Posts com a Tag ‘Educação Infantil’

Formações em serviço auxiliam profissionais da educação infantil

Até setembro, cerca de 850 profissionais vão passar pelas capacitações

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc), por meio da Superintendência de Educação Infantil, tem realizado diversos cursos de formações em serviço com dirigentes, pedagogos, professores e agentes de educação das Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis), escolas com turmas vinculadas e Anexos. O objetivo é melhorar a qualidade do ensino baseado no currículo da educação infantil de Contagem.

A formação dos profissionais da Educação Infantil, em 2018, começou em fevereiro com um seminário, e se estende ao longo do ano. A expectativa é beneficiar 850 profissionais da educação infantil de Contagem, entre professores, agentes de educação infantil, pedagogos e diretores. Os diretores participam de formações sobre gestão escolar. Já os pedagogos têm estudado sobre as formas de avaliação e registro do desenvolvimento das crianças.

No mês de julho, os professores e agentes de educação infantil participaram da formação presencial sobre linguagem corporal, o brincar e as brincadeiras. No módulo desta semana discutiram sobre o currículo da educação infantil e participaram de oficinas, com materiais que possibilitam explorar a criatividade e executar diversas brincadeiras em sala de aula.

Para o segundo semestre, a proposta é estender as formações para os profissionais das Creches Conveniadas. A superintendente de Educação Infantil, Liliane Melgaço, reforça que é importante refletir sobre  a concepção de criança e as práticas pedagógicas na educação infantil para qualificar o trabalho em sala de aula. “A nossa proposta é dialogar e aproximar dos profissionais que estão em contato direto com as crianças, afim de qualificar cada vez mais o trabalho na Educação Infantil. A cada formação presencial a avaliação dos participantes tem sido positiva e o número de inscrições  para os próximos módulos têm aumentando”, destacou Liliane.

No final do ano os pedagogos vão apresentar relatos de experiência sobre a formação em serviço voltada para a avaliação na Educação Infantil. Os professores e agentes de educação infantil farão relatos ou memoriais sobre as linguagens do currículo da educação infantil.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 11/07/2018

Cadastro escolar na rede infantil termina nesta sexta-feira

Responsáveis devem comparecer à umei ou escola de educação infantil mais perto de casa

Termina hoje (29) o prazo para que os pais ou os responsáveis realizem o cadastro escolar das crianças que vão ingressar na educação infantil. A medida é uma forma de ter mais chances de conseguir uma vaga peto de casa em 2019.

Devem ser cadastradas as crianças nascidas entre 01/07/2013 e 29/06/2018. É importante levar os documentos originais e cópias da certidão de nascimento da criança; comprovante de residência em nome do responsável; de Saúde (SUS) e Cartão Bolsa Família (se cadastrado). Caso a criança ou o responsável seja portador de alguma deficiência, é preciso levar o laudo médico.

Juliana Campos tem um filho de três anos e não perdeu o prazo. Levou toda a documentação na Umei Jardim Eldorado e realizou o cadastro do garotinho. “A escola é fundamental para o desenvolvimento individual e coletivo das crianças. A Umei fica perto da minha casa e conseguir uma vaga perto de casa vai facilitar muito a rotina”, destacou.

Segundo a diretora da Umei Jardim Eldorado, Eliene Aparecida Miguel, os responsáveis não deixaram para a última hora. Foram cadastradas mais de 60 crianças, de 2 a 3 anos, em turno integral. “A Seduc fez um grande papel na divulgação do cadastramento. Fica aqui o meu alerta aos pais de toda a rede municipal que corram atrás dos direitos dos seus filhos”, finalizou.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 29/06/2018

Cadastramento escolar começa nesta segunda-feira, 11 de junho

Procedimento é uma forma de ter mais chances de conseguir uma vaga perto de casa

Começou nesta segunda-feira, 11 de junho, o cadastro escolar para estudantes da educação infantil e ensino fundamental. O procedimento faz com que os estudantes tenham mais chances de serem matriculados em uma escola perto de casa.

Devem realizar o cadastro, pais ou responsáveis de crianças que vão ingressar na educação infantil e que tenham nascidas a partir de 01 de julho de 2013. Para esta faixa etária, o cadastro é realizado na Unidade Municipal de educação Infantil (Umei) ou na escola que atende educação infantil. É necessário levar certidão de nascimento; comprovante de residência em nome do responsável; laudo médico para crianças ou pais/responsável com deficiência; cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e cartão Bolsa Família (se cadastrado). O prazo para o cadastro na educação infantil vai até 29 de junho.

Já o cadastro para o ensino fundamental deve ser feito pela internet. O site está disponível na página da Secretaria Municipal de Educação (clique aqui). Devem ser cadastradas as crianças que possuem 6 anos completos ou que vão completar essa idade até 30 de junho de 2019, crianças de outras localidades ou transferidas de escolas particulares. Para o ensino fundamental o cadastro deve ser feito até 22 de junho. Os pais ou responsáveis que não possuem acesso à internet devem procurar as escolas municipais ou umeis para garantir o cadastro dos estudantes.

Reportagem: Leonardo Melo
Arte: Renata Coura
Publicação: 11/06/2018

 

Prefeitura inaugura Umei Vereador Ailton Diniz

Escola passa a atender 133 crianças em períodos integral e parcial

O vice-prefeito, William Barreiro, o secretário de Educação, Joaquim Antônio Gonçalves, a primeira dama, Luciana de Freitas e várias autoridades participaram da inauguração da Umei Verador Ailton Diniz (Central Parque).

A solenidade ocorreu na porta da escola e foi acompanhada por educadores, pais e estudantes. “É gratificante para todos nós. Não estamos fazendo favor, pois é dever de todo político trabalhar pautado pelo bem comum, seja na educação, saúde ou segurança. Queremos uma cidade mais humanizada e também respeitada”, enfatizou o vice-prefeito, William Barreiro

A escola era uma reivindicação antiga da população. Foram quase sete anos para o sonho se concretizar. O técnico em telecomunicações, Marcelo Lopes Miranda, é morador da região. Antes, ele precisava deslocar de carro até ao bairro vizinho para deixar a filha na escola. Agora a realidade é bem diferente. Pai e filha vão a pé. “A nova Umei é moderna, segura e os professores preparados para receber e cuidar dos nossos filhos”, destacou.

A Umei Vereador Ailton Diniz atende 133 crianças, de 0 a 5 anos. As crianças de 0 a 2 anos ficam na escola em período integral. Jás as de 3, 4 e 5 anos estudam em tempo parcial. Toda a estrutura foi pensada para atender todas as necessidades dos estudantes. Os banheiros possuem tamanho ideal para a faixa etária, o mobiliário possibilita que as crianças exerçam atividades em grupo, desenvolvendo mais cedo o senso de coletividade. “Toda essa estrutura foi pensada no bem-estar dos estudantes, educadores e familiares. Em apenas um ano de governo conseguimos entregar um novo conceito de Umei. Esse lugar será de forma cotidiana um espaço de amor, aprendizado e muita alegria”, destacou secretário Municipal de Educação, Joaquim Antônio Gonçalves.

O prédio foi projetado para atender também crianças portadoras de deficiência. A escola possui rampas e elevador. Há ainda um fraldário e um solário (espaço onde as crianças poderão tomar sol). A Umei foi equipada com um parquinho moderno, pensado por uma equipe pedagógica. A proposta dos brinquedos é promover o desenvolvimento das habilidades motoras por meio de equipamentos seguros.

A Umei também ganhou fachadas coloridas e um muro com peças transparentes. O conceito propõe deixar o ambiente harmonioso e familiar às crianças. “O espaço foi construído com muito carinho, baseado na proposta pedagógica de educar, brincar e cuidar. O trabalho do prefeito ficou incrível”, comemorou a diretora, Mary Araújo. 

Homenagem
A Umei do bairro Central Parque leva o nome do ex verador Ailton Diniz. A homenagem foi proposta na Câmara Municipal. Ailton Diniz nasceu em Contagem em 26 de setembro de 1947. Foi professor de inglês e português na rede de ensino do município. O interesse pelo o desenvolvimento social o fez entrar para a política. Se elegeu como vereador pela primeira vez em 1978. Teve cinco mandados, o último no período de 2005 a 2008. Ailton lutava pela melhoria da saúde e educação.

O ex vereador faleceu em 5 de dezembro de 2009 aos 62 anos. Ailton era casado com Eliza Maria Braga Diniz e pai de dois filhos; Ailton Braga Diniz, de 34 anos e Arthur Braga Diniz, de 26.

Ailton e a esposa escolheram o bairro Central Park, local onde fica a unidade de educação infantil que leva o nome do ex vereador, para criar os filhos. A família possui uma residência no bairro há 35 anos

Familiares de Ailton também estiveram na solenidade de inauguração. “O Ailton foi um grande professor, querido por todos. Na política também exerceu a função com muita determinação e para nós é algo esplendido ver que ficou um grande legado na cidade. Nós da família nos sentimos honrados”, ressaltou a viúva, Eliza Maria Braga Diniz.

Veja mais fotos da inauguração da Umei Verador Ailton Diniz clicando na Galeira 1 e Galeria 2.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Newton de Castro Resende
Publicação: 27/02/2018

Cinco novas Umeis abrirão 1.772 vagas para alunos de 0 a 5 anos

Unidades de Educação Infantil ficam prontas até fevereiro de 2019

A Prefeitura de Contagem está ampliando o número de Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis). Estão sendo construídas cinco escolas nos bairros Tropical, Lúcio de Abreu, Vale das Orquídeas, Arvoredo e Colonial. Serão mais 1.772 vagas para crianças de 0 a 5 anos. As obras foram iniciadas em outubro e a previsão é que sejam finalizadas em até 16 meses, ou seja fevereiro de 2019.

Atualmente, a rede municipal de ensino de Contagem conta com 37 Umeis para 9.567 estudantes com até 5 anos. Em 2017, foram criadas 700 novas vagas na educação infantil. Com as cinco novas Umeis, a Secretaria Municipal de Educação alcançará a marca de 2.472 vagas criadas em dois anos (fevereiro de 2017 a fevereiro de 2019).

Além disso, com a organização da rede municipal de ensino serão abertas, em 2018, 2.351 vagas para alunos de 0 a 5 anos. Contagem será a primeira cidade a zerar o déficit nessa faixa etária.

Estrutura

Segundo a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, o investimento para a construção das cinco novas Umes será de R$ 8,9 milhões. As escolas terão dois blocos e pátio coberto. A área externa terá playground, jardins e estacionamento.

Serão vários ambientes nos blocos. O bloco A terá hall, secretaria, sala de professores e de reuniões, direção, almoxarifado, sanitários com acessibilidade para pessoas com deficiência física (adulto e infantil), lactário, salas de atividades Creche I (crianças de 0 a 11 meses), fraldários, depósitos, espaço para amamentação, solário, copa, lavanderia, bancadas, vestiário masculino e feminino, refeitório, cozinha e depósito de lixo orgânico e reciclável.

No bloco B haverá duas salas de atividades creche II (crianças de 1 ano a 1 ano e 11 meses), dois sanitários infantis, duas salas de atividades creche III (crianças de 2 anos a 3 anos e 11 meses), um sanitário com acessibilidade para pessoas com deficiência física (infantil), quatro solários, sala multiuso, quatro salas da pré-escola para crianças de 4 a 5 anos e 11 meses, dois sanitários infantis, dois sanitários para professores, pátio coberto, espaço de integração entre as diversas atividades e faixas etária, e playground.

Reportagem: Stella Santiago
Foto: Elias Ramos

Investimentos na educação para o próximo ano são apresentados para a comunidade

Encontros ocorreram nas oito regionais da cidade

Em 2018 a Prefeitura de Contagem vai continuar priorizando a educação. Na noite dessa quinta-feira (30), a comunidade escolar se reuniu para conhecer as melhorias que serão realizadas no próximo ano letivo.

A novidade é que os alunos vão aprender inglês mais cedo. A disciplina foi implementada do 1º ao 3º ano. Antes, a língua só era ensinada no 4º ano. Para o próximo ano também serão contratados mais profissionais para as Unidades Municipais de Educação Infantil. A contratação de secretários vai possibilitar que o atendimento administrativo seja de 7h às 17h30. 106 novos agentes de educação infantil irão compor o quadro de servidores. 

No próximo ano, os estudantes vão receber novamente os kits escolares. Uma iniciativa inédita na cidade é a oferta de uniformes. Os estudantes, pais e educadores puderam escolher as cores das novas roupas por meio de votação.

Até o fim de 2018 a prefeitura vai zerar o déficit de vagas de estudantes de 4 e 5 anos. Já no início do ano serão abertas 2.351 novas vagas para crianças de 0 a 5 anos. Para atender a nova demanda, foi preciso reorganizar o atendimento em algumas escolas. 

Investimentos em 2017
Assim que assumiu a gestão, o atual governo estabeleceu como meta na educação reestruturar as diretrizes pedagógicas, dinamizar o trabalho dos educadores, melhorar a qualidade de ensino, garantir o aprendizado dos estudantes e ampliar o número de vagas. Por isso, passou a realizar medidas de melhorias em toda a rede.

Logo no início de 2017 liberou 4 milhões para reformas emergenciais. Os kits escolares ganharam uma roupagem especial. Foram entregues em mochilas, que atendem às necessidades de cada faixa-etária.

