Posts com a Tag ‘Estudantes da Funec’

Funec realizará matrícula de estudantes aprovados em processo seletivo na segunda-feira (27)

São 960 vagas para o Ensino Médio Regular distribuídas entre as dez unidades da Funec e 150 vagas para o Ensino Técnico (Centec).

A Fundação de Ensino de Contagem (Funec) vai realizar na próxima segunda-feira (27) em sua unidade no bairro Inconfidentes, situada na Praça Marília de Dirceu, 20, a chamada pública dos estudantes que fizeram prova de seleção em dezembro do ano passado. A matrícula do candidato aprovado será efetuada obedecendo rigorosamente à classificação do candidato presente e às vagas disponibilizadas.

A partir das 9h, serão atendidos os estudantes com deficiência. Em seguida, às 9h30, começa o atendimento a estudantes que se autodeclararam negros, pardos ou indígenas. Na sequência, às 10h, serão atendidos os candidatos que se classificaram entre o 1ª e o 200ª lugares. Já entre os dias 28 e 31 de janeiro, a partir das 9h, será realizado o atendimento aos candidatos da ampla concorrência.

Para a efetivação da matrícula é necessário ter em mãos o histórico escolar (original e cópia) ou declaração de conclusão do Ensino Fundamental original emitida pela escola em que o estudante concluiu com validade não superior a trinta dias; duas fotos 3×4 (recentes); comprovante de endereço (original e cópia); certidão de nascimento ou casamento (original e cópia); CPF (original e cópia); RG (original e cópia). O laudo médico será exigido para estudantes com deficiência (original e cópia). A matrícula só poderá ser feita pelo pai, mãe ou responsável se o candidato aprovado for menor de idade. O edital pode ser conferido aqui CLIQUE AQUI.

Funec

A Fundação de Ensino de Contagem (Funec) foi criada no ano de 1973 e é um patrimônio do povo contagense. Atuante no segmento educacional e comprometida com a formação humana de jovens e adultos, a Funec cumpre, reconhecidamente, seu papel de agente transformadora pela educação, assegurando a preparação básica para o trabalho e para o exercício da cidadania.

A Funec é subordinada à Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e oferta ensino médio e cursos técnicos, com seleção mediante prova, geralmente, aplicada no fim do ano. O ingresso na instituição é sempre muito disputado.

Reportagem: Leonardo Melo
Arte: Renata Coura
Publicação: 24/01/2020

Estudantes da Funec Industrial concluem curso de inglês e recebem diploma

A parceria propiciou a difusão de um segundo idioma para estudantes da Funec, já que pesquisas mostram que apenas 5% da população brasileira sabe se comunicar em inglês e, destes, apenas 1% apresenta algum grau de fluência.

A Prefeitura de Contagem, por meio da Fundação de Ensino de Contagem (Funec), promoveu a formatura do curso de língua inglêsa para estudantes da Unidade Industrial. O Instituto Ramacrisna e o Escritório Diplomático dos Estados Unidos da América em Belo Horizonte deram essa oportunidade a 15 alunos.

O auditório da prefeitura esteve com lotação máxima. Os pais dos estudantes também os acompanharam na solenidade. O prefeito Alex de Freitas foi representado pelo assessor de Assuntos Institucionais e Internacionais, Igor Tameirão, que elogiou bastante o sucesso que o curso vem tendo nas unidades da Funec. “Estamos satisfeitos com essa parceria e acreditamos no potencial de cada estudante. Quero que todos eles sigam em frente nos cursos de línguas e, cada vez mais, aprimorem seus conhecimentos”, destacou Tameirão. No semestre passado, 15 estudantes da Funec Oitis, contemplados com a bolsa do curso de inglês, também receberam o diploma.

Quem também elogiou e ficou bastante emocionada com a formatura foi a secretária municipal de Educação, Sueli Baliza. Ela enfatizou mais uma vez o quanto o atual governo tem se preocupado com os estudantes. “Quero saudar o nosso prefeito, aos estudantes e pais por acreditarem nessa parceria. É com tamanha alegria que vejo no olhar de cada um desses jovens o sentido e valor do aprendizado. Valeu a pena e sabemos que por meio desse curso vocês terão êxito e desenvolvimento na vida educacional e profissional”, afirmou.

A estudante Barbara Silva, uma das bolsistas, aproveitou para agradecer e ficou feliz por conseguir, em tão pouco tempo, fluência no idioma. “Quero agradecer ao governo, professores e todos que se dispuseram em ofertar um curso fenomenal para todos os colegas da Funec Industrial”, finalizou.

O curso, chamado de Projeto Ampliando Horizontes, teve duração de seis meses e foi ministrado na Escola de Idiomas Number One, pela professora Camila Andrade.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Cássio Matias
Publicação: 13/12/2019

Livro “Pensado Fora do Eixo – Escritos de Nova Contagem” é lançado

Patrocinado por recursos do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (FMIC) de Contagem, obra reuniu poemas, contos autorais e ilustrações de 30 talentos da comunidade escolar da Funec Nova Contagem.

A noite da última sexta-feira (29/11) foi de muita emoção para a comunidade escolar de Nova Contagem. Após passar por um processo de criação e amadurecimento que começou ainda em 2018, o livro “Pensando Fora do Eixo – Escritos de Nova Contagem” foi oficialmente lançado. A cerimônia de lançamento contou com a presença de autoridades, representantes das dez unidades da Fundação de Ensino de Contagem (Funec) de Contagem, da comunidade escolar da Funec Nova Contagem e, claro, dos integrantes do grupo “Pensadores Fora do Eixo”, 30 autores que assinam textos, ilustrações e a organização da obra. Os livros foram vendidos ao valor simbólico de R$ 10, para a arrecadação de fundos para uma possível segunda edição da obra, e seguem à venda na Funec Nova Contagem, no horário noturno.

O coletivo dos Pensadores e os preparativos para o lançamento do livro foram inclusive tema de uma série de reportagens publicada no Portal da Prefeitura, disponível AQUI.

Trata-se da materialização de um trabalho desenvolvido pela comunidade escolar da Funec Nova Contagem que envolve incentivos à leitura e à escrita e que teve o patrocínio do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (FMIC) de Contagem. O valor financiado pelo FMIC foi de R$ 8 mil, com a impressão de 500 exemplares. Segundo os organizadores, em breve, será lançada também uma versão para download disponível no e-book da amazon.

Dedicado àqueles que se tornarão leitores e à comunidade de Nova Contagem, foi um importante meio de expressão e ressignificação para os componentes do “Pensadores Fora do Eixo”, coletivo de discussões da unidade a partir do qual a obra se resultou. Depoimentos de como a participação no processo de construção coletiva do livro foi fundamental para quebrar paradigmas, (re)descobrir talentos, construir uma nova visão sobre o próprio valor diante de si de dos outros e para enxergar beleza no diferente – nada disso possível sem o aporte da escrita e da leitura – marcaram as falas dos Pensadores. Nem todxs estiveram presentes ou conseguiram chegar no horário marcado, afinal, são batalhadorxs do cotidiano e o perrengue deles é real. Contudo, todxs foram devidamente representados e seguirão unidos pela obra, um alento poético em tempos de estranhamento.

Tudo começou nos encontros no “Café com leitura”, projeto permanente da Biblioteca Cora Coralina, da Funec Nova Contagem, oportunidades que acabaram por formar um novo grupo de discussões na escola, o “Pensadores Fora do Eixo”. No início, a intenção era a de reconstruir a memória social da região de Nova Contagem, por meio da coleta de depoimentos de moradores antigos da localidade. Com essa finalidade, dois alunos, supervisionados por dois professores, passaram a receber bolsas do Programa de Incentivo a Bolsas de Iniciação Científica Júnior (Pibic) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). Na ocasião, o projeto era intitulado “Recontando Nova Contagem”, mas a iniciativa se mostrou muito desafiadora e ampla para que apenas dois estudantes pudessem dar conta. Novos estudantes e voluntários passaram a fazer parte do intento. Com o correr da carruagem, outros assuntos surgiram e os integrantes do grupo começaram a falar de si mesmos e da percepção de mundo visto pelas lentes da juventude. O livro “Pensando Fora do Eixo – Escritos de Nova Contagem” é fruto dessas discussões que ocorreram semanalmente para debater textos produzidos pelos integrantes do coletivo, autores clássicos e reportagens.

