Luz amarela para acidentes de trânsito com ações de conscientização no Maio Amarelo

Transcon promove blitz educativa para divulgar humanização do trânsito e comportamento seguro

Saúde - 04/05/2018, 14:58:38 - Repórter: - Foto: Elivan Felix

O Brasil, país em que mais de 40 mil pessoas por ano perdem a vida em acidentes em vias, figura em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, de acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária. No mundo inteiro, o trânsito mata mais de 1,3 milhão de pessoas anualmente, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Só em 2017, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Contagem registrou 2.794 atendimentos referentes a acidentes de trânsito. Esses dados acendem o sinal amarelo para a insegurança no trânsito e requerem um enfrentamento que inclua toda a sociedade. É preciso frear esses acidentes.

Com o objetivo de chamar a atenção da população para o número de mortos e feridos no trânsito, a Prefeitura de Contagem, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (TransCon), adere ao movimento internacional “Maio Amarelo” e promove ações de conscientização durante todo o mês.

No contexto da iniciativa, estão previstas diversas atividades ao longo de maio, como a que ocorreu na manhã desta quinta-feira (3), com a promoção de uma blitz educativa na avenida João César de Oliveira, na altura do bairro Beatriz. A abordagem, que teve o apoio do 2º Batalhão de Policiamento Especializado da PMMG e a participação do Samu, contou com a distribuição de material educativo e informações gerais sobre a campanha a motoristas que passaram pelo local.

A gerente de Educação para o Trânsito da Transcon, Adriana Ferrari, ressalta que a intenção é a de colocar em pauta o tema da humanização no trânsito e da adoção de comportamentos seguros por todos. “Pelo menos 11 pessoas perdem a vida todos os dias em acidentes de trânsito em Minas Gerais. No último ano, foram 4.317 mortes, segundo dados do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, mais conhecido como Seguro DPVAT. Mas esse não é o único drama após as tragédias. Para cada óbito, seis vítimas ficam com sequelas permanentes e, muitas vezes, limitantes. São mais de 30 mil acidentados, muitas vezes escondidos no meio das estatísticas, que precisam conviver com amputações, paralisias e depressão. A participação e o engajamento de todos é fundamental”, assegura a gerente.

Maio amarelo: acidentes de trânsito são epidemia

“O movimento Maio amarelo foi instituído pela ONU em 2011, ano em que a organização decretou a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011/2020). Os países signatários, entre eles o Brasil, comprometeram-se a adotar medidas para prevenir os acidentes de trânsito, que matam cerca de 1,3 milhão de pessoas por ano”, explica Yuri Soares, que trabalha no Departamento de Comunicação e Gerência de Educação para o Trânsito da Transcon e integrou as equipes mobilização ocorrida hoje. Ele explica que a escolha do laço amarelo tem como intenção colocar a necessidade de a sociedade tratar os acidentes de trânsito como uma verdadeira epidemia. “O símbolo da campanha é um laço de cor amarela porque é a cor de atenção ao trânsito, a exemplo do semáforo, onde o foco amarelo chama a atenção dos motoristas. O intuito é acionar cada cidadão a adotar comportamentos mais seguros e responsáveis no trânsito, tendo como premissa a preservação da sua própria vida e dos demais cidadãos”, completa Yuri.

Saúde - 04/05/2018, 14:58:38 - Repórter: - Foto: Elivan Felix

Transcon realiza blitz no mês do Maio Amarelo

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação