Escola Municipal José Lucas Filho será reformada em breve

Em visita à unidade, prefeito Alex de Freitas autorizou a liberação de mais verba para que possa ser feita a reforma completa da escola.

A Escola Municipal José Lucas Filho já está na agenda para receber uma grande reforma, que deve iniciar assim que forem concluídas as planilhas de serviço e de custo. A informação é do prefeito Alex de Freitas que visitou a unidade, nesta segunda-feira (21). “Além do custo previsto inicialmente de R$ 200 mil, estamos liberando para a obra mais R$ 100 mil. Esse acréscimo vai cobrir a reforma completa que a unidade está precisando. Essa situação de vários problemas estruturais está com os dias contados”, disse o prefeito, percorrendo as suas dependências com a diretora Cleire Cristina Silva, com o vice-diretor, Flávio Martins e a professora de Ciências, Paula Rejane de Macedo.

A E.M. José Lucas Filho tem uma área de 6.500 metros quadrados de área total, com boa parte construída. Está com três salas interditadas por causa de problemas com chuva e boa parte dos telhados (calheitão) comprometidos. Atualmente, a escola atende 467 estudantes, sendo que 40 estão no Ensino Infantil e tem idade entre 4 e 5 anos. Porém, a capacidade total da escola é de 700 alunos.

O subsecretário de Gestão de Operações da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), Sérgio Mendes e o presidente da Câmara de Vereadores, vereador Daniel Carvalho, também acompanharam a visita. O vereador já havia solicitado e explicado ao governo a premência de obras, principalmente, por causa de chuvas. “Quando falamos com o prefeito, ele atendeu prontamente, agendando para ver de perto e solicitando celeridade, pois toda a comunidade escolar vem sofrendo muito com os problemas que foram se acumulando nos 28 anos de existência da unidade. Estamos acompanhando esta fase de diversas obras em curso, não só de reformas escolares da Sede, mas de outras regiões. A cidade se transformou em um grande canteiro de obra; com obras viárias e de melhorias urbanas, além de investimentos que já refletem avanços na qualidade da Educação e da Saúde”, destacou Daniel Carvalho.

Segundo o subsecretário de Educação, Sérgio Mendes, os recursos previstos inicialmente já foram repassados pelo Pró-Escola e o IPTU. Agora, com a autorização do prefeito para uma verba adicional, haverá um volume maior a ser repassado pela Seduc destinado a cobrir tudo o que a unidade precisa. “Dentro de 30 a 40 dias, as obras devem ser iniciadas e a previsão de entrega será em meados do próximo ano”, disse. Das unidades da Sede, também estão na agenda de obras de reforma, as escolas municipais Domingos José Diniz Costa Belém, Professor Geraldo Basílio Ramos e Doutor Sabino Barroso.

Para a diretora Cleire, a visita e o anúncio de celeridade a partir de agora foi uma grata surpresa. “Estamos sofrendo com o processe de evasão da comunidade. Muitos pais preferem levar seus filhos para estudar em outras escolas da região Sede por causa da precariedade da nossa estrutura. Temos um corpo de professores muito bom, projetos maravilhosos e uma comunidade unida. Acredito que, com a reforma completa, esta unidade voltará a ser referência novamente na Sede”, disse ela, otimista.

Escola é uma das maiores da Sede

A Escola Municipal José Lucas Filho está localizada à rua Lincoln Costa Ferreira, 80, Bairro Fonte Grande e foi inaugurada em 1991. Toda a unidade ganhará pintura nova, mas a obra de reforma mais urgente começará pelos telhados danificados. A acessibilidade também deverá melhorar, pois até hoje só foi feita rampa paliativa. Há uma sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE) que precisa contar com acesso para cadeirantes.

No imóvel há dois níveis de salas de aula, com corredores onde há problemas constantes com água pluvial. A escola conta com duas quadras cobertas e ambas necessitam de reforma. A quadra menor está com problemas elétricos e precisa de reforma nas arquibancadas. Ao lado desta quadra há um bom espaço em que será suprimida uma árvore para dar lugar a uma horta como é o desejo da comunidade escolar.

No espaço das aulas de Educação Física, duas mesas de ping pong serão suprimidas e os vestiários e banheiros serão totalmente reformados. Para o refeitório serão solicitados móveis novos.

Reportagem: Noeme Ramos
Foto: Cássio Matias
Publicação: 22/10/2019

Notícias Relacionadas