Prefeitura firma PPP para construção de mais quatro Centros de Educação em Tempo Integral

A assinatura no gabinete do prefeito Alex de Freitas foi no Dia Nacional do Estudante

No Dia Nacional do Estudante, a Prefeitura de Contagem assinou ordem de serviço para construção de mais quatro Escolas em Tempo Integral. Por meio da Parceria Público-Privada (PPP) entre as secretarias Municipais de Educação e Administração com o Consórcio Mais Contagem, serão erguidas três instituições de ensino nas regionais Vargem das Flores, Industrial e Nacional e feita a ampliação da Escola Municipal Luís Carlos Prestes, na regional Petrolândia, para o formato da educação em tempo integral.

A assinatura foi na tarde desta terça-feira (11), no gabinete do prefeito Alex de Freitas. Serão atendidos alunos dos bairros Retiro, Amazonas, Pedra Azul e Sapucaias III, onde ficarão localizadas as quatro novas escolas, bem como estudantes de outras partes da cidade. No início do ano, a Prefeitura inaugurou o Centro de Educação em Tempo Integral (CEI) Professora Audrei Consolação Ferreira de Freitas Costa, no bairro Arvoredo, na regional Ressaca. As cinco unidades serão geridas pelo Consórcio Mais Contagem.

A meta é reduzir o déficit de vagas em tempo integral com a oferta de mais 3 mil, além de 5 mil vagas no contra-turno escolar. As unidades contarão com quadras, campos de futebol, playground, pista de atletismo, ampla biblioteca, salas para ensino de variadas línguas, laboratórios, espaços de formação, sustentabilidade, maker e tecnologia de ponta.

O Consórcio Mais Contagem foi o vencedor da licitação e o contrato de concessão prevê o investimento de quase R$ 610 milhões em obras e na manutenção das escolas, por trinta anos. “No Dia do Estudante, estou realizando o meu maior sonho como prefeito de Contagem. O Município vai ganhar espaços modernos, que vão proporcionar mais equidade aos estudantes. Daqui a alguns anos teremos grandes profissionais oriundos dessas escolas”, destaca Alex de Freitas.

Estrutura

Localizado na rua Cássia, 97, bairro Arvoredo, o CEI Professora Audrei Consolação Ferreira de Freitas Costa tem capacidade para atender 600 estudantes, mais mil no contra-turno escolar. São estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio e da Fundação de Ensino de Contagem (Funec). São mais de 7 mil metros quadrados de área.

Todo o projeto do CEI é sustentável, contando com aquecimento solar e coleta seletiva. São 43 espaços de aprendizagem, como o espaço maker e tecnologia, os laboratórios de experimentação, o espaço mídia lab e editoração, espaço da comunicação, espaço da música e DJ, espaço da moda e design, espaço gourmet, sala de línguas, espaço de teatro e dança, laboratório de jogos, espaço de artes, salas de aula reversíveis e uma ampla biblioteca.

As salas de aula são organizadas em distintas áreas de trabalho (com estrutura e mobiliário flexível e moderno) e áreas de convivência. A área externa também foi contemplada com ginásio poliesportivo, equipamentos de ginástica, pista de skate e playground e projeto para construção de uma piscina semiolímpica aquecida.

O CEI recebeu investimentos de R$ 17 milhões, sendo R$ 15 milhões de recursos da MRV Engenharia, como contrapartida de empreendimentos em Contagem, e R$ 2 milhões de recursos próprios do município.

Qualidade

As aulas tempo integral serão das 7h30 às 17h. No contra-turno, serão das 8h às 11h30 (manhã) e das 13h às 16h30 (tarde). O modelo de currículo será integrado, com conteúdos e habilidades da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e outra parte a ser escolhida pelo estudante, conforme o projeto orientado pela escola. O diferencial é que serão ministradas oficinas e práticas nos 43 ambientes à disposição no CEI e o aluno poderá escolher o que pretende cursar dentro da carga horária eletiva disponível.

Um dos parceiros do CEI será o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que oferecerá 30 oficinas por semestre nas áreas de gastronomia, eletrônica, robótica, marcenaria, elétrica e tecnologias digitais.

Adaptação

O prédio da Escola Municipal Luís Carlos Prestes (Sapucaias III), onde nunca houve demanda, encontra-se fechado. Ele será adaptado para receber os estudantes da regional Petrolândia, que já conta com cinco Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis), oito escolas municipais e uma creche parceira.

Reportagem: Leonardo Melo
Foto: Paulo Pereira
Publicação: 12/08/2020

Notícias Relacionadas