Professores da Rede Municipal de Contagem participam de capacitação para atendimento a estudantes surdos

A oferta de capacitação sobre a Língua Brasileira de Sinais é um investimento da prefeitura de Contagem por meio da secretaria municipal de Educação.

Por meio de um convênio firmado entre a secretaria municipal de Educação com a Sociedade Cultural e Religiosa de Contagem, 30 professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE), participam de um curso de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). O objetivo é ampliar a comunicação e tornar mais eficaz o aprendizado dos estudantes surdos matriculados da Rede Municipal de Ensino.

O curso é gratuito e tem duração de cinco meses. Geisa Gláucia Viegas, professora do AEE da Escola Municipal Newton Amaral Franco já participou da primeira aula de LIBRAS e destacou a expectativa em aprender com a oportunidade de aprender o idioma. “Minha expectativa é que após a conclusão do curso eu consiga trabalhar efetivamente com mais habilidade com os estudantes. Além da necessidade da tradução, feita pelo intérprete, eles necessitam de um professor que amplie as relações dentro da escola e com essa oportunidade estaremos ainda mais preparados”, destacou.

Atualmente estão matriculados nas escolas municipais 40 estudantes surdos. Todos têm o atendimento diário de intérprete em sala de aula regular. O intérprete é o mediador entre o estudante surdo e o ouvinte. É responsável por auxiliar na comunicação em todo o ambiente escolar.

“A oferta na capacitação na Língua Brasileira de Sinais para as professoras do AEE é um investimento que a secretaria municipal de Educação de Contagem está promovendo para qualificar o atendimento dos estudantes surdos. Essa é uma demanda antiga da Rede e em 2019 estamos conseguindo viabilizá-la por meio do convênio com a Sociedade Cultural e Religiosa de Contagem”, destacou a superintendente de Projetos Especiais e Parcerias, Ludmilla Skrepchuk Soares.

Reportagem e foto: Nelson Augusto
Publicação: 29/03/2019

Notícias Relacionadas