Equipes do Centro POP recebem capacitação

Foram tratados temas como assistência social para as pessoas em situação de rua e a política do SUS com ênfase na saúde mental

Desenvolvimento Social - 08/03/2019, 16:56:33 - Repórter: - Foto: Paulo Pereira

Técnicos, educadores, monitores, agentes de serviços gerais e cozinheiro do Centro Pop receberam orientações teóricas e práticas

A Secretaria de Desenvolvimento Social, por meio da Diretoria de Proteção Social de Média Complexidade, promoveu, nos dias 26 a 28 de fevereiro, o curso de capacitação para os trabalhadores do Centro Pop e do Serviço Especializado em Abordagem Social na UNA Contagem.

Durante os três dias, foram abordados temas como a política nacional e municipal da Assistência Social para as pessoas em situação de rua, os serviços e benefícios oferecidos e a política do Sistema Único de Saúde (SUS) com ênfase na saúde mental.

Segundo a diretora da Proteção Social de Média Complexidade, Juliana Milagres, essa capacitação tem um grande valor para agregar os novos funcionários. “É o momento de se conhecerem e saberem mais sobre a rede socioassistencial de Contagem, além de identificar políticas sociais que atendam a população em situação de rua no município”, pontuou.

A capacitação foi mediada pela assistente social Vanessa Rezende e a psicóloga Maria Margareth de Menezes. Técnicos, educadores sociais, monitores, agentes de serviços gerais e cozinheiro do Centro Pop receberam orientações teóricas e práticas, como técnicas de abordagem in loco e postura no trabalho.

A coordenadora do Centro POP, Vanessa Rezende, reforça que a capacitação é sempre necessária para ampliar os conhecimentos da equipe de trabalho, trazendo discussões atuais para ações mais efetivas referentes a políticas públicas para a população em situação de rua. “Deve-se conversar com o morador de rua de igual para igual, encaminhando a conversa de forma a articular os serviços existentes e oferecer respostas a essas pessoas”, destacou a coordenadora.

Para o educador social Anderson Rodrigues, é importante essa capacitação porque vai ajudar a atender melhor o público e identificar as demandas de acordo com a individualidade de cada pessoa. “Contribui para ampliar nossos horizontes, ter uma visão do serviço e novas experiências para melhor atender essas pessoas que já se encontram em total vulnerabilidade”, pontuou.

Desenvolvimento Social - 08/03/2019, 16:56:33 - Repórter: - Foto: Paulo Pereira
Tags:

Notícias relacionadas