Plano com projetos municipais contra o uso e abuso de álcool e outras drogas é apresentado à sociedade de Contagem

Com três eixos de atuação, documento ficará disponível no site da Prefeitura para aperfeiçoamento com ajuda da população

Gabinete do Prefeito - 25/06/2019, 19:09:05 - Repórter: - Foto: Divulgação

O Plano foi lançado em plenária especial na Câmara de Vereadores

Nesta terça-feira (25), na plenária especial da Câmara de Vereadores, a presidente do Conselho Municipal de Políticas sobre Álcool e outras Drogas (Comadc), Soraya Romina, apresentou o Plano Intersetorial de Políticas sobre Álcool e outras Drogas de Contagem. A iniciativa faz parte da programação da Semana Municipal de Enfrentamento e Prevenção ao Uso/Abuso de Álcool e Outras Drogas, que se encerra nesta quarta (26).

O Plano contém ações e serviços com foco nas crianças, adolescentes e jovens, estruturados a partir de três eixos: prevenção, cuidado/tratamento e reabilitação e reinserção social. Nele também consta um diagnóstico situacional do fenômeno do uso e abuso de álcool e outras drogas no Brasil, com estudos feitos em 1987, 1989, 1993, 1997, 2004 e 2010 pelo Senad e Cebrid.

“O Plano é um marco muito importante na medida em que o Executivo apresenta à Casa Legislativa, ao Comadc e à população um instrumento de planejamento das ações de enfrentamento à epidemia de uso do álcool e outras drogas. Trata-se de uma iniciativa pioneira em Minas Gerais e, quiçá no país, com o objetivo de minorar os agravos sociais, familiares e de saúde decorrentes do uso das drogas”, ressaltou Soraya.

No eixo da prevenção, o Plano enumera (páginas 31 a 34) vários projetos municipais, criados para evitar e/ou retardar o contato com álcool e outras drogas, especialmente no campo da Educação e do Desenvolvimento Social. Para Soraya, este eixo é o mais importante. Segundo ela, “pesquisas internacionais apontam que a cada dólar investido na prevenção ao uso/abuso de álcool e outras drogas, os governos de todo o mundo deixam de gastar 10 dólares em tratamento e/ou reabilitação”.

No âmbito da Educação, serão desenvolvidas atividades junto aos alunos da rede municipal de ensino de Contagem, como rodas de conversa, seminários, oficinas, ciclo de palestras, dentre outras, que visam auxiliar crianças e jovens a serem protagonistas de suas próprias histórias. No Desenvolvimento Social, várias estratégias de fortalecimento dos vínculos familiares e apoio às famílias serão desenvolvidas nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e Centros Especializados de Assistência Social (Creas), além de outros equipamentos, com base na metodologia direcionada pelo Plano.

No eixo do cuidado/tratamento e reabilitação há também um conjunto de ações definidas no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde (página 37 do Plano). Para o tratamento, o Município disponibiliza o Centro de Atenção Psicossocial (CAPs AD) e conta com uma rede de comunidades terapêuticas, grupos de apoio e ajuda mútua. “Há um leque de possibilidades para que o dependente químico possa aderir ao tratamento, conforme perfil, cultura e necessidade”, destacou Soraya.

O Plano também propõe o mapeamento de todas as comunidades terapêuticas e demais entidades da sociedade civil até o final de 2019.

Mercado de trabalho

No eixo da reinserção social, a proposta do Plano passa pela ampliação da oferta de cursos de qualificação e a potencialização do serviço de abordagem de rua e do Centro POP. Para a presidente do Comadc, esse eixo é o mais desafiador. “Parece que ex-usuários de drogas ficam marcados, é como se eles não fizessem parte da sociedade. É difícil voltar ao emprego. Por tais motivos, temos que desenvolver esforços, ou melhor, a população como um todo, as empresas têm que estar atentas a essa realidade para que possamos oportunizar uma chance de reinserção a estas pessoas”, alertou.

Em Contagem, a Secretaria de Trabalho e Geração de Renda oferta vagas em cursos de qualificação profissional, reservando 20% delas para pessoas que usam e abusam de álcool e outras drogas. “Reconhecemos que há muito o que avançar. Temos certeza que o Plano não se trata de um instrumento pronto e acabado, razão pela qual ficará disponível para a consulta popular. A nossa tentativa é mostrar à cidade que existe um norte na condução da política sobre álcool e outras drogas e, da mesma forma, queremos que a cidade nos ajude a aprimorar este instrumento”, finalizou Soraya.

O Plano ficará disponível para consulta pública no site da Prefeitura (CLIQUE AQUI), nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Por meio de um formulário (CLIQUE AQUI), será possível enviar sugestões. A expectativa é submetê-las ao Comadc em novembro e, posteriormente, transformar o Plano em um projeto de lei.

Mapa da Assistência

Na página 27, o Plano disponibiliza o Mapa da Rede de Assistência e Atenção Psicossocial para pessoas que usam álcool e outras drogas e seus familiares. Por meio de QR CODE, é possível acessá-lo. Nele, o cidadão encontrará informações sobre entidades voltadas ao atendimento de usuários e suas famílias, como endereço, telefone, horário de funcionamento, perfil de público, dentre outros dados. O Mapa também está disponível no site da Prefeitura.

Autoridades

Estavam presentes na plenária especial, a secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Luzia Ferreira, e a subsecretária de Políticas sobre Álcool e outras Drogas do Estado de Minas Gerais, Fabiane Rodrigues de Oliveira. A sessão foi conduzida pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Daniel Carvalho, e pelo vereador Capitão Fontes.

Por vídeo, o secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, parabenizou os envolvidos pela iniciativa pioneira de elaboração do Plano. “É com muita satisfação que estou com vocês, mesmo à distância, neste momento especial. No governo federal, nós também vivemos um momento importante na área. Em abril, tivemos a aprovação da Nova Política Nacional sobre Drogas no Brasil. E mais recentemente, em junho, tivemos a aprovação da Nova lei de Drogas. Hoje, lançamos uma campanha de enfrentamento às drogas e gostaríamos de contar com o apoio de todos. A ideia é criar um grande movimento de prevenção, colocando este tema na agenda nacional. Queremos somar esforços. Mais um vez parabenizo a todos pela iniciativa municipal”, destacou.

Ao final da plenária, a presidente do conselho Soraya Romina e a secretária municipal Luzia Ferreira entregaram o Selo do Comadc ao presidente da Câmara, Daniel Carvalho, em reconhecimento ao apoio dado à Semana de Enfrentamento e Prevenção ao Uso/Abuso de Álcool e outras Drogas

Gabinete do Prefeito - 25/06/2019, 19:09:05 - Repórter: - Foto: Divulgação
Tags:

Lançamento do Plano de Prevenção às Drogas

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação