Centro Cultural de Contagem sedia encontro entre alunos de escolas municipais e artista plástico

Bate-papo foi conduzido por um profissional para apresentar aos alunos o resultado das obras de arte desenvolvidas por 26 artistas.

O Centro Cultural de Contagem foi local de encontro entre alunos das escolas municipais Josefina de Souza Lima, no bairro Bela Vista, e Eli Horta Costa, na Sede, com o professor e artista plástico Fernando Perdigão, durante a abertura da III Bienal do Livro de Contagem, na sexta-feira (8). Os estudantes tiveram acesso ao trabalho realizado por artistas feito em conjunto com pessoas atendidas pelo Centro de Atendimento e Inclusão Social – CAIS. As obras fazem parte da mostra “CAIS – um ponto de partida”, sediado no centro cultural.

A exposição é resultado do período no qual os artistas mergulharam a fundo na dinâmica da instituição e ministraram oficinas com crianças e adolescentes atendidos no Cais, durante os meses de agosto e setembro.

Nelas, os trabalhos elaborados pelos jovens foram a iniciação para a criação de cada obra. “As crianças são nossos melhores visitantes. Eles querem saber sobre tudo, cada detalhe, e isso nos enche de satisfação. São perguntas inocentes, muitas sem respostas técnicas, mas que nos encantam pela sinceridade e pela alegria que eles transmitem ao serem respondidos. Essa é a essência do nosso trabalho aqui”, revelou Fernando Perdigão.

As agendas de visitas são acompanhadas e supervisionadas pela equipe do Centro Cultural. Grupos podem visitar o Centro Cultural após agendarem a ida pelo telefone 3352-5347 – para alunos de todas as idades – A visitação é aberta ao público diariamente, das 8h às 17h.

Serviço:
Mostra coletiva “Cais – um ponto de partida”
Exposição: de 05 a 15 de novembro
Galeria do Centro Cultural de Contagem – Rua Dr. Cassiano, 130, Centro – Contagem – MG
Visitação: de segunda a sexta, das 8 às 17h
Contatos Cais: 3393-1988 / 3395-0700 / 97178-0935

Reportagem: Marcelo Grillo
Foto: Geraldo Tadeu
Publicação: 13/11/2019

Notícias Relacionadas