Dedicação e entusiasmo para superar limites e conquistar medalhas

Percorrendo provas de curta, média e longas distâncias, os profissionais da limpeza de Contagem mostram sua capacidade

Comunicação e Transparência - 21/02/2018, 15:52:24 - Repórter: - Foto: Elias Ramos

Garis/atletas conquistaram, além de troféus e medalhas, muita saúde com a prática esportiva aliada ao trabalho diário

Os garis são figuras cativantes e queridas pela população. Importantes agentes de limpeza, eles são fundamentais para manterem as vias mais conservadas e limpas, além disso, levam alegria e muito esforço por onde passam. O corre-corre da rotina diária carrega experiências e histórias de dedicação, disciplina, foco e muito suor. Além de driblarem os obstáculos pelas ruas e avenidas de Contagem, alguns deles já cumpriram desafios esportivos que marcaram suas histórias. Percursos de 10, 21 e 42 quilômetros fazem parte dos currículos de quatro garis do município.

Welbert de Jesus Oliveira, 32 anos, é gari desde 2002 e apesar de testar suas habilidades como corredor há apenas dois anos e meio, já participou de 68 corridas. Destas, obteve 10 primeiros lugares e chegou ao final de outras 11 na segunda colocação. “Uma das corridas mais importantes foi a maratona de Raposos.  Achei que não conseguiria passar dos 30 e percorri os 42 quilômetros. Cheguei em 1º lugar e recebi a premiação de R$1.800 e suplementação por 1 ano”, lembrou.  E os destaques não param por aí. Welbert participou da corrida da Disney. Segundo ele, a mais marcante de sua vida. “Cheguei em quarto lugar geral e recebi um prêmio de U$ 1.000. Minha força para as conquistas vem da minha determinação. Quando corro os problemas vão embora, esqueço das dificuldades e cresço individualmente. Correr é um vício e descarrego qualquer tristeza nos meus percursos. Tenho como inspiração o meu treinador e amigo, João Gari, que é o atual campeão da Disney e de Boston”, disse.

Cristiano Fidelis Moreira, 39 anos, é gari desde 2010 e participou de mais de 10 corridas.  Já conquistou o 1º lugar na categoria de 30 a 39 anos na corrida de Mariana e o 3º lugar na cidade de Pará de Minas e na corrida Cidade Viva. “Correr em Mariana foi muito significativo, pois o evento foi promovido logo em seguida à queda da barragem. Foi um dia beneficente em prol dos moradores. Com treinamentos três vezes por semana, a sensação que tenho ao finalizar uma prova é a melhor possível e me sinto campeão só de terminar sem lesões”, lembrou.

Aos 52 anos de idade, o gari Lídio Carvalho dos Santos, completou duas décadas na profissão e muitas corridas na memória. Para ele, participar da Volta Internacional da Pampulha tem um peso grande por estar próximo de sua cidade do coração. “Minha preparação é feita normalmente de segunda a sábado em um percurso de 10 quilômetros. O sentimento ao terminar uma prova é indescritível e sempre emocionante. Na corrida de Congonhas cheguei em 1º lugar na categoria 50 a 59 anos. Mantenho minha qualidade de vida e não tenho problemas de saúde, com certeza devido à prática do esporte”, comemorou.

Atletas têm orgulho das conquistas e do trabalho

Gilberto Rodrigues tem 37 anos e já participou de mais de 100 corridas, e destaca a Corrida da Infantaria como a mais importante pela conquista da primeira colocação em sua categoria e terceiro lugar geral. Ele já recebeu premiações em dinheiro devido ao bom desempenho, e diz que a adrenalina ao correr e a sensação de testar o corpo e seu limite é maravilhoso. “Já fiz 4 meias maratonas em Belo Horizonte e tenho o desejo de fazer uma maratona um dia, por isso busco patrocínio para os custos com viagem em outras cidades. Tenho orgulho de ser gari e uno minha profissão, há 17 anos, ao esporte. Nos meus fins de semana eu troco qualquer programa pela corrida”, salientou.

Welbert, Cristiano, Lídio e Gilberto compartilham uma rota diária cheia de surpresas e também têm um sonho em comum: participar da Corrida Internacional de São Silvestre. Quem sabe o próximo 31 de dezembro entre de vez na história destes profissionais atletas?!

Os garis corredores de Contagem têm autonomia para buscar patrocínios. Um dos patrocinadores é o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação e Limpeza Urbana da Região Metropolitana de Belo Horizonte   (Sindi-Asseio),  com o custeio de duas corridas por mês e fornecimento de tênis e uniformes a cada seis meses.

Comunicação e Transparência - 21/02/2018, 15:52:24 - Repórter: - Foto: Elias Ramos

Atletas Corredores Garis

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação
Desenvolvedor: Maxwell Pereira