Por causa das estruturas precárias, o governo lançou o maior pacote de investimentos de reformas. 32 escolas passam por obras completas. As outras 83 são pintadas. Os investimentos ultrapassam 54 milhões. As 68 escolas de Contagem que atendem estudantes de educação infantil estão recebendo parquinhos. Os brinquedos já começaram a ser entregues beneficiam 9.500 crianças de 0 a 5 anos.

Também em 2017 foram comprados 12.400 conjuntos de carteiras de educação infantil e ensino fundamental. Os investimentos ultrapassam 2,7 milhões. A prefeitura ainda comprou 25 mil livros literários. Eles ficarão nas salas de aula, em uma minibiblioteca.

Em 2017 foi dado o pontapé em um projeto que vai mudar a história da cidade: a Escola em Tempo Integral. Serão oito no total, uma em cada regional. Na Ressaca, as obras já foram iniciadas. A primeira escola integral de Contagem vai atender 600 estudantes de forma direta e outros 2.000 por meio de cursos.

E por falar em vagas, no início de 2017 foram criadas 700 para a educação infantil. Durante todo o ano, 3.500 educadores da rede passaram por cursos de formação em serviço. O objetivo é ampliar a qualificação dos profissionais de educação, melhorar a qualidade de ensino e consequentemente o aprendizado dos estudantes.

Reportagem e foto: Júlio César Santos

Secretaria de Educação instala parquinhos em todas as escolas de educação infantil

Brinquedos foram selecionados com base nas propostas de segurança e desenvolvimento pedagógico

As 68 escolas de Contagem que atendem estudantes de educação infantil estão recebendo parquinhos. Os brinquedos já começaram a ser entregues e vão beneficiar 9.500 crianças de 0 a 5 anos. Eles são compostos por túnel lúdico, gangorras, casinha de boneca, kit gol, vôlei e basquete infantil. As peças possibilitam brincadeiras de correr, pular, subir, descer, arremessar, chutar, balançar, engatinhar, esconder e vivenciar o faz de conta. “São recursos que despertam desafios para o corpo, os sentidos e a construção dos conhecimentos, atendendo as características do desenvolvimento infantil”, explicou a gestora pedagógica, Liliane Melgaço.

Na manhã desta quinta-feira (26), o prefeito em exercício, William Barreiro e o secretário Municipal de Educação, Joaquim Antônio Gonçalves, estiveram no Cemei Bernardo Monteiro para entregar os brinquedos às crianças. Pais, pessoas da comunidade, educadores e as crianças participaram da solenidade que ocorreu no parquinho. Enquanto a meninada se divertia, William destacou a importância da gestão estar com os olhos voltados para a educação. “A educação é a base, com educação de qualidade a segurança melhora, a saúde melhora. O incentivo governamental à educação faz com que tenhamos cidadãos mais preparados e conscientes”, ressaltou Willian.

A aquisição dos brinquedos faz parte do pacote de investimentos na educação. Foram investidos 600 mil reais na compra dos parquinhos. “Os brinquedos simbolizam apenas uma das ações na educação infantil. Já liberamos 4,5 milhões para reparos emergenciais de toda a rede, estamos no processo de reformas e pinturas de todas as unidades e em breve as escolas receberão 25 mil livros literários. São mudanças concretas na nossa cidade”, enfatizou Joaquim.

A escolha dos brinquedos foi baseada em uma pesquisa feita por uma equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação. A segurança, a durabilidade, a qualidade, o conforto e a diversidade foram critérios estabelecidos de forma que o tipo de material, o acabamento e as múltiplas possibilidades de uso qualifiquem ainda mais as práticas pedagógicas no cotidiano das unidades de educação infantil de Contagem. Para a gestora pedagógica Angélica Athayde, na Educação Infantil de Contagem, o brincar é compreendido como a linguagem privilegiada da criança e eixo norteador das práticas pedagógicas. “É preciso que seja garantido às crianças amplo espaço para movimentação em áreas que possibilitem a convivência, a brincadeira e a exploração do ambiente”, enfatizou.

No Cemei Bernardo Monteiro, o parquinho já se tornou o lugar predileto dos estudantes. A unidade atende 187 crianças de 2 e 3 anos. Antes, a escola tinha um parquinho inadequado, com brinquedos altos. O novo espaço deixa os pais mais tranquilos. “A gente percebe que o material é de boa qualidade e que os brinquedos não oferecem risco às crianças”, destacou Antônio Martins, pai do estudante Daniel.

Clique aqui e conheça os itens dos parquinhos da educação infantil.

Reportagem: Júlio César Santos
Fotos: Cássio Matias