Feira de Ciências movimenta escola da Regional Nacional

O foco foi apresentar projetos que solucionassem os problemas do dia a dia

A Escola Municipal Professor Wancleber Pacheco, da Regional Nacional, realizou uma Feira de Ciências para apresentar os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes. O evento movimentou toda a escola. Cada grupo abusou da criatividade e interação, sem perder o foco na aprendizagem.

Nesse ano, a ideia da escola foi trabalhar a temática da “Ciência no Dia a Dia”. Os estudantes tiveram que apresentar soluções para os problemas do cotidiano com base no que foi aprendido em sala de aula. A diversidade de temas chamou a atenção. Assuntos como a criação de uma geladeira caseira, o uso da energia solar, animais abissais (seres vivos aquáticos que vivem abaixo da zona de luminosidade dos oceanos) e o cultivo de plantas medicinais, estiveram em pauta.

Para o professor de Ciências, Rodrigo Gomes Braga, a feira traz um princípio pedagógico importante para os estudantes. Na avaliação dele os jovens aprendem colocando a mão na massa, o que acaba virando mais que uma aula expositiva. “Trabalhar esse tipo de aula é sempre bom, pois saímos também daquele tipo de aula padrão e deixamos os alunos mais livres para cada um deles criar e apresentar projetos de maneira diferente”, destaca.

Aproximadamente 450 estudantes, das turmas do 6º ao 9º ano, participaram da feira. Durante o ano letivo eles pensaram na ideia do projeto para, no fim, poderem executar de maneira bem interativa. “É gratificante podermos colocar em prática todo o conteúdo que estudamos durante o ano. O meu grupo falou sobre os animais abissais e muitas colegas de turmas, adoraram a nossa apresentação”, explica o estudante do 7º ano, Davi Souza da Costa.

Quarenta e cinco estudantes da Escola Municipal Isabel Nascimento de Mattos, que fica Regional Petrolândia, foram visitar a Mostra. A interação entre as duas escolas agradou o corpo pedagógico e fez com que os estudantes aprendessem ainda mais. “A ideia de fazer a feira uma vez ao ano é espetacular. E fico mais feliz ainda em poder compartilhar o meu conhecimento com colegas de outra escola”, finalizou a estudante do 8º ano, Danielle Silva de Oliveira.

Confira mais fotos da Feira AQUI.

Reportagem: Leonardo Melo
Fotos: Geraldo Tadeu
Publicação: 22/10/2018

Notícias Relacionadas