Prefeito inaugura moderno espaço de educação que funciona em tempo integral

Localizado na regional Ressaca, o CEI tem capacidade para atender 600 estudantes em tempo integral, mais mil no contraturno escolar, do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, além de estudantes do ensino médio da Funec, no período noturno, vão ocupar prédio público.

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) e da Fundação de Ensino de Contagem (Funec), entregou o 1º Centro de Educação em Tempo Integral (CEI) Professora Audrei Consolação Ferreira de Freitas Costa, no bairro Arvoredo, regional Ressaca. Pensada há mais de três anos após viagem do prefeito Alex de Freitas e de educadores da rede (professores e pedagogos) à Finlândia para conhecer o modelo de educação – reconhecidamente um dos melhores do mundo. As práticas aplicadas no país europeu foram implementadas e adaptadas para o novo e moderno espaço público.

Localizado na rua Cássia, 97, o CEI tem capacidade para atender 600 estudantes em tempo integral, mais mil no contraturno escolar, do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, além de estudantes do ensino médio da Funec, no período noturno. “Vamos cuidar deste novo espaço, com muita alegria. O prefeito foi bastante obstinado na realização desse projeto que, a partir de hoje, dará melhor sentido à educação municipal. Sabemos que o brilho dos nossos estudantes alegrarão cada ambiente desse moderno espaço que Contagem tem orgulho de ter”, destacou a secretaria municipal de Educação, Sueli Baliza.

São mais de 7 mil metros quadrados de área construída. Todo o projeto do CEI é sustentável, contando com aquecimento solar e coleta seletiva. São 43 espaços de aprendizagem, como o maker e tecnologia, os laboratórios de experimentação, o mídia LAB e editoração, espaço da comunicação, da música e DJ, da moda e design, espaço gourmet, sala de línguas, de teatro e dança, laboratório de jogos, espaço de artes, salas de aula reversíveis e uma ampla biblioteca.

Para o prefeito Alex de Freitas, a data de hoje marca um novo episódio, que começou no início da sua gestão e ficará marcado para sempre na vida do contagense.”É um dia muito especial. Estamos felizes em ver que o trabalho levará equidade para todos que ingressam nesta escola e, também, para os próximos que virão a estudar e aprender neste prédio público. Vivemos na certeza que a comunidade será dona e cuidará com muito zelo desse novo ambiente que, em breve, formará jovens e os capacitará para um futuro promissor”, enfatizou Alex de Freitas.

Foram investidos no CEI R$ 17 milhões, sendo R$ 15 milhões de recursos da MRV Engenharia, como contrapartida de empreendimentos em Contagem, e R$ 2 milhões de recursos próprios do Município.

Educação de Qualidade

As aulas em tempo integral serão das 7h30 às 17h. No contraturno, os estudantes serão atendidos de manhã (das 8h às 11h30) e à tarde (das 13h às 16h30). O CEI terá modelo de currículo integrado, composto por conteúdos e habilidades da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e por outra parte a ser escolhida pelo estudante, conforme o projeto orientado pela escola. O diferencial é que serão ministradas oficinas e práticas nos 43 ambientes do CEI e o aluno escolherá o que pretende cursar, dentro do período da carga horária eletiva disponível.

Um dos parceiros do CEI será o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que oferecerá 30 oficinas por semestre nas áreas de gastronomia, eletrônica, robótica, marcenaria, elétrica e tecnologias digitais.

A cada semestre, o CEI apresentará a lista das oficinas disponíveis e os alunos se matricularão a partir do que pretendem desenvolver com os projetos coletivos, pessoais e do seu projeto de vida. Com a articulação desse modelo de currículo, a Seduc pretende oferecer atendimento integrado aos estudantes abrindo novas possibilidades e experiências, contribuindo para formar seu legado na Educação em Tempo Integral de Contagem.

Professora Audrei Consolação Ferreira de Freitas Costa

Nascida em 29 de março de 1973 em Belo Horizonte, Audrei Consolação Ferreira de Freitas Costa teve como formação o curso de Pedagogia. A paixão por ensinar a trouxe para os inúmeros desafios na vida pública. Mas ela era forte, o que conseguiu mostrar nas escolas em que lecionou o amor, carinho e humanidade para com os seus estudantes. Jovem, Audrei veio ao óbito no dia 04 de setembro de 2014, vítima de um câncer.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Cássio Matias e Geraldo Tadeu
Publicação: 06/03/2020

Notícias Relacionadas