Posts com a Tag ‘Seduc’

Inscrições abertas para a Rede de Formação 2020

As inscrições para a Rede de Formação 2020 da Rede Municipal de Ensino estão abertas a partir desta segunda-feira (17/2). Os profissionais interessados podem ser inscrever clicando nos links disponibilizados abaixo, conforme a categoria, até o dia 31/3. A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), entrega à cidade uma Rede de Formação para o ano de 2020, entendendo que esta é uma ação continuada que possibilita a capacitação de diretores, pedagogos, professores e os diversos profissionais que atuam na Educação Básica.

A Rede de Formação terá como objetivo qualificar os profissionais para a incorporação prática das intencionalidades educativas previstas no Currículo para todos os estudantes. Os cursos oferecidos foram concebidos de modo a propiciar vivências didáticas que articulem conhecimentos teóricos com dimensões da prática pedagógica relativas aos processos de ensino, avaliação, planejamento e intervenção pedagógica.

A importância de uma política de formação para os profissionais da educação é uma discussão permanente, a necessidade de interagir os diversos campos da escola, articular os fazeres, as ações, os ciclos; todos com um único objetivo: garantir a todo estudante uma educação de qualidade.

O objetivo da Seduc é que a Rede de Formação 2020 aponte algumas soluções educacionais, atividades e projetos, que possam ser desenvolvidos nas escolas, e que as tornem mais competentes no ofício de educar.

O caderno da Rede de Formação pode ser baixado AQUI.

Confira AQUI a errata.

Cada instituição deve se organizar para garantir a participação dos seus profissionais para promover uma construção conjunta em prol da educação de crianças, jovens e adultos da cidade de Contagem. Desejamos a todos um bom trabalho!

Links para as inscrições:

1-Educação Infantil Clique aqui 
2-Ensino Fundamental Clique aqui 
3-Educação de Jovens e Adultos Clique aqui
4-Educação Integral Clique aqui 
5-Professores AEE Clique Aqui

Reportagem: Vanessa Trotta
Publicação: 17/02/2020

Abertura do Ano Letivo de 2020 foi realizado com sucesso pela Seduc e Funec

O evento reuniu cerca de 4 mil profissionais da Educação.

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e a Fundação de Ensino de Contagem (Funec) realizaram o II Seminário de Abertura do Ano Letivo de 2020, nessa quarta-feira (5/2), no Centro de Convenções do Hotel Actuall, que abordou as boas práticas pedagógicas. O evento reuniu cerca de 4 mil profissionais da Rede Municipal de Ensino e da Funec dando início às atividades da Rede de Formação, que são as capacitações oferecidas aos educadores, durante todo o ano.

Tudo aconteceu bem cedinho com os músicos Titane e Rogério que alegraram os corações dos profissionais da Educação com clássicos da Música Popular Brasileira (MPB). Logo, a secretária municipal de Educação e presidente da Funec, Sueli Baliza, desejou as boas vindas para todos. “Quero desejar um próspero ano para todos da nossa secretaria e da Rede Municipal. Chegar aqui foi uma tarefa árdua, mas no final deu tudo certo, pois acreditamos com alegria e justiça que esse governo deu melhores condições para todos. Quero também salientar que é de nossa responsabilidade fazermos um trabalho de equidade com os estudantes”, destacou.

No decorrer do dia os palestrantes José Manual Moran, Ricardo Fragelli e Sebastião Mendes falaram sobre temas relativos à educação, além de métodos para entusiasmar professores e diretores da Rede Pública de Ensino. “Cuidar do estudante é o normal e acredito em metodologias ativas que possam trazer um novo olhar para a educação brasileira e sempre tendo o aluno em foco”, explica Fragelli.

Os artistas do Grupo Taracatum ofereceram momentos de descontração. O cantor Sérgio Pererê abriu o segundo momento já no turno da tarde com músicas que fizeram o público retornar do intervalo dispostos e entusiasmados.

Recado para o combate às arboviroses

Durante o Seminário, foi promovida uma palestra sobre cuidados e prevenção das arboviroses (dengue, zika e chikungunya). O superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, José Renato de Rezende Costa, palestrou os profissionais da área educacional. “A educação tem um papel fundamental no combate ao Aedes aegypti, 80% dos focos estão nas residências. Os alunos e o corpo docente serão um braço forte na luta contra as arboviroses”, acredita.

Segundo José Renato, em Contagem já existe o Programa Saúde na Escola, ação que integra as secretarias de Saúde e Educação. São realizadas palestras, visitas ao parque, teatro, entre outras atividades. Das 130 escolas em Contagem, 54 contam com o programa.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 06/02/2020

Início do ano letivo em Contagem é alterado em algumas escolas

A Secretaria Municipal de Educação de Contagem (Seduc) informa que o início do ano letivo será nesta quinta-feira (6/2), entretanto, algumas escolas precisarão alterar o início das aulas para o dia 10 de fevereiro devido aos transtornos causados pelas chuvas nos últimos dias em Contagem. Algumas unidades de ensino tiveram problemas no telhado, queda de muro, infiltração com risco, entre outros danos e estão recebendo as devidas manutenções.

Confira as escolas que terão início das aulas na próxima segunda-feira (10 de fevereiro):

UMEI Parque São João;

UMEI/ANEXO Água Branca;

UMEI Profª Juverci;

UMEI Lúcio de Abreu/UMEI BELÉM;

E.M Júlia K. de Oliveira;

E.M Vereador José Ferreira de Aguiar;

E.M Cel Joaquim Antônio da Rocha;

E.M Vereador Benedito Batista;

E.M Walter Fausto do Amaral e Anexo

E.M José Silvino Diniz (2º turno)

E.M Virgílio de Melo Franco;

E.M Vasco Pinto da Fonseca;

E.M Otacir Nunes dos Santos;

E.M Pedro de Alcântara Junior;

Centro de Educação Integral;

A E.M José Lucas voltará no dia 13/02

A E.M Hilda Nunes dos Santos e a UMEI Nosso Lar no turno da manhã voltam dia 6/2, e no turno da tarde voltarão somente no dia 19/2.

A E.M René Chateaubriand terá o início das aulas definido na próxima segunda-feira (10/2).

A Seduc reitera que todas as escolas cumprirão os 200 dias letivos do ano sem prejuízo aos estudantes.

Reportagem: Vanessa Trotta
Arte: Renata Coura
Publicação: 05/02/2020

Prefeitura abre concurso público para a área da Educação

A abertura do concurso atende a uma expectativa de quase uma década

A Prefeitura de Contagem publicou na sexta-feira (31/01), no Diário Oficial de Contagem (Doc), o Edital 01/2020 que trata de concurso público para a Educação, área que compõe a Administração Direta do município. O período de inscrição via internet será de 01/04/2020 a 04/05/2020. São ao todo 219 vagas ofertadas. A elaboração e aplicação das provas são de responsabilidade da Fundação de Ensino de Contagem (Funec).

O concurso público é destinado ao preenchimento de mais de 150 vagas para cargos de professores PEBI e PEBII em várias áreas, para outros cargos de nível superior e, também, cargos de assistente escolar, auxiliar de biblioteca e de secretário escolar. Estes três últimos exigem nível médio. Mais informações sobre o concurso público podem ser obtidas no Edital 01/2020 (para acessá-lo, clique aqui).

O último concurso público para efetivação de profissionais da Educação em Contagem ocorreu há quase dez anos. Para a secretária de Educação do município, Sueli Baliza, a abertura deste concurso, para efetivar o trabalhador, vem coroar a política de valorização da classe de educadores implementada nos últimos anos em Contagem. “Bastante esperado pelos educadores, não só de Contagem, mas da região – pois o último concurso público foi em 2011 – este agora é significativo e resulta de um grande esforço entre a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e as secretarias de Administração e de Governo, além da Fundação de Ensino de Contagem (Funec)”, considerou Baliza.

Conforme o edital, o concurso contará com prova em etapa única, sendo destinado ao provimento de cargos vagos do Quadro Permanente de Pessoal da Administração Direta. Os candidatos aprovados terão sua relação de trabalho regida pelo regime estatutário, conforme o disposto pela Lei Municipal 2.160, de 20 de dezembro de 1990, contendo alterações conforme o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Contagem.

O valor das inscrições para os cargos de professores e para os outros cargos de nível superior é de R$ 98,00 e, para os de nível médio, é de R$ 70,00. A carga horária semanal de trabalho nos cargos de professores é de 22h30. Para os demais cargos, de 25h semanais. Os salários variam de R$ 1.091,09 a R$ 3.147,98.

A prova dissertativa para todos os cargos consta de redação, que terá o valor máximo de 30 (trinta) pontos, sendo eliminatória para os candidatos que obtiverem a nota zero nesta, de acordo com a avaliação.

Reportagem: Noeme Ramos
Arte: Renata Coura
Publicação: 03/02/2020

Estão abertas as inscrições para o II Seminário de Abertura do Ano Letivo de 2020

O evento é voltado para todos os profissionais da Rede Municipal de Ensino e da Funec, e será realizado no Centro de Convenções Actuall

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e a Fundação de Ensino de Contagem (Funec) irão promover, no dia 5 de fevereiro, o II Seminário de Abertura do Ano Letivo de 2020. O evento é voltado para todos os profissionais da Rede Municipal de Ensino e da Funec, e será realizado no Centro de Convenções Actuall.

As atividades terão início às 8h e vão até as 17h. O encontro contará com os convidados Sérgio Pererê, Titane, Ricardo Ramos Fragelli, José Manuel Moran e Tiãozinho. As inscrições podem ser feitas a partir desta segunda-feira (13) por meio do “Blog Estuda Contagem”.

Os servidores da Educação que queiram participar podem se inscrever AQUI até as 17h do dia 3 (segunda-feira) de fevereiro.

Vale destacar que o início do Ano Escolar será no dia 3 de fevereiro (segunda-feira) para os professores. A terça-feira (4) também é dia escolar em toda a rede municipal de ensino para os profissionais do ensino público municipal. A abertura do Ano Letivo (com os estudantes) vai acontecer no dia 6 de fevereiro (quinta-feira).

Reportagem: Leonardo Melo
Arte: Renata Coura
Publicação: 13/02/2020

Seduc apresenta modelo de funcionamento do Centro de Educação Integral de Contagem a moradores do Ressaca

As inscrições para os estudantes terão início no dia 7 de janeiro até o dia 17 de 2020.

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) reuniu com os moradores da regional Ressaca, no primeiro Centro de Educação Integral (CEI) de Contagem, no bairro Arvoredo, nesta sexta-feira (20/12). A secretária municipal de Educação, Sueli Baliza apontou os moldes de inscrição e atendimento para os pais dos estudantes que desejarem matricular os filhos. As aulas serão iniciadas em fevereiro de 2020.

As inscrições para os estudantes terão início no dia 7 de janeiro até o dia 17. Todas informações poderão ser lidas no Diário Oficial de Contagem nesse LINK.

De acordo com Sueli Baliza, o CEI vai entrar para a história do município como referência em educação, acolhimento e equidade. “Queremos uma escola aberta e bastante participativa com a comunidade. É dever dos pais estarem também presentes nesse marco histórico e sabemos que daqui sairão grandes acadêmicos, técnicos, profissionais aptos a enfrentarem o mercado de trabalho. Mais importante do que oferecer atendimento aos estudantes nesta escola, durante sete horas, com alimentação e com todas as condições de estudo, é dar a eles uma perspectiva de vida, por meio desse plano pedagógico que será implementado aqui em conjunto com mais escolas”, explica.

Presente no evento de apresentação, o prefeito Alex de Freitas confirmou a entrega para fevereiro de 2020 e disse que grandes coisas estão por vir para o bem da cidade. “Eu e toda a minha equipe queremos ver de perto esse espaço lotado de estudantes em fevereiro. Vamos entregar um local de felicidade e a educação sem sombra de dúvidas é o carro-chefe para todas as crianças, adolescentes e adultos no Brasil”, destacou.

Atendimento

O CEI tem capacidade para atender 600 estudantes em tempo integral e mais mil no contraturno escolar, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Caso a demanda seja maior do que a possibilidade de atendimento, os critérios para selecionar os estudantes para as vagas ofertadas serão definidos, conforme a vulnerabilidade, por meio da comprovação de itens publicados no Diário Oficial de Contagem (DOC). Para os estudantes da Rede Municipal, as inscrições deverão ser feitas na própria escola de origem; para estudantes de outras redes deverão ser realizadas na própria Seduc, na Rua Coimbra, 100, Santa Cruz Industrial, das 8h às 17h, dos dias 7 a 17 de janeiro.

O horário do tempo integral será das 7h30 às 17h, já no contraturno, os estudantes serão atendidos no turno da manhã, das 8h às 11h30, e no turno da tarde, das 13h às 16h30. Todos receberão almoço e lanche nas atividades diárias, sendo o almoço servido na escola onde o estudante está matriculado no horário regular.

