Pró-Escola vai investir R$ 10 milhões na reforma de unidades municipais de ensino

Programa lançado pela Secretaria de Educação inclui intervenções de grande porte, que serão iniciadas neste mês de junho.

Desde o início de 2017, cerca de 50 escolas da Rede Municipal de Ensino de Contagem foram contempladas com algum tipo de reforma pontual. Agora, as instituições passarão por revitalizações de grande porte. Serão investidos R$ 10 milhões por meio do Programa Pró-Escola, lançado pela Secretaria Municipal de Educação. A necessidade das obras foi avaliada pelos diretores escolares e cada unidade apontou até cinco intervenções para melhoria da estrutura do prédio.

Das 115 unidades da Rede Municipal, 100 fizeram as solicitações de reforma. As prioridades foram definidas pelos dirigentes escolares. Cada diretor teve autonomia para baixar um formulário disponível no portal da Secretaria de Educação (Estuda Contagem) e elencar as obras necessárias na instituição de ensino. Além de pinturas, serão feitas reformas de telhados, rede de esgoto, banheiros, salas de aula, muros e quadras poliesportivas, dentre outras.

A previsão é a de que as intervenções sejam concluídas em todas as escolas contempladas até o final de 2020. O investimento foi aprovado pela Câmara Orçamentária de Administração Financeira (Coaf). Serão aplicados recursos arrecadados com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e outras fontes do Município. “Estou feliz em ofertar melhores condições para toda a Rede Municipal de Ensino. Sabemos que com um prédio escolar mais digno teremos a condição de melhor investir na formação dos nossos estudantes e também valorizar o servidor”, explica o prefeito Alex de Freitas.

O lançamento do Pró-Escola foi na última quinta-feira (6 de junho) na Escola Municipal Rita Carmelinda Rocha, no bairro São Joaquim, Regional Ressaca, que será contemplada. “Desde que cheguei nesta escola, há sete anos, nunca foi feita uma reforma satisfatória para toda a comunidade escolar. Escolhi melhorias na rede de esgoto, que é antigo, além da pintura completa, a mudança do local de entrada e saída dos estudantes, pois estamos em uma área de trânsito intenso, e a troca do telhado. As mudanças trarão mais conforto aos estudantes e corpo docente”, afirma o diretor da escola, Luiz Ricardo Souza.

Além das escolas municipais, serão feitas reformas nas Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) e Centros de Educação Infantil (Educartes). “Nós entendemos que o rendimento escolar tem uma relação muito direta com o ambiente revitalizado. Isso faz com que a comunidade escolar sinta-se mais participativa. Estamos lançando o Programa Pró-Escola para que todas as nossas unidades estejam compatíveis com a nossa proposta curricular e pedagógica”, ressalta a secretária Municipal de Educação, Sueli Baliza.

As escolas que solicitaram pintura receberão a ordem de serviço nesta sexta-feira (7). Nas demais, as intervenções serão iniciadas ao longo do mês de junho, após licitação e liberação de recurso por meio do Caixa Escolar. A grande adesão ao Pró-Escola, pelos servidores, estudantes e toda a comunidade escolar, se deve à justiça de distribuição de recursos.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 07/06/2019

Notícias Relacionadas