Posts com a Tag ‘Secretaria Municipal de Saúde (SMS)’

Cuidadores de crianças com deficiência recebem capacitação no CER IV

A Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, promoveu, na última semana, no auditório do CER IV, o curso de Capacitação para Cuidadores de Crianças com Deficiência. O evento abordou as quatro áreas da deficiência (auditiva, física, auditiva e intelectual).

De acordo com a superintendente de Projetos Especiais e Parcerias da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), Ludmilla Skrepchuk, a capacitação é fundamental para os cuidadores, pois são eles que lidam diariamente com o manejo dos estudantes com deficiências.“A formação que está sendo oferecida no CER IV apresenta um arcabouço de informações e dicas para os cuidadores a fim de que possam melhorar a qualidade do atendimento dos estudantes nas escolas”, avalia.

Ainda, segundo Ludmilla,  a capacitação contribui para a formação profissional porque, no processo de educação escolar, o pedagógico e o clínico não se dissociam. “ Para que o aluno com deficiência tenha uma boa socialização no ambiente escolar e também participe das aprendizagens, é importante que ele esteja medicado e frequente terapias. Enfim, esteja em um processo de reabilitação constante para que possa ter um bom desenvolvimento na escola”, destacou.

Durante a capacitação, a fisioterapeuta, Aline de Oliveira, discorreu sobre conceito, causas, tipos, principais doenças e como lidar com as pessoas com deficiência física. “É mais uma conversa para sabermos quais são as dificuldades e os desafios, quais os manejos e como os cuidadores podem ajudar as crianças”. Para a cuidadora, Tamara Oliveira, o curso foi instrutivo. “Aprendi muitas coisas importantes e tirei muitas dúvidas. Agora, que entendo mais das crianças com deficiências, vou poder ajudá-las com mais precisão”, explicou.

O curso ocorreu entre os dias 22 e 25/7. Foram capacitados cerca de cem profissionais, divididos em quatro turmas. A capacitação foi promovida para cuidadores que acompanham os estudantes com deficiência nas escolas municipais e nas unidades de educação infantil (Umeis).

 

 

Repórter:  Lorena Campos

Foto: Lucas Santos

Data: 25/07/2019

 

 

Orquestra “Violões sem Fronteiras” leva música às Unidades de Saúde de Contagem

Na quarta-feira (24), a UBS Amazonas I recebeu o projeto “Violões sem Fronteiras”

A boa música não é só uma forma de entretenimento e uma medida para acalmar e relaxar. A música pode trazer diversos benefícios para a saúde, melhora da memória e até mesmo um estímulo para a prática de atividade física. A junção entre música e saúde já gera bons frutos em Contagem.

A Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Projeto de Vida, está levando música às Unidades Básicas de Saúde. A ação tem como objetivo propiciar aos usuários um momento de lazer por meio da música. O intuito é fazer duas apresentações mensais em Unidades de Saúde.

Na quarta-feira (24), a UBS Amazonas I, na regional Industrial, recebeu o projeto “Violões sem Fronteiras”. O projeto já agradou. José Guilherme, morador do Bairro Amazonas, enquanto aguardava uma consulta, batia os pés ao ritmo do forró e não escondia o sorriso. “Isso é maravilhoso, traz uma paz, não tem nem como explicar o que sinto ao ouvir essas músicas”, afirmou. Essa foi a segunda edição do projeto. A primeira apresentação ocorreu na Unidade Básica Amazonas, ao lado do CSU Amazonas.

O regente e coordenador do “Violões sem Fronteiras”, André Carvalho, revelou o sentimento ao levar o projeto para unidades de saúde. “Percebemos no semblante dos pacientes uma alegria. A música serve como se fosse um remédio. Acalma e propicia o bem-estar e eles nem veem o tempo passar”, destacou André Carvalho.

Violões sem Fronteiras

A Orquestra Violões Sem Fronteiras tem em seu eixo principal a prevenção ao uso de drogas, por meio do ensino da música a crianças e adolescentes, da prática musical em conjunto. Atualmente, a orquestra é composta por alunos de violão, percussão, flauta doce e violino.

Mais informações sobre o projeto pelo telefone: (31) 3361-7526.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Fabio Silva 

Data: 24/04/2019

Plenária Municipal de Saúde aprova propostas de Contagem para a Conferência Estadual

Além de 15 propostas, foram eleitos os 32 delegados que representarão o município

Com a participação de quase 400 pessoas, entre usuários, trabalhadores e gestores, a Plenária Municipal de Saúde de 2019, realizada sábado (30), na Faculdade UNA, selecionou 15 propostas que serão levadas para a Plenária Estadual, a ser realizada entre abril e junho. Também foram escolhidos os 32 delegados que representarão o município na Conferência Estadual.

Com eixo em três temáticas (Saúde como direito; Consolidação dos princípios do SUS e Financiamento adequado e suficiente para o SUS), a Plenária Municipal discutiu várias propostas até a aprovação final. O coordenador da Comissão de Relatoria, dr. Newton Lemos, ressalta que o foco das propostas foi “a contribuição de Contagem para a melhoria da gestão de Saúde em Minas Gerais e no país”.

Inicialmente, foi feita a eleição dos delegados, com representantes de cada um dos oito Distritos Sanitários e de acordo com a paridade de cada segmento, usuários, trabalhadores e gestores, definida por lei.

O secretário municipal de Saúde, Cleber Faria da Silva, avaliou como muito positiva a Plenária, em todos os aspectos, principalmente quanto à maturidade do Conselho Municipal em termos de condução do processo. “Desde o início, com a mobilização dos conselheiros, com o propósito de fazer uma plenária organizada e bem direcionada, seguindo o que preconiza o Ministério da Saúde. Graças à mobilização via Distritos, tivemos uma das maiores adesões em plenárias de saúde de Contagem”, comenta.

Cleber Faria da Silva destaca também a participação popular nas discussões: “Tive a nítida percepção que as pessoas estavam lá por interesse pelo tema, em participar e colaborar de forma coletiva, com o objetivo de que as propostas pudessem ser construídas da melhor maneira possível para serem levadas a nível estadual e chegar também a nível federal”.

Participação popular

A participação popular, mais uma vez, foi importante para a definição das propostas e eleição dos delegados. “Aqui é o lugar onde podemos dar idéias e pontuar situações que podem ser melhoradas. É um ótimo momento para que possamos relatar a real situação de cada região, para contribuir com melhorias”, avalia Ismênia Freitas, da Regional Ressaca, representante do segmento usuário.

Mesmo quem participou pela primeira vez de uma plenária da Saúde destacou a importância da participação nas discussões. “É importante o debate para esclarecermos vários pontos, como as dificuldades que têm os usuários e as melhorias que podem ser feitas. Ao mesmo tempo, a gente recebe informações da gestão e uma projeção do que vai se fazer. A plenária melhora o campo de visão do usuário. Tenho observado que a saúde tem melhorado em Contagem. O caminho é este: dar sequência ao que tem sido feito”, comenta Jorlim Antônio Barbosa, usuário da Regional Eldorado.

Opinião semelhante tem o usuário Hermínio José Rosa, da Regional Petrolândia: “É a primeira vez que participo. Aqui, a gente fica sabendo direitinho o que está acontecendo com a Saúde em nosso município. Quero entender como tudo funciona, os projetos para a Saúde de Contagem. É bom para votarmos e darmos sugestões”.

Adriana Malta, servidora da UBS Maria da Conceição, na Regional Sede, também aponta os pontos positivos do encontro: “A plenária é boa para olharmos o lado do usuário, ver de que eles estão sentindo falta. Para o trabalhador, vemos o que pode ser melhorado em termos de legislação e de rotina de trabalho. É a primeira vez que participo, mas, pelo que tenho ouvido, sempre tem dado resultados”.

Entre as autoridades presentes, além do secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria Silva, estavam presentes a secretária-adjunta Kênia Silveira Carvalho, a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maria José Pinto, a superintendente regional de Saúde, Débora Marques Tavares, representando o secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva; e o vereador Dr. Rubens Campos.

No início da Plenária, houve apresentação do grupo teatral Agente em Cena, com a peça “O secador e o espelho: Democracia e Saúde”. O Programa Movimenta Contagem também esteve presente, fazendo o cadastramento de novos usuários para os mais de 100 núcleos implantados no município.

 

Repórter: Eugênio Moreira 

Foto: Fábio Silva 

Data: 02/04/2019

Atenção Domiciliar de Contagem é modelo para Aracaju (SE)

Profissionais de Saúde da capital sergipana estiveram em Contagem para ver de perto o funcionamento do SAD

O Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) da Secretaria Municipal de Saúde está servindo de exemplo para a Secretaria de Saúde de Aracaju (SE). A assessora de planejamento, Camille Aragão de Arruda, e a RT da Rede de Urgência e Emergência de Aracaju, Ana Paula Santos Leite, estiveram na quinta-feira (28) e sexta-feira (29) no município para acompanhar de perto o trabalho desenvolvido pelas equipes do SAD de Contagem.

O município de Aracaju foi habilitado pelo Ministério da Saúde com 6 EMADs (Equipe Multidisciplinar de Atenção Domiciliar) e duas EMAPs (Equipe Multiprofissional de Apoio (EMAP), e a coordenação nacional do Ministério apresentou Contagem como modelo para a implantação do programa de Atenção Domiciliar. As duas cidades têm número de habitantes semelhante: 650 mil na capital de Sergipe e 720 mil em nosso município.

“Viemos conhecer a experiência do serviço de perto, as dificuldades de implantação, os avanços que o SAD conseguiu, para que a gente possa utilizar como conhecimento para a implantação em Aracaju. Uma vivência mesmo com gestão municipal, uma troca de experiências para implantação do serviço no nosso município”, conta Camille de Arruda.

As representantes da Secretaria de Saúde de Aracaju acompanham visita de uma equipe da EMAD Pediátrica no bairro Jardim Laguna

 

Após assistirem a uma apresentação do programa executado em Contagem, feita pelo diretor do Departamento de Atenção Domiciliar da SMS, Erivelton Cordeiro Carvalho, e outros profissionais da equipe, e acompanharem visitas a domicílios das EMADs, as representantes da Secretaria de Saúde de Aracaju deixaram Contagem com muitas informações e boas experiências.

“O SAD é uma coisa nova que estamos iniciando em Aracaju, e Contagem foi a nossa referência, indicada pelo Ministério da Saúde”, afirma a enfermeira Ana Paula Leite. “A experiência foi encantadora. O processo funciona muito bem, a atenção dos profissionais com os pacientes é fantástica. O perfil que Contagem colocou para a Atenção Domiciliar é de extrema importância para desospitalizar pacientes. Foi muito proveitosa a nossa visita”.

“É uma honra ser indicado pelo Ministério da Saúde como um serviço de referência e poder ajudar a outros municípios nessa construção de estratégias na Atenção Domiciliar. É um marco importante na história do SUS em Contagem”, avalia o diretor Erivelton Carvalho.

Contagem é um dos oito pólos do país a integrar o projeto Complexidade do Cuidado na Atenção Domiciliar, uma parceria do Ministério da Saúde com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz. “Em setembro, vamos receber 32 gestores de todo o país para conhecer nosso serviço e usá-lo como multiplicador”, conta Erivelton Carvalho.

A subsecretária de Assistência em Saúde, Kênia Silveira Carvalho, recepcionou as profissionais de Aracaju e colocou a Secretaria à disposição: “Vocês são sempre muito bem-vindas. Ficamos felizes por ter nosso trabalho reconhecido. Estamos aqui para nos dar as mãos e vocês também têm algo para nos transmitir”.

Atenção Domiciliar

O SAD Contagem beneficia pacientes em condições clínicas de se submeter a tratamento relacionado à clínica médica, pediatria, ortopedia e cuidados paliativos no próprio domicílio. Esses pacientes são encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), pelo Hospital Municipal de Contagem ou por hospitais da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os benefícios da desospitalização estão relacionados à diminuição do risco de contrair infecções hospitalares e à realização dos cuidados no conforto do lar, possibilitando que familiares e/ou cuidadores não precisem se deslocar até uma unidade de saúde para prestar esse auxílio. Há também os benefícios psicológicos, pois a desospitalização contribui para evitar sentimentos como estresse e depressão, frequentes no ambiente hospitalar. Por fim, há também o benefício coletivo: aumentar o giro das vagas em pronto-socorros e UPAs, liberando leitos para pessoas que necessitam de cuidados em urgência e emergência.

O Serviço de Atenção Domiciliar foi implantado em Contagem em 2012. Em janeiro deste ano, o serviço foi ampliado: agora são sete EMADs (compostas por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais e técnicos em enfermagem) e três EMAPs (formadas por psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, fonoaudiólogos e dentistas). Ao todo, são 114 profissionais, com capacidade máxima de atendimento a 340 pacientes por mês.

 

 

Repórter: Eugênio Moreira 

Foto: Fábio Silva

Data: 29/03/2019

Profissionais de Saúde passam por capacitação para atendimento a casos de dengue

Treinamento faz parte do planejamento da Secretaria de Saúde para arboviroses

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoveu treinamento de manejo clínico de atendimento para arboviroses, com ênfase na dengue, para médicos e enfermeiros das Upas e do Complexo Hospitalar na quinta e sexta-feiras (dias 21 e 22), na UNA Contagem. A capacitação faz parte do cronograma de ações planejadas pela SMS. “Quanto antes houver o manejo bem feito, o risco de evolução para um estado grave será menor”, afirma Flávio Luiz dos Santos, superintendente de Urgência da Secretaria de Saúde.

No dia 21, o público foram os médicos, e o treinamento foi ministrado pela médica infectologista da Secretaria Municipal de Saúde, Tânia Marcial. “Estamos numa franca epidemia de dengue”, alerta a médica. “Nosso objetivo aqui é treinar os profissionais das Upas para um atendimento adequado, principalmente quanto à hidratação dos pacientes.”

Os procedimentos que devem ser adotados pelos profissionais da saúde são os mesmos dos últimos anos. O treinamento serve para reforçá-los. Médicos e enfermeiros precisam ter firmeza na classificação de risco de cada paciente para que seja feito o tratamento adequado. “Precisamos chamar a responsabilidade de cada um de nós na assistência às pessoas. O profissional precisa reconhecer em qual estágio está a doença para fazer a hidratação correta”, destaca a médica Tânia Marcial.

No dia 22, Referências Técnicas de Enfermagem e enfermeiros do serviço de Urgência e Emergência participaram do treinamento, ministrado pela diretora de Vigilância Epidemiológica da SMS, Vercelli Andrade. Eles receberam a incumbência de retransmitir o que ouviram para os demais profissionais de cada unidade de saúde.

Na avaliação de Flávio dos Santos, o treinamento atingiu seu objetivo. “O feed-back foi muito positivo por parte dos profissionais. Fizemos estudos de casos verídicos, que se enquadram no dia a dia deles. Isso causa um envolvimento muito bom”, comenta o superintendente de Urgência da Secretaria Municipal de Saúde.

 

Repórter: Eugênio Moreira 

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 26/03/2019

Plenária Municipal de Saúde será realizada no sábado (30)

Serão discutidas as propostas do município para a Conferência Estadual de Saúde

A Plenária Municipal de Saúde de Contagem 2019 será realizada no próximo sábado (30), das 8h às 18h, na Faculdade Una, com o objetivo de selecionar as propostas prioritárias do município para a Conferência Estadual de Saúde de Minas Gerais. Organizada pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Conselho Municipal de Saúde, a plenária é aberta à participação da população em geral.

No evento, além de serem debatidas, formuladas e selecionadas as propostas que vão compor as discussões estadual e nacional das conferências de saúde neste ano, serão selecionados 32 delegados que vão representar Contagem na plenária estadual,  prevista para ser realizada entre abril e junho. A plenária contará com a participação de conselheiros de saúde, representantes de entidades e de movimentos sindicais, sociais e populares e estará aberta à população em geral.

Os eixos temáticos da plenária são os seguintes:

I – Saúde como direito;
II – Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS); e
III – Financiamento adequado e suficiente para o SUS.

A presidente do Conselho Municipal de Saúde de Contagem, Maria José Pinto, destaca a importância desta plenária. “Estamos resgatando várias lutas da Conferência de 1986, que serviu de base para a Constituição de 1988. Na época, lutávamos por direitos que não existiam. Hoje, as lutas são parecidas, porque estamos perdendo esses direitos conquistados e outros estão ameaçados”, alerta. A presidente do CMS aponta o congelamento da verba pública para o SUS por 20 anos, definido pela Emenda Constitucional 95/2016, como a principal ameaça no momento. “É hora de acordarmos a sociedade. Se os nossos direitos estão sendo perdidos é porque estamos de braços cruzados. Temos de ser protagonistas neste sistema”, convoca Maria José Pinto.

Serviço
Plenária Municipal de Saúde de Contagem 2019
Data: 30 de março, sábado
Horário: das 8h às 18h
Local: Faculdade UNA (avenida Maria da Glória Rocha, nº 424, Centro)

 

Repórter: Eugênio Moreira

Data: 25/03/2019

No Dia Mundial do Rim, saiba mais sobre os ‘filtros do corpo’

Para celebrar a data, Contagem realiza ação com prestação de informações e de serviços

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou ação para conscientizar a população sobre a importância da saúde dos rins, nesta quarta-feira, véspera do Dia Mundial do Rim. A ação ocorreu em frente ao Centro de Autorização de Procedimentos em Saúde (Ceaps).

O evento contou com a presença de equipes médica, de enfermagem, nutrição e serviço social, atendendo gratuitamente à população com aferição de pressão arterial e de glicose e cálculo do Índice de Massa Corpórea (IMC), além de distribuição de material informativo sobre a Doença Renal Crônica (DRC). Ao longo da manhã, cerca de 200 pessoas passaram pelas tendas montadas em frente ao Ceaps, localizado na regional Eldorado.

A rede SUS/Contagem oferece exames para detecção de problemas nos rins no âmbito da Atenção Básica. E, se os rins já não funcionam bem, a rede oferece tratamento no âmbito da média e alta complexidade, por meio das consultas com especialistas em nefrologia e do atendimento ambulatorial e hospitalar. A porta de entrada para esses serviços é a Unidade Básica de Saúde (UBS).

O coordenador da Comissão de Nefrologia da Rede SUS/Contagem, Augusto César Soares dos Santos, participou da organização da ação e explica que o bom funcionamento dos rins é fundamental para a saúde.

Confira a entrevista:

O que é o rim? As pessoas têm dois rins?

Os rins são órgãos do corpo humano que desempenham várias funções, como regular a quantidade de água do corpo e filtrar as impurezas do sangue. Os rins também metabolizam vitamina D, ajudando na manutenção dos ossos, e ajudam na construção das hemácias, contribuindo para que a pessoa não tenha anemia. Os dois rins ficam localizados mais próximos das costas, atrás da cavidade abdominal.

Quem está mais propenso a desenvolver problemas nos rins?

Principalmente os hipertensos e diabéticos, mas os fatores de risco estão relacionados também à existência de doente renal crônico na família, obesidade, tabagismo e doença cardíaca.

Quais são os sintomas de que há problemas nos rins? Como a pessoa pode saber se tem algum mau funcionamento renal?