Estrutura e Projeto Pedagógico

Mais de 7 mil metros quadrados de área construída irão abrigar o CEI. Todo o projeto do CEI é sustentável, haverá piscina, ginásio poliesportivo, pista de atletismo, pista de skate, biblioteca ampla, auditório. Haverá, também, sala de robótica, programação e produção de games, estúdio de TV e rádio. As salas de aula serão organizadas em distintas áreas de trabalho (com estrutura e mobiliário flexível, colorido) e áreas de convivência, utilizando ferramentas tecnológicas, além de recursos pedagógicos diferenciados e inovadores.

Para que os alunos tenham a melhor escola de tempo integral, ela terá o modelo de currículo integrado. Este currículo é composto por uma parte obrigatória, da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), uma parte eletiva e o processo de avaliação. O diferencial é que na parte eletiva serão ministradas oficinas e práticas oferecidas nos 40 ambientes à disposição no CEI e o aluno escolherá o que pretende cursar, dentro do período da carga horária eletiva disponível.

A cada semestre, a Seduc apresentará a lista das oficinas disponíveis e os alunos se matricularão a partir do que pretendem desenvolver com os projetos coletivos, pessoais e mesmo seu Projeto de Vida. Com a articulação desse modelo de currículo, a Seduc pretende oferecer atendimento integrado aos estudantes abrindo novas possibilidades e experiências contribuindo para formar seu legado na Educação em Tempo Integral de Contagem.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Vanessa Trotta
Publicação: 20/12/2019

Coral das “Meninas Cantoras” apresenta cantata de natal na sede da Seduc e Funec

Apresentação emocionou a todos os convidados

A manhã desta quinta-feira (19/12) foi marcada pela emoção com a apresentação da cantata de natal pelo coral “Meninas Cantoras”, na sede da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e da Fundação de Ensino de Contagem (Funec). Mais de 20 meninas com idade a partir de 8 anos, regidas pelo maestro Daniel Andrade, soltaram as vozes em belas músicas encantando a todos os presentes.

Com sede em Betim, o coral conta com a participação das meninas moradoras também de Contagem, Igarapé e região. A iniciativa de trazer o coral para a “casa da Educação” foi uma parceria com o Projeto Transformar Contagem, do qual a primeira-dama, Luciana Freitas, está à frente.

A secretária municipal de Educação e presidente da Funec, Sueli Baliza, se emocionou com a apresentação. “Agradeço a todas as meninas, ao maestro, e principalmente, ao Transformar Contagem, que nos possibilitou esse momento maravilhoso. Quero aproveitar para desejar um feliz natal, muita paz, alegria, amor, harmonia e que a gente possa transmitir a todos essa alegria que a Educação nos proporciona”, disse.

O maestro Daniel Andrade agradeceu pela oportunidade. “Esse é um sonho que tínhamos há muitos anos. O Coral começou em janeiro deste ano e hoje buscamos parcerias, porque acreditamos na música como forma de transformação da nossa sociedade”, afirmou.

Reportagem e foto: Vanessa Trotta
Publicação: 19/12/2019

Semad encerra Curso de Formação em Educação Ambiental

Servidores da Seduc também participaram da Formação.

Nesta segunda-feira (16) foi encerramento o Curso de Formação em Educação Ambiental – Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável: Um olhar sobre as Bacias Hidrográficas de Contagem – APA Estadual Vargem das Flores, Imbiruçu, Pampulha e Arrudas. O curso é realizado anualmente pela diretoria de Educação Ambiental da Semad em parceria com o Instituto Estadual de Floresta (IEF); a Companhia de Água de Minas Gerais (COPASA); o Programa de Recuperação e Desenvolvimento Ambiental da Bacia da Pampulha (PROPAM); a Secretaria Adjunta de Limpeza Urbana e Mobilização Social; o Comitê CBH Velhas e as superintendências de Controle Ambiental e de Planejamento em Resíduos Sólidos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD). Neste ano, o curso com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), uma vez que, apesar de aberto ao público, foi priorizada a participação dos professores das escolas municipais de Contagem.

Coordenadora do evento, a educadora ambiental da Semad, Yara Lúcio, comemorou o resultado alcançado. “Foi ótima a parceria com a Seduc, pois pudemos atingir os professores da Rede Municipal. Já estamos alinhando com a Seduc para fazermos outra edição neste formato. Foi muito gratificante, principalmente, porque foi uma oportunidade para proporcionar aos alunos um conhecimento mais profundo sobre as bacias hidrográficas de Contagem”, explicou.

Nas instalações do Parque Gentil Diniz, os alunos apresentaram seus trabalhos de final de curso e, posteriormente, receberam seus diplomas de conclusão. Foi o caso de Érica Angélica Félix, professora da Escola Municipal Walter Lopes, que dá aulas para crianças do 5º ano do ensino fundamental. “Foi um curso com uma visão muito ampla, que nos possibilitou aprofundar o conteúdo de toda a bacia hidrográfica da cidade, os seus problemas e desafios. Vou levar isso para a escola e apresentar um olhar diferente para os alunos, explicar que eles também estão inseridos nessa bacia e são também responsáveis por ela e pelo meio ambiente”, ressaltou.

Neste ano, o curso foi oferecido em dois horários, nos períodos da manhã e da tarde. Com isso, as vagas oferecidas foram dobradas em relação ao ano passado: foram disponibilizadas 40 vagas em cada horário. Os dez encontros mensais foram realizados as segundas-feiras e a carga horária foi de 33 horas/aula.

Reportagem: Túlio Andrade
Foto: Divulgação
Publicação: 17/12/19

Prefeito Alex de Freitas vistoria revitalização da Umei Oitis na Regional Ressaca

Os alunos contam agora com instalações mais adequadas a um ambiente escolar e propício para o aprendizado de qualidade.

Após investimento de R$ 110 mil, a Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei) Oitis, localizada na Regional Ressaca, foi totalmente revitalizada. Além da pintura, foi colocado um gradil para limitar o estacionamento de veículos e oferecer mais segurança às crianças e uma nova placa de identificação foi instalada. A restauração seguiu as diretrizes do memorial descritivo, elaborado para o projeto de pintura escolares da cidade. O modelo foi definido por votação, com a participação dos funcionários, alunos e comunidade.

O prefeito Alex de Freitas visitou a unidade de ensino na manhã desta sexta-feira (22) e afirmou que a gestão está empenhada em oferecer mais qualidade de ensino em um ambiente adequado para todos os alunos da rede pública municipal. “É fundamental que o ambiente escolar seja revitalizado para estimular o aprendizado. O intuito é investir cada vez mais em educação e oferecer o que tem de melhor para alunos e professores”, destaca o prefeito.

“Além de deixar a escola mais limpa e bonita, as cores e o modelo de pintura também ajudam na parte pedagógica e estimulam o aprendizado. Não achei que seríamos contemplados com essa intervenção tão rápido como foi. Estamos felizes e agradecidos por conseguirmos oferecer mais conforto aos alunos. A atual gestão tem nos dado bastante atenção, somos gratos por isso”, é o que ressalta a diretora da Umei Oitis, Cintia Carina Ferreira.

A Umei, fundada em 2011, atende cerca de 300 crianças, de 0 a 5 anos. A obra foi feita pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (Semobs), para atender a uma reivindicação antiga da comunidade escolar.

Reportagem: Nayara Vianna
Foto: Cássio Matias
Publicação: 22/11/2019

Índice de alfabetização nas escolas municipais cresce de 45% para 76% no segundo trimestre deste ano

A meta é chegar em 85% das crianças até 8 anos alfabetizadas no final do ano.

Em Contagem, os avanços na Educação são realidade. A Rede Municipal de Ensino apresentou no segundo trimestre deste ano um crescimento do número de estudantes com idade entre 6 e 8 anos que estão alfabetizados em quase 60%. O dado foi apresentado pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc) de acordo com as avaliações diagnósticas realizadas nas escolas municipais. A meta para o final do ano é chegar em 85% das crianças até o segundo ano alfabetizadas.

Em março deste ano, foi realizada pela Diretoria do Ensino Fundamental da Seduc uma avaliação diagnóstica que constatou que somente 45% das crianças com essa faixa etária estavam alfabetizadas. O dado alarmante fez com que a Seduc desenvolvesse um trabalho de monitoramento constante em toda a Rede, além de oferecer formação para os educadores. O resultado já é real e hoje 76% dessas crianças já sabem ler e escrever.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Sueli Baliza, a expectativa para o final do ano é de superar a meta de 85%. “Nós realizamos um trabalho extremamente sério com as equipes gestoras e com os professores. Então, saímos de um índice alfabético muito baixo e vamos alcançar a meta estipulada. Estamos fazendo junto com a equipe de gestão uma construção pedagógica com planos de ações determinados e conseguindo avançar. Quero destacar, sobretudo, o trabalho dos professores, porque sem eles tudo isso não tem sentido. Estamos muito satisfeitos com essas conquistas”, disse.

Monitoramento e formação

Conforme explica a subsecretária de Ensino, Dagmá Brandão, no início do ano, ao fazer o primeiro levantamento de quantas crianças estavam lendo e escrevendo, e isso representa o tanto que tinham sido alfabetizadas no ano passado, surpreendentemente foram apenas 46%. “Isso é muito pouco. Contagem quer alfabetizar suas crianças. Então, nós colocamos uma meta para esse ano de 85% das crianças lendo e escrevendo, o que é muito ousado. Nós estamos investindo muito no processo de alfabetização, fizemos a formação dos professores alfabetizadores, criamos uma política específica para a alfabetização, constituição de turmas, escolha de professores e começamos esse monitoramento a cada três meses para ajudar especialmente aquelas crianças que ainda estão no nível pré-silábico ou silábico a chegar no nível alfabético. Portanto, formamos todos os profissionais da Rede. Estamos muito felizes com o resultado de tudo isso, porque para bater a meta só faltam 9% e acreditamos inclusive que vamos superá-la”, afirmou.

“Se você quer que a criança tenha uma trajetória escolar de sucesso, precisa primeiro garantir a alfabetização e Contagem faz isso. Nós vamos alfabetizar nossas crianças e queremos chegar a 100% delas alfabetizadas’, ressaltou Dagmá.

Segundo a diretora do Ensino Fundamental, Cristiana Chaves de Oliveira, para melhorar esse índice, a Seduc vem apresentando iniciativas de formação continuada, através da Rede de Formação, que nesse semestre vem trabalhando no curso de Língua Portuguesa nos anos iniciais, os quatro eixos (oralidade, leitura, escrita e análise linguística). “As formações podem contribuir para o entendimento e proposição de ações para a concretização dos processos de alfabetização e letramento. Outra inciativa, é a Carteira de Projetos, mais especificamente no projeto Clubes de Leitura, com coletivos de professores trabalhando a função da literatura, como elemento motivador e potencializador de todo o processo de construção da Língua Portuguesa”, explicou.

A diretora da E. M. Francisco Borges da Fonseca, Cristina Januária Pereira, e a vice Jaqueline de Souza Silva Vieira, acreditam que o monitoramento ajuda muito e é importante para o trabalho da escola. “Todas as nossas crianças saem daqui alfabetizadas, fazemos esse trabalho específico. Mas esse ano, temos que destacar o apoio da Seduc que foi fundamental para avançarmos ainda mais nessa meta”, disseram.

Melhorias vão além da sala de aula

A professora da E. M. Francisco Borges da Fonseca, Juliana Fátima Lara, que trabalha especialmente com a alfabetização, acredita que essa melhoria é resultado de uma transição bem feita da Educação Infantil para o Ensino Fundamental, do incentivo e prazer pela leitura, bem como do apoio da família do estudante. “A alfabetização é sempre um desafio para o professor e para os pais. Temos que ter cuidado com essa primeira transição da criança para o Ensino Fundamental e nossa escola tem esse perfil. Procuro incentivar o gosto de pela leitura e envolver a família nesse processo. Isso que tem dado resultado aqui, o apoio dos pais e o interesse das crianças. Sinto muito orgulho de ver meus alunos lendo e escrevendo, é muito gratificante para um educador”, disse.

A estudante da E. M. Francisco Borges da Fonseca, Ester Araújo, de seis anos, aprendeu a ler este ano. Ela disse que sua vida mudou depois disso. “Gosto de ler tudo, as histórias ficaram mais divertidas”, disse a garotinha.

Cristina Bressani Vieira, é mãe do Ruan, de 6 anos, aluno de Juliana, e conta que a alfabetização dele foi bem tranquila. “Respeitamos o tempo dele e depois que aprendeu a ler este ano, quer sair lendo tudo. Placa, revista, livro, tudo o que vê na frente. Acho fantástico e agradeço ao trabalho desenvolvido na escola. Não tenho nada a reclamar”, disse.

Já Luciene dos Santos Oliveira, mãe de Samuel, de 7 anos, conta como mudou a rotina da família quando ele aprendeu a ler recentemente. “O mundo dele ampliou, a base aqui na E. M. Francisco Borges é muito boa. Antes, a gente deitava para dormir e eu lia as histórias pra ele, agora ele que lê pra mim, isso não tem preço”, disse.

Reportagem: Vanessa Trotta
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 07/11/2019