Unidades Sentinelas funcionaram no feriado de 1º de maio para atendimento de pacientes com suspeita de dengue

Apesar da grande procura, atendimento no feriado foi tranquilo na UBS Bandeirantes, uma das Unidades Sentinelas de Contagem

As 30 UBS Sentinelas, em todas as oito regionais de Contagem, ficaram abertas das 7h às 17h

Dores no corpo, nos ossos e articulações, além de febre, prostração e manchas. Sintomas comuns em casos de dengue têm perturbado muitos contagenses. A estudante Rafaela Shineider, 19 anos, residente no bairro Santa Maria, na regional Industrial, foi vítima do mosquito Aedes aegypti. Apesar de debilitada pelos sintomas da doença, a estudante estava muito satisfeita com o atendimento na UBS Bandeirantes, no bairro de mesmo nome.

Depois de esperar por seis horas para ser atendida, por meio de um plano de saúde em hospital particular, na segunda-feira (29), Rafaela foi informada de que o resultado do exame só ficaria pronto na sexta-feira (3). Indignada, a moça resolveu procurar a UBS próxima de sua residência no final da tarde de terça-feira (30). “A UBS estava quase fechando, mas fui prontamente atendida e me pediram para voltar no dia seguinte. Estou desde cedo na hidratação e o resultado do teste de dengue deve sair daqui a pouco. Estou me sentindo melhor e muito agradecida com o atendimento, principalmente por ser feriado”, ressaltou a paciente.

De acordo com a gerente da Unidade, Edinelle Vieira, apesar da grande procura, o atendimento no feriado foi tranquilo. “Estamos trabalhando com equipe completa e contamos com a excelente estrutura da UBS. A Sentinela está sendo de grande valia neste momento atípico da dengue em nossa cidade, e todos estão sendo atendidos e medicados”, informou.

Reforço no combate as arboviroses

As Unidades Sentinelas, criadas pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, são novidade no município e reforçam o atendimento de casos de suspeita de dengue, que também são feitos em 74 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e cinco UPAs da cidade. Além do tratamento das arboviroses, o usuário pode tomar a vacina de gripe nas Unidades Sentinelas.

As 30 Unidades Sentinelas são equipadas com insumos necessários no atendimento a pacientes com suspeita de dengue, zika, chikungunya e febre amarela, as chamadas arboviroses, como aparelhos de medir pressão e material para hidratação venosa e teste de dengue.

Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem também vêm sendo capacitados para o atendimento de pessoas com sinais de dengue, e os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) do município seguem atuando junto à comunidade, informando sobre as arboviroses, seus sinais, sintomas e riscos de agravamento.

 

 Repórter: Diúde Campos

Foto: Geraldo Tadeu

Data: 03/05/25019