20 mil contagenses participaram da eleição dos dirigentes escolares nesta quinta-feira (2/12)

Educação - 02/12/2021, 23:41:20 - Repórter: - Foto: SEDUC/PMC

Estudantes, trabalhadores, trabalhadoras, pais, mães e responsáveis legais, que se cadastraram para participar do processo de escolha dos novos dirigentes escolares, das unidades de ensino de Contagem, foram às urnas ao longo desta quinta-feira (2/12). A votação ocorreu das 8h às 20h e esteve aberta a toda comunidade escolar que se cadastrou previamente para participar do pleito. Para votar era necessário apresentar a carteira de identidade.

A eleição mobilizou a cidade e contou com 20.701 cadastrados aptos para o processo democrático, que ocorreu em 108 unidades de ensino da Rede Municipal e Fundação de Ensino de Contagem–Funec, e contou com 140 candidatos(as) ao cargo de diretor(a) e 111 candidatos(as) a vice-diretor(a).

Para Telma Fernanda Ribeiro, secretária de Educação e presidenta da Funec, a realização do processo de consulta para a escolha dos(as) dirigentes é a consolidação da democracia nas escolas de Contagem. “Parabenizo e agradeço a todos e todas que participaram do processo e nos ajudaram a consolidar o processo nas nossas escolas. Parabenizo também todos e todas dirigentes eleitos(as)”.

Anderson Cunha é o presidente da Comissão Central das eleições para dirigentes, órgão responsável por coordenar o processo de consulta, planejar, acompanhar e assessorar as Comissões Escolares. Para ele, o saldo do processo foi “positivo” e, agora, a expectativa é pela concretização dos votos.

“Quase 90% das unidades escolares entre Cemeis, Escolas Municipais e Funecs tiveram chapas inscritas e todas com, pelo menos, o mínimo de cadastrados necessário para o processo eleitoral. As comunidades se envolveram e compreenderam o significado da manutenção e da valorização do processo democrático”, destacou Anderson.

Eleição

Na Funec Centec a professora Adriana Vasconcelos foi a candidata, em chapa única, ao cargo de diretora. A unidade, que teve 222 pessoas cadastradas, promoveu duas plenárias com comunidade, professores(as) e estudantes, organizadas pela Comissão Escolar e realizada no dia 30 de novembro.

“Estamos cheios de desafios novos pela frente. Nossa chapa passou por uma construção relacionada ao lado pedagógico da escola, com relação ao cuidado que inclusive é o nosso tema. Faremos discussões relacionadas ao enfrentamento do racismo e da violência contra a mulher”, apontou Adriana, cuja chapa é composta por mulheres.

Beatriz Abreu é estudante do 3º ano de Química na Funec Centec e participou pela primeira vez de um processo de escolha de dirigentes. “É uma oportunidade de nós, estudantes, sermos ouvidos e podermos participar. Gostei muito das candidatas serem mulheres, é importante”.

Assim como Beatriz, a vó de um estudante da Escola Municipal Joaquim Teixeira Carmargos, Conceição de Assis, também destaca a participação na eleição. “Acho importante a inclusão de pais e responsáveis nesse processo”, disse.

Tatiane de Lima é candidata à vice-direção na Joaquim Teixeira, que também teve 222 pessoas cadastradas, e destaca os desafios do processo. “Foi um pouco difícil conseguir o número de cadastrados, mas tivemos o apoio da equipe de profissionais da escola. No presencial nós já temos um contato forte com a comunidade, mas o remoto trouxe um desafio de fazer isso por meio das mídias sociais”.

Já na Escola Municipal Dora de Mattos foram 152 pessoas cadastradas, dentre elas, Helen Araújo, mãe de Gabriel, que está em seu primeiro ano na escola. “Aqui na escola tem sido uma experiência maravilhosa, ele está se desenvolvendo muito bem. É muito importante nós, pais, estarmos integrados na escola acompanhando nossos filhos e ter uma direção que acompanhe e vivencie o que as crianças precisam”, apontou.

Ana Maria Coelho, candidata à direção na Dora de Mattos, se diz aliviada com o andamento do processo de eleição. “Foi uma correria, mas hoje é um alívio. Fizemos uma plenária online e tivemos uma representatividade boa de pais e funcionários, também foi feita uma roda de conversa sobre as propostas e metas da gestão”.

Na Escola Municipal Eli Horta Costa as estudantes Larissa Kutschera e Larissa Carvalho, do 8º ano, tiveram a oportunidade de voltar pela primeira vez na escolha de dirigentes. “Acho muito importante porque a nossa escola depende disso. Já presenciei o trabalho das candidatas e votei para eleger a chapa em que acredito”, disse Kutschera. “É essencial que deixemos um bom apoio para quem vai ficar na escola”, completou Carvalho.

Para Igor Gustavo, integrante da Comissão Escolar da Escola Municipal José de Alencar, as eleições transcorreram de forma tranquila. “Nos organizamos para que todos pudessem exercer o direito de votar e garantir a democracia da escola. Houve plenárias on-line com espaço para apresentação de propostas e para dúvidas dos estudantes e assim todos chegaram hoje conscientes daquilo que iam escolher”, destacou.

Etapas

O cadastramento para interessados em participar da consulta de escolha de dirigentes ocorreu de 22 e 26 de novembro. As plenárias foram realizadas no dia 30 de novembro.

Caso necessário, o segundo turno das eleições ocorrerá em 9 de dezembro. O resultado final será divulgado pela Comissão Central em 10 de dezembro.

Comissões

A Comissão Central é responsável por coordenar o processo de consulta, planejar, acompanhar e assessorar as Comissões Escolares. É a instância máxima de recursos e pode intervir em situações excepcionais. Ela é constituída por integrantes da Seduc, da Funec, do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação, Poder Legislativo e representantes de responsáveis e estudantes da Seduc e da Funec.

As Comissões Escolares são constituídas em cada unidade de ensino e contam com representantes do quadro administrativo, do magistério, estudantes e responsáveis.

Legislação

Cabe lembrar, também, que o artigo 16 da Lei Complementar Municipal nº 090, de 30 de julho de 2010, determina que diretores (as) e vice-diretores (as) sejam escolhidos em processo de consulta direta com a participação de toda a comunidade escolar.

Além disso, a Resolução Conjunta Seduc/Funec nº 003/2018 determinou que a gestão dos diretores (as) e vice-diretores (as) seria de três anos, no período de 2019 a 2021 e, desta forma, fez-se necessário a realização do pleito ainda em 2021.

 

Educação - 02/12/2021, 23:41:20 - Repórter: - Foto: SEDUC/PMC

Notícias relacionadas

Secretaria Municipal de Comunicação | Prefeitura de Contagem
Desenvolvido: Secretaria Municipal de Comunicação