Posts com a Tag ‘Teatro’

Contadores de Histórias realizam série de apresentações em parque ecológico

As atividades vão até dezembro e ocorrerão quatro vezes por semana.

A partir de terça-feira (7), o grupo de Contadores de Histórias da Secretaria Municipal de Educação começa uma série de apresentações no Parque Ecológico Thiago Rodrigues Ricardo. A ação tem o objetivo de proporcionar cultura e entretenimento para estudantes e população.

O grupo irá realizar contações de histórias e brincadeiras. As atividades vão ocorrer de terça a sexta-feira, até o dia 15 de dezembro. As apresentações serão no espaço teatro arena e em dias de chuva na sala redonda.

O parque ecológico é aberto à população. Possui grande diversidade biológica, áreas de recreação e espaços culturais. As escolas podem agendar as visitas pelo telefone 3911 9466, de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h ou pelo telefone 3392 1372, de terça a sexta-feira, de 8h as 17h.

O grupo é formado por quatro atores. Eles apresentam peças baseadas na literatura infantil e no folclore. As peças têm duração em média de 40 minutos. “A contação de história desperta o interesse pela leitura, desperta a criatividade e a curiosidade das crianças. Queremos agucar essas percepções em nossas crianças, além de promover mais um ponto de cultura e lazer ao contagense”, explicou o coordenador do programa de leitura da Seduc, Walter Samarini.

O Parque Ecológico Thiago Rodrigues Ricardo fica na rua das Paineiras, 1.722. Eldorado. Funciona de terça a sexta-feira, de 8h as 17h.

Reportagem: Júlio César Santos
Foto: Ricardo Lima

Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade celebra 25 anos com feira cultural

Atividades promoveram conhecimento e diversão à comunidade

A Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade, que fica no bairro Racho das Pedras, comemorou 25 anos. Para celebrar a data, a direção promoveu uma feira cultural. Além dos estudantes, pais e comunidade puderam participar das atividades.

A preparação começou no início do ano letivo. Os estudantes do 4º ao 7º ano preparam diversos trabalhos relacionados à vida e às obras do poeta dá nome a escola. Recentemente os estudantes estiveram em Itabira, cidade natal de Carlos Drummond, e fizeram uma pesquisa de campo. Eles percorreram os caminhos “Drummondianos”, conheceram a casa e a história do escritor. “Eu achei muito interessante, conheci novos poemas e a biografia de Carlos Drummond de Andrade”, explicou o estudante do 4º ano, Thiago Augusto Lopes Fazzolo.

Os visitantes ficaram empolgados com a riqueza de detalhes dos trabalhos da feira. Além da vida de Drummond, a comunidade pôde conhecer a estrutura da escola e ainda se divertir com apresentações de dança, teatro, declamações de poemas e brincadeiras.

Escola Campeã
A Escola Carlos Drummond de Andrade é conhecida por ter alunos destaques em competições esportivas estudantis. A escola possui projetos logados ao vôlei, basquete e futsal. Diversos estudantes já foram selecionados para atuar em times profissionais, como o Sada Cruzeiro.

Além disso, são realizados projetos sociais que buscam orientar os jovens. O projeto “Beija-Flor”, por exemplo, debate temas pertinentes como bullying, homofobia, igualdade racial, gênero, sexualidade, doenças sexualmente transmissíveis. O objetivo é formar jovens conscientes e éticos. “Essa concepção de educação permanece durante os 25 anos da nossa história e sempre produziu grandes frutos”, explicou a diretora, Keila Valadares.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Divulgação

Contação de história leva diversão, leitura e combate ao medo

Alunos ficaram encantados com a forma teatral apresentada pelo projeto “Trilhas da História”

O Cemei Darcy Ribeiro, situado no Vargem das Flores, recebeu na última terça-feira (16) o projeto “Trilhas da História”, onde houve contações de histórias aos alunos de 3 a 5 anos. O programa é ligado à Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e tem como objetivo levar aos estudantes acesso diferenciado à literatura, contribuindo para o hábito de ler. O tema abordado na contação foi a lenda folclórica brasileira “Tutu Marambá”. A fantasia em formato de teatro serviu também para mostrar aos estudantes que não se deve ter medo em situações na vida.

Oriunda do nordeste brasileiro, a história do Tutu Marambá é uma cantiga popular também usada como história infantil. Em alguns casos é contada de forma “aterrorizante” para aqueles que não querem dormir. “Por meio dessa história conseguimos trabalhar o medo das crianças. O nosso objetivo é mostrar que a lenda é divertida e que não precisam temer. Queremos torná-las conscientes no combate ao medo”, explica Izabel Cristina Rocha, arte-educadora.

Os 125 alunos presentes deram boas gargalhadas e mostraram-se animados com a peça. Quem se divertiu com a história e está ansioso em poder ler um pouco sobre o tutu foi o aluno Arthur Guilherme de Souza. “Eu gostei muito da forma como a contadora brincou com a gente. Eu fiquei feliz em conhecer a história e vou ler o livro”, destaca.

A proposta da Seduc é executar o projeto em todas as escolas da rede. As contações de histórias são às terças, quartas e quintas-feiras. Os diretores devem solicitar a visita na Seduc. Os temas são selecionados pela equipe do Programa de Leitura. “A contação é uma vivência diferente na vida deles. O bairro é situado numa região carente, quando trazemos o pessoal da Seduc pensamos como o entretenimento pode levar felicidade e aprendizado aos alunos”, finaliza a diretora Sandra Aparecida Silva.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Newton de Castro Resende