Mutirão de limpeza na orla de Várzea das Flores recolhe quase duas toneladas de lixo

Ação foi feita pelos participantes, com apoio da Prefeitura de Contagem, para recolher lixo jogado de maneira irregular no local

Meio Ambiente - 13/11/2019, 16:10:03 - Repórter: - Foto: Ricardo Lima

Mutirão de limpeza realizado na orla de Várzea das Flores, no último sábado (9).

Aproximadamente 60 pessoas participaram do mutirão de limpeza na orla de Várzea das Flores no último sábado (9). Os participantes foram distribuídos em 20 embarcações, entre lanchas, barcos e jet-skis, e recolheram aproximadamente duas toneladas de materiais como garrafas plásticas, copos, sacolas, roupas, além de calçados e pneus. A ação foi promovida pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), e em parceria como a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos (Semobs) e a Associação de Moradores do Condomínio Recanto do Lago.

O subsecretário de Meio Ambiente, José Roberto Garbazza, descreveu a ação conjunta. “Fizemos uma reunião com os moradores do Recanto do Lago para uma ação conjunta de retirada de lixos às margens da represa. Além da coleta de vários materiais descartáveis irregularmente, também fizemos diversas abordagens a usuários da represa, principalmente pescadores, para a conscientização da importância de recolherem sempre os resíduos gerados. Faremos outras ações como essa nos próximos meses e, principalmente, o trabalho de conscientização de adotarmos todos os hábitos ambientalmente corretos”, frisou.

A Semad disponibilizou, além de pessoal, ecobags para a coleta. O material retirado da lagoa foi acumulado em um ponto da orla onde a Semobs realizou o recolhimento na segunda-feira (11). Os resíduos foram enviados para o setor de coleta seletiva, onde haverá uma seleção do material reciclável. O restante será enviado para o aterro sanitário.

A operação contou com apoio e participação dos moradores e visitantes. Sílvia Castro, 37 anos, mora em Belo Horizonte, mas sempre visita a Várzea das Flores. “Enche-me de esperança ver que a idealização e iniciativa foram dos próprios frequentadores do local e que, em poucas horas, conseguiram recolher quase duas toneladas de lixo. Estamos falando de pessoas que abriram mão do seu momento de lazer, que arcaram até mesmo com alguns custos para cuidar de um bem que pertence a todos nós”, disse.

Para Rodrigo Guaracy Costa, 47 anos, o mutirão foi muito positivo. “Deu para perceber que a nossa lagoa precisa de ajuda e que temos que atuar e dar o exemplo preservando. Percebi também que a nossa lagoa precisa realmente de uma intervenção, mas na minha visão tem que ser preventiva, como uma maneira de conscientizar os ribeirinhos a não sujar. Acredito que os órgãos públicos de Contagem e Betim, e também os moradores, têm que atuar preventivamente e conscientizar essas pessoas a não deixar lixos no local”, opinou.

Morador e presidente da Associação de Proprietários de Áreas de Vargem das Flores, Jeferson Rios Domingues, 73 anos, também participou do mutirão. “É importante a remoção do lixo na Adutora que liga o bairro Sapucaia à Orla da represa. A minha sugestão é instalar portais nos acessos à represa e distribuição de cartilhas de como evitar o turismo selvagem, pois o usuário deixa lixo ao sair da represa”, disse.

Meio Ambiente - 13/11/2019, 16:10:03 - Repórter: - Foto: Ricardo Lima
Tags:

Mutirão de limpeza da orla da lagoa de Vargem das Flores

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação