Posts com a Tag ‘Saúde’

Plenária elabora ações para a Semana de Enfrentamento e Prevenção ao Uso/Abuso de Álcool e outras Drogas

Semana será do dia 19 ao dia 26 com engajamento virtual e ações diretas com a população em situação de rua, com ênfase no combate à pandemia do novo coronavírus.

O Conselho Municipal de Álcool e Outras Drogas de Contagem (Comadc) realizou, na quarta-feira (10), uma reunião virtual para definir ações referentes à Semana de Enfrentamento e Prevenção ao Uso/Abuso de Álcool e outras Drogas. Intitulada de “Em Tempos de Distanciamento Social, Todos Pela Vida”, ela ocorre entre os dias 19 e 26 deste mês, com ênfase na sensibilização e prevenção ao uso abusivo de álcool e outras drogas em tempos de pandemia do novo coronavírus. Além disso, neste ano, a atenção se volta ao cuidado com a população em situação de rua.

Em respeito ao isolamento social, o contato presencial nos principais pontos de Contagem será reduzido. Para tanto, vão ser priorizados os meios de comunicação virtual, como redes sociais e sites das instituições parceiras e o da Prefeitura de Contagem. A Semana de Prevenção é um conjunto de ações intersetoriais instituída pela lei 4.952/2018, que propõe a articulação de parceria entre a sociedade civil e o poder público, mediada pelo Comadc.

O Comadc, a Coordenação de Política sobre Álcool e outras Drogas de Contagem em parceria com as entidades da Sociedade Civil, com o Transformar Contagem, com as secretarias municipais de Saúde, de Educação, de Desenvolvimento Social e de Defesa Social unirão esforços para que, neste momento de enfrentamento à pandemia causada pela Covid-19, o uso e abuso de álcool e outras drogas possa ser minimizado, evitando maiores riscos à saúde. O foco da semana é a valorização da vida.

Em parceria com a Guarda Civil de Contagem, por meio do Programa Grupo Unido na Ação de Resistência às drogas (GUARD), serão elaborados vídeos e outros materiais virtuais que poderão ser acessados por crianças e adolescentes. Esta sensibilização também ocorrerá por meio do blog “Estuda Contagem”, da Secretaria Municipal de Educação. O objetivo central é disseminar orientações que revelem os fatores de risco e proteção para que, neste momento, em que a fragilidade à saúde é maior em relação à pandemia da Covid-19, não se amplie com o uso/abuso de álcool e outras drogas.

Vale ressaltar que uma abordagem direcionada à população em situação de rua, seguindo as recomendações sanitárias de proteção da Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde (MS), será realizada com o apoio do programa “Consultório na Rua”, da Secretaria Municipal de Saúde e com a equipe da “Abordagem Social”, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. “Queremos enfatizar o quanto é importante o trabalho desenvolvido pela Abordagem Social e pelo Consultório na Rua destinado à população de rua, em especial nesse momento de crise e urgência que vivemos devido à necessidade de distanciamento social. Faremos ações presenciais, com equipe reduzida, evitando aglomeração, mas que fortalecerão as politicas voltadas a reduzir os impactos não somente do uso/abuso de álcool e outras drogas que atravessam o cotidiano desta população, mas sobretudo ampliando o trabalho e os serviços prestados pela Prefeitura de Contagem ao público que se encontra nesta condição”, destaca a coordenadora do Comadc, Watrislene Souza Duarte.

Durante a ação, haverá distribuição de água e alimentos, máscaras, agasalhos, além de um kit de higiene pessoal, que já está sendo montado pelos parceiros da sociedade civil, pelos representantes do poder público (Executivo e Legislativo Municipal) e do Transformar Contagem. “Não vamos deixar de unir forças nesse momento que o país, em especial nosso Município, está passando. Vamos cuidar um dos outros”, afirmou a coordenadora.

O Comadc também elaborou o documento denominado “Álcool e a Covid-19” (CLIQUE AQUI), que versa sobre os riscos do uso abusivo do álcool e de outras drogas durante a pandemia. Para os profissionais, que trabalham nos abrigamentos e comunidades terapêuticas, foi listada uma série de medidas de prevenção contra a infecção pelo novo coronavírus. Para acessar as informações, clique aqui.

Reportagem: Leonardo Melo
Publicação: 19/06/2020

Professores fazem parte do grupo prioritário

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foi prorrogada até 30 de junho, em todo o país. A terceira e última fase teve início no dia 11 de maio, com prioridade aos grupos formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade. A meta é vacinar 90% dos grupos prioritários, porém, até o momento, foram vacinadas apenas 25,7% de 36,1 milhões de pessoas estimadas nesta terceira fase. Desde o início da ação nacional, em 23 de março, 50 milhões de pessoas foram vacinadas, faltando ainda 28,3 milhões que ainda não receberam a vacina. 
 
Essa é uma boa oportunidade para todos os professores da Rede Municipal de Contagem. A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a COVID-19, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.
 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Contagem recomenda aos moradores ligar para as unidades de saúde antes de irem ao locais. Clique aqui e veja os contatos telefônicos das unidades de saúde.

 
 Grupos prioritários:
 
● Idosos (60 anos e mais) – Trabalhadores da Saúde
 
● Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
 
● Profissionais das forças de segurança e salvamento
 
● Funcionários do sistema prisional
 
● Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socieducativas. População privada de liberdade
 
● Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuário
 
● Crianças de 6 meses à menores de 6 anos de idade
 
● Gestantes e puérperas
 
● Adultos de 55 a 59 anos
 
● Professores das escolas públicas e privadas
 
● Pessoas com Deficiência
 
● Povos indígenas
 
 Repórter: Leonardo Melo

 Publicação: 08/06/2020

Campanha de vacinação contra o sarampo é estendida até o final do mês

As pessoas devem comparecer ao locais de vacinação munidos do cartão de vacinação e de um documento de identidade.

A campanha de vacinação contra o sarampo para pessoas com idade entre 20 e 49 anos, que se iniciou em maio deste ano, prosseguirá até o dia 30 de junho. As pessoas devem comparecer ao locais de vacinação munidos do cartão de vacinação e documento de identidade. As salas funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30.

A procura pela vacina está abaixo do esperado até o momento, com apenas 3,17% de pessoas pertencentes a esse grupo imunizadas. A vacinação está sendo feita de forma abrangente, ou seja, todas as pessoas dentro da faixa etária estabelecida serão imunizadas, mesmo as que já estão com o esquema vacinal completo.

Confira aqui os contatos das unidades de saúde.

Texto de Laura Oliveira – sob supervisão de Lucas Santos

Profissionais de saúde recebem cartas de alunos da rede pública municipal

Hannah de Castro Almeida é médica da Família, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Flamengo, regional Riacho. Na última quarta-feira (4), ela chegou para mais um dia de trabalho, mais um dia à frente no combate à covid-19. Porém, Hannah e suas colegas de unidade tiveram uma grata surpresa. Em um momento em que o mundo luta diariamente contra a pandemia, as profissionais de saúde da UBS Flamengo encontraram na educação um alento.

Cinquenta e dois alunos da Escola Municipal Deputado Jorge Ferraz escreveram cartinhas para médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, como forma de apoio. “Achei linda essa iniciativa, receber o carinho dos alunos realmente nos dá mais força para combater a Covid-19. Fazemos um apelo, se puderem ficam em casa, se sair use máscara, lave as mãos constantemente, vocês fazem sua parte e nós fazemos a nossa também”, ressaltou Hannah.

As cartinhas foram distribuídas em diversas Unidades Básicas de Contagem, por meio de uma ação conjunta do Distrito Sanitário do Riacho e da direção da Escola Jorge Ferraz. A iniciativa surgiu pelas mãos da professora do 4º ano, Creonice Neves. A ideia tomou corpo e com apoio da diretora da Escola, Sônia Andrade e da coordenadora Pedagógica, Ana Abrantes; e outras turmas foram incluídas no projeto.

Creonice conta que está acompanhando as notícias do Covid-19, dede quando surgiu o primeiro caso no Brasil e pediu aos alunos para pesquisar sobre a doença para debater o tema em sala de aula. Porém, o país entrou em quarentena. “Então pensamos na ideia de escrever cartas para os profissionais da saúde para dar uma palavra de conforto”. As cartas foram deixadas pelos alunos na portaria da escola, para evitar aglomeração.

A diretora Sônia Andrade ressaltou a importância do projeto. “Além de propiciar a interação entre a escola e a comunidade, a ação visa a conscientização dos estudantes e pais para os cuidados com a Covid-19”. Sônia relata que as cartas foram redigidas pelos estudantes do 4º e 5º ano. “Foram escritas com carinho e pureza das crianças”, destacou a diretora.

Recepção

A diretora do Distrito Sanitário Riacho, Raid Soares, disse que a recepção não poderia ser melhor. Segundo ela, os profissionais se emocionaram com as cartinhas, por serem lembrados nesse momento e pelo reconhecimento de suas lutas diárias contra a doença. “Alguns já escreveram uma carta de volta para os estudantes e em breve vamos entregá-las”, destacou Raid.

Reportagem: Lucas Santos
Foto: Fábio Silva
Publicação: 05/06/2020

Ações nas escolas orientam estudantes sobre a febre maculosa

Alunos de escolas da regional Nacional participam de palestras e recebem material informativo sobre a doença.

A Prefeitura de Contagem, por meio das secretarias de Saúde e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, realiza, em junho, ações educativas nas escolas da regional Nacional, com o objetivo de orientar os estudantes sobre os riscos da febre maculosa e as formas de prevenção.

Na oportunidade, os estudantes participam de palestras e apresentações musicais e recebem material educativo e informativo sobre a doença. As ações levam em conta a idade das crianças, que participam de palestras ou de atividades recreativo-educativas, utilizando técnicas lúdicas e musicais. O tempo de duração das atividades é de, aproximadamente, 25 minutos.

O educador ambiental Rodrigo Ribeiro justifica a escolha dos locais para as ações de conscientização e prevenção: “Na regional Nacional é onde estão concentrados os casos de febre maculosa. A gente espera que as crianças virem multiplicadores do conhecimento que estamos passando, deixando claro que a culpa da doença não é do animal, mas da bactéria. Portanto, deve-se cuidar e higienizar os animais”.

Érica Andrade, chefe da UBS Efigênio de Lima, é a representante da Secretaria de Saúde nos eventos. Ela faz um resumo das atividades: “Estamos orientando sobre as prevenções contra a febre maculosa, alertando para os sinais e sintomas e explicando um pouco sobre diagnóstico diferenciado entre a febre maculosa, chikungunya, dengue e gripe, que possuem sintomas parecidos. Esperamos que as crianças levem essas informações para os familiares”.

Em meio a apresentações teatrais e musicais, os alunos demonstram bastante receptividade ao evento e participam intensamente, interagindo com os palestrantes e fazendo diversas perguntas. A Prefeitura de Contagem acredita que prevenir é a melhor forma de evitar a febre maculosa.

Veja o cronograma das ações nas escolas nesta semana:

10/6

E. M. Vereador Benedito Batista

– 7h30 às 11h20 – 11 turmas, do 6º ao 9º ano

– 13h30 às 14h – 19 turmas, do 1º ao 6º ano

E. M. Válter Fausto do Amaral

– 19h – 5 turmas do EJA

11/6

E. M. Válter Fausto do Amaral

– 9h50 às 11h30

1º momento: 7 turmas do Ensino Fundamental I

2º momento: 8 turmas do Ensino Fundamental I

3º momento: 5 turmas da Educação Infantil

– 13h30 às 16h

1º momento: 4º e 5º anos

2º momento: 6º ano

3º momento: 7º ao 9º anos

12/6

Umei Bom Jesus

– 8h e 13h30 – 4 e 5 anos

Umei Estrela Dalva

– 15h50 – 2 a 5 anos

Reportagem: Túlio Andrade
Foto: Túlio Andrade
Publicação: 12/06/2018

Alimentar-se bem também se aprende na escola

Grupo de Teatro Agente em Cena, da Secretaria Municipal de Saúde, apresenta de forma lúdica como ter uma alimentação saudável a estudantes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) enfatizou como epidemia global da obesidade o fato ocorrido em diversos países caracterizado pelo aumento acentuado do sobrepeso. Esse fenômeno pode ser revertido, para isso a reeducação alimentar deve se iniciar na infância e na adolescência.

Com esse objetivo, a Prefeitura de Contagem, por meio das secretarias municipais de Desenvolvimento Social e Educação, realiza ações voltadas para a Semana de Alimentação Saudável. O ato faz parte do Dia da Alimentação comemorado em 16 de outubro. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do grupo teatral Agente em Cena, é parceira do evento.

Nessa terça-feira (23), o grupo de teatro se apresentou na Associação Crescer, no Bairro Darcy Ribeiro, Regional Vargem das Flores. A instituição, parceira da Secretaria de Educação, atende 275 crianças de 6 a 14 anos, promovendo educação e realizando trabalhos sociais. O Agente em Cena de forma lúdica deu uma aula sobre alimentação saudável.

A presidente do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), Maria Dolores, reforçou a reeducação alimentar desde a infância. “É muito importante esse trabalho nas escolas, estamos visitando as unidades escolares de Contagem para verificar os alimentos que estão sendo servidos”. Ela ressalta que uma boa alimentação passa por ter menos sal, açúcar e salgadinhos e mais frutas e sucos naturais.

