Educação sobre drogas

O professor está na centralidade desse processo, mas o protagonismo é juvenil! A escola é um espaço de trocas de ideias entre as crianças e jovens e deve promover a reflexão sobre as desvantagens de experimentar o álcool ou outras drogas, exibindo filmes, incentivando a interpretação de peças teatrais que tratam da temática, gincanas e outras formas lúdicas de abordar o tema.

“Não use drogas”. “ A droga faz mal e pode até matar!”

Mas, … a droga existe há milhões de anos e continuará existindo…e muitas vivências e experiências de vida dos jovens perpassam pelo uso destas substâncias, pela venda, por presenciar pais ou responsáveis fazendo uso diário e muitas vezes descontrolado de alguma droga.

Você tem medo de falar sobre drogas? De que forma gostaria que o assunto fosse tratado na sua escola? Todos nós somos responsáveis e multiplicadores de informações. Você pesquisa sobre uma determinada droga que seu colega te apresenta? Link do Cebrid.

O diálogo é fundamental. O uso de drogas é cultural na sociedade, não adianta proibir. É preciso discutir sobre o uso de drogas. O que leva as pessoas a utilizarem as drogas, como as propagandas de cervejas influenciam ou não ao consumo precoce do álcool, ao ver os pais fazendo uso diário de substância tóxica incentiva os filhos a se tornarem usuários de drogas, se a droga é a melhor saída para lazer ou resolver os problemas que surgem ao longo da vida.

Os estudantes precisam se tornar cidadãos questionadores e agentes multiplicadores dos princípios de uma vida mais saudável e feliz. São temas importantes: Habilidades sociais, prevenção, interação com grupos, comunicação não violenta e etc.

Desenvolver a auto crítica e autonomia para discutir o consumo de álcool e outras drogas é fator primordial para os jovens compreenderem a perspectiva de redução de danos à saúde de forma geral. Corpo são em mente sã. Emoções, pensamentos, decisões e atitudes saudáveis nos fazem mais felizes e seguros. 

Fica a dica. Conheça o Projeto DesEJA . Projeto de Extensão Universitária do Instituto de Química da UFRJ- Universidade Federal do Rio de Janeiro, para os estudantes da EJA, na perspectiva da proposta de redução de danos à saúde. CLIQUE AQUI.

Clique e assista o vídeo “Campanha de prevenção”.

Notícias Relacionadas