Prefeitura e Comadc trabalham para fortalecer política municipal sobre álcool e outras drogas

Soraya Romina se reuniu com a coordenadora do Grupo Amor Exigente “Roda Viva”, para conhecer melhor o trabalho do grupo

Gabinete do Prefeito - 24/05/2019, 17:14:54 - Repórter: - Foto: Paulo Pereira

Carmen Alves se colocou à disposição para contribuir com projetos e ações desenvolvidos pelo poder público

A Prefeitura de Contagem, por meio do Conselho Municipal de Políticas sobre Álcool e outras Drogas (Comadc), tem reunido esforços para transformar o município em um território de prevenção às drogas. Nesse cenário, o entendimento é que o aprimoramento dos projetos e ações no campo da prevenção ao uso/abuso de álcool e outras drogas e do cuidado/tratamento da pessoa com quadro de dependência química e seus familiares passa necessariamente pela maior articulação com entidades e grupos da sociedade civil que atuam com a temática. Por essa razão, o Comadc vem promovendo encontros com dirigentes das entidades, movimentos e grupos existentes na cidade.

Na quarta-feira (22), a presidente do Comadc, Soraya Romina, se reuniu com a coordenadora do Grupo Amor Exigente “Roda Viva”, Carmen Aparecida Alves, com o objetivo de conhecer melhor o trabalho do grupo, trocar experiências e, principalmente, alinhar estratégias voltadas para o fortalecimento desse trabalho em busca de apoio a familiares de dependentes químicos.

“Hoje, há um desconhecimento por parte da população sobre a quem recorrer e onde procurar ajuda. Temos, por exemplo, no âmbito do Projeto Estratégico “Contagem Livre das Drogas”, desenvolvido pela Prefeitura, a garantia de reserva de 20% do total de vagas oferecidas nos cursos de qualificação profissional para pessoas em processo de tratamento e recuperação da dependência química e seus familiares. Porém, essas vagas não são preenchidas. O objetivo é favorecer a reinserção social dessas pessoas”, destacou Soraya Romina.

Para ela, é preciso construir, sistematicamente, maior interlocução e articulação da Rede de Atenção e Assistência Psicossocial do município. “Nosso objetivo é fortalecer a política municipal sobre álcool e outras drogas e, consequentemente, possibilitar maior alcance junto ao público-alvo, envolvendo a indispensável participação das entidades da sociedade civil”, ressaltou a presidente do Comadc.

Durante o encontro, a coordenadora do Grupo “Roda Viva” explicou a lógica de funcionamento e organização do mesmo e se colocou à disposição para contribuir com projetos e ações desenvolvidos pelo poder público. “Acredito na união de esforços para mudar realidades duras. Jeito tem, mas precisamos ter vontade e desburocratizar situações, focando principalmente nas crianças. Minha preocupação maior é com a moçada que vem. Elas precisam ser salvas”, alertou.

Carmen Alves também sugeriu a criação de projeto piloto de prevenção às drogas dentro das escolas, a ser desenvolvido em consonância com os princípios metodológicos do Amor Exigente. Soraya Romina se comprometeu a construir uma agenda de trabalho com a Secretaria de Educação para debater a proposta apresentada.

Plano Intersetorial

Ao final do encontro, Soraya Romina convidou Carmen Alves para participar, no dia 25 de junho, da Plenária Especial da Câmara Municipal de Contagem, na qual será apresentado o Plano Intersetorial de Políticas sobre Álcool e outras Drogas de Contagem. Segundo Romina, trata-se de uma iniciativa pioneira em Minas Gerais e no país. “O Plano traz um diagnóstico relacionado ao fenômeno do uso/abuso de álcool e outras drogas no município e explicita o conjunto dos programas, projetos e ações nos campos da prevenção ao uso/abuso de álcool e outras drogas; cuidado/tratamento e reabilitação e reinserção social. Ademais, o Plano apresenta o mapa dos dispositivos que compõe a Rede de Atenção e Assistência Psicossocial do município, que poderá ser acessado pela população, por meio do site da prefeitura, favorecendo a democratização do acesso à informação”, explicou.

O Plano também será colocado em consulta pública, no período de julho a setembro, junto a entidades, profissionais da área e população contagense, visando o seu aprimoramento.

Grupo Amor Exigente

O Programa Amor Exigente é desenvolvido pela Federação de Amor-Exigente. O objetivo é capacitar uma rede de voluntários na comunidade local para atuarem na prevenção ao uso de álcool, crack e outras drogas. Tem como público-alvo todos os que querem se envolver na prevenção às drogas – crianças e jovens, usuários e dependentes, pais, mães, cônjuges, companheiros, idosos, escolas e comunidade.

Teve início nos Estados Unidos e chegou ao Brasil em 1984. Atualmente, há 575 grupos do Programa Amor Exigente distribuídos pelo país, sendo que um deles está situado no bairro Xangri-lá, em Contagem.

Os voluntários capacitados nesse programa atuam em grupos de apoio e também como multiplicadores. A atuação do voluntário é pautada em princípios básicos e éticos, responsabilidade social e espiritualidade pluralista, mobilizando sua rede para enfrentar adequadamente as questões relacionadas às drogas e violências.

O Grupo Amor Exigente “Roda Viva” funciona no salão da paróquia Santa Clara, no Xangri-lá. Os encontros são realizados às quartas-feiras, às 20h.

Gabinete do Prefeito - 24/05/2019, 17:14:54 - Repórter: - Foto: Paulo Pereira
Tags:

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação