Programa Vida Saudável capacita coordenadores de núcleo e agentes sociais

Os encontros também tiveram o intuito de preparar uma síntese das atividades realizadas para avaliação do grupo

Direitos Humanos - 13/08/2019, 17:12:55 - Repórter: - Foto: Raquel Lopes

Com o objetivo de avaliar a execução dos núcleos ativos do Programa Vida Saudável, iniciados em fevereiro de 2018, foi promovida mais uma formação de gestores, conselheiros, coordenadores e agentes sociais de esporte e lazer, nos dias 7 e 8 de agosto, no auditório da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. Cerca de 50 pessoas participaram da formação, que propiciou momentos de debate coletivo, oficinas temáticas, trabalho em grupo, aplicação de questionário de avaliação e relatos de experiências. Os núcleos do programa é voltada ao atendimento da Melhor Idade, por meio da promoção de oficinas de ginástica, práticas corporais, jogos recreativos, cognitivos, teatro, artesanato e brincadeiras.
Os encontros também tiveram o intuito de preparar uma síntese das atividades realizadas para avaliação do grupo: relatos de experiências organizadas pelos coordenadores e agentes; apresentar uma síntese da atuação da entidade de controle social e do grupo gestor do convênio; definir as ações que objetivem potencializar os pontos fortes e minimizar as fragilidades; revisar os conteúdos abordados no programa a partir da necessidade dos agentes; planejar uma ação de impacto para encerramento do convênio e quando necessário, para aumentar a adesão no programa; preparar instrumentos de avaliação do PELC: de resultado, processo e impacto; e sistematizar uma proposta coletiva de continuação da política pública (municipalização).
Para o secretário de Direitos Humanos e Cidadania, Marcelo Lino, o Programa Vida Saudável faz a diferença na vida de cada idoso participante. “Podemos ver que o programa tem profissionais bem qualificados, que demonstram e fazem a diferença para aqueles usuários. Sabemos da dedicação de cada um aqui que oferecem atividades com muito carinho para que os idosos possam garantir qualidade de vida e dignidade ao envelhecer. Como determinação do prefeito Alex de Freitas, Contagem sempre busca políticas públicas para serem desenvolvidas às pessoas idosas”, ressaltou.
A coordenadora geral do Programa Vida Saudável, Érica Carmo, avaliou a importância da formação e do programa na vida das pessoas. “A continuidade do programa, com a manutenção dos núcleos ativos e com uma equipe mínima de funcionamento, é uma demanda apresentada de maneira efetiva pelos participantes do programa, tendo em vista os significativos resultados do programa para a qualidade de vida da pessoa idosa”.
Ainda de acordo com Érica, os módulos de avaliação do convênio do Programa Vida Saudável, realizados com a presença de profissionais do Ministério da Cidadania e em parceria com a UFMG – assim como os módulos de formação iniciais, contribuem muito para a qualificação da execução do programa. “Essa qualificação é resultado de conteúdos e discussões que permitem aos gestores do programa (coordenações, equipes dos núcleos, conselheiros municipais e gestores da prefeitura) uma avaliação das suas práticas, potencializando pontos fortes e minimizando pontos fracos, permitindo então a proposição de melhorias”, ressaltou.
Durante a formação,  a coordenadora  pedagógica do programa, Luciana  Miranda,  apresentou os eventos mensais, trimestrais e os eventos envolvendo todos os núcleos do Programa, desenvolvidos  pelas equipes dos núcleos juntamente com seus beneficiários, envolvendo a comunidade e seus familiares. “Esses encontros estimulam o convívio entre as gerações e fortalecem os vínculos”, afirmou. Luciana também explicou  como são organizadas as formações em serviço, que são exigências das Diretrizes do programa. “São  reuniões de planejamento, discussão de casos, estudos, e momentos de troca de aprendizado. As formações em serviço mensais com toda a equipe são pensadas e planejadas como um momento de capacitação profissional, e aprendizado em várias áreas.  Saúde do idoso, Primeiros Socorros, Saúde Mental, Visita Domiciliar, entre outros, foram alguns dos temas que foram abordados nas formações”, explicou
Os coordenadores dos núcleos ficaram atentos a cada informação passada. “Esse último módulo de avaliação foi muito produtivo e enriquecedor. Foi uma formação que mostrou como foi grandioso o nosso crescimento e amadurecimento quanto profissionais do Programa Vida Saudável. As dinâmicas “amigo secreto de poesia” e “banco de tempo” nos fez ter uma interação maior com toda a equipe. Além disso, a formação trouxe uma reflexão para cada um de nós nesse momento de encerramento dos núcleos, e o que podemos fazer enquanto profissionais para que políticas públicas voltadas para o idoso se façam de maneira efetiva, contínua e permanente”, acredita a coordenadora do Núcleo Industrial,  Luciana Pereira da Silva.

Direitos Humanos - 13/08/2019, 17:12:55 - Repórter: - Foto: Raquel Lopes

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação