Formação trata o cinema como meio de ensino nas escolas

Ao todo, 120 Professores de Artes puderam aperfeiçoar os conhecimentos com novas técnicas de aprendizado.

Com base no Programa de Formação Continuada, a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) tem abordado com professores a proposta denominada “Diálogos Temáticos”. Os profissionais de diversas disciplinas têm ido até o Centro Universitário UNA para assistirem palestras e participar de oficinas. Dessa vez, os agraciados foram os professores de Artes que tiveram todo o conteúdo à sua disposição.

Durante esses encontros, que começaram na segunda quinzena do mês de agosto, os professores recebem atualização didática ofertada pela Seduc. A disciplina de Artes teve como tema abordado, por meio de palestras, o cinema e os meios de alfabetização utilizados dentro das salas de aula.

A professora de Cinema da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Ana Lúcia Azevedo, esteve à frente de uma das palestras e abordou o tema: “A Alfabetização por meio do Audiovisual”. Durante a sua fala, foram apresentados meios e perspectivas que podem ser usados de maneira simples e didática com estudantes da Educação Infantil e Fundamental. “Filmes trazem a sensibilidade ao prazer sensorial e intelectual. O cinema é potente para se trabalhar com os estudantes. Com ele criamos narrativas que se aproximam do nosso cotidiano e, dessa forma, propicia reflexão e envolvimento emocional”, explica Azevedo.

Em outra palestra, que abordou o tema: “Pensar, sentir, criar e brincar com o cinema na escola”, trouxe à tona como oferecer técnicas de animação, criação de filmes produzidos com base na vida cotidiana dos alunos e “stop motion” ou movimento parado – técnica que utiliza a disposição sequencial de fotografias, aos professores de Artes. A ideia é levar meios fáceis e gratuitos que possam ser aplicados dentro de sala de aula. “Bem direcionados, os estudantes podem criar bons conteúdos e o nosso objetivo, na palestra de hoje, foi passar para os profissionais de Artes opções que trarão interação e produção de conteúdo”, destaca a palestrante e representante da secretaria municipal de Cultura, Esporte e Juventude (CEJ), Mônica Alves.

Ao final das exposições, os professores de Artes se dividiram em grupos para fazerem atividades práticas em quatro salas de aula para o complemento da formação. Ao todo, 120 profissionais estiveram divididos nos turnos da manhã e tarde para o aproveitamento dos conteúdos abordados. “A avaliação que faço é positiva. O cinema acontece nas escolas de Contagem e essa proposta foi bem viva e queremos ampliar dentro das salas de aula, mostrar a nossa cidade e sensibilizar a vida dos nossos estudantes”, enfatiza a formadora da Seduc, Denise Neiva.

A professora Kelly Cristina Santos, da Escola Municipal Domingos José Diniz Costa Belém, saiu satisfeita da iniciativa e disse ter gostado das palestras sobre o cinema em sala de aula, além disso ela fez uma atividade extra sobre teatro na escola. “Quero levar tudo o que aprendi hoje aos meus alunos, para eles se identificarem com a arte. A minha expectativa é termos estudantes criativos e que possam fazer grandes projetos em Contagem”, finalizou.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 22/08/2018

Notícias Relacionadas