Posts com a Tag ‘Funec’

Funec e Escola Municipal do Bairro Tropical participam da Febrat 2018

Vinte e dois projetos de estudantes de Contagem estão expostos na Feira

As unidades Centec e Riacho da Fundação de Ensino de Contagem (Funec), participam pelo sexto ano consecutivo da Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas (Febrat). A Mostra acontece no Centro Pedagógico da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Os stands foram tomados por trabalhos científicos dentro das áreas biológicas, exatas e humanas. A unidade Centec conta com 19 projetos. Já a escola do Riacho que levou dois. As duas escolas passaram por uma avaliação inicial no Programa de Incentivo a Bolsas de Iniciação Científica Júnior (PIBIC) e em seguida foram inscritas e aprovadas para a exposição.

Os grupos de cada escola tiveram a missão de criar projetos que visam o bem-estar da comunidade. Temas como o pudim a base de kefir (leite fermentado produzido a partir da ação dos micro-organismos), identificação microbiológica em banheiros, software de gestão de bibliotecas, resíduos sólidos gerados a partir de pilhas, incidência e prevalência de Sífilis, HIV e Hepatite em moradores em situação de rua, entre outros projetos, estiveram são apresentados.

Para o professor da unidade Centec, Rodrigo Lobo, participar da Feira pela sexta vez é algo que deixa os profissionais que atuam na escola confiantes no trabalho desenvolvido. “Eu fico feliz em ver que o PIBIC foi a porta de entrada para os nossos estudantes na Febrat. Acreditamos no potencial de cada um deles e esperamos que em breve possamos participar de mais feiras desse porte”, comemorou.

O estudante do 2º ano de Análises Clínicas do Centec, Esdras Ananias faz parte do grupo que apresenta o estudo sobre a “Incidência e prevalência de sífilis, HIV e hepatite em moradores em situação de rua de Contagem”. O estudo mostrou que mais de 30% dessa população havia contrariado algumas dessas doenças. Para Esdras, além da pesquisa, o tema também teve um cunho social e pode levantar a temática de políticas públicas de saúde. “Fico feliz em estar pela primeira vez aqui na Febrat, mas também fico satisfeito em poder ter feito um projeto voltado para a área que gosto. A nossa ideia inicial foi fazer algo que tivesse um impacto social e assim fizemos testes rápidos para ajudar a essa população em termos de saúde”, explicou.

Escola Municipal da Bairro Tropical

A Escola Municipal do Bairro Tropical, marcou presença na Feira. Duas estudantes mostram como transformar alimentos em fonte de energia para produtos elétricos. As garotas utilizaram batatas para substituir pilhas em uma calculadora.

A escola, por ter a tradição em realizar feiras científicas, inscreveu o projeto das estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental. Algo inédito, já que a Febrat costuma receber projetos de escolas técnicas.
Durante toda a semana, o projeto da Escola Municipal do Bairro Tropical foi um dos mais visitados. “Acho muito importante criarmos algo que remeta o bem-estar com o meio ambiente. Quem sabe assim no futuro as fontes de energia sejam as mais variadas possíveis”, explica a estudante, Maria Fernanda Alves de Souza.

Para a aluna, Luana Borja, a ansiedade tomou conta no momento em que soube da participação na Febrat. “Participar da Feira aumentou ainda mais minha vontade de entrar para a faculdade e focar em grandes projetos científicos. Hoje foi só o primeiro passo”, finalizou.

Confira mais fotos da Febrat na Galeira 1 e Galeria 2.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 24/10/2018

A Febrat, uma das maiores feiras técnicas do Brasil, reuniu pesquisas de estudantes da Funec e da E. M. do Bairro Tropical

Fundação de Ensino de Contagem abre Processo Seletivo para novos estudantes

Inscrições podem ser realizadas a partir desta quarta-feira, 10 de outubro

Estudantes interessados em cursar o Ensino Médio Regular ou o Ensino Médio Técnico em uma das dez unidades da Fundação de Ensino de Contagem (Funec) devem ficar atentos. As inscrições para o Processo Seletivo Ano Letivo 2019 começam nesta quarta-feira, 10 de outubro.

Serão oferecidas 1020 vagas para o Ensino Médio Regular e para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio na Forma Integrada. Os cursos integrados são de Análises Clínicas, Farmácia, Química e Informática.

Para participar é preciso ter concluído ou estar cursando o último ano do Ensino Fundamental. As inscrições devem ser feitas pela internet (CLIQUE AQUI). Quem não possui computador poderá utilizar os computadores de qualquer um das unidades da Funec para realizar a inscrição. São necessários o CPF e o documento de identidade. O prazo vai até 20 de novembro. A taxa de inscrição é de R$ 50,00.

O edital completo está disponível AQUI. Outras informações pelo telefone 3391 6187.

