Dia D da Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo e 1º Mamaço do Centro Materno mobilizam famílias em Contagem

Em Contagem, cerca de 30 mil crianças estão aptas para receberem as vacinas

Saúde - 20/08/2018, 15:43:47 - Repórter: - Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Jéssica, Tatiane e Lanna saíram de casa com os filhos no último sábado com o mesmo objetivo. Incentivar outras mães a amamentarem seus filhos e vaciná-los contra a poliomielite e o sarampo. Valentina, Heitor e Caio já estão imunizados e integram a expectativa do Ministério da Saúde:  vacinar 11,2 milhões de crianças em todo o país. Em Contagem, cerca de 30 mil crianças estão aptas para receberem as vacinas.

Para incentivar o aleitamento materno e sensibilizar a população quanto à importância e seus benefícios, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), promoveu no último sábado, 18 de agosto, na praça do Iria Diniz, o primeiro Mamaço do Centro Materno Infantil (CMI) Juventina Paula de Jesus, a Maternidade de Contagem. A iniciativa ocorre no contexto do Agosto Dourado, instituído pela a Lei nº 13.435/2017, que estabelece agosto como o Mês do Aleitamento Materno.

Em conjunto à ação, também ocorreu o Dia D de Mobilização da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo e a Poliomielite. Mães, pais ou responsáveis também puderam aproveitar para levar as crianças de um ano a menos de cinco anos para receber as vacinas contra sarampo e poliomielite no Centro de Consultas Especializadas (CCE) Iria Diniz. A campanha será  promovida até 31 de agosto e o atendimento está disponível  em 49 salas de vacinação, das 8h às 16h30 (clique AQUI para ver os endereços), espalhadas por todos os distritos sanitários da cidade. Para receber os imunizantes, basta apresentar o documento de identidade e o cartão de vacinação.

Campanhas são fundamentais

A presidente do Comitê de Aleitamento Materno do CMI, Kátia Fonseca, esteve presente ao Mamaço para uma roda de conversa sobre a importância da amamentação. “O aleitamento materno é a primeira vacina que o recém-nascido recebe na sua vida. Para o bebê, o leite materno é um alimento completo e que age no combate a doenças. O colostro é a primeira imunização após o nascimento. O bebê recebe os anticorpos maternos e é colonizado com as bactérias protetoras que a mãe tem em seu organismo”, informou Kátia.

O prefeito Alex de Freitas marcou presença no evento e levou os filhos para vacinarem. “Temos que fazer a nossa parte como poder público, mas cada pai, mãe ou responsável também deve cumprir o seu papel e levar os filhos até um local de vacinação. Já trouxe as minhas ferinhas! Assim como são fundamentais as vacinas contra a poliomelite e sarampo, a primeira vacina de todas é o leite materno. Combinamos as duas campanhas para também incentivar e conscientizar as mães sobre os benefícios da amamentação e a doação para os bancos de leite”, destacou.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o leite materno é capaz de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos, reduz o risco de desenvolvimento de hipertensão, colesterol alto, diabetes, sobrepeso e obesidade na vida adulta e protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias. E para a mulher, pesquisas indicam que o ato de amamentar atua diminuindo as chances de desenvolvimento dos cânceres de mama e de ovário.

O secretário Municipal de Saúde, Cleber de Faria Silva, ressaltou que o Brasil tem algumas dificuldades em relação a adesão  dos pais às campanhas de vacinação, mas Contagem está em um patamar interessante em percentagem de cobertura. “Esperamos que nesse mês alcancemos novamente a meta exigida pelo Ministério da Saúde. A SMS irá fazer todos os esforços para a cobertura e assistência às crianças, que são as principais beneficiadas. O 1º Mamaço foi idealizado com o intuito de alcançar mais mães e conscientizá-las sobre a importância da amamentação”, salientou.

Jéssica Damasceno, mãe de Valentina de 1 ano e 6 meses, fez questão de vacinar a filha e ainda participar do Mamaço. “O momento da amamentação é o mais especial que passo com ela. Trabalho e adaptei o meu tempo para estar com ela. Quero amamentar enquanto ela quiser”. Jéssica é garota propaganda da campanha e também doadora de leite materno.

A pedadoga Tatiane Silva é mãe de Heitor de 10 meses e Dante de 6 anos. Ela elogiou a iniciativa da prefeitura por em uma única ação propor duas questões importantes: a amamentação e a vacinação. “Temos que incentivar outras mães à pratica da amamentação. No início pode ser difícil e doloroso, mas não podemos desanimar porque os benefícios são inúmeros. Muitas mães desistem ou não produzem leite, mas é um vínculo muito importante tanto para criança quanto para a mãe. Amamentei o Dante até os 2 anos e o Heitor é amamentado até hoje. As mães devem insistir para garantir uma vida mais saudável para os filhos, além do amor transmitido durante a amamentação que é um momento único”, frisou.

Lanna Mara Moreira, mãe do Caio de 1 ano e 9 meses, ressaltou que divide o seu tempo na profissão de decoradora e mãe, priorizando a amamentação do filho. “Além da vacinação, a amamentação é muito importante, pois é a garantia de uma vida mais saudável dos nossos filhos e tranquilidade para os pais”, finalizou.

Saúde - 20/08/2018, 15:43:47 - Repórter: - Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Prefeitura de Contagem realiza Dia D de vacinação e Mamaço

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação