Escolas Municipais de Contagem são destaque em projetos científicos nacionais

Ao todo 11 escolas estiveram engajadas em processos de criação e científico-lógico

Educação - 12/11/2019, 12:16:32 - Repórter: - Foto: Divulgação

As escolas municipais de Contagem fizeram bonito e foram premiadas na 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica (OBA), e também na 13ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). A realização contou com recursos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicação (MCTIC). Mais de 12 mil escolas públicas e privadas, com um total de 1.039.557 estudantes, divididos em todo o território nacional, apresentaram projetos inovadores.

No município, ficaram a cargo das Escolas Municipais Josefina de Souza Lima, Dr. Sabino Barroso, Dona Gabriela Leite Araújo, Eli Horta Costa, Rita Carmelinda Rocha, Prof. Maria de Matos Silveira, Isabel Nascimentos de Mattos, Glórias Marques Diniz, José Silvino Diniz e do Bairro Tropical que juntas levaram 62 medalhas divididos em ouro, prata e bronze.

Para se ter uma ideia a E.M. Josefina de Souza Lima, do bairro Bela Vista, regional Eldorado, ganhou ao todo 26 medalhas, o número maior do município. Por ser tradição em competições nacionais, a escola esteve com quase todas as turmas do 1º ao 9º ano do Fundamental para a disputa. “Desde 2013, fazemos investimentos em projetos de Ciências. Esse ano quase todas as turmas participaram e ganharam o aval da direção. Os estudantes apresentaram projetos complexos, inovadores e com a intenção positiva em divulgar a astronomia em projetos mais engajados”, destaca o professor de Ciências, Jader de Abreu.

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), maior olimpíada científica do Brasil, passa a integrar alunos de outros países de língua portuguesa. Realizada em fase única, a olimpíada é voltada aos estudantes dos ensinos fundamental e médio. Escolas públicas e particulares podem se cadastrar. As provas são realizadas nas próprias escolas e corrigidas pelos professores representantes do evento nas mesmas. A olimpíada é dividida em quatro níveis – os três primeiros são para alunos da educação primária e o quarto para os da educação secundária – e a prova é composta por dez perguntas: sete de astronomia e três de astronáutica. A maioria das questões é de raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas conforme a pontuação obtida por cada nível.

E. M. José Lucas Filho na META

Cerca de 20 estudantes da E.M. José Lucas Filho, do 7º ao 9º ano, aprenderam a programar e construir robôs seguidores em aulas de robótica em parceria com o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG). A apresentação aconteceu na 29ª Mostra Específica de Trabalhos Aplicados – META que é destinada a estudantes do Ensino Fundamental de escolas das redes pública e particular.

As turmas participaram, apresentando o projeto em um stand no Cefet, onde as pessoas puderam conversar e saber mais sobre a atividade.

Educação - 12/11/2019, 12:16:32 - Repórter: - Foto: Divulgação
Tags:

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação