Primeira cirurgia de fêmur da rede SUS municipal é feita

Até então, demanda pela cirurgia da cidade era toda encaminhada para Belo Horizonte

Saúde - 09/03/2018, 16:32:13 - Repórter: - Foto: Adelcio R. Barbosa

Previsão de tempo médio de espera pelo procedimento, que já foi de até 30 dias, passa a ser de apenas 2 dias, a depender do quadro clínico do paciente

A partir de agora, em Contagem, as pessoas que precisarem operar o mais longo e pesado osso do corpo, o fêmur, poderão passar pela cirurgia aqui mesmo, no município. O Centro de Cirurgia e Traumatologia do Complexo Hospitalar (CHC), inaugurado em fevereiro, promoveu a primeira cirurgia de fêmur da história da rede SUS/Contagem na quinta-feira (8).

Até então, a demanda por cirurgia de fêmur do município era toda encaminhada para Belo Horizonte. “O tempo de espera pelo procedimento chegou a ser de 30 dias, aumentando o risco de complicações e infecções. Com a realização do procedimento no CHC, a depender do caso clínico, o tempo médio de espera pela cirurgia poderá ser de apenas dois dias”, explica o diretor técnico do Hospital Municipal de Contagem (HMC), Mário Coteletti. A previsão é que sejam ofertadas cerca de 20 cirurgias desse tipo ao mês. O fêmur fica localizado na coxa e é fundamental para a sustentação do esqueleto humano.

Para que a oferta do procedimento seja possível, além de estruturar o novo Centro de Cirurgia e Traumatologia do CHC, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), precisou contratar novos cirurgiões ortopédicos e adquirir equipamentos muito específicos, como furadeiras e uma mesa cirúrgica ortopédica, bem como licitar o fornecimento de órteses e próteses e outros materiais necessários. Além de Contagem, poucas cidades na Região Metropolitana de Belo Horizonte ofertam cirurgia de fêmur na rede pública de saúde: Belo Horizonte, Betim e Sete Lagoas.

“Ao todo, foram investidos cerca de R$ 5 milhões no novo Centro de Cirurgia, composto por oito salas, o dobro em relação ao espaço antigo do CHC”, ressalta o superintendente do CHC, João Pedro Laurito Machado.

A ambiência onde foram montadas as oito salas do novo bloco cirúrgico era ocupada pelo setor de transporte, para abrigo de motoristas de ambulâncias e outros veículos. Com a implantação do novo Centro Cirúrgico, o número de cirurgias aumentará para cerca de mil por mês, ante a média anterior de 430 cirurgias mensais. A ampliação dará agilidade na marcação de cirurgias eletivas, normalizando filas de espera, e desafogará as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) do município.

Saúde - 09/03/2018, 16:32:13 - Repórter: - Foto: Adelcio R. Barbosa

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação
Desenvolvedor: Maxwell Pereira