Comenda do Patrimônio “Antônio Maria da Silva” – mestre dos Arturos será entregue nesta quarta-feira (24)

Honraria vai homenagear quatro personalidades

Cultura - 23/10/2018, 16:25:29 - Repórter:

Criada pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (Compac) este ano, a Comenda Antônio Maria da Silva – mestre dos Arturos é uma homenagem a cidadãos de Contagem ou a pessoas que contribuíram ou contribuem para a preservação e manutenção da memória da cidade e de seu Patrimônio Cultural.

A iniciativa do Compac tem o apoio da Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Juventude (Secej).

A honraria será entregue nesta quarta-feira (24), no plenário da Câmara Municipal de Contagem, às 19h30. A comenda também é uma forma de prestar homenagem ao Sr. Antônio e a sua família, por toda a contribuição e exemplo de preservação e difusão do patrimônio da comunidade dos Arturos.

Neste ano de 2018, os homenageados são: sr. Antônio Faria (In Memoriam), Marcelo Costa Giacomin; Júlia Carolina da Cunha e Ciro Carpentieri Filho (que, infelizmente, faleceu na tarde desta segunda-feira, 22 de outubro).

A Comenda Antônio Maria da Silva – Mestre dos Arturos foi criada em agosto de 2018, pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultura-COMPAC com o objetivo maior de despertar em cada morador de Contagem o sentimento de pertencimento e de valorização da história e da memória.

Quem foi Antônio Maria da Silva – mestre Arturo

Antônio Maria da Silva, ou “Seu Antônio”, como era popularmente conhecido, foi Capitão Regente do Reinado da Comunidade Quilombola dos Arturos. Falecido em 20 de julho de 2018, aos 82 anos, era até esta data, juntamente com Mário Braz da Luz, um dos últimos filhos vivos de Arthur Camilo Silvério e Carmelinda Maria da Silva, casal Patriarca e Matriarca da família Arturos e fundadores desta comunidade.

O Sr Antônio foi um profundo conhecedor do Congado e do Culto a Nossa Senhora do Rosário, da Folia de Reis e de outras manifestações culturais e das tradições, contos da ancestralidade, rezas, cantos, ritmos, danças e rituais sagrados e populares. Bastante respeitado, foi também um líder espiritual na condução dos festejos característicos e tradicionais da Comunidade dos Arturos.

Em 2017, foi reconhecido e premiado como “Mestre das Culturas Populares”, por sua atuação na manutenção e perpetuação da tradição das Folias de Reis, pelo Ministério da Cultura /Governo Federal.

Cultura - 23/10/2018, 16:25:29 - Repórter:
Tags:

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação