Posts com a Tag ‘Secretaria de Saúde’

Prefeitura de Contagem publica edital para Programas de Residência Médica

A Secretaria Municipal de Saúde de Contagem abrirá inscrições para seleção dos candidatos ao preenchimento de vagas nos Programas de Residência Médica, credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM/MEC.

O candidato com graduação em Medicina deverá optar por uma das especialidades ofertadas: Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e Anestesiologia. Os Programas de Residência terão início a partir do dia 01/03/2021.

As inscrições serão realizadas PELA INTERNET, no período de 06/10/2020 a 20/10/2020, das 09h às 18h, no seguinte endereço: www.aremg.org.br no menu “Processo Seletivo”. Antes de iniciar a inscrição o candidato deverá providenciar cópias digitalizadas do documento de identificação com foto (frente e verso) e do comprovante que atende ao requisito (diploma ou registro CRM ou comprovante que completará curso de medicina até 28 de fevereiro de 2021 para programas com entrada direta a ser enviado via sistema e cópia de todos os documentos para a avaliação curricular).

O Processo Seletivo será realizado em duas etapas, sendo a primeira etapa uma prova geral de conhecimentos médicos com valor de 90 pontos, e a segunda etapa composta por análise curricular padronizada com valor de 10 pontos.

Aos médicos estrangeiros formados no Brasil será exigido no ato da inscrição envio via sistema de cópia digitalizada de visto permanente no Brasil. Após envio dos documentos, terão as inscrições pendentes até análise da validade dos documentos para liberação da inscrição.

O Edital estabelece medidas de precaução com regras específicas para realização da prova escrita, visando orientar candidatos e colaboradores para práticas de proteção adequadas para evitar a contaminação e disseminação da Covid-19. As medidas foram adaptadas do protocolo do Programa Minas Consciente, da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais.

Para mais informações sobre o processo seletivo acesse o edital  CLIQUE AQUI.

 

 

 

Repórter: Nelson Augusto
Data: 23/09/2020

 

Servidores da Saúde e Segurança Pública podem fazer testes para covid-19 nas UBSs referenciadas

A Prefeitura de Contagem alterou o fluxo para realização do exame RT-PCR de detecção da Covid-19 para os trabalhadores da Saúde e da Segurança Pública, na Rede SUS Contagem. Com o objetivo de descentralizar o serviço, no dia 10 de setembro, o exame passou a ser em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) referenciadas nas oito regionais (Distritos Sanitários) do município.

O serviço de testagem para os servidores, inicialmente, no dia 6 de abril, era realizado no Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Em 15 de junho, o serviço passou a ser realizado Centro de Consultas Especializadas (CCE) Ressaca.

A partir de agora, os trabalhadores destas áreas que apresentarem o quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois ou mais dos seguintes sinais e sintomas:

  • febre (mesmo que referida);
  • calafrios;
  • dor de garganta;
  • dor de cabeça;
  • tosse;
  • Coriza;
  • distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos e sintomas gastrointestinais (náuseas, vômitos ou diarréia), desde que não tenham causa prévia associada;

Devem fazer a testagem nas UBSs conforme o setor referenciado nesta tabela CLIQUE AQUI.

 

 

Repórter: Lucas Santos 
Data: 23/09/2020

Mapeamento da Secretaria de Saúde de Contagem mostra faixas etárias que mais contraíram a Covid-19 na cidade

Até o momento, pessoas na faixa etária entre 30 e 39 anos foram as que mais contraíram a Covid-19 em Contagem

Até o momento, pessoas na faixa etária entre 30 e 39 anos foram as que mais contraíram a Covid-19 em Contagem, com 1.609 casos confirmados, segundo estudo feito pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em seguida, o mapeamento mostra que a doença atinge parcela das pessoas que têm entre 40 e 49 anos, com 1.438 confirmações da doença.

Já os jovens entre 20 e 29 anos aparecem em terceiro lugar (1.130 casos confirmados). Ao todo, 1.037 pessoas com mais de 60 anos testaram positivo para a doença. Os dados foram tabulados no dia 21 de agosto.

Óbitos

Entretanto, a faixa etária de pessoas com mais de 70 anos apresentou o maior número de óbitos, com 131 mortes confirmadas. Na sequência, vem a faixa etária entre 60 e 69 anos, com 61 mortes.

Já na faixa entre 50 e 59 anos foram registradas 31 mortes. Os dados são do dia 23 de agosto, quando o município contabilizava 254 mortes por coronavírus.

Confira abaixo a tabela de casos confirmados de Covid-19 por faixa etária

FAIXA ETÁRIA

CASOS CONFIRMADOS

Até 11 meses

21

1 a 9 anos

96

10 a 19 anos

224

20 a 29 anos

1.130

30 a 39 anos

1.609

40 a 49 anos

1.438

50 a 59 anos

930

Maior de 60 anos

1.037

Paciente de 92 anos vence a Covid-19

Com 92 anos, Maria Sabino Aquino recebeu alta no dia 22 deste mês após se recuperar da Covid-19. Ela estava internada desde o dia 30 de julho, com Covid-19, na Unidade de Internação Sede, que é um dos centros de referência ao tratamento da doença em Contagem, no dia 30 de julho . A paciente ficou na enfermaria durante 23 dias. Nesse período, precisou de oxigênio, já que a doença tinha comprometido o pulmão.
A moradora do bairro Novo Progresso sempre foi muito ativa. Faz a própria comida, lava roupas e cuida da casa. Por enquanto, a rotina da idosa não foi restabelecida. Ela segue na casa do irmão recebendo cuidados dos familiares.

 

Repórter: Júlio César Santos
Foto: Fábio Silva
Data: 26/08/2020

Hospital Municipal de Contagem é o 3º na oferta de leitos para Covid-19 entre instituições de saúde púbica da macrorregião formada por BH e 100 cidades mineiras

Com a ampliação de leitos, o Hospital Municipal de Contagem (HMC) aparece em terceiro lugar no ranking das unidades públicas de saúde que mais prestam assistência a casos de Coronavírus na macrorregião de Minas em que o Município faz parte, formada por 101 cidades. De 1º de março a 25 de julho foram feitas 850 internações.

O primeiro do ranking é o Hospital Metropolitano Célio de Castro, no Barreiro, com 1.803 pessoas internadas no período, seguido pela Santa Casa BH, com 1.335 internações. As duas instituições são da capital mineira. Os dados foram tabulados pelo sistema SUS Fácil.

O Hospital Municipal de Contagem aparece à frente do Hospital Eduardo de Menezes, também em Belo Horizonte, que é referência estadual no tratamento de doenças infectocontagiosas. Com 847 internações, a instituição da rede Fhemig aparece na quarta posição.

Os números do Hospital Municipal de Contagem mostram o compromisso da gestão em prestar assistência à população e a moradores de Sarzedo e Ibirité, que dependem do sistema de Saúde de Contagem, por meio da regulação de leitos.

Até o momento, a rede SUS Contagem tem absorvido sua própria demanda, já que houve uma reestruturação de atendimento devido à pandemia. Só no Hospital Municipal de Contagem foram criados 50 leitos de UTI e 30 de enfermaria, exclusivos para tratamento de Covid-19. Setenta e cinco profissionais foram contratados para trabalhar no HMC.

A subsecretária de Assistência à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Kênia Carvalho, ressalta que uma das prioridades do Plano De Contingência do Município no combate ao Coronavírus é a ampliação do acesso à internação. “É importante contarmos com a estrutura para que os pacientes que necessitarem de assistência tenham um acesso mais rápido aos leitos hospitalares de Covid, permanecendo o menor tempo possível nas unidades de pronto-atendimento”, afirma.

 

 

 

Repórter: Júlio César Santos
Foto: Fábio Silva 
Data: 13/08/2020

Residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos que estiverem suspeitos ou confirmados com Covid-19 ficarão em hotel da cidade

 
O local terá o suporte de uma equipe formada por enfermeiros, cuidadores de idosos, auxiliar de limpeza, assistente social  e cozinheiras.
 
Na manhã desta quarta-feira (5), profissionais da Secretaria de Saúde reuniram  com a equipe que irá trabalhar em um hotel que irá abrigar idosos residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) que apresentem quadro de síndrome gripal, suspeito ou confirmado com Covid-19.
 
O espaço  que irá abrigar os idosos foi organizado pela Secretaria de Assistência Social, com parceria da Secretaria de Saúde. Foi elaborado um plano de contingência para o cuidado da Covid-19 em ILPI, onde foi recomendado que todos os suspeitos ou confirmados ficassem em isolamento.  “Como as ILPI´s não possuem o espaço para isolamento, logo, foi destinado este espaço. O local que receberá os idosos será dividido em três áreas, sendo uma que receberá os casos confirmados, e que não necessita de ficar em hospital para terminar o tratamento, as pessoas que tiverem com sintomas ficará em outra ala até que saia o resultado do exame, a terceira ala será para os idosos que testarem negativo ficar ate que termine o período de isolamento, o recomendado é de 14 dias”, destacou a referência técnica do setor de Doenças e Agravos Transmissíveis (DAT) da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Maria Viegas.
 
O local terá o suporte de uma equipe formada por enfermeiros, cuidadores de idosos, auxiliar de limpeza, assistente social  e cozinheiras. Nesta manhã (5), os trabalhadores que irão atuar diretamente no cuidado com os idosos passaram por uma capacitação equipe da Secretaria de Saúde (referência técnica do idoso, referência de nutrição e  referência de doenças transmissíveis). Na capacitação foram abordados temas como cuidados que o idoso precisa ter no que diz respeito a manejo e ambiente (limpeza, desinfecção), e cuidados com relação à alimentação.
 
“O idoso é uma ala muito vulnerável à Covid-19, com um risco maior de complicação e óbito. Quando o idoso fica em contato com mais pessoas, isso faz com que aumente o risco de transmissão do vírus e aumenta o risco de morte. Quando tiramos esse paciente que é risco de transmissão, nós estamos protegendo o paciente e também as demais pessoas em sua volta, e conseguimos também fazer um acompanhamento do paciente que está em necessidade de isolamento”, concluiu Ana Maria Viegas.
 

A previsão para receber os idosos no hotel é para o final desta semana.

 
 
Repórter: Nelson Augusto
Foto: Adelcio Ramos 
Data: 05/08/2020

Secretaria de Saúde realiza testes rápidos em usuários e trabalhadores da Ceasa Minas

Ação em como forma é mapear e reduzir a circulação do vírus

A Secretaria de Saúde de Contagem segue trabalhando no combate ao coronavírus. Para identificar novos casos do vírus no município e fazer o mapeamento epidemiológico da doença foi realizada na Central de Abastecimento De Minas Gerais (Ceasa), a testagem dos trabalhadores e frequentadores. Os testes rápidos foram realizados por equipes de saúde do Distrito Sanitário Ressaca.

As pessoas que fizeram o exame passaram primeiramente pela triagem, na qual foram realizadas medição de temperatura e orientações.

Os testes seguiram as recomendações do Ministério da Saúde, dando prioridade às pessoas que apresentavam sintomas de síndrome gripal (febre, tosse seca, cansaço, coriza).

Ao todo 520 pessoas foram atendidas e 441 passaram pelo teste rápido. As pessoas que apresentaram sintomas gripais durante a triagem foram encaminhadas para Unidades Básicas de Saúde.

Segundo o administrador do Distrito Sanitário Ressaca, Jorge Romero Ortiz, os pacientes que testaram positivo para a doença foram notificados e encaminhados à Unidade de Saúde. “Eles terão que cumprir o isolamento social de 14 dias e serão acompanhados pelo sistema de telemonitoramento da SMS, evitando a contaminação de mais pessoas”, concluiu.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça que as Unidades Básicas de Saúde estão oferecendo o teste rápido para os usuários que estiverem apresentando sintomas gripais.

O serviço é voltado para pessoas que fazem parte do grupo de risco (idosos acima de 60 anos), pessoas com comorbidades (diabetes, hipertensão, baixa imunidade, obesidade) e também para pessoas economicamente ativas (de 15 a 59 anos), de acordo com as orientações do Ministério da Saúde (MS).

