Secretário de Saúde e diretor de Zoonoses participam de plenária na Câmara Municipal

O assunto foi a situação do município diante do surto de febre maculosa e as providências tomadas

Regional Nacional - 04/06/2019, 17:20:50 - Repórter: - Foto: Fábio Silva

Funcionários da Secretaria de Saúde estão pulverizando carrapaticida nas casas próximas, na Vila Boa Vista

O secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria Silva, e o diretor de Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, José Renato de Rezende Costa, estiveram na plenária realizada na manhã de terça-feira (4), na Câmara Municipal. A presença deles teve como objetivo explicar a situação do município diante do surto de febre maculosa na regional Nacional, especificamente na Vila Boa Vista.

“O que está sendo colocado é que isso é um problema de todo município, e, dentro das investigações que estão sendo feitas, tudo leva a crer que temos um surto localizado”, destacou o diretor de Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, José Renato de Rezende Costa.

A febre maculosa é uma doença transmitida pelo carrapato-estrela infectado por uma bactéria. Os primeiros sintomas da doença são febre alta, dores no corpo, dor de cabeça, falta de apetite e desânimo. Ao notar-se os primeiros sintomas, a pessoa deve procurar imediatamente a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Até o momento, foram notificados 21 casos e duas mortes foram confirmadas por febre maculosa. Outras duas estão sendo investigadas (todas na mesma região). No ano passado, um caso foi confirmado. Em 2017, o município registrou três casos.

“Estamos trabalhando de forma intersetorial as ações pertinentes para combater esse surto. Todo suporte necessário está sendo dado aos pacientes, bem como as medidas adotadas de limpeza na área em que foram encontrados os focos”, disse o secretário de Saúde, Cleber de Faria Silva.

Medidas adotadas

Entre as medidas adotadas, estão a limpeza de toda a área onde foram encontrados os focos dos carrapatos e o recolhimento dos cavalos. Nove animais já foram recolhidos para receber banhos de carrapaticida – são necessários banhos a cada sete dias.

Funcionários da Secretaria de Saúde estão pulverizando carrapaticida na região e nas casas próximas. A Defesa Civil está monitorando as capivaras. Também será feito um estudo pelas prefeituras de Contagem e Belo Horizonte para determinar quais ações serão realizadas em relação aos animais.

Além disso, será feita a aragem do terreno. Maquinários irão percorrer todo ele, revirando a terra e misturando oito toneladas de cal.

Regional Nacional - 04/06/2019, 17:20:50 - Repórter: - Foto: Fábio Silva
Tags:

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação