Prefeitura inicia obras para eliminar gargalo no Complexo Viário do Beatriz

A partir da próxima segunda (24) haverá interdição parcial da Via Expressa, e Transcon orienta motoristas a buscarem rotas alternativas

Notícia Principal - 20/06/2019, 09:39:33 - Repórter: - Foto: Elias Ramos

As intervenções foram iniciadas para atender uma antiga reivindicação dos contagenses

A Prefeitura de Contagem iniciou uma das obras de mobilidade mais aguardadas na cidade: a reestruturação do Complexo Viário do Beatriz, na junção da avenida João César de Oliveira com a Via Expressa, dois importantes corredores de trânsito. Será feita a ampliação do número de faixas de rolamento para dar maior fluidez ao tráfego, eliminando um gargalo sobretudo nos horários de pico, que gera muitas reclamações. O investimento será de R$ 15,5 milhões, com recursos do PAC Mobilidade Médias Cidades do Brasil. A previsão é a de que as intervenções sejam concluídas em abril de 2020.

O Complexo é acessado por quem se desloca do Eldorado e Cidade Industrial ao Centro da cidade. Da mesma forma, por ele passam motoristas e passageiros vindos de Belo Horizonte e Betim. Finalizadas as obras, o número de faixas de rolamento passará de duas para quatro no sentido Sede/Eldorado e para três no sentido contrário. As faixas centrais, nos dois sentidos, serão de passagem exclusiva para o Sistema Integrado de Mobilidade (SIM).

Além de faixas exclusivas para o BRT, as intervenções do Complexo incluem a redução da inclinação de rampas, evitando quebra dos veículos semi-reboques; o alargamento das alças para melhorar o raio de giro dos semi-reboques; a adequação viária da avenida Carmélia Dutra, que dá acesso ao bairro Beatriz; o sentido duplo de tráfego da rua José Pedro de Araújo, que liga o bairro Beatriz à avenida João César de Oliveira; e a construção da infraestrutura do Terminal Sede, em frente ao 18º Batalhão da Polícia Militar.

Rotas alternativas

Como toda obra viária de grande porte, haverá impactos no trânsito. A partir da segunda-feira que vem (24), as faixas da Via Expressa próximas ao passeio (da direita) serão interditadas. A liberação está prevista em 2 de agosto. A Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon) vai sinalizar o perímetro das obras. A orientação é para que os motoristas busquem rotas alternativas. Placas e faixas indicativas serão implantadas em um raio de quatro quilômetros de distância do Complexo e em trechos das BRs 381 e 040. Além disso, agentes de trânsito farão o monitoramento constante da região com viaturas.

O Complexo Viário do Beatriz contempla ainda a implantação do Corredor Norte-Sul, que vai interligar a Cidade industrial a Nova Contagem (praça do Trabalhador, avenidas General David Sarnoff, João César de Oliveira e rua do Registro). Haverá outros dois grandes corredores de mobilidade na cidade: o Corredor Leste-Oeste interligará a Ressaca ao Petrolândia (avenida das Américas, Severino Ballesteros, Helena de Vasconcelos e a Via Expressa, até o limite com Betim) e outro Corredor vai interligar a Ressaca à Cidade Industrial (praças do Trabalhador e da Cemig, avenidas Babita Camargos, Teleférico e João Gomes Cardoso, até a Severino Ballesteros).

O número de faixas de rolamento será ampliado

O número de faixas de rolamento será ampliado

Mais segurança

O prefeito Alex de Freitas ressaltou a importância da obra, que é muito esperada por todos. “A modernização e duplicação do Complexo Viário do Beatriz eliminará um gargalo imenso, que causa muito transtorno à população de Contagem, principalmente de manhã e à tarde. Além disso, resultará em mais segurança para motoristas e pedestres que por ali passam”, afirmou.

Alex comemora o início das obras. “Estamos todos felizes. Era uma obra que a gente aguardava há algum tempo. A Caixa Econômica Federal liberou os recursos para que pudéssemos fazer a ordem de serviço, uma das tantas que vão deixar nossa cidade mais moderna e nossa gente mais feliz”.

O presidente da Transcon, Gustavo Peixoto, destacou a maior fluidez no tráfego após as intervenções. “O Complexo Viário do Beatriz sempre foi um gargalo muito grande, pois a avenida João César de Oliveira é larga e depois ocorre um estreitamento. A duplicação será importante para que possamos colocar em prática o nosso Sistema Integrado de Mobilidade. Será uma mudança fantástica para o transporte público de Contagem”.

A ECP Engenharia Ltda foi a vencedora da licitação e vai executar as obras. O proprietário da empresa, Mauricio Sigaud, aponta os desafios. “É uma obra bastante difícil. Está em uma área de duas vias muito movimentadas, o que vai exigir uma técnica muito grande, mas nós estamos preparados para fazer. Estamos satisfeitos de ter vencido a licitação e esperamos corresponder a confiança que a Prefeitura está depositando na gente”.

O secretário Municipal de Obras e Serviços Urbanos, João Batista dos Mares Guias, destacou o caráter social da obra. “Contagem tem um território segmentado. Os eixos ferroviário e rodoviário dividiram a cidade, separando-a em áreas como se fossem municípios diferentes. Esse é um grande problema. A modernização do Complexo Viário do Beatriz trará bem-estar à população, com ênfase na mobilidade social. As pistas exclusivas para ônibus e os corredores promoverão a integração das regiões”.

Notícia Principal - 20/06/2019, 09:39:33 - Repórter: - Foto: Elias Ramos
Tags:

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação