Posts com a Tag ‘Escolas de Contagem’

Educarte Lucas Braga visita exposição de animais em BH

Ao todo, 43 estudantes foram até o local para aproveitar as atrações.

Estudantes em colônia de férias, pelo Educarte Lucas Braga, tiveram uma oportunidade diferente na última quarta-feira (17) ao visitarem, no Expominas em Belo Horizonte, a 38ª Exposição Nacional do Mangalarga Marchador. Realizada pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), a mostra marca as comemorações dos 70 anos da entidade, fundada em 16 de julho de 1949.

Os estudantes foram no período da tarde e puderam desfrutar do passeio com um guia. No ambiente, eles apreciaram os estábulos com os animais e assistiram a uma presentação na arena de areia com os animais de grande porte. O que deixou as turmas em êxtase.

No final do passeio, os alunos tiveram acesso a um “curralzinho” com filhotes de animais. As crianças tiveram a oportunidade de tocar em cada espécime. Tinham filhotes de coelhos, cabras, vacas e éguas. “Eu gostei de ver os animais bem de pertinho. Acredito que esse tipo de interação nos faz entender como é a vida dos animais em fazendas e sítios”, destaca o estudante do 5ª ano da E.M. Dona Babita Camargos, Cauã Gomes Oliveira.

O Educarte Lucas Braga fora representado por escolas dos bairros Funcionários, Três Barras e entorno. Ao todo, 43 estudantes puderam prestigiar o ambiente voltado ao meio rural. Pelo fato de muitos não terem a oportunidade ou até mesmo desconhecer os cuidados que esses animais de grande porte passam, o Educarte quis trabalhar com essa temática. “Conseguimos proporcionar aos meninos (as) esse momento de lazer. O ato de pegar nos animais e participar da exposição vai além da sala de aula e é um ótimo passeio na colônia de férias”, finaliza a coordenadora do Educarte, Adriana Campos.

As colônias de férias visam proporcionar diversão e interação social entre os participantes. Nelas são praticadas atividades como: gincanas, campeonatos esportivos, brincadeiras, jogos, pintura, teatro, dança, atividades circenses, construção de instrumentos musicais, entre outras.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 22/07/2019

Seduc entrega última remessa de uniformes na Ressaca e Nacional

A ação contou com todas as escolas parceiras das regiões na quadra da E. M. Albertina Alves do Nascimento.

“Sou mãe, tenho dois filhos de 11 e 14 anos, e ao receber os uniformes fiquei muito satisfeita por ver que a Prefeitura tem se preocupado com o bem-estar dos nossos estudantes e também pensou na economia que as famílias de Contagem estão tendo pelo segundo ano consecutivo”. Foi assim que a dona de casa e moradora do bairro Morada Nova, Edna Santos, destacou a importância que os uniformes têm para a cidade durante o evento realizado na E. M. Albertina Alves do Nascimento, que contemplou as regionais Ressaca e Nacional, na última quarta-feira (3).

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) fechou com chave de ouro a entrega dos Uniformes Escolares 2019. Com muita emoção, o Coral Canta Cantos, da E.M. Glória Marques Diniz fez a abertura do evento e muitos estudantes soltaram a voz aos clássicos infantis da música. “Ficamos felizes por receber a última entrega e prestigiar a região do Ressaca e Nacional. Merecemos esse apoio e agradecemos a Prefeitura por olhar também por nós”, destaca o diretor da E. M. Albertina Alves do Nascimento, Everton Correia.

O vice-prefeito, Willian Barreiro, salientou que os uniformes fazem a diferença na renda das famílias. Ele também exemplificou que quando criança não existia essa ação de governo e hoje Contagem entra num seleto grupo de cidades que pensa no bem comum de cada estudante. “Nós temos o conhecimento de que estamos fazendo um trabalho condizente nas escolas do município. Mesmo com tamanha dificuldade financeira, não abandonamos os nossos estudantes nessa causa humanitária”, enfatiza.

Ficou a cargo da secretária municipal de Educação, Sueli Baliza, dar o tom de despedida. Ela afirmou que para o ano que vem serão feitas mais entregas e que o governo não vai parar de pensar na educação como forma de crescimento cidadã para com os alunos e familiares. “É um prazer encerrar a ação da entrega dos uniformes aqui no Ressaca, também parabenizo as escolas do Nacional em terem vindo, pois somos todos parceiros. Mais uma vez agradeço toda a Prefeitura e nossa equipe da Seduc por fazermos juntos a realização de um sonho, o uniforme ser realidade. Viva Contagem”, finalizou.

Todas as escolas municipais, Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) e creches parceiras de Contagem irão receber os uniformes até antes do recesso escolar em 12 de julho. São mais de 400 mil peças entregues para cerca de 60 mil alunos da Rede de Ensino pelo segundo ano consecutivo. O investimento é de R$5,3 milhões.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 04/07/2019

Prazo para o Cadastro Escolar 2020 vai até o dia 12 de julho

Pais ou responsáveis tem até a próxima semana para fazer o cadastramento das crianças que vão ingressar na Rede Municipal de Ensino de Contagem.

Os pais ou responsáveis pelas crianças que irão ingressar na Educação Infantil ou no Ensino Fundamental no próximo ano devem ficar atentos ao prazo do Cadastro Escolar 2020. Todos têm até o dia 12 de julho (sexta-feira) para fazer a inscrição, essa data não será prorrogada. Para ingressar na Rede Municipal de Ensino de Contagem só poderão ser inscritas crianças cujos responsáveis residam no município de Contagem.

Para o Ensino Fundamental, podem ser inscritas crianças com 6 anos ou que vão completar essa idade até 31 de março de 2020. O cadastro para o Ensino Fundamental deve ser feito pela internet (CLIQUE AQUI). Os pais ou responsáveis que não possuem acesso à internet devem procurar as escolas municipais ou Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) para garantir o cadastro dos estudantes.

Para a Educação Infantil, devem realizar o cadastro pais ou responsáveis de crianças na faixa etária de 1 a 5 anos que vão ingressar na Educação Infantil, nascidas a partir do dia 1/4/2014 até o dia 31/3/2019. As inscrições serão realizadas em todas as escolas municipais, anexos e Unidades de Educação Infantil (Umeis).

Novos critérios para a Educação Infantil

As crianças de 4 e 5 anos terão vaga assegurada na Rede Municipal de Educação de Contagem, de acordo com a legislação.

Para as crianças de 1 a 3 anos, a matrícula é compulsória somente nos casos de crianças com deficiência; criança sob medida de proteção; criança filha de adolescente, cumprindo medida socioeducativa; ou criança abrigada. Para a realização de matrícula, é exigida a comprovação.

Neste ano, o diferencial no cadastro escolar das crianças de 1 a 3 anos é que 50% das vagas serão destinadas a famílias definidas como vulneráveis, por meio da comprovação de critérios, divididos por pontuação. A outra metade dessas vagas será definida por meio de sorteio público, do qual participarão todas as crianças inscritas e não contempladas pelos critérios anteriores.

Informações e documentação necessária

Para conferir a documentação necessária ou ter mais informações sobre o cadastro da Educação Infantil clique AQUI. Já para o Ensino Fundamental clique AQUI.

Informações também pelos telefones: 3352-5858 / 3352-5417.

Reportagem: Vanessa Trotta
Arte: Renata Coura
Publicação: 04/07/2019

“Cine e Cultura” desembarca na Escola Eli Horta Costa para conscientizar os alunos sobre a preservação ambiental

Ônibus itinerante ofereceu sessões de cinema, workshops e apresentações teatrais com abordagens lúdicas a 25 estudantes.

Para conscientizar crianças e adolescentes sobre a preservação do meio ambiente, consumo e trânsito conscientes, reciclagem e alimentação saudável, o projeto itinerante “Cine e Cultura” passou por Contagem de 26 a 28 de junho. Houve sessões de cinema, workshops e apresentações teatrais com abordagens lúdicas. Vinte e cinco alunos da Escola Municipal Eli Horta Costa, no Centro da cidade, participaram de oficina de cinema para o aprendizado em noções básicas e técnicas de filmagem. O resultado foi a produção de três curtas-metragens como trabalho de conclusão, com certificados entregues aos participantes.

“Nosso objetivo é provocar a reflexão em crianças e jovens sobre as atitudes pessoais e de terceiros. Esta passagem pelas escolas é muito importante, pois os estudantes têm demonstrado vínculo com o projeto ao executar os trabalhos. A meta é multiplicar os agentes de conscientização e o melhor público está dentro das escolas”, destaca a coordenadora do “Cine e Cultura”, Grazi Sanches.

Para a diretora da Eli Horta Costa, Márcia Rocha, o projeto contribui com as propostas trabalhadas na escola. “É muito importante fazer da escola um espaço de movimento. Este projeto atende diretamente os trabalhos que desenvolvemos com nossos alunos. Levar conscientização e formação da cidadania para crianças e adolescentes contribui com o processo pedagógico e auxilia na execução das atividades escolares”.

Com média de uma hora de duração, a programação inclui uma peça de teatro e projeção de curtas-metragens. Ao final de cada sessão, são promovidos workshops sobre os temas apresentados. As crianças também ganham pipoca, livreto com informações e filipeta como marcador de página. O cinema inflável tem 15 metros de comprimento por quatro de altura, projetor, áudio e almofadas para acomodação dos alunos.

O projeto “Cine e Cultura” tem patrocínio do Atacadão, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e é promovido pelo Instituto Eco Ambiental e Social (Ieas) e Secretaria Especial da Cultura e Ministério da Cidadania, com parceria da Secretaria Municipal de Educação. Além da Eli Horta Costa, foram contempladas nesta fase as escolas municipais Carlos Drummond de Andrade (Riacho) e Otacir Nunes dos Santos (Funcionários).

O Ieas é uma organização de sociedade civil de interesse público (Oscip) sem fins lucrativos, com foco na preservação e conservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável.

Reportagem: Marcelo Grillo
Fotos: Newton de Castro Resende
Publicação: 04/07/2019

Escolas Municipais de Contagem faturam títulos no Circuito Mineiro de Xadrez, em BH

Ao todo, 18 atletas foram até o ginásio do Mackenzie Esporte Clube para encarar adversários de outras cidades mineiras.

No último sábado (29/6), quatro escolas de Contagem marcaram presença na etapa final do Circuito Mineiro de Xadrez Escolar – Mentes Brilhantes, projeto em parceria com a ArcelorMittal S.A. Ao todo, 18 atletas marcaram presença para um embate contra outras redes de ensino de Minas Gerais no ginásio do Mackenzie Esporte Clube, em Belo Horizonte.

O duelo foi marcado entre estudantes divididos em nove categorias conforme a idade e ano de ensino matriculado. Cada atleta enfrentou cinco oponentes por vez, para que assim computasse o número total de pontos no ranking final. A Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade, conhecida por ser “papa-títulos” nas modalidades esportivas, na Regional Riacho, marcou presença no pódio por duas vezes na categoria do 9ª ano. Sendo primeiro e segundo colocado do Fundamental Masculino (FM); e também em primeiro no 4ª ano do Fundamental Feminino (FF).

“Todas as escolas que representaram Contagem mostraram a importância do trabalho coletivo. Sabemos o quanto isso é benéfico para o estudante e também para os professores e independente de resultado no pódio, elevamos o conhecimento lógico que poderá ser usado também dentro das salas de aula. Já é uma conquista”, destaca o professor de Educação Física da E. M. Carlos Drummond, Eduardo Vieira de Resende.

Contagem mais uma vez mostrou que possui atletas dedicados e com bastante força de vontade para encarar competições esportivas. Não é à toa que a Escola Municipal Heitor Villa-Lobos teve destaque com as meninas do 6º, 8º e 9º ano do FF. O sexto ano foi vice-campeão e os últimos anos ficaram em terceiro. As Escolas Municipais Sócrates Mariani Bittencourt e Francisco Sales da Silva Diniz também não fizeram feio e marcaram presença com boas posições no ranking final. A escola do bairro Novo Eldorado ganhou o primeiro lugar no 7º do FM e a escola Francisco Sales completou o pódio numa boa qualificação.

Na opinião da presidente da Federação Mineira de Xadrez (FMX), Luciene Sepulveda Viana, a competição fez valer o esperado e trouxe grande incentivo aos estudantes e familiares. “Quero destacar que a organização foi muito boa. Os patrocinadores ajudaram bastante e não podemos deixar de exaltar esse esporte magnífico que tem crescido bastante no Brasil. Parabenizo as famílias e também as escolas por terem participado”, finaliza.

Confira abaixo as posições de cada estudante de Contagem no ranking da FMX:

4º ano do Fundamental Masculino
Kelvin Henrique Azevedo – 8º lugar – Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade.

5º ano do Fundamental Masculino
Lucas Rocha Pereira – 5º lugar – Escola Municipal Francisco Sales da Silva Diniz.

6º ano do Fundamental Masculino
Rafael Sebastião Abreu – 6º lugar – Escola Municipal Francisco Sales da Silva Diniz.
Caio Giovanni Damasceno – 7º lugar – Escola Municipal Sócrates Mariani Bittencourt.

7º ano do Fundamental Masculino
Igor Lima Ferraz – 1º lugar – Escola Municipal Sócrates Mariani Bittencourt.
Luiz Miguel Freitas – 7º lugar – Escola Municipal Heitor Villa-Lobos.

8º ano do Fundamental Masculino
Jhonny de Oliveira – 5º lugar – Escola Municipal Francisco Sales da Silva Diniz.

9º ano do Fundamental Masculino
Jonathan Henrique Almeida – 1º lugar – Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade.
Gustavo Moselli – 2º lugar – Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade.
Guilherme Mendes – 3º lugar – Escola Municipal Heitor Villa-Lobos.

4º ano do Fundamental Feminino
Lília Reges – 1º lugar – Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade.

5º ano do Fundamental Feminino
Bianca Rocha – 6º lugar – Escola Municipal Francisco Sales da Silva Diniz.

6º ano do Fundamental Feminino
Débora Azevedo – 2º lugar – Escola Municipal Heitor Villa-Lobos.

7º ano do Fundamental Feminino
Nicole Pereira – 6º lugar – Escola Municipal Heitor Villa-Lobos.

8º ano do Fundamental Feminino
Samira Gabriella de Almeida – 3º lugar – Escola Municipal Heitor Villa-Lobos.

9º ano do Fundamental Feminino
Cleice Lorranine Ramalho – 3º lugar – Escola Municipal Heitor Villa-Lobos.
Marya Pereira Antonacci – 7º lugar – Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Newton de Castro Resende
Publicação: 02/07/2019

Torneio de Futsal para escolas municipais revela novo Campeão de Contagem

A ação fora promovida pela Guarda Civil que contou com autoridades políticas e do esporte mineiro.

Na última sexta-feira (28/6), foram conhecidos os campeões e terceiros colocados do campeonato de futsal promovido pela Guarda Civil de Contagem. Intitulado como projeto “Bom de Bola, Bom de Escola”, as finalíssimas foram realizadas no ginásio da Escola Municipal Senador José Alencar, na Regional Petrolândia, em que também contaram com autoridades políticas e do esporte mineiro.

Tudo aconteceu bem cedinho com a arquibancada da quadra lotada por estudantes das Escolas Municipais Francisco Sales da Silva Diniz, Walter Fausto do Amaral, Vereador Jesú Milton dos Santos e Isabel Nascimento de Mattos, que logo se enfrentariam para buscar o ponto mais alto do pódio.

O título ficou nas mãos da escola Francisco Sales, que venceu a Jesú Milton por 2 a 0. Já a disputa do terceiro lugar teve os estudantes da Isabel Nascimento como destaque, após a vitória por 3 a 2, contra as turmas da Walter Fausto.

Na abertura do evento, o secretário municipal de Defesa Social, Décio Camargos, exaltou a importância da união das escolas no torneio. “Eu e minha equipe ficamos felizes por ver que o torneio foi abraçado por todos os dirigentes e alunos. Sabemos o quanto o esporte é fundamental também para o aprendizado e promoção da paz”, destaca.

A ideia da realização do torneio, por meio da Guarda Civil, foi promover um campeonato no qual estudantes entre 7 e 13 anos, das mais variadas turmas, pudessem participar e também uma ajuda na promoção do esporte coletivo dentro das escolas. “Sabemos o quanto os esportes de maneira geral engrandecem a vida do estudante. É mais uma forma de resgate social e também transformação na vida de cada aluno que pode usar do seu talento para buscar os seus sonhos”, explica a diretora da Escola Municipal Senador José Alencar, Patrícia Alves dos Santos.

Quem também marcou presença e ficou muito satisfeito com a realização do torneio, foi o presidente do América-MG, Anderson Racilan Souto. Ele enfatizou que fará uma parceria com as escolas de Contagem para a realização de um jogo entre os melhores estudantes da cidade no futsal – seleção do município, contra os jovens das categorias de base do clube, da mesma idade. “Nós nos preocupamos com a formação de cada estudante e atleta. Dessa forma, queremos um jogo festivo entre as turmas de Contagem contra os meninos da base do América e também reitero que vamos franquear ingressos para os jogos que ainda vão ocorrer no Independência nesse ano para cada estudante”, finalizou Souto.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 01/07/2019

Procon Mirim forma consumidores mais conscientes dentro e fora da escola

Programa é executado por meio da parceria entre o Procon Contagem e a Secretaria Municipal de Educação.

O Procon Mirim é idealizado, desenvolvido e coordenado pelo Procon-MG, órgão integrante do Ministério Público de Minas Gerais. Criado em 19 de abril de 2005, tem o objetivo de despertar nas crianças de 7 a 12 anos o interesse pelos direitos e deveres do consumidor, possibilitando a formação de consumidores capazes de tomar decisões mais conscientes.

A superintendente do Procon Contagem, Rariúcha Amarante, destaca que a partir de 2012, o órgão, tendo como referência o projeto do Procon-MG, formatou uma ação de educação para o consumo junto aos professores da rede municipal, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. “O palestrante do Procon vai até o ambiente escolar e torna professores e alunos multiplicadores deste projeto dentro e fora da sala de aula”, afirma.

A assessora jurídica do Procon Contagem e coordenadora do Procon Mirim, Dáfany Lagares, explica como devem proceder as escolas interessadas em receber a palestra. “Se a escola ainda não participou do projeto basta entrar em contato conosco por telefone ou pessoalmente. Escolas da rede municipal ou particulares podem fazer a solicitação da palestra que teremos o maior prazer de ir até a instituição”, disse.

O Procon Contagem fica na avenida José Faria da Rocha, 1.016, Eldorado. Horário de funcionamento: 8h às 16h. Telefone: 151 / 3398-3434 / 3392-732

Reportagem: Raquel Lopes
Arte: Renata Coura
Publicação: 25/06/2019

Programa Segundo Tempo promove atividades recreativas em escolas

O tema Legado da Copa visa desenvolver a cultura do esporte.

Atividades recreativas foram realizadas, por meio do Programa Segundo Tempo em diversas escolas de Contagem. O projeto, cujo tema é Legado da Copa, visa desenvolver a cultura do esporte e integração social em crianças e adolescentes. Os eventos aconteceram entre os dias 2 e 6 de julho.

Foram trabalhadas questões como: a história do futebol, educação para torcer, atletas de alto rendimento, posições e regras do futebol de campo, hinos, gritos de guerra, nações participantes, entre outras. O programa, desenvolvido em todo o Brasil, tem características variadas como por exemplo o Segundo Tempo Universitário, Segundo Tempo das Forças Armadas no Esporte e o Segundo Tempo Paradesporto.

O secretário de Esporte, Adriano Faria, afirmou a importância do tema abordado. “É muito válido o trabalho de interação, uma vez que, estamos acompanhando diversas manifestações de brasileiros durante a copa. Precisamos relembrar a época em que pintávamos as ruas e avenidas de verde e amarelo reunindo amigos e familiares para torcer pele seleção. Esse espírito de união precisa sempre estar em evidência”, relatou.

O coordenador geral do Programa Segundo Tempo em Contagem, Guilherme Paiva, visitou todos os núcleos e acompanhou as atividades junto aos alunos. “Foi sensacional ensaiar gritos de guerra, poder falar para todos sobre a trajetória do Brasil em mundiais. A proposta veio em boa hora”, informou.

O projeto

O Programa Segundo Tempo visa democratizar o acesso a diferentes práticas esportivas, possibilitando o desenvolvimento dos alunos participantes. É atribuído o trabalho socioeducativo por meio do esporte promovendo o respeito aos princípios da cidadania, inclusão social e democracia prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.

O atendimento engloba alunos de escolas públicas com a faixa etária de 6 a 17. As modalidades esportivas são: basquete, futsal, voleibol, handebol, futebol de campo, hockey, xadrez e tênis de mesa. As aulas ministradas por profissionais de educação física, sempre acontecem no contra-turno escolar.

Para saber onde existe um núcleo do Programa Segundo Tempo ligue para 3392-7549.

Reportagem: Anderson Pena
Foto: Newton de Castro Resende
Publicação: 10/07/2018

Escolas Municipais participam do concurso “Vida Saudável na Escola”

Promovido pelo Grupo Arcor, ação visa incentivar o hábito de alimentação saudável nos estudantes.

Cerca de 70 representantes das 23 escolas municipais de Contagem inscritas no programa “Aprendendo com prazer para crescer saudável”, participaram nesta quarta-feira (25) de uma capacitação. O objetivo é orientar diretores, pedagogos e professores sobre o concurso promovido pelo Grupo Arcor, com programas desenvolvidos na Argentina, no Brasil e no Chile. O encontro foi realizado no Hotel Actuall.

O objetivo da iniciativa é desenvolver propostas destinadas a promover a vida ativa e educação de hábitos de alimentação saudável em crianças e adolescentes do ensino fundamental nas áreas de atuação do grupo Arcor. As escolas selecionadas poderão solicitar até R$ 12 mil para colocar em prática o que foi planejado pelos alunos.

A coordenadora de projetos social do Instituto Arcor Brasil, Milena Azal, explica que o programa está sendo lançado em cinco municípios de três estados do Brasil e que o instituto apoiará até 20 projetos. “São 16 meses de execução do programa, faremos um intercâmbio entre as escolas e um encontro final para apresentação de todos os projetos selecionados. Agradecemos a Secretaria de Educação de Contagem que nos deu o apoio necessário para promover oportunidades de qualidade para as crianças das escolas públicas da cidade” destaca.

Os educadores e alunos contarão com acompanhamento técnico e financiamento por parte do programa.

Para o diretor da Escola Municipal Dona Cordelina da Silveira Mattos, Márcio Gonzaga, essa parceria entre a iniciativa privada e o ensino público tem sido organizada com sucesso, pois estimula o aprendizado. “Os alunos se sentem motivados ao saber que as ideias apresentadas por eles podem ser colocadas em prática. Quando são oferecidas propostas que agregam valor e conhecimento para os alunos de escolas carentes é válido participar para que eles possam ter mais oportunidades no futuro”, ressalta.

Após o preenchimento do formulário de apresentação dos projetos, será feita uma seleção. O resultado será enviado por e-mail para as escolas em até 30 dias. Mais informação no site da Arcor.

Reportagem: Nayara Vianna
Fotos: Elias Ramos
Publicação: 26/04/2018