 

 

Repórter: Milla Silva
Foto: Fábio Silva
Data: 09/07/2020

Hospital Municipal de Contagem participa de capacitação do Ministério da Saúde e Hospital Sírio-Libanês

Profissionais e gestores do HMC e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) participam em São Paulo de capacitação

O “Projeto Lean nas Emergências” tem como objetivo reduzir a superlotação dos serviços de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde (SUS)

Profissionais e gestores do Hospital Municipal de Contagem (HMC) e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) participam nesta semana, em São Paulo, de capacitação para implementação do “Projeto Lean nas Emergências”, uma iniciativa do Ministério da Saúde em parceria com o Hospital Sírio Libanês. O curso tem como objetivo reduzir a superlotação dos serviços de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde (SUS).

O HMC foi selecionado juntamente com outros 39 hospitais do Brasil para fazer parte do quarto ciclo de treinamentos que aborda uma gestão voltada para a melhoria de processos e eliminar desperdícios e atividades de baixo valor agregado.

“O Lean tem origem no Japão, mais precisamente na produção da empresa Toyota e tem como finalidade enxugar os processos, ou seja, produzir mais com o recurso que tem. Na unidade hospitalar, a ideia é atender toda a demanda que chega ao Pronto Atendimento de forma eficiente, diminuindo o período de internação que impacta na lotação da unidade,” esclareceu o coordenador de Produção Assistencial do Complexo Hospitalar de Contagem (CHC), Jean Santana.

Para a coordenadora de Enfermagem do HMC, Betânia Claudiano, o projeto trará oportunidades de melhoria do processo de trabalho, otimização da mão de obra, redução de custos e, principalmente, promoção na qualidade assistencial. “Foram dois dias de intenso trabalho, muito aprendizado e troca de experiências com profissionais de hospitais de todo país. Teremos muito trabalho nos próximos meses, mas certamente colheremos bons frutos,” ressaltou.

Um diagnóstico já foi feito no setor de pronto-socorro do HMC e, a partir de fevereiro, a unidade receberá equipes do Hospital Sírio-Libanês para implementação da metodologia em Contagem com os colaboradores que participaram do treinamento.

 

Texto e Foto: Bruna Alves

Data: 29/01/2020

Contagem se torna referência sobre o Sistema de Licenciamento Sanitário Simplificado

Representantes das secretarias de Saúde e Desenvolvimento Econômico se reuniram com integrantes da Prefeitura de Alfenas

O programa visa facilitar o licenciamento de empresas cujas atividades são classificadas como sendo de baixo risco

Representantes das secretarias de Saúde e Desenvolvimento Econômico se reuniram nesta segunda-feira (27) com integrantes da Prefeitura de Alfenas para repassar a experiência adquirida sobre o Sistema de Licenciamento Sanitário Simplificado, que visa facilitar o licenciamento de empresas classificadas como baixo risco.

Contagem é o primeiro município do Estado a aderir ao programa. Além disso, foi feita a proposta da criação de um polo com dez cidades no sul de Minas Gerais para a transferência do conhecimento adquirido sobre o programa lançado em novembro de 2019. 

Assessor da Vigilância Sanitária de Contagem, Alcino Araújo destacou a importância do Sistema de Licenciamento Sanitário Simplificado. Ele afirma que interessados em atividades classificadas como baixo risco podem requerer o licenciamento utilizando o portal de serviços da Junta Comercial de Minas Gerais sem as inspeções prévias para emissão dos documentos, simplificando o procedimento.

“O intuito do Sistema de Licenciamento Sanitário Simplificado é agilizar a abertura de empresa nas cidades. O interessado em abrir uma empresa de baixo risco pode entrar no site preencher um formulário. Posteriormente um fiscal da vigilância irá ao estabelecimento, prático e rápido”, destacou Alcino.

Empreendimentos de baixo risco

Padarias, supermercados, lanchonetes, hotéis, salões de beleza, restaurantes, entre outros estabelecimentos, são considerados empresas classificadas como baixo risco. O grau de risco sanitário depende do nível de perigo potencial de danos à integridade física, à saúde humana e ao meio ambiente da atividade econômica exercida.

Clique aqui para ter acesso ao Sistema de Licenciamento Sanitário Simplificado.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Barbosa

Data: 28/01/2020

Com um jeitinho sereno, Gleycimara cria laços por onde passa

Há seis anos trabalhando na Secretaria de Saúde, Gleycimara de Castro Resende já acumula muita experiência no setor de Recursos Humanos. Desde que começou a trabalhar lá, ela já demonstrou para o que veio,  ganhou a confiança e amizades dos colegas não só do setor, mas como de toda secretaria.

Com seu jeito calmo e sereno, Gleycimara acredita que seu maior diferencial seja a paciência. “Eu explico as coisas com muitos detalhes, eu tento esclarecer da melhor maneira possível conforme a duvida do servidor”, afirma.

Ela que veio para a Secretaria de Saúde depois de um ano trabalhando na área da educação e só tem a agradecer o apoio, companheirismo e reconhecimento dos colegas. “Eu estou muito feliz por ser escolhida, eles viram algo em mim que atenderam as expectativas fico grata por tudo. Vou continuar dando o máximo de mim para estar sempre aprendendo mais”. Para ela, trabalhar no RH que é considerado a linha de frente da secretaria permitiu tal o reconhecimento das pessoas.

O seu maior aprendizado trabalhando no atendimento aos servidores foi a importância de trabalhar em equipe. “Onde eu trabalho no RH, a gente se ajuda demais. Quando um tem dificuldade o outro vai e auxilia. Somos uma verdadeira equipe, trabalhamos em muita harmonia”.

Gleycimara afirma que para realizar um bom trabalho é preciso compreender os colegas, e isso possibilita para caminhar lado a lado, tornando todos mais empáticos, uma característica que ela valoriza muito.  “Meus colegas só tenho a agradecer pela oportunidade de estar com eles no dia a dia. Sinto-me muito feliz por estar em um setor que desde o início me acolheu de maneira muito linda, com afeto e respeito.”

Para finalizar, ela deixa uma mensagem para todos, “tenho crescido bastante com os incentivos e aprendizados recebidos, e que eles marcaram não somente a minha vida profissional, mas também a pessoal. Esses seis anos de secretaria proporcionaram-me conhecer pessoas ímpares e com elas desfrutar da amizade. A todas essas pessoas, só tenho a dizer muito obrigado”, finaliza.

 

 

 

Repórter: Milla Silva (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Fábio Silva

Data: 10/07/2019

O talento que vem no sangue

A inspetora da saúde, Gabriela Buzette, tem um enorme coração. Com um jeitinho simpático e amoroso, ela conquista onde passa. Apesar de ser uma das mais jovens inspetoras, ela já reconhecida no que faz.

Ela começou sua trajetória na Vigilância Sanitária há sete anos, entretanto seus locais de trabalho mudaram durante esse período. No início, ela inspecionava padarias, restaurantes, ou seja, estabelecimentos com baixa complexidade. Atualmente, inspeciona grandes indústrias alimentícias do município.  

Sempre buscando conhecimento, Gabriela explicou que tem muito interesse em conhecer novos assuntos. Para ela, no quesito técnico a sua formação em nutrição ajudou bastante, mas, além disso, a busca por conhecimento e a experiência com outros inspetores foram fundamentais. “É muito interessante o tanto que a gente consegue aprender aqui no serviço. Eu sou uma das inspetoras que entrou mais recentemente, então a experiência dos demais inspetores foi um aprendizado que eu não conseguiria ter em outro local”, concluiu.

A jovem inspetora, também, relatou que enfrenta diversas situações e que sua experiência ajudou bastante. “Foi por meio da capacitação que eu recebi que eu consegui lidar com todo o processo educativo. Busquei muito e eu acredito que seja um diferencial até para minha atuação no meu campo de trabalho”, conclui.

Ela conheceu a vigilância sanitária desde pequena e relatou que via sua mãe trabalhando no setor e que isso sempre a motivou. “Eu sempre admirei a profissão, então eu tive a oportunidade de prestar um concurso e passar”, concluiu.

Perguntada sobre como é trabalhar com sua mãe, ela respondeu que é uma realização de sonho. “É muito interessante trabalhar com minha mãe, no inicio foi até um pouco estranho participar de reuniões com ela, mas hoje é muito natural para as duas. É um aprendizado excelente, pois minha mãe é referência na área”, relatou.

Gabriela finaliza com uma mensagem: “Tenho que agradecer muito aos meus colegas, por todo conhecimento e convívio. Sempre recebi um apoio imenso na vigilância sanitária. Eles fazem parte da minha historia e de todo meu crescimento profissional”.

 

 

 

Repórter: Lorena Campos (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Fábio Silva

Data: 09/07/2019