Os sintomas costumam aparecer em estados mais avançados. São problemas silenciosos, e por isso é muito importante que as pessoas realizem exames simples, disponíveis na Atenção Básica do município (Unidades Básicas de Saúde), como exame de urina e de creatinina no sangue, para detectar precocemente disfunções renais. Esse acompanhamento pode ser feito nas unidades de saúde, no âmbito da Atenção Básica. Já os pacientes com função renal comprometida precisam necessariamente ser acompanhados por nefrologistas, que são os especialistas no diagnóstico e tratamento clínico das doenças do sistema urinário, principalmente relacionadas aos rins. Por isso, ações como essa são importantes: as pessoas precisam ser testadas e acompanhadas e, se necessário, encaminhadas ao tratamento. Em torno de 10% da população tem alguma disfunção renal.

Quer saber mais sobre a assistência ligada à nefrologia na rede SUS Contagem? Clique AQUI.

Quer saber mais sobre a insuficiência renal aguda? Clique AQUI e confira as informações disponibilizadas no portal da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN).

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Fábio Silva

Data: 13/03/2019

Contagem promove ação de conscientização sobre a saúde dos rins na quarta-feira (13)

Evento busca chamar a atenção da população sobre a importância dos cuidados com os rins

Para chamar a atenção sobre a importância dos cuidados com os rins, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza, na quarta-feira (13), uma ação em comemoração ao Dia Mundial do Rim.

Idealizada pela Sociedade Internacional de Nefrologia (ISN), a data tem como objetivo reduzir o impacto da doença renal em todo o mundo e é celebrada na segunda quinta-feira do mês de março. Neste ano, em que a data é comemorada no dia 14 de março, o alvo da campanha é o aumento da conscientização sobre a alta e crescente presença de doenças renais em todo o mundo, bem como a necessidade de estratégias voltadas à prevenção e ao gerenciamento de doenças renais.

A Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) coordena a campanha no Brasil, desenvolvendo material informativo e educativo sobre os fatores de risco para a Doença Renal Crônica (DRC). A parceria com os centros de nefrologia regionais viabiliza ações em todas as regiões do país, com o intuito de divulgar a importância da saúde renal, da prevenção e do diagnóstico precoce da DRC. De acordo com a SBN, estima-se que existam atualmente no mundo 850 milhões de pessoas com doença renal decorrente de várias causas. A DRC causa pelo menos 2,4 milhões de mortes por ano, com uma taxa crescente de mortalidade.

Em Contagem, o Dia Mundial do Rim será comemorado na quarta-feira (13), das 8h às 12h, no Centro de Autorização de Procedimentos em Saúde (Ceaps). O evento contará com a presença de equipes médica, de enfermagem, nutrição, serviço social e pessoal administrativo, atendendo gratuitamente à população com ações de aferição de pressão arterial e cálculo do Índice de Massa Corpórea (IMC), além de distribuição de material informativo sobre a DRC. O Ceaps está localizado na avenida Guilhermino de Oliveira, nº 60, no bairro Novo Eldorado.

Fila zero

Para os pacientes que já não contam com os rins funcionando, a rede SUS Contagem oferece os serviços de diálise em uma das duas clínicas conveniadas à rede. Segundo a Comissão de Nefrologia de Contagem, formada pelo médico regulador Augusto César Soares dos Santos e pelo servidor administrativo Carlos Roberto dos Santos, atualmente, 546 pacientes fazem hemodiálise pelo SUS três vezes por semana e não há fila de espera para acesso ao tratamento. Para aqueles que necessitam, o município oferece também ambulância, se necessário.

A rede SUS Contagem conta ainda com dois nefrologistas para consultas ambulatoriais no Centro de Consultas Especializadas (CCE) Iria Diniz e três nefrologistas para atendimento hospitalar, no Hospital Municipal de Contagem (HMC). Semanalmente, são ofertadas mais de 80 consultas com nefrologista no CCE Iria Diniz e não existe fila de espera para consulta nesta especialidade, com agendamento feito conforme demanda, a partir das Unidades Básicas de Saúde (UBS), porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Repórter: Carolina Brauer

Data: 11/03/2019

Vem aí a Plenária Municipal de Saúde de Contagem

Plenária popular será no dia 30 março, na Faculdade UNA, com participação aberta à população

Com o objetivo de construir e selecionar propostas prioritárias de Contagem que irão integrar o debate nas etapas estadual e federal das conferências de saúde de 2019, a Secretaria Municipal de Saúde vai realizar, em parceria com o Conselho Municipal de Saúde (CMS), a Plenária Municipal de Saúde de Contagem 2019. A plenária popular ocorrerá no dia 30 de março, sábado, das 8h às 18h, na Faculdade UNA.

Na ocasião, além de serem debatidas, formuladas e selecionadas propostas que vão compor as discussões estaduais e nacional das conferências de saúde 2019, também serão selecionados 32 delegados que vão representar o município de Contagem nessas instâncias participativas. A plenária contará com a participação de conselheiros de saúde, representantes de entidades e de movimentos sindicais, sociais e populares e observadores em geral, com participação aberta à população em geral.

Os eixos temáticos da plenária são os seguintes:

I – Saúde como direito;

II – Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS); e

III – Financiamento adequado e suficiente para o SUS.

Assim como Contagem, outros municípios em Minas Gerais e Brasil afora estão promovendo plenárias populares. A Conferência Estadual de Saúde de Minas Gerais está prevista para ocorrer entre os meses de abril e junho. Já a conferência nacional está prevista para julho deste ano.

Para o atual presidente do CMS de Contagem, Ronaldo Gontijo, a realização da plenária enseja não somente uma exigência normativa, mas também a necessidade de construção permanente de um SUS mais integral, equânime e universal. “Para termos conhecimento do que está funcionado e do que precisa melhorar é fundamental a participação da população, das pessoas que estão na ponta, dos usuários e trabalhadores do SUS. As diretrizes precisam também contemplar a visão da população de dos trabalhadores da rede. Fazemos um chamamento à sociedade, para discutirmos temas que são de interesse coletivo”, ressalta Ronaldo Gontijo. “Teremos a participação de representantes de todos os oito distritos sanitários da cidade”, completa o presidente do CMS de Contagem.

O assessor de Planejamento e Gestão da SMS, Newton Lemos, reforça que municípios do Brasil inteiro estão sendo chamados para elaborar propostas que comporão as discussões em seus respectivos estados, em um contexto no qual novos governos foram empossados a partir das eleições de 2018. “Entre as pautas a serem debatidas, discutiremos a necessidade da garantia de financiamento adequado e suficiente para o SUS e de reafirmação, impulsionamento e efetivação dos princípios e diretrizes do SUS. Precisamos fazer esses e outros debates”, afirma Newton Lemos.

Participe dessa construção democrática e cidadã!

Serviço

Plenária Municipal de Saúde de Contagem 2019

Data: 30 de março, sábado

Horário: das 8h às 18h

Local: Faculdade UNA (avenida Maria da Glória Rocha, nº 424, Centro)

 

Repórter: Carolina Brauer

Data: 26/02/2019

Aulão de Carnaval reuniu mais de mil pessoas na praça do Sol

Professores do Movimenta Contagem fizeram a turma se divertir na aula de zumba

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu um “Aulão de Carnaval” com os participantes do programa Movimenta Contagem, na noite de sexta-feira (22). O evento ocorreu na praça do Sol, em frente ao Shopping Contagem, na regional Ressaca. Aproximadamente mil pessoas participaram do evento, com a presença de mais de 30 professores que fizeram a turma se divertir com as danças na aula de zumba.

Na praça, foi montada toda estrutura para receber os participantes. Garrafas com água estavam à disposição para que todos ficassem hidratados. O stand da saúde oferecia o serviço de aferição de pressão, orientação de saúde bucal e distribuição de kit para higiene bucal.

O programa Movimenta Contagem possui mais de 90 núcleos espalhados por toda cidade, atendendo aproximadamente 5 mil cadastrados. “Venho toda semana participar do Movimenta Contagem, e hoje está muito lindo com a praça cheia e os professores e alunos dos outros núcleos reunidos aqui. Está legal demais”, destacou Ângela Fonseca Ramos.

 

Repórter: Nelson Augusto

Foto: Newton de Castro Resende

Data: 25/02/2019