagem o setor de serviços também foi o responsável pelo maior número de contratações, no período avaliado, com 40,29% de admissões; em segundo lugar vem o comércio, com 32,16%; a indústria em terceiro, com 19,33% e o ramo da construção civil em quarto lugar, com 8,18%. 

Da mesma forma, em Betim, o setor de serviços foi o que mais contratou: 36,14% do total de vagas.  Em segundo lugar vem a indústria, com 34% do total de admissões para o período; em terceiro lugar o comércio, representando 20,23% dos recrutamentos. A construção civil, por sua vez, somou 9,91%.

 

Desenvolvimento Econômico - 09/11/2021, 13:07:53 - Repórter: - Foto: Luci Sallum/PMC

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação