Posts com a Tag ‘Guarda Civil de Contagem’

Guard forma primeira turma em Contagem

Contagem é a primeira cidade do Estado de Minas Gerais a implantar o programa, que trabalha para conscientizar crianças e adolescentes sobre o uso indevido e abusivo de drogas, prevenção da violência escolar e bullying.

“Depois do Guard, a Bruna é mais obediente, estudiosa, educada e me respeita. Ela valoriza a família, está mais orientada sobre os malefícios das drogas e considero que minha filha é outra com os ensinamentos do programa”. Este foi o depoimento de Lucrecia Izabel Oliveira, mãe da estudante Bruna Izabel Nascimento, de 11 anos. Bruna é uma das alunas formandas da primeira turma do Programa Grupo Unido na Ação de Resistência às Drogas (Guard).

No último sábado (23), a Gerência de Proteção Escolar da Guarda Civil de Contagem promoveu a primeira formatura do Guard, na Escola Municipal José Ovídio Guerra. Participaram da solenidade, o secretário municipal de Defesa Social, Décio Camargos, o comandante da Guarda Municipal, Levi Sampaio, o coordenador do Guard, Arlindo Júnior Pereira de Almeida, representantes da Secretaria Municipal de Educação, integrantes da Guarda Municipal, professores, familiares e alunos da Escola Municipal José Ovídio Guerra. Foram entregues os certificados aos alunos das 5ª e 6ª séries, que concluíram os dez encontros do projeto da Guarda de Contagem. A banda da Guarda Municipal marcou presença, apresentando o hino nacional, o de Contagem e o do Guard. As vozes ficaram por conta dos alunos formandos, que também mostraram seus talentos apresentando o hino do Guard em libras.

O Guard é um programa educacional que trabalha para conscientizar crianças e adolescentes sobre o uso indevido e abusivo de drogas, prevenção da violência escolar e bullying. Por meio de dez encontros, os estudantes trabalham temas atuais, a partir de uma análise crítica das influências presentes no mundo moderno, por meio de palestras, teatros e dinâmicas e com a formatura para encerrar todo o processo. Contagem é a primeira cidade a implantar o programa Guard no estado de Minas Gerais, iniciando o projeto piloto nas escolas municipais José Ovídio Guerra e Professor Geraldo Basílio Ramos, atendendo 306 alunos.

Superintendente e coordenador do programa Guard, Arlindo Junior, ressaltou que a formatura foi um dia muito especial porque as crianças são motivadoras para que a sociedade busque uma vida melhor. “Vocês são o futuro na nossa nação. O compromisso que selaram hoje de respeitar os pais, a família, os professores e os colegas será cumprido. Eu confio em vocês. Considero que agora vocês são minha família. É muito gratificante implantar um programa com todas as dificuldades que o Brasil passa, acredito que há uma luz no fim do túnel e é com trabalho que a gente consegue melhorar o nosso país. Para conseguirmos um trabalho de excelência, a família foi muito importante. Nós da guarda instruímos, mas a continuidade é em casa com as famílias. Os professores são os pilares da escola e seremos sempre gratos por todo apoio dado neste período”, agradeceu.

O secretário Décio Camargos agradeceu aos pais, professores e servidores municipais presentes e, principalmente, aqueles que tornaram o Programa Guard possível. “Infelizmente perdi muitos amigos ao longo da vida porque não tiveram a coragem de dizer não às drogas. Faltaram programas como o Guard para alertar e orientar melhor esses jovens que seguiram o caminho errado. Em nome da Guarda Municipal e da Defesa Social quero agradecer pelo trabalho e por estarem aqui nesta formatura, neste dia vitorioso. Queremos ensinar neste programa aquilo que realmente faz bem para a vida das crianças e dos familiares. Um programa que está no início, mas que tem muito a crescer. Os guardar civis que ministram o curso devem ser exemplos para outras cidades. Vocês são servidores sérios, dedicados e que merecem toda a valorização. Abraçaram o programa, as crianças e com muito empenho vamos conseguir levar o Guard para outras escolas e atingir todas as regionais. Depois do Guard não tivemos nenhuma ocorrência nas duas escolas em que está implantado o programa. Este é um sinal do quanto estamos no caminho certo. Queremos uma cidade passiva e segura e isso depende do nosso trabalho”, avaliou.

Amanda Luciano Miguel, 11 anos, é estudante do 5º ano da Escola Municipal Ovídio Guerra, e considera que o Guard ajudou a corrigir muitas coisas que fazia errado. “Meus pais já conversaram comigo sobre drogas e no Guard foi reforçado sobre o quanto elas são péssimas para a vida das pessoas. Aprendemos também sobre o hino nacional, de Contagem e da Guard. Aprendi sobre como ajudar minha família em momentos de dificuldade, a respeitar mais, a valorizar minha família e tudo isso de forma muito divertida. Hoje, eu tenho os guardas que foram instrutores como meus amigos, pois me fizeram muito feliz. Meus pais estão aqui hoje e posso dizer que sou motivo de orgulho para eles”, comemorou.

O comandante Levi Sampaio, ressaltou que o projeto Guard, que vem sendo desenvolvido pela equipe da Patrula Escolar, tem a importância de não só conscientizar as crianças sobre prevenção às drogas, mas sobre regras em geral. “Os alunos participam de um momento cívico, com o hino nacional e aprendem a respeitar a pátria e o próximo. Eles levam também aos pais a conscientização e o alerta sobre a necessidade do filho, após a saída da escola, ser monitorado. O que nós vemos hoje são crianças muito ligadas à informatização, às redes sociais, o que não gera bons resultados. Então o projeto visa conscientizar os pais e também dar uma direção aos bons caminhos para que essas crianças cresçam amando o país”, finalizou.

No sábado, (30), será realizada a formatura dos alunos da Escola Municipal Geraldo Basílio, no bairro Colonial. A expectativa é que o programa seja estendido para outras unidades educacionais do município.

Encontros da Guard

1°– Apresentação da Guarda Civil de Contagem;

2° – Abordagem do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), direitos e deveres;

3° – Pressão de grupo, as influências culturais e modernas da sociedade na escola;

4°– Pressão da mídia, propagandas, conteúdos e informações contemporâneas que formam opiniões;

5°– Estudo das drogas lícitas e ilícitas, as reações no organismo e o que prevê a lei;

6° – Bullying e Cyberbullying nas escolas;

7° – Primeiros socorros;

8°– Valorização da família e da autoestima;

9° – Passeio nas instalações do Comando da Guarda Civil de Contagem;

10° – Formatura com entrega de diplomas, com a apresentação dos alunos para as famílias da canção do Guard em libras.

Reportagem: Stella Santiago
Foto: Ronaldo Leandro
Publicação: 27/11/2019

Alunos de escola municipal interagem com cães da Guarda Civil de Contagem

A iniciativa faz parte do projeto “Grupo Unido na Ação de Resistência às Drogas (GUARD), que tem o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes contra o uso de drogas, prevenção da violência escolar e do bullying.

Alunos da Escola Municipal Professor Geraldo Basílio Ramos visitaram o Canil do Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil de Contagem (GCC), na manhã desta quinta-feira (14). A escola está instalada do bairro Colonial, na regional Sede.

As crianças se divertiram com os cães que, além de auxiliarem os agentes em operações da corporação, são treinados para ter contato com o público em apresentações com guardas civis em escolas, praças e demais locais que convidam o grupamento. Ao todo, 65 crianças participaram da atividade.

Ao final da visita dos alunos, que percorreram, além das instalações do canil, outras áreas do Comando da GCC, o secretário Municipal de Defesa Social, Décio Camargos, juntamente com o comandante da GCC, Levi Sampaio, e o supervisor da Gerência de Proteção Escolar, Arlindo Junior Pereira de Almeida, transmitiram mensagens de incentivo a eles para que continuem sendo aplicados nos estudos e respeitem os familiares.

A iniciativa faz parte do projeto “Grupo Unido na Ação de Resistência às Drogas (GUARD), da GCC, que teve início em agosto deste ano e tem o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes contra o uso de entorpecentes, prevenção da violência escolar e do bullying, entre outros temas.

Reportagem: Carolina Brauer
Foto: Divulgação
Publicação: 18/11/2019

Guarda Civil de Contagem abre as portas para alunos do “Projeto Guard’

Foco é a conscientização de crianças e adolescentes contra o uso de entorpecentes, prevenção da violência escolar e do bullying.

Alunos da rede pública participantes do projeto “Grupo Unido na Ação de Resistência às Drogas (GUARD)” da Guarda Civil de Contagem, que atua para conscientizar crianças e adolescentes contra o uso de entorpecentes, prevenção da violência escolar e bullying, puderam conhecer as instalações do Centro Integrado de Defesa Social. A atividade faz parte da programação desenvolvida pelo projeto.

Nos dias 6 e 7, os alunos da Escola Municipal José Ovídio Guerra foram recebidos no local. No dia 12, foi a vez das turmas da Escola Municipal Professor Geraldo Basílio. Na ocasião, os alunos percorreram as dependências do local. Houve ainda palestras, teatros, dinâmicas e também momentos de lazer e descontração com banhos de piscina e lanches servidos aos alunos.

O projeto teve início em agosto deste ano. O curso é distribuído ao longo de dez dias e aborda temas como as influências culturais e modernas da sociedade na escola; o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), estudo de drogas lícitas e ilícitas; bullying e cyberbullying nas escolas; primeiros socorros; valorização da família e da autoestima e visita às instalações do Comando da Guarda Civil de Contagem. Ao cabo do programa, é feita a formatura com entrega de diplomas.

Conforme o comandante da Guarda Civil, Levi Sampaio, a guarda promove a paz e o convívio harmônico na comunidade escolar. “Este trabalho junto aos estudantes tem aliado dois direitos fundamentais para as pessoas viverem em sociedade: a segurança e a educação”, disse ele.

O supervisor da Gerência de Proteção Escolar, Arlindo Júnior Almeida, disse que o Guard é um dos maiores projetos de prevenção ao uso abusivo de drogas, pois une a família no contexto de maior diversidade social que é a escola. “É uma honra poder participar desse projeto” disse Arlindo.

Antes de iniciar o GUARD com uma escola, os guardas civis do projeto se reúnem com as famílias dos alunos, ocasião em que são levantadas as informações sobre a escola, os desafios e conflitos da comunidade local.
No mês de novembro, a formatura dos estudantes do “Projeto Guard” será realizada na Escola José Ovídio Guerra (dia 23), e na Escola Professor Geraldo Basílio (dia 30).

Reportagem: Noeme Ramos
Foto: Divulgação
Publicação: 14/11/2019

Guarda Civil de Contagem promove campeonato de futsal feminino entre escolas da regional Sede

Ao todo, 84 meninas com idades até 14 anos participarão de 22 jogos. Abertura do campeonato ocorreu na segunda e irá até o dia 22 de novembro. Pais e familiares podem acompanhar as partidas.

Lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive no futebol, território historicamente marcado pelo domínio masculino. A famosa esportista Marta Vieira da Silva, ou simplesmente Marta, joga futebol como atacante ou meia-atacante e já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por seis vezes, sendo cinco de forma consecutiva, um recorde também entre os homens. Ela está aí a desafiar padrões e quebrar paradigmas: nascida no interior de Alagoas, teve uma infância pobre e elevou o seu nome entre as e os melhores do mundo. Mas só com o talento ela não chegaria muito longe, e foram necessárias uma sequência de acontecimentos e oportunidades que foram aproveitadas pela maior jogadora brasileira de todos os tempos. Quantas outras Martas poderiam existir Brasil afora, esperando apenas por uma oportunidade para deslanchar?

Para criar oportunidades de contato com o futebol por meninas, promover a interação de alunas através do esporte e incentivar a aproximação da Guarda Civil de Contagem (GCC) junto à escola e à comunidade do entorno, a Gerência de Proteção Escolar da GCC está realizando o 1º Campeonato de Futsal Feminino entre escolas municipais da regional Sede.

Ao todo, 84 meninas com idades até 14 anos estão inscritas no campeonato. Sete escolas municipal da Sede estão participando com um time cada uma, composto por 12 pessoas – exclusivamente, meninas. As partidas serão entre essas escolas municipais da regional.

A abertura dos jogos ocorreu nesta segunda-feira (1), às 8h, na Escola Municipal Prefeito Luiz da Cunha, no bairro Linda Vista. As partidas podem ser acompanhadas por familiares das jogadoras, com os horários dos jogos sendo avisados com antecedência pela escola. Uma tabela com as datas dos jogos pode ser acessada (CLIQUE AQUI).

Cada uma dessas sete escolas irá sediar pelo menos uma partida, para que ocorram jogos dentro e fora de casa em todas as escolas participantes. A modalidade do campeonato é a tabela de pontos corridos, ou seja, a equipe campeã será aquela que conseguir mais pontos até a última rodada. Estão previstos 22 jogos, com final prevista para acontecer em 22 de novembro, dia da última partida. A entrega da premiação, que contará com a distribuição de troféus e medalhas, será em 6 de dezembro, contemplando os 1º, 2º e 3º lugares.

A chefe de Gerenciamento da GCC, Deisiele Rosane de Sena, ressalta que aproximação da instituição junto à comunidade, por meio do incentivo ao esporte, é uma das ferramentas para a prevenção de crimes e para a promoção de uma cultura da paz dentro das escolas, que é onde o jovem está. “Com isso, buscamos fomentar a prevenção de violências e a promoção de atividades ligadas a uma cultura da paz”, explica a chefe de Gerenciamento da GCC.

Veja quais são as escolas participantes:

– Escola Municipal Prefeito Luiz da Cunha;

– Escola Municipal Professor Geraldo Basílio Ramos;

– Escola Municipal Coronel Antônio Augusto Diniz Costa;

– Escola Municipal Ricardo Braz;

– Escola Municipal Estudante Leonardo Sadra;

– Escola Municipal Domingos José Diniz Costa Belém;

– Escola Municipal Dona Cordelina da Silveira Mattos.

Reportagem: Carolina Brauer
Foto: Paulo Pereira
Publicação: 04/09/2019

Alunas recebem certificados por participação no projeto Linhas do Futuro

Das 21 redações finalistas do projeto “Linhas de Frente”, três foram premiadas com certificados concedidos pela Guardas Civil de Contagem.

A Guarda Civil de Contagem realizou, na quinta-feira (8), a entrega de certificados para alunos da Escola Municipal Domingos José Diniz Costa que participaram do projeto “Linhas do Futuro”. Os alunos finalistas do projeto fizeram uma visita guiada pela central da corporação. Uma equipe, liderada pelo chefe de turma e idealizador do projeto Junio Vinicius, acompanhou os estudantes por todo prédio, mostrando a eles o trabalho desenvolvido pela Guada Civil e como isto está presente na rotina da população.

O secretário de Defesa Social, Décio Camargos, destacou a importância desse tipo de ação para aproximar a comunidade da Guarda Civil Municipal. “Nós temos trabalhado em prol de estreitar esse convívio entre a população e a guarda civil. Eu acredito que muitos deles ainda não sabiam que o município disponibilizava tais profissionais. Hoje, tivemos a oportunidade de mostrar aos alunos que visitaram nossas coordenadorias e superintendências que, apesar de realizarmos um trabalho difícil, é muito gratificante”, afirmou.

Ele também ressaltou a importância dos guardas para a realização do projeto. “Parabenizo toda a equipe, pois esta iniciativa da Guarda Civil de Contagem contribui para levar o nome da nossa secretaria para fora, bem como, ajuda a divulgar o trabalho que desempenhamos no município e para o qual ficamos disponíveis 24 horas, garantindo a segurança de todos”.

Das 21 redações finalistas do projeto “Linhas do Futuro”, três foram premiadas com certificados concedidos pela Guardas Civil de Contagem. Maria Fernanda Soares, Geovana Azevedo de Oliveira e Aline Rodrigues foram as alunas que tiveram suas redações escolhidas por meio de votação popular nas redes sociais da Guarda Civil de Contagem.

A vencedora do projeto, Aline Rodrigues, do sétimo ano, escreveu sobre a gratidão e o respeito que se deve ter pela categoria. “Eu me sinto muito grata por ter ganhado, ainda mais se tratando de um projeto tão legal quanto esse. Eu amei toda essa ação que eles fizeram conosco. Nos ter trazido, aqui hoje, ajudou a compreender melhor o trabalho da corporação”, comentou. Também ganhadora do projeto, Geovana Azevedo, aprovou o projeto desenvolvido pela guarda. “Eu amei essa iniciativa deles, de estarem cada vez mais próximos de nós, tanto nas escolas públicas quanto na sociedade. Estou feliz por ter participado”.

Após a entrega dos certificados, os guardas fizeram uma surpresa para as ganhadoras. Eles passaram um vídeo com depoimentos de guardas do Brasil inteiro, parabenizando as três alunas premiadas. Segundo o chefe de turma da Guarda Civil de Contagem, Junio Vinicius, a ideia é fazer com que projeto percorra todas as escolas da rede municipal de ensino, com o intuito de incentivar a leitura e escrita e, também, mostrar o trabalho da guarda civil e como é feita a segurança em nossa cidade.

A visita

A visita começou pelo setor de videomonitoramento (olho vivo), onde os profissionais explicaram para os adolescentes toda a dinâmica de patrulhamento da guarda. No canil, eles puderam interagir com os cachorros da guarda. O chefe de grupamento responsável pelo treinamento dos animais, CHG Bassoto, realizou uma apresentação com o cachorro Paçoca, que encantou todos os presentes com sua simpatia e disciplina. Depois os alunos visitaram os setores da Corregedoria, Inteligência, salas de reuniões, além de baterem um papo com o secretario de Defesa Social, Décio Camargos.

As escolas interessadas em participar do projeto devem entrar em contato com a Guarda Civil de Contagem por meio do telefone 153 ou pelo e-mail protecaoescolar@contagem.gov.mg.br.

Reportagem: Mila Silva
Foto: Paulo Pereira
Publicação: 13/08/2019

Guarda Civil promove ação de incentivo à escrita com estudantes de Contagem

Projeto levou informações sobre o dia a dia da corporação e propôs redações aos estudantes.

A Guarda Civil de Contagem deu início a um projeto na Escola Municipal Domingos José Diniz Costa Belém, na regional Sede, que visa levar mais conhecimento à comunidade escolar sobre a guarda e suas funções. O projeto “Se eu fosse um Guarda Civil: o que eu faria pela cidade? ” foi desenvolvido pelo chefe de turma da corporação, Junio Vinicius, e buscou levar aos jovens estudantes um pouco da rotina da guarda civil no município, por meio de palestras e redações.

Junio Vinicius conta que a ideia do projeto surgiu depois de uma visita da guarda na escola. Ele então procurou a professora de português Maria Eunice que, prontamente, aceitou realizar as atividades com seus alunos. “Eu perguntei à professora se ela já estava trabalhando redação com os alunos e propus que, após uma palestra sobre a guarda para aos alunos, iniciássemos um projeto com redações que em geral é a parte na qual eles têm mais dificuldades”, relatou.

A palestra, voltada às crianças e aos adolescentes da escola, abordou questões relacionadas ao dia a dia da corporação e as diversas funções de um guarda civil. Dessa forma, os estudantes aprenderam que a Guarda Civil de Contagem vai muito além do que só garantir a segurança da comunidade; que a guarda atua no videomonitoramento (olho vivo); possui um canil; trabalha na ronda ostensiva municipal (ROMU), faz a proteção escolar (por meio de teatros, palestras, passeios culturais e gerenciamento de crise e funções); possui grupamento de pronta respostas com motos e grupamento de proteção ambiental; além de uma banda de música e patrulhamento comunitário.

“Uma das coisas que mais me surpreendeu no final da palestra foram os alunos. Eles me abordaram e falaram que não sabiam que fazíamos tantas coisas em nosso trabalho. Eu percebi que eles se interessaram por isso. Então, foi proposto que na redação “O que eu faria se fosse um guarda civil?”, eles falassem um pouco de como eles ajudariam a comunidade sendo guardas. Foi dessa forma que conseguimos realizar o projeto”, explicou.

Segundo a professora de português da escola, Maria Enice de Faria, ao todo foram produzidas mais de 100 redações pelos alunos de três turmas do sexto e sétimo ano da escola. “Os alunos abraçaram a iniciativa da guarda e estavam muito animados em participar. Eles deram sugestões, fizeram perguntas, queriam fazer parte disso. Nós tivemos uma resposta muito positiva”.

Das redações produzidas pelos alunos, 21 foram selecionadas pela guarda civil e colocadas em votação nas redes sociais da guarda. Em alguns dias de votação três redações foram selecionadas e serão premiadas nesta quinta (08). Os 21 alunos finalistas, farão um passeio por toda a central da guarda civil e ao final do dia as três mais votadas ganharam um certificado dos guardas. “Vamos premiar aqueles que o público gostou mais e preparamos uma surpresa no final para os ganhadores”, contou o chefe de turma.

O Projeto

A Escola Municipal Domingos José Diniz Costa Belém foi a primeira escola a fazer parte desse projeto. Segundo Junio Vinicius, o projeto deverá ser levado para outras escolas do município, incentivando os alunos de todo o município a desenvolverem o hábito pela escrita, além de conhecerem mais sobre a Guarda Civil.

Escolas interessadas em participar do projeto devem entrar em contato com a Guarda Civil de Contagem por meio do telefone 153 ou pelo e-mail protecaoescolar@contagem.gov.mg.br.

Reportagem: Milla Silva
Foto: Paulo Pereira
Publicação: 08/08/2019

Torneio de Futsal para escolas municipais revela novo Campeão de Contagem

A ação fora promovida pela Guarda Civil que contou com autoridades políticas e do esporte mineiro.

Na última sexta-feira (28/6), foram conhecidos os campeões e terceiros colocados do campeonato de futsal promovido pela Guarda Civil de Contagem. Intitulado como projeto “Bom de Bola, Bom de Escola”, as finalíssimas foram realizadas no ginásio da Escola Municipal Senador José Alencar, na Regional Petrolândia, em que também contaram com autoridades políticas e do esporte mineiro.

Tudo aconteceu bem cedinho com a arquibancada da quadra lotada por estudantes das Escolas Municipais Francisco Sales da Silva Diniz, Walter Fausto do Amaral, Vereador Jesú Milton dos Santos e Isabel Nascimento de Mattos, que logo se enfrentariam para buscar o ponto mais alto do pódio.

O título ficou nas mãos da escola Francisco Sales, que venceu a Jesú Milton por 2 a 0. Já a disputa do terceiro lugar teve os estudantes da Isabel Nascimento como destaque, após a vitória por 3 a 2, contra as turmas da Walter Fausto.

Na abertura do evento, o secretário municipal de Defesa Social, Décio Camargos, exaltou a importância da união das escolas no torneio. “Eu e minha equipe ficamos felizes por ver que o torneio foi abraçado por todos os dirigentes e alunos. Sabemos o quanto o esporte é fundamental também para o aprendizado e promoção da paz”, destaca.

A ideia da realização do torneio, por meio da Guarda Civil, foi promover um campeonato no qual estudantes entre 7 e 13 anos, das mais variadas turmas, pudessem participar e também uma ajuda na promoção do esporte coletivo dentro das escolas. “Sabemos o quanto os esportes de maneira geral engrandecem a vida do estudante. É mais uma forma de resgate social e também transformação na vida de cada aluno que pode usar do seu talento para buscar os seus sonhos”, explica a diretora da Escola Municipal Senador José Alencar, Patrícia Alves dos Santos.

Quem também marcou presença e ficou muito satisfeito com a realização do torneio, foi o presidente do América-MG, Anderson Racilan Souto. Ele enfatizou que fará uma parceria com as escolas de Contagem para a realização de um jogo entre os melhores estudantes da cidade no futsal – seleção do município, contra os jovens das categorias de base do clube, da mesma idade. “Nós nos preocupamos com a formação de cada estudante e atleta. Dessa forma, queremos um jogo festivo entre as turmas de Contagem contra os meninos da base do América e também reitero que vamos franquear ingressos para os jogos que ainda vão ocorrer no Independência nesse ano para cada estudante”, finalizou Souto.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 01/07/2019

Escolas da regional Sede fazem abertura de torneio de futsal

A ação inédita está sendo promovida pela Guarda Civil de Contagem.

As escolas municipais Prefeito Luiz da Cunha e Professor Geraldo Basílio Ramos, ambas da regional Sede, fizeram a abertura do 1º Torneio de Futsal da Guarda Civil de Contagem, na sexta-feira (31). A garotada mostrou estar bastante preparada e protagonizou, até os minutos finais, um jogo para lá de eletrizante, com a vitória por 7 a 5 do time da escola do bairro Linda Vista, onde foi disputada a partida.

Os momentos iniciais foram marcados pelas clássicas músicas da banda da Guarda Civil de Contagem. Em seguida, foram entoados o Hino Nacional e o de Contagem. Era nítida a emoção das crianças e adolescentes que ocuparam de maneira total a arquibancada. Motivo também de orgulho para a diretoria da Escola Prefeito Luiz da Cunha, que, além de terem vencido, ficaram satisfeitos pelo respeito dentro e fora das quatro linhas.

“Estamos felizes por receber a abertura do torneio e mais felizes ainda por ver o respeito conjunto que está havendo entre ambos os times. Somos referência também em esportes e é de encher os olhos quando vemos esses adolescentes mostrarem talento e carisma em quadra”, comemora a diretora Márcia Souza Morelli.

Os torcedores também exaltaram a força conjunta dos times. Podia-se ver da arquibancada a alegria estampada nos rostos dos jovens que, mesmo não estando no time, mostraram que a paz no esporte começa desde cedo e que sempre é bom apoiar os colegas bons de bola. “Sou atleta de artes marciais e, ao meu ver, é um incentivo enorme da Guarda Civil e das escolas promoverem o esporte dentro das comunidades. É satisfatório ver que nós estudantes de diferentes bairros podemos torcer juntos em prol do bem comum”, finalizou a estudante do 9ª ano Letícia de Souza Duarte.

O campeonato foi promovido para estudantes entre 7 e 13 anos das mais variadas turmas, fazendo com que houvesse a participação de todos, uma forma de promover o esporte para as turmas iniciais do Ensino Fundamental.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 04/06/2019

Estudantes que zelam pelo local onde estudam são premiados com visita ao Museu do Futebol

Programa Transformar Contagem e Guarda Civil levam 40 estudantes que ajudaram a pintar a Escola Municipal Maria Silva Lucas para conhecer o Gigante da Pampulha

Em 2018, os alunos da Escola Municipal Maria Silva Lucas, bairro Jardim Laguna, ajudaram a Guarda Municipal a pintar a instituição de ensino, que tinha sido pichada. Para recompensar esta boa ação, a Prefeitura de Contagem, por meio da corporação, em parceria com o Movimento Transformar, viabilizou uma visita dos estudantes ao Museu Brasileiro do Futebol, no Mineirão. Eles tiveram a oportunidade de conhecer o “Gigante da Pampulha”.

Os 40 alunos que ajudaram na pintura da escola conheceram a história do futebol, aprenderam sobre a construção do Mineirão, os times que pisaram no gramado e os jogadores mais importantes da história desse templo do futebol. Daciele Mendes, de 13 anos, falou da sua satisfação com a visita. “Foi muito legal. Aprendi mais sobre a história do futebol, vi camisas de vários times e de seleções do mundo. Foi um ótimo incentivo para continuar cuidando da nossa escola”.

O supervisor da Guarda Municipal, Arlindo Júnior, destacou a atitude dos estudantes. “É uma forma de recompensar os alunos por terem nos ajudado a cuidar do patrimônio da cidade. As crianças entenderem que fazer o bem e cuidar da sua escola é recompensador, permite que eles sonhem e pensem em um futuro melhor para a nossa cidade”.

A vice-diretora da escola, Rosana Rodrigues Maia, também destacou a incentivo da Prefeitura. “Iniciativas como essas estimulam os alunos a cuidarem da escola. A Guarda e a Prefeitura estão de parabéns por isso. É uma oportunidade para eles conhecerem outros espaços”.

O Movimento Transformar Contagem tem como um dos seus objetivos despertar nos moradores o sentimento de que fazemos parte da cidade e que podemos contribuir para a manutenção dos nossos equipamentos públicos, como ocorreu com os alunos da Escola Municipal Maria Silva Lucas. A coordenadora do Movimento, Luciana Freitas, exaltou a atitude dos estudantes. “Foi um prazer enorme participar dessa visita junto com os alunos, um prêmio pela dedicação e cuidado com a escola em que estudam. Com essa atitude, deram uma lição a todos os moradores de Contagem. O bem público é da cidade e devemos cuidar dele como os alunos cuidaram da escola”.

Foto: Cássio Matias
Publicação: 01/03/2019

Volta às aulas conta com orientações sobre comportamentos seguros

Transcon e Guarda Civil orientam comunidade escolar nas portas das escolas neste início de ano letivo

A Prefeitura de Contagem, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon) e da Guarda Civil de Contagem (GCC), deu início nesta segunda-feira (18) à última etapa da campanha “Volta às Aulas com Dicas de Segurança e Trânsito”. A atividade é uma das ações que marcam a abertura do ano letivo no município.

Com o objetivo de orientar estudantes, pais, professores e demais membros da comunidade escolar, as equipes da Transcon e da Guarda Civil têm feito a distribuição de material educativo com instruções de comportamentos seguros na porta das escolas, nos horários de chegada e saída de estudantes.

Para Célia da Rocha Caetano, diretora da Escola Municipal Ivan Diniz Macedo, no bairro Retiro, as parcerias com os órgãos de trânsito e segurança são sempre bem-vindas. “As crianças precisam conhecer as situações. Temos faixas de pedestres no entorno da escola, e elas têm de aprender para que serve, como utilizar. É nosso trabalho da educação também compartilhar isso. Ensinar os nossos meninos a transitar, andar e respeitar o trânsito, principalmente em porta de escola, que tem muita saída, muita gente e muito carro”, explicou.

Na oportunidade, Célia Caetano agradeceu pelo trabalho desenvolvido na porta da escola. “Fiquei muito feliz e agradecida à Transcon e à Guarda Civil por mais essa atividade. É de suma importância para a educação dos nossos alunos, acrescenta para a vida”, finalizou.

A mãe da Tauany Oliveira, de 8 anos, a diarista Rosimari Oliveira, adorou a iniciativa. “A campanha é muito boa, pois é importante recebermos as orientações da Guarda e da Transcon aqui na porta da escola. É muito válida, com certeza. Além disso, seria ainda melhor se pudessem repetir a ação. A gente fica mais tranquila, pois traz segurança para os alunos e professores”, falou.

O militar Aguinaldo Alves foi levar o filho à escola e também fez sua avaliação do que presenciou. “Essa atividade é excelente. Às vezes, o trânsito aqui na porta da escola tumultua e essa ação também orienta o motorista como proceder ao trazer ou buscar as crianças. Resulta em segurança, por isso são muito boas essas campanhas”, disse.

A primeira fase da “Volta às Aulas com Dicas de Segurança e Trânsito” ocorreu na semana passada, com a promoção de oficinas pedagógicas no Parque Ecológico Thiago Rodrigues Ricardo. A visita às escolas passará por todas as regionais do município com encerramento no dia 28 de fevereiro.

Reportagem e foto: Yuri Soares
Publicação: 20/02/2019