Defesa Civil de Contagem realiza ação em escola para conscientizar crianças sobre os riscos de brincar em áreas alagadas

A Defesa Civil de Contagem realizou nessa segunda-feira (10/2), uma palestra para estudantes da Escola Municipal Virgílio Melo Franco, na Vila São Paulo, sobre os riscos de brincar em áreas alagadas e correntezas. A ação foi proposta após um vídeo viralizar nas redes sociais no qual um grupo de crianças brinca na avenida Tereza Cristina, no momento em que o Ribeirão Arrudas transborda. O registro foi feito durante o temporal da última quinta-feira (6/2). Os garotos voltavam de uma escolinha de futebol.

A palestra ocorreu na escola onde essas crianças estudam no mesmo dia em que a comunidade escolar foi recebida para o início do ano letivo. Pais e responsáveis também participaram da ação de conscientização.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Contagem, Samuel Lara, as imagens são muito preocupantes, pois demonstram que as pessoas ainda não têm uma cultura de prevenção e de autoproteção. “Esse fato serve para trazer uma reflexão importante da nossa sociedade sobre a cultura de proteção e de autoproteção. Visto que aqueles meninos não tinham percepção do risco, tratando o fato como brincadeira, de forma muito ingênua, mas não percebiam o tamanho do perigo que estavam correndo ali. Este é um dos pontos mais críticos da Região Metropolitana, com alagamentos constantes, mas nós também vimos várias imagens de pessoas nadando e brincando na enchente. Já tivemos pessoas arrastadas, e, até mesmo, óbitos. Não é uma coisa simples, então a orientação da Defesa Civil de buscar local seguro, buscar abrigo até o término da chuva é essencial. Essa é preocupação muito grande para nós que lidamos com a questão da gestão do risco do desastre e não podemos deixar que isso aconteça”, afirmou.

A diretora da E. M. Virgílio Melo Franco, Rosana Chaves, agradeceu a parceria da Defesa Civil. “Juntos estamos promovendo ações para conscientizar essas crianças e também a comunidade escolar. Vamos continuar fazendo esse trabalho, para que todos tenham percepção do risco. Graças a Deus não aconteceu nada, pois hoje eles poderiam não estar aqui mais. Isso é muito sério”, disse.

Os pais de dois garotos, de 13 e 14 anos, que estavam no vídeo contaram que a família ainda está abalada. “Quando eu vi o vídeo estava no trabalho, fiquei apavorada, não consegui nem dormir, só chorava de pensar no que poderia ter acontecido. Depois de tudo, os meninos estão abalados. Espero que sirva de lição para todos e nunca mais se repita”, disse Adriana Barros, moradora do Bairro das Indústrias e mãe dos meninos.

Após a palestra, a Defesa Civil de Contagem distribuiu um jogo educativo de tabuleiro sobre os riscos em tragédias e como se proteger diante delas. Os jogos serão distribuídos para estudantes da Rede Municipal de Ensino.

Texto: Vanessa Trotta

Foto: Geraldo Tadeu

Notícias Relacionadas