Reportagem: Júlio César Santos
Publicação: 09/10/2018

Seduc e Funec preparam consulta para escolha de diretores escolares

Escolha dos novos dirigentes começa no próximo mês

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e a Fundação de Ensino de Contagem (Funec) publicaram a resolução conjunta nº 003/2018 refente à consulta à comunidade escolar para a escolha de diretores e vice-diretores das Unidades Escolares Municipais.

A escolha dos dirigentes pela comunidade escolar ocorre a cada três anos e tem como finalidade fortalecer a gestão democrática na Rede e na Fundação. Nas 115 escolas municipais e nas 10 unidades da Funec o 1º turno está marcado para o dia 29 de novembro.

Abaixo estão disponíveis a Resolução referente à consulta e os todos os documentos relativos ao processo.

Resolução Conjunta Seduc/Funec nº 003 – 03 de outubro de 2018
Anexos e documentos relativos ao processo

Publicação: 05/10/2018

Funec Riacho realiza VI Mostra de Tecnologia

Evento reúne diversos projetos de iniciação científica

Durante toda a semana ocorre na Fundação de Ensino de Contagem (Funec), unidade Riacho, a VI Mostra de Tecnologia. O evento reúne projetos dos estudantes do 1º ao 3º ano do Médio Integrado e Concomitante. O objetivo é incentivar o trabalho de iniciação científica e prática profissional.

A Mostra faz com que os estudantes desenvolvam competências e habilidades que favoreçam sua inserção na sociedade e no mercado de trabalho. “O projeto favorece o trabalho em equipe e ajuda os nossos jovens a chegarem também ao mercado de trabalho. Os conhecimentos técnicos proporcionam bagagem e conhecimento na criação de projetos que poderão solucionar demandas dentro da nossa sociedade”, destaca o professor de Informática, Evandro Rosa.

Quem passa pelos corredores da escola, pode conferir os projetos expostos. Também são realizadas palestras sobre as novas modalidades de mercado e tecnologia. Cada aluno preocupou em fomentar pesquisa e aplicação de novas tecnologias. O estudante do 3º ano, João Guimarães, criou um jogo no qual o participante incorpora um humano que procura manter o status de sobrevivente em meio a um ambiente hostil, na pré-história. Para João, o game vai despertar no jogador o interesse pela história de maneira prática e divertida. “Eu acredito que o jovem de hoje possa aprender também por meio dos jogos eletrônicos. Quando colocamos um certo realismo dentro dessa temática favorecemos a criatividade e também o ensino”, explica.

O grupo do 1º ano, denominado “Ecologic Turtle”, desenvolveu um site em que o idioma inglês e noções sobre meio ambiente são ensinados de maneira prática e bem humorada. A ideia é beneficiar adolescentes entre 12 e 14 anos para que eles possam aprender a língua com mais facilidade. “O projeto da minha equipe propõe ajudar de maneira simples os estudantes, principalmente os que enfrentam dificuldades em aprender a língua inglesa. Com o idioma fluente eles estarão mais preparados para o Ensino Médio”, finalizou a estudante Núbia Moreira Diniz.

Confira mais fotos da Mostra AQUI.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 04/10/2018

Funec Riacho realiza VI Mostra de Tecnologia. Evento reúne diversos projetos de iniciação científica.

Funec promove evento de conscientização sobre como viver bem no espaço urbano

Problemas e soluções foram explanados por meio de jornais artesanais

Estudantes da fundação de Ensino de Contagem (Funec), unidade Centec, participaram de uma ação intitulada “Noite da Cidadania”. Os alunos tiveram que desenvolver trabalhos referentes às questões urbanas, como trânsito, segurança, mobilidade.

Cerca de 120 estudantes do período noturno apresentaram por meio de Fanzine, um tipo de jornal artesanal, os temas em pauta. A ideia foi que cada grupo pesquisasse e apresentasse as dificuldades enfrentadas pela população de uma grande cidade.

Foram criados 12 jornais apresentando os problemas e as possíveis ações para solucionar os transtornos enfrentado no dia a dia. “O ponto central é a gente pensar como melhorar o bairro em que vivemos. A educação tem que acompanhar a nossa realidade. Não adianta ficar discutindo sobre o que acontece lá fora e esquecermos de voltar o nosso olhar para o agora”, explicou o professor de Sociologia e idealizador do projeto, Frederico Lopes.

Os jornais produzidos pelos serão usados como material didático em sala de aula para dar continuidade aos estudos sobre cidadania.

Reportagem: Nayara Macedo (Sob supervisão de Júlio César Santos)
Publicação: 27/09/2018

Estudantes de Química da Funec, unidade Centec, participam de aula prática sobre fermentação de ácido lático.

Estudantes da Funec fazem visita técnica ao maior pronto-socorro do estado

Vista foi uma forma de conferir na prática o conteúdo aprendido em sala de aula

A turma do curso de Análises Clínicas da Fundação de Ensino de Contagem (Funec), unidade Centec, fez uma visita técnica ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII – HPS, em Belo Horizonte. O objetivo foi conhecer como é feito o controle de infecção hospitalar na unidade.

Os estudantes do 2º ano fazem o levantamento em campo para a produção dos trabalhos do Seminário de Análises Clínicas, que será realizado em novembro na Funec. O HPS é referência em atendimento na América Latina. São mais de 100 leitos e todos passam pelo controle de infecção. A metodologia chamou a atenção dos estudantes.

Durante a visita os alunos tiveram a oportunidade de trocar experiências com médicos, enfermeiros e outros especialistas da área. Eles conheceram os protocolos de controle de bactérias multirresistentes, lavagem das mãos e o uso de antibióticos no setor hospitalar. Durante o bate papo puderam ver na prática o que aprenderam em sala, nas aulas de microbiologia.

Na avaliação do vice-diretor, Reinaldo Nogueira, a visita pôde agregar conhecimento e aguçou mais ainda mais o interesse pela pesquisa de campo. “A visita foi extremamente produtiva e vai servir como bagagem na vida profissional dos nossos estudantes”, destaca Nogueira.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Divulgação
Publicação: 25/09/2018

Projeto “Curta o Curta” de alunos da Funec teve exibições no Centro Cultural

Temas abordados refletem temores e alegrias do universo juvenil

O palco da Casa Azul do Centro Cultural de Contagem recebeu a primeira mostra do projeto Curta o Curta, elaborado por estudantes das Unidades Centec e Riacho, da Fundação de Ensino de Contagem (Funec). A satisfação de ver os trabalhos na tela foi unânime entre os estudantes e professoras.

“Em três anos da disciplina de Artes, o melhor e mais interativo trabalho foi, sem dúvida, esta produção de Cinema”, considerou a turma do último ano de Química da Unidade Centec, que produziu o curta ‘Apenas Uma Chance’. Este filme de 12 minutos abordou a fragilidade dos adolescentes mesclada com o sentimento de otimismo quando buscam a primeira oportunidade de trabalho ou de exposição de objetos artísticos seus.

Ao final, o curta trouxe a alegria pela aceitação e cenas da exposição dos desenhos da protagonista por um Centro Cultural, no caso, o de Contagem. “A nossa mensagem com o curta foi de que ninguém deve desistir do seu objetivo na vida”, ressaltaram.

Marjory Lara, a protagonista, disse que o cinema e o tema escolhido oportunizaram expressar a fase atual em suas vidas de que “as escolhas são importantes e muitas vezes difíceis, mas quando há a decisão e o apoio, tudo fica mais leve e promissor”.

Júlia, Emanuelle, Emyle e Matheus, colegas de Marjory, foram enfáticos aos definir que o cinema é uma ferramenta inclusiva e poderosa e que pode ser desenvolvido pelos jovens em várias idades. “É bastante envolvente e o único recurso que utilizamos foi o celular. Editamos com a colaboração das professoras”.

O Projeto

O projeto “Curta o Curta” surgiu no contexto do projeto Educação e Cinema em meio aos cursos de formação de professores da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e Funec, há cerca de três anos. Em seguida, surgiram os projetos CineClube e Curta Contagem. Atualmente a promoção é da Seduc, da Funec e da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Juventude (Selju).

Segundo as professoras da Funec, Carmem Lima, de Artes; e Andrea Vieira, de Inglês, a proposta é propiciar ao jovem conhecer a história do Cinema, esta que é considerada a sétima arte , sua linguagem, a linha comercial e a não comercial, técnicas de filmagem e de edição e possibilitar um espaço expressão, interação e autoconhecimento.

Os temas escolhidos pelos jovens para a tela propiciaram um autoconhecimento, senso crítico e empoderamento, pois são assuntos e aflições da atualidade que viraram os próprios nomes dos curtas como “Ansiedade”, a “Violência Contra a Mulher”, dentre outros como tecnologia, vocação, etc. De 30 curtas, foram selecionados oito filmes para a exibição. As professoras pretendem inscrever os curtas em festivais nacionais e sul americanos.

Ao abrir as exibições dos curtas, a professora de Artes que atua com o projeto de imagem no Centro Cultural, Mônica Alves, destacou que de uma forma geral, a ideia é que os projetos de cinema proporcionem exibição e reflexão imagética, com o objetivo de criar um público consciente. “Sentimos que a Educação necessita investir no estudo sistemático da imagem, uma vez que esta compõe o cotidiano e o imaginário do ser humano moderno”, salientou ela, em nome da Seduc.

Reportagem: Noeme Ramos
Fotos: Elias Ramos
Publicação: 17/09/2018