Presente ao evento, a diretora de Ensino da Funec, Alice Arcebispo, acompanha o grupo desde sua gênese. Para ela, a gestão da educação na cidade preza pela construção e incentivo à autonomia dos estudantes. “Nossos alunos estão sendo preparados para caminhar com as próprias pernas. Temos, hoje, um ex-aluno da rede que entrou com o projeto no Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (FMIC) de Contagem, e o livro foi viabilizado. Quando o poder público abre oportunidades, as pessoas aparecem. Elas só precisam dessas oportunidades para dizer sobre si e sobre o mundo, transformando realidades”, afirma a diretora de ensino da Funec.

Acompanhe o “Pensadores Fora do Eixo” pelas redes sociais: @pensadoresforadoeixo

Ficha técnica

Impressão: Gráfica e Editora O Lutador

Edição: Editora Danielle Alves

1ª edição – 62 páginas

Autores do livro (textos e ilustrações):

Ana Maria Miranda Gonçalves

Alexandre Geraldo Gomes

Andreia Francyele Batista Dutra

Bianca Haddassa de Oliveira Campos

Camila da Costa Fernandes

Cilene Aparecida de Jesus Ferreira

Clara Vitória Resende de Lima

Dalyson dos Santos Oliveira

Eduarda Ferreira

Eliomar Leal

Ernani José de Mattos Júnior

Filipe Máximo Moreira

Frederico Alves Lopes

Igor Rodrigues Carneiro

Isabely Edrienny Lucia Carneiro

Jonathan Menezes Dutra

Kamily Vitória Faria Gomes

Letícia Rafaela Souza Salim de Oliveira

Liliane Santana Costa

Lucas Thiago dos Santos

Márcia Cristina de Andrade

Marina Carolina de Oliveira

Pablo Sérgio dos Santos

Patrícia Helena de Queiroz

Queyrol Rafaela Ventura Silva

Rafael Gonçalves

Rafaela Souza Tavares

Roberto Afonso Nascimento

Thaylane Ingrid Eustáquio

Webster Henrique Matos

Yuri Soares

Organizadores:

Lucas Thiago dos Santos

Márcia Cristina de Andrade

Frederico Alves Lopes

Yuri Soares

Cilene Aparecida de Jesus Ferreira

Reportagem: Carolina Brauer
Foto: Fábio Silva
Publicação: 03/12/2019

Estudantes da Funec Centec participam de projeto piloto de educação para o trânsito

Transcon e Guarda Civil de Santa Luzia realizam jogo que ensina jovens normas de trânsito de maneira descontraída

Com o objetivo de inserir adolescentes no contexto da segurança no trânsito, a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon), em parceria com a Guarda Civil de Santa Luzia, realizou dinâmica educativa para os estudantes dos cursos de farmácia e química da Funec-Centec, na sexta-feira (8). Com o jogo intitulado “Cuca Legal no Trânsito”, três turmas se revezaram em times para avançar nas casas da trilha. O conhecimento das normas de trânsito foi essencial para vencer a disputa.

“O ‘Cuca Legal’ é uma maneira fácil de o aluno aprender de forma lúdica sobre como se comportar no trânsito, seja como motorista ou pedestre. Por meio do jogo, eles participam, divertem-se e aprendem ao mesmo tempo. Já realizamos essa atividade em outros municípios e diversas cidades estão franqueando o jogo porque acham interessante demais. Nós já tivemos convites até para apresentar em outros estados”, contou o guarda civil Levi Freitas, da corporação de Santa Luzia.

Desenvolvido pela Coordenadoria de Educação para o Trânsito da Guarda Civil de Santa Luzia, o jogo foi bem recebido pelos jovens mineiros e tem chamado a atenção de estados vizinhos.

Para a pedagoga da Funec Centec Maria Adriana da Silva Pereira, ações como essa são muito importantes para a formação dos adolescentes, principalmente para aqueles que pretendem se tornar condutores. “Nossos estudantes vivenciaram de forma descontraída informações acerca do trânsito, de como dirigir de forma segura sem cometer infrações. Tiveram a oportunidade de aprender que, para melhorias no trânsito, depende de atitudes corretas tanto dos pedestres, como dos motoristas. No trânsito, respeitar o outro é fundamental. Atividades como esta são importantes para conscientizar nossos adolescentes que, no futuro breve, se tornarão motoristas”, comentou.

O vice-diretor Reinaldo Nogueira dos Santos agradeceu à Transcon e à Guarda Civil de Santa Luzia pela visita à unidade. “Foi um excelente trabalho. Nossos educandos e os profissionais do Centec elogiaram em grande escala o projeto exposto. Sabemos da nossa responsabilidade com a juventude, principalmente, levantando a conscientização madura de um trânsito mais seguro e eficaz para a sociedade”, destacou.

Parcerias

A Gerente de Educação para o Trânsito da Transcon, Adriana Ferrari, enfatizou que, sem as parcerias, trabalhos como esse não aconteceriam. Segundo ela, a ocasião foi ótima para testar sua aplicabilidade.

“Com as parcerias, conhecemos as diversas formas de desenvolver o tema segurança no trânsito de forma atrativa, interativa e lúdica para o público jovem. A parceria com a Guarda Civil de Santa Luzia para a aplicação do jogo foi uma ação piloto importante para avaliação do material, modelo de atendimento, adesão e interação dos jovens.

Outra parceria foi com a unidade Centec que, diante da proposta, prontamente viabilizou e mobilizou toda a equipe para a realização da atividade”, afirmou a gerente.

A participação dos 80 alunos da Funec Centec foi considerada positiva para que futuras ações semelhantes aconteçam nas demais escolas de Contagem. “O resultado da ação piloto foi positivo. Identificamos engajamento em todas as partes envolvidas. A ideia agora é adquirir o material adequado à realidade do nosso município e criar um fluxo de atendimento para esse público. Será mais uma iniciativa da Transcon para aumentar a conscientização de um trânsito mais humano e seguro”, contou Adriana.

Reportagem: Yuri Soares
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 19/11/2019

Concurso de Redação sobre Educação Ambiental é finalizado com premiação

A grande vencedora desta edição foi Luiza Soares Santos, de 15 anos. A garota levou pra casa, como premiação, um aparelho de celular.

Chegou ao fim o segundo Concurso de Redação sobre Educação Ambiental, promovido pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e da Fundação de Ensino de Contagem (Funec). A vencedora foi anunciada em evento promovido na Funec, unidade Riacho.

Destinado aos estudantes do primeiro ano da Funec, o concurso teve o objetivo de despertar o interesse dos alunos para as questões ambientais, como plantio de árvores e preservação ambiental. Para a educadora ambiental, Iara Lúcio, uma das coordenadoras do concurso, essa segunda edição do concurso de redação contemplou os alunos da Funec, jovens entre 16 e 18 anos, em sua maioria. “Na primeira edição, direcionamos o concurso para alunos mais novos, de quinta séria. Neste ano, optamos por desenvolver a escrita e a leitura com estudantes mais velhos. É com muita satisfação que a gente pôde dar continuidade a esse projeto, que estimula os alunos a pensarem na qualidade de vida da cidade. Tivemos boas redações e a escolha foi bem difícil”, relatou.

A vice-presidente da Funec, Raquel Parreira, comemorou o resultado da parceria com a Semad. “Foi fundamental, pois a questão do meio ambiente é de suma importância para nossa vida. Quando a gente trabalha esse tema com os nossos jovens, queremos ratificar a consciência da importância do meio ambiente e da sua preservação. Certamente, trabalharemos para formalizar mais parcerias como esta”, avaliou.

O tema deste ano foi “Arborizar Para Uma Vida Melhor”, na qual os participantes tiveram que debater sobre como o cuidado com o meio ambiente melhora a qualidade de vida nas cidades.

Vencedora

A grande vencedora desta edição foi Luiza Soares Santos, de 15 anos, que levou pra casa, como premiação, um aparelho de celular. “Foi uma das melhores experiências que eu já tive na escola, pois é um prêmio muito grande e com muita gente participando. Eu demorei muito pra ter essa ideia de texto. Fiz outras três tentativas antes e o meu professor me ajudou muito. Acho que a receita é usar a criatividade, estudar bastante e confiar muito”, comemorou.

O resultado deixou encantados os pais de Luiza. “É maravilhoso saber que seu filho se empenhou e alcançou um bom resultado”, disse a mãe, Aretha Soares. “É uma menina muito estudiosa e esse prêmio vem coroar o caminho que ela vem seguindo. Estamos muito orgulhosos”, completou o pai, Germany Leopoldina.

Rebecca Aguilar Ferreira e Francielle Gonçalves Anselmo completaram o pódio com os segundo e terceiro lugares, respectivamente. Elas ganharam uma caixa de som portátil (segunda posição) e um fone de ouvido (terceira posição).

O segundo Concurso de Redação sobre Educação Ambiental integrou as ações do Projeto Cidade Verde – Plantando Ideias e deve ter uma nova edição em 2020.

Reportagem: Túlio Andrade
Foto: Divulgação
Publicação: 06/11/2019

Estudantes e primeira-dama de Contagem prestigiam evento coaching no Mineirão

A arquibancada ficou tomada pelos adolescentes de diversas escolas do estado.

A Prefeitura de Contagem, representada pela primeira-dama, Luciana de Freitas, e os estudantes da Fundação de Ensino de Contagem (Funec), unidade Oitis, prestigiaram o evento “Crie O Impossível”, realizado pela ONG Embaixadores de Minas e Escola do Sebrae, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. O evento proporcionou uma experiência de alto impacto, com o objetivo de despertar sonhos e abrir perspectivas para os jovens estudantes.

Parecia um clássico entre equipes mineiras, mas, na verdade, a arquibancada do setor laranja – antigo lado da lagoa, conhecido pelos adeptos do futebol, ficou tomada por estudantes da rede pública. Várias cidades de Minas Gerais marcaram presença e era notório o êxtase por parte do público presente. “Ir no Estádio do Mineirão por si só já é uma experiência exorbitante! Aquele campo com toda a sua imensidão e formosura já nos deixam impactados. Mas, quando vemos o Estádio do Mineirão, com quase 10 mil estudantes de BH e Região Metropolitana, todas sonhando que podem criar o impossível, é de longe uma sensação ainda melhor”, enfatizou o aluno do terceiro ano do Oitis, Keven Roques.

Na visão da primeira-dama, Luciana de Freitas, o evento deve ser visto como uma bagagem de inspiração para o empoderamento dos jovens. “Aqui é o start para os estudantes serem os protagonistas da própria vida. As palestras são motivacionais e sabemos de casos de pessoas que conquistaram sonhos após participarem desse evento. Vale muito a pena as escolas marcarem presença”, destacou.

Embaixadores de Minas

A ONG Embaixadores de Minas é uma organização social fundada por ex-alunos de escolas públicas, que nasceu com o propósito de causar transformação social por meio do empoderamento juvenil. A ONG surgiu quando os jovens eram alunos do Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (EFG NEJ), projeto social da Escola do Sebrae, no Plug Minas. Há 5 anos, a ONG desenvolve o projeto Embaixadores na Escola, empoderando alunos de escolas públicas a se tornarem agentes de transformação.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 31/10/2019

Funec e escolas municipais são premiadas na 7ª edição da Febrat 2019

Ao todo 30 projetos divididos ocuparam os corredores em espaço cedido na UFMG

Pelo sétimo ano seguido, a Fundação de Ensino de Contagem (Funec) e três escolas municipais da Rede de Ensino fizeram bonito nos stands de apresentação na VII Feira Brasileira dos Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas (Febrat), na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), nas últimas terça e quarta-feira (22 e 23/10). Os jovens estudantes não ficaram somente nas apresentações, mas também ocuparam os pontos mais altos do pódio com premiações de destaque.

Ao todo, 30 projetos deixaram o público bastante curioso. Os estudantes durante todo o ano letivo “quebraram a cabeça” para elaborar conteúdos que visavam melhorar a vida do cidadão comum. A Funec teve a fatia maior do bolo com 24 temas que se diversificavam entre: “Desperdício de alimentos em centros educacionais”, “Avaliação da estabilidade físico-química de shampoos”, “Bibliotecando 2.0 – Comunicação em empréstimo de livros”, entre outros. As unidades Centec, Cruzeiro do Sul e Riacho se destacaram no evento. “Entramos no sétimo ano seguido com projetos que enriquecem tanto a pessoa quanto a formação do nosso estudante. O caráter de cada tema vai sim ajudar as comunidades a melhorarem o seu modo vida”, comenta o professor do Centec, Rodrigo Lobo.

Ao andar pelos corredores dos stands era possível observar os temas “Reações químicas no tratamento da água”, esse da E.M. do Bairro Tropical, e “Outros olhares ao combate à Dengue”, elaborado pela E.M Isabel Nascimento de Mattos, ambas da regional Petrolândia. Os assuntos chamavam a atenção das pessoas que passavam pelo local. As turmas dos 9º e 8º anos do Ensino Fundamental mostraram criatividade e zelo ao falarem de temas pertinentes e atuais. “Estarmos presentes pelo segundo ano seguido é um sonho. Sabemos das dificuldades, mas desde o início do ano trabalhamos acreditando no potencial de cada estudante que elaborou temas de discussão”, explica o professor da E. M. do Bairro Tropical, Leonardo Barbosa.

A Funec atualmente financia com recursos próprios cerca de 30 projetos de iniciação científica, sendo 24 apresentados na Febrat. Investimento esse que tem dado retorno. Uma vez que, nos dois dias de apresentação na Febrat, faturou o primeiro lugar na Categoria C em Humanas, segundos e terceiros lugares na Categoria C em Biológicas e também Humanas, ambas unidades Centec e Riacho. O primeiro lugar da Categoria B em Biológicas ficou para a E.M do Bairro Tropical. As categorias denominadas C e B, referem-se ao Ensino Médio Técnico e Fundamental, respectivamente. “Posso salientar que é a primeira vez que participo de uma feira tão rica em conhecimento. Está sendo incrível ver a força que a Funec tem na área da pesquisa científica”, afirma a estudante do Centec, Larissa Almeida Araújo.

É graças a esse reconhecimento para com os temas elaborados nas unidades da Funec, que o estudante da Cruzeiro do Sul, João Vitor Leão, em conjunto com os professores Gleison Paulino e Cynthia Belo, estiveram na 4ª Conferência de Segurança Alimentar de Contagem e agora vão participar do Congresso Internacional em Belo Horizonte, que falará do mesmo tema. Tudo isso foi possível graças ao projeto “Desperdício de alimentos em centros educacionais”, que chamou a atenção da banca avaliadora que os convidaram para o futuro evento. “Esse projeto visa mostrar que podemos economizar os gastos com a merenda escolar ao dar a ela uma finalidade positiva. Descobrimos por meio de testes laboratoriais que o reaproveitamento desses alimentos é possível e inclusive é de se pensar em doações a locais que precisam de uma atenção maior”, enfatiza Leão.

Na avaliação da secretária municipal de Educação e presidente da Funec, Sueli Baliza, a 7ª Febrat foi bastante enriquecedora aos professores e estudantes, não somente pelas conquistas nos lugares mais altos do pódio, mas pelos investimentos que estão sendo feitos na Educação ao acreditar no potencial e sonho de cada estudante de Contagem. “Para nós é motivo de muita alegria e sabemos o quanto é importante levar o estudante ao descobrimento da ciência e das outras áreas. Quero cumprimentar a todos que fizeram isso acontecer. É com muito orgulho que nas unidades da Funec e nas Escolas Municipais estamos revelando jovens promissores para a pesquisa”, finalizou.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Divulgação Geraldo Tadeu
Publicação: 24/10/2019

Funec Nova Contagem participa de MiniOnu na Puc Minas

Cerca de 20 estudantes estiveram no local para a abertura da 20ª edição.

O Departamento de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), realizou no último sábado (12), a cerimônia de abertura da 20ª edição do Modelo Intercolegial das Nações Unidas (MiniOnu), que também contou com estudantes da Fundação de Ensino de Contagem (Funec), unidade Nova Contagem.

Cerca de 20 estudantes da Funec Nova Contagem puderam vivenciar, pela primeira vez, o ambiente acadêmico, que até a próxima terça-feira (15), será primordial para transformá-los em delegados que discutirão temas relevantes da agenda internacional. Os jovens adolescentes possuem um projeto denominado “Pensadores Fora do Eixo” que está fomentando, desde 2018, a produção de contos autorais. Através desse projeto, eles se inscreveram, foram aprovados e puderam participar do MiniOnu, na Puc Minas.

Mas, o que mais chamou a atenção foi a iniciativa por parte da própria Funec. A instituição ajudou esses jovens com a doação de roupas (traje social), como blusa, blazer, gravata, sapatos e vestido. Na avaliação do assessor de assuntos Institucionais e Internacionais, Igor Tameirão, a participação dos estudantes e a colaboração da Funec foram positivas para o município. “Trabalhar política internacional com jovens carentes e promissores é um ganho para o Brasil e, também, para a nossa região de Vargem das Flores. Eles mereceram estar aqui e acreditamos que irão sair daqui melhores e prontos para ganharem o mundo com o seu potencial”, destacou Tameirão.

O MiniOnu tem projetos com fins estritamente educativos e não possui relação com os processos oficiais deliberativos do organismo internacional. Nesse processo, os alunos têm a oportunidade de aprimorar não somente os conhecimentos, mas a capacidade de relacionamento, diálogo e gerência dos mais pertinentes assuntos debatidos no mundo.

O jovem estudante do 3ª ano, Gabriel Santos, contou que foi a primeira vez que esteve em um ambiente acadêmico. Ele disse que, por ser morador de Nova Contagem, nunca havia participado de um evento com essa temática. Mas, ele acredita que os assuntos que envolvam o crescimento da humanidade devam ser debatidos em qualquer esfera, sendo ela acadêmica ou não. “Podemos levar o conhecimento aqui adquirido para dentro dos bairros periféricos ou até mesmo a criação de movimentos sociais que reforçam a essa temática de mudança de vida das pessoas”, relatou.

A estudante Clara Vitória de Lima, também do 3ª ano, ficou feliz e com bastante lágrimas nos olhos ao falar da participação do MiniOnu. Ela contou que desde o início, os familiares e amigos de Nova Contagem deram todo apoio na participação dela. “É comum que as pessoas que não conhecem a nossa região tendem a dizer que o local não possui jovens com talento. Sabemos que não é verdade, pois cada um de nós possui sonhos e força de vontade para crescer na vida. Estarmos aqui já valeu a pena e mostrou o quanto podemos ir mais além”, comemorou Clara, em tom otimista.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Paulo Pereira
Publicação: 14/10/2019

Funec abre inscrições para Processo Seletivo de Estudantes 2020

As vagas são para o Ensino Médio Regular e Educação Profissional Técnica de Nível Médio na Forma Integrada

Começam nesta quinta-feira (10/10) as inscrições para o Processo Seletivo Funec 2020. São 960 vagas para o Ensino Médio Regular e 150 para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio na Forma Integrada.

As inscrições deverão ser feitas somente pela internet (Clique Aqui) até o dia 21 de novembro. O valor da taxa de inscrição é de R$50,00 e deverá ser pago via boleto bancário, a ser emitido pelo candidato.

É fundamental que o candidato leia todo o edital do Processo Seletivo Funec 2020, disponível AQUI.

Conforme a legislação, fica assegurado aos educandos com deficiência o percentual de 10% (dez por cento) e aos negros, índios ou pardos o percentual de 20% (vinte por cento) do total de vagas ofertadas em cada modalidade de curso.

Isenção das Inscrições

Para requerer a isenção do pagamento do valor de inscrição, o candidato deve preencher, datar, assinar e entregar o requerimento de isenção, disponível para solicitação no período de 10 a 16 de outubro de 2019 no endereço eletrônico www.contagem.mg.gov.br/concursos.

Provas

O local e horário de realização das provas serão disponibilizados na internet, no endereço eletrônico www.contagem.mg.gov.br/concursos (clicar no link Processo Seletivo de Estudantes para o ano letivo de 2020), para consulta e impressão do comprovante definitivo de Inscrição (CDI), pelo próprio candidato, a partir do dia 29 de novembro de 2019.

As provas serão aplicadas no Município de Contagem, no dia 8 de dezembro de 2019, domingo, das 9 às 12h, no local determinado no cartão definitivo de inscrição (CDI).

Os portões serão abertos às 8h15 e FECHADOS às 9h, impreterivelmente, sem tolerância. O candidato que chegar após o fechamento dos portões terá vedada a sua entrada no prédio e será automaticamente ELIMINADO do Processo Seletivo.

Cursos

A Funec conta com 10 unidades que oferecem o Ensino Médio Regular, nos turnos da manhã, tarde e noite, e duas unidades que têm a Educação Profissional Técnica de Nível Médio na Forma Integrada. São elas: o Centec, que oferece os cursos de Técnico em Química, Técnico em Análises Clínicas e Técnico em Farmácia, e a unidade Riacho, que oferece o Técnico em Informática; como é na forma integrada, os alunos estudam no turno da manhã e tarde.

O endereço das unidades e a disponibilidade dos turnos podem ser conferidos no edital.

Informações

Mais informações sobre o Processo Seletivo Funec 2020 podem ser solicitadas pelo telefone: (031) 3391-6187 ou pelo email: funec.concurso@edu.contagem.mg.gov.br

Reportagem: Vanessa Trotta
Arte: Renata Coura
Publicação: 09/10/2019

Transcon promove Gincana de Educação para o Trânsito aos estudantes da Funec Nova Contagem

Três equipes competiram e tiveram que cumprir cinco desafios relacionados ao trânsito.

Os estudantes da Fundação de Ensino de Contagem (Funec – Nova Contagem) participaram da 2º edição da Gincana de Educação para o Trânsito, promovida pela Autarquia de Trânsito e Transportes de Contagem (Trancon). Os alunos do ensino médio, com idade entre 15 e 18 anos, foram divididos em três turmas e tiveram que cumprir cinco desafios relacionados ao trânsito, como por exemplo, provas sobre gentileza urbana.

“A gincana foi bastante produtiva. Participei das duas edições e acredito que é uma oportunidade de estudarmos e sabermos um pouco mais sobre a educação no trânsito”, destacou o estudante do segundo ano do ensino médio, Dalyson dos Santos Oliveira. Foram premiadas as equipes que ficaram em primeiro e segundo lugar.

Reportagem: Nelson Augusto
Foto: Fábio Silva
Publicação: 23/09/2019