Obras do segundo trecho do Corredor Norte-Sul começam nesta quarta-feira (20)

Próximas ao Complexo Viário do Beatriz, as intervenções vão reestruturar a avenida João César de Oliveira, com a readequação da via e construção das estações de transferência do SIM

Notícia Principal - 19/05/2020, 10:59:50 - Repórter: - Foto: Divulgação

A Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon) dará início nesta quarta-feira (20) a mais uma importante obra de mobilidade na cidade. Com cerca de seis quilômetros, o segundo trecho do Corredor Norte-Sul vai reestruturar a avenida João César de Oliveira, com a readequação da via e construção das estações de transferência do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM).

Com investimentos de R$ 57,5 milhões, financiados pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina, também conhecido como Corporação Andina de Fomento (CAF), a segunda etapa do Corredor começa no Complexo Viário do Beatriz e termina na avenida General David Sarnoff, na Cidade Industrial.

Nesse trecho, as avenidas João César de Oliveira e General David Sarnoff passarão por obras de pavimentação, novo calçamento com piso tátil, adequação de canteiro central, ampliação de espaços, revitalização de sinalização e construção de oito das dez estações de transferência do SIM. A previsão é que as intervenções sejam concluídas no primeiro semestre de 2021.

A etapa de fresagem e nova pavimentação da avenida João César de Oliveira terá início na manhã desta quarta-feira (20), na altura do Complexo Viário do Beatriz. O trecho estará devidamente sinalizado pela Transcon. A orientação é para que os motoristas busquem rotas alternativas para evitar retenções nos horários de pico. Agentes de trânsito farão o monitoramento constante da região.

O engenheiro da Transcon, Renato Mafra, detalhou como será a construção das estações no canteiro central da principal avenida do município. “As faixas à esquerda da avenida João César de Oliveira, nos dois sentidos, serão de passagem exclusiva para o SIM. No trecho das estações, que terão cerca de 200 metros de comprimento, existirá uma faixa extra de acesso, que será feita de concreto. Um pavimento rígido para evitar aquelas deformações causadas por frenagem dos ônibus. Além dessa, teremos três faixas, uma de ultrapassagem e duas de circulação livre para os demais veículos. Passado as estações, o corredor volta a ter três pistas em cada sentido”, afirmou.

Renato Mafra esclareceu também que, para a edificação das estações, será necessário realizar a supressão de cerca de 200 árvores. “Todas as estações possuem projeto paisagístico que prevê que o plantio de árvores. Além disso, como forma de compensação ambiental, vamos fazer o plantio de árvores no entorno da avenida João César de Oliveira. Tudo em acordo às legislações e licenças ambientais”, ressaltou. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), hoje, existem cerca de 1.500 árvores na avenida.

Conexão

O Corredor Norte-Sul é o principal do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM). Os demais (Ressaca e Leste-Oeste) serão interligados a ele, conectando as regiões Norte e Centro-Sul da cidade. Serão dois terminais de integração e dez estações de transferência, além das obras de requalificação das vias, reforma de meios-fios, sarjetas e de passeios com acessibilidade para pessoas com deficiência visual.

Com início na LMG-808, em Nova Contagem, o Corredor Norte-Sul segue até a rua do Registro e passa pelo centro histórico (ruas Bernardo Monteiro, Doutor Cassiano e João Camargos). Na altura do bairro Beatriz, segue por toda a avenida João César de Oliveira até a avenida David Sarnoff, no bairro Cidade Industrial.

A Transcon informa que posteriormente as avenidas Dilson de Oliveira e Carmelita Drummond Diniz (Maracanã) serão incorporadas ao Corredor, para desviar parte do fluxo de veículos do centro histórico.

Estações de Transferência

As Estações de Transferência são locais que permitem a integração física para troca de ônibus com tarifa única, ou seja, sem pagar nova passagem. Suas estruturas estarão localizadas ao longo do Corredor Norte-Sul e serão caracterizadas para oferecer conforto e segurança aos usuários.

Todas elas foram dimensionadas de modo a atender a demanda de passageiros de acordo com a região de instalação e as características das viagens. O projeto das estações visa a execução industrializada, que se adere às características de Contagem. Cada estação será composta por três estruturas: estação municipal, estação metropolitana e anexo central, com bilheteria única para embarque.

As Estações de Transferência, junto dos Terminais, são os locais onde irão ocorrer as integrações e transferências dentro do SIM. O pagamento das tarifas será realizado antecipadamente nas bilheterias. As estações estarão localizadas no canteiro central, em plataforma elevada para embarque em nível, de modo a atender simultaneamente ambos os sentidos de tráfego.

Ao todo, serão implantadas no Corredor Norte-Sul dez estações, são elas:

  • Ouro Branco: na LMG-808, paralela à Av. Álvaro Santos no bairro Granja Ouro Branco;
  • Dilson de Oliveira: na Av. João César de Oliveira, em frente a empresa Magneti Marelli;
  • Cinco: na Av. João César de Oliveira, em frente a empresa Maxion;
  • Hospital Municipal: na Av. João César de Oliveira, próxima ao Hospital Municipal de Contagem (HMC);
  • Paulo Pinheiro Chagas: na Av. João César de Oliveira, próxima praça homônima a estação;
  • Portugal: na Av. João César de Oliveira, em frente a empresa Habib’s;
  • Olímpio Garcia: na Av. João César de Oliveira, próxima a Rua Monsenhor Bicalho;
  • Castelo Branco: na Av. João César de Oliveira, paralela à Rua Oliveira;
  • Babita Camargos: na Av. General David Sarnoff, em frente ao Sam’s Club;
  • Papa João XXIII: na Av. General David Sarnoff, em frente empresa Belgo Bekaert Arames.

Para mais informações sobre o SIM, Corredores, Terminais e Estações, clique aqui.

Notícia Principal - 19/05/2020, 10:59:50 - Repórter: - Foto: Divulgação

Notícias relacionadas