Seduc define detalhes para implantação do Projeto de Educação Física Inclusiva

O projeto tem o objetivo de promover a inclusão de forma efetiva nas aulas de educação física.

Na última terça-feira (9), a secretária municipal de Educação, Sueli Baliza, se reuniu com a equipe da Superintendência de Projetos Especiais e Parcerias para tratar sobre o Projeto de Educação Física Inclusiva. O projeto é uma ação da política pública da Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Educação e com a parceria do Circuito Inclusão Solidária de Contagem, voltada para o cidadão com deficiência no campo da educação física escolar inclusiva, esporte social, esporte de rendimento, da reabilitação e do lazer.

“Estamos implantando o Projeto Educação Física Inclusiva para os estudantes que precisam ser incluídos em todos os aspectos escolares. O projeto, que tem a parceria do Circuito Inclusão, dará um novo fôlego para o trabalho da equipe do Atendimento Educacional Especializado nas escolas. Nosso desejo é de que todos os estudantes participem desse projeto. Acreditamos que será um sucesso nas escolas de Contagem”, destacou a secretária municipal de Educação, Sueli Baliza.

Na Educação Física Inclusiva serão desenvolvidas ações inclusivas em todas as escolas municipais do ensino fundamental e infantil de Contagem, tendo uma escola em cada regional da cidade como referência. Estas escolas servirão de base para as demais, fornecendo orientações, formações, e troca de experiências entre os professores, criando redes de ações voltadas para inclusão escolar.

A presidente do Circuito Inclusão, Débora Batista, destacou a importância do projeto e da parceria para levar a Educação Física Inclusiva aos estudantes. “O Circuito Inclusão, por meio da parceria com a Seduc, levará os brinquedos para dentro das escolas, que proporcionará o brincar junto dos estudantes deficientes com seu colega que não tem nenhuma deficiência”.

 

Reportagem: Nelson Augusto
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 11/04/2019

Notícias Relacionadas