Reportagem: Lucas Santos
Fotos: Fábio Silva
Publicação: 23/10/2018

Vacinação contra Poliomielite e Sarampo será realizada nas escolas

Campanha foi prorrogada até dia 14 de setembro

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo foi prorrogada até o dia 14 de setembro. Em Contagem, 51 salas estão realizando a imunização. A orientação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é de que todas as crianças entre um ano e cinco anos incompletos sejam encaminhadas aos postos de saúde para tomar as vacinas, que protegem contra o sarampo e a paralisia infantil.

Para aumentar a cobertura vacinal, a Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, também vai disponibilizar as vacinas contra a Poliomielite e o Sarampo em 44 escolas e unidades municipais de atendimento de Educação Infantil e 26 creches conveniadas. A vacinação nas escolas começa nesta quinta-feira (6). Para que as crianças sejam vacinadas nas próprias escolas, os familiares deverão preencher um formulário de autorização de imunização que serão enviados pelas escolas. 

O sarampo e a poliomielite são doenças contagiosas que podem ser prevenidas pelas vacinas. Em casos graves, ambas podem matar. Segundo o Ministério da Saúde (MS), o último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989. A poliomielite foi responsável por danos irreparáveis em milhares de crianças no mundo, e ações de prevenção e controle, em especial a vacinação, contribuíram para que em 1994 o Brasil recebesse da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território, juntamente com os demais países das Américas. Contudo, a doença permanece endêmica no Afeganistão, Nigéria e Paquistão.

Já em relação ao Sarampo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), casos têm sido reportados em várias partes do mundo, apesar dos esforços empreendidos desde o início do programa de eliminação da doença.

Reportagem: Carolina Brauer
Publicação: 05/09/2018

Agente em Cena leva a importância das vacinas às escolas

O grupo de teatro Agente em Cena leva informação e entretenimento para as crianças do ensino infantil com o intuito de ressaltar a importância da vacina

Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), promove nas escolas de Contagem ações de conscientização sobre a campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite. Nesta quarta-feira (15), a ação foi realizada na Unidade Municipal de Educação Infantil (UMEI) Sagrado Coração de Jesus. O grupo de teatro Agente em Cena leva informação e entretenimento para as crianças do ensino infantil com o intuito de ressaltar a importância da vacina.

Atividades lúdicas, danças e brincadeiras ficaram por conta da turma do Zé Gotinha e das super heroínas da Liga da Justiça proporcionando diversão aos alunos. A diretora da UMEI Sagrado Coração de Jesus, Múrcia Andrade, preocupada com a saúde e proteção dos alunos da escola disse que a ação é muito importante para todos. “É tudo que estamos precisando. Vemos pela televisão as doenças que já estavam simplesmente esquecidas e que nem precisávamos nos preocupar, estão voltando”, afirmou Múrcia.

No próximo sábado (18), acontecerá o Dia D de Mobilização da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo e a Poliomielite. Segundo o Ministério da Saúde, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas em todo o país. Em Contagem, cerca de 30 mil crianças estão aptas para receberem as vacinas.

A moradora do bairro Riacho, Lourdes de Oliveira Marinho, mãe da pequena Sara Oliveira Marinho, de quatro anos, destacou não só a importância de vacinar sua filha quanto avisar e orientar pais e amigos sobre a campanha. “Minha filha não fica sem vacinar. Nós procuramos manter o cartão de vacinação dela em dia, fazendo de tudo para ela não adoecer. Eu estou sempre atenta e oriento pais e amigos que eu conheço que não estão sabendo”, disse Lourdes de Oliveira Marinho.

O Agente em Cena é um grupo formado por agentes da Saúde que leva estas informações às escolas, empresas e instituições através do lúdico. 

As próximas ações do “Agente em Cena” ocorrerão nos dias:

Data: 16/08/2018 – (quinta-feira)
Umei Beija Flor – Rua Rodrigues da Cunha, 380 – Bairro São Joaquim, Contagem – 10h30 às 14h

Data: 17/08/2018 – (sexta-feira)
Umei Nova Contagem – Rua VL6, 789 – Bairro Nova Contagem – 9h às 11h

Reportagem e foto: Lucas Santos
Publicação: 16/08/2018

Quadrilha da inclusão e da celebração das diferenças

CAEE Antônio Carlos Lemos promove sua festa junina.

Em meio a uma bonita área verde e de muita animação, no sábado (7) à tarde, o Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE) Antônio Carlos Lemos promoveu sua tradicional festa junina. Pessoas atendidas pela instituição, de todas as idades e com diferentes tipos de necessidades especiais, funcionários, familiares e a comunidade em geral participaram da bonita festa e lotaram a quadra da instituição.

Para que o festejo fosse possível, os preparativos começaram um mês antes, relata a coordenadora do CAEE Antônio Carlos Lemos, Sebastiana Rangel. “Todas as pessoas que trabalham aqui se envolveram de alguma forma na preparação da festa. Recebemos também doações de parceiros e fizemos, ainda, gincanas para arrecadar prendas. O objetivo da festa é o de criar mais uma oportunidades de lazer e convivência para os alunos e seus familiares e a comunidade em geral”, frisa a coordenadora.

De acordo com Sebastiana Rangel, a instituição oferta oficinas e atendimento educacional especializado a alunos com necessidades especiais no contraturno de suas atividades escolares e, também, a pessoas com necessidades especiais que já saíram a escola: para todos esses públicos, o CAEE é uma referência. Atualmente, o CAEE atende a um total de 127 pessoas, de todas as faixas etárias.

Samuel Vinicius da Costa, 23 anos, portador da síndrome de down, é uma das pessoas que já não frequentam mais a escolar e que seguem em atendimento no Antônio Carlos Lemos. Samuel concluiu o ensino médio na Funec no ano passado, mas segue participando das oficinas ofertadas na instituição. “O Samuel está aqui desde o ano 2000 e nunca saiu. Em agosto, completam-se 18 anos de muito aprendizado e convivência no Antônio Carlos Lemos”, testemunha a mãe de Samuel, Maria das Graças Chaves da Costa.

Elizabeth Vasconcelos, mãe de uma das pessoas atendidas no CAEE, comenta sobre a importância do local. “Nós vivemos pelos nossos filhos. É aqui que temos nossas amizades e nossa convivência social. Em férias prolongadas, eles chegam até a adoecer, de tanta falta que eles sentem daqui”, diz Elizabeth, mãe de Izabela. Sebatiana Rangel completa, argumentando que o CAEE é um importante lócus de inclusão educacional e social. “Mesmo que já não frequentem mais a escola, as pessoas com necessidades especiais precisam estar em processo contínuo de aprendizagem. Aqui, elas têm essa oportunidade”, esclarece a coordenadora.

O secretário de Direitos Humanos e Cidadania de Contagem, Marcelo Lino, foi uma das centenas de pessoas que prestigiou a festança e passou pelo local ao longo da tarde. Para ele, o CAEE fortalece o processo de inclusão da pessoa com deficiência. “Esse é um importante espaço de fortalecimento do processo de inclusão de pessoas com deficiência no município, tanto do ponto de vista individual quanto em termos de convivência social. Nosso prefeito Alex de Freitas está atendo a isso. A gestão vem incentivando esse processo de inclusão”, afirma o secretário.

Reportagem: Carolina Brauer
Foto: Elias Ramos
Publicação: 11/07/2018

Escola Francisco Borges Fonseca recebe o projeto “Hortas Urbanas”

Objetivo é falar de alimentação saudável e meio ambientes aos alunos da rede municipal de ensino.

Focado na alimentação saudável e nas questões relacionadas ao meio ambiente, o Projeto Hortas Urbanas, iniciado em 2017 pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), chegou a Escola Municipal Francisco Borges da Fonseca, localizada na Regional Eldorado. Primeira escola a receber o projeto em 2018. Uma grande novidade para esse ano é a parceria estabelecida com o Centro Municipal de Agricultura Urbana Familiar (Cmauf).

Por meio dessa parceria, foi determinado que pelo menos uma escola por mês seja beneficiada com a implementação do projeto, e que todas as regionais do município sejam atendidas até dezembro desse ano. Por se tratar de uma equipe multidisciplinar, composta por assessores Educacionais da Diretoria de Educação Ambiental e pelos Técnicos do Cmauf, é possível levar aos estudantes uma proposta de educação ambiental mais ampla e diversificada, abordando os cuidados com o nosso planeta, o meio ambiente, nossa saúde e alimentação saudável.

Na ocasião, estavam presentes os estudantes e professores, a direção da escola, as equipes de Educação Ambiental e do Cmauf, além da secretária de Desenvolvimento Social Luzia Ferreira que, na oportunidade, ressaltou a importância da parceria entre as secretarias, o sucesso do projeto e a necessidade de ampliar ainda mais esse trabalho.

Além do plantio das hortaliças, os estudantes foram contemplados com palestras de educação ambiental e apresentações artísticas. Eles aprenderam, também, receitas saudáveis de sucos naturais, acompanhando a preparação e degustaram as receitas preparadas com as hortaliças orgânicas produzidas no Cmauf.

Reportagem: Túlio Andrade
Foto: Túlio Andrade
Publicação: 24/04/2018