Posts com a Tag ‘Secretaria de Saúde’

Agentes de Saúde e Endemias se reúnem na Secretaria de Saúde

Os agentes levaram uma pauta com três pontos para ser discutida no encontro

Uma comissão representando os Agentes de Combate a Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) se reuniram nessa sexta-feira (17) na Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os agentes foram recebidos pelo secretário municipal de Saúde, Cléber de Faria Silva, e pelo subsecretário de Gestão em Saúde, Maurício Rangel, entre outros representantes da (SMS).

Os agentes levaram uma pauta com três pontos para ser discutida no encontro. O novo vínculo dos agentes após a extinção da Fundação de Assistência Médica e de Urgência de Contagem – Famuc. Com a reforma administrativa, a fundação foi extinta, e os agentes não tiveram seus vínculos e acertos regularizados. O jurídico da SMS encaminhou essa demanda para a Procuradoria-Geral do Município para avaliar a situação e dar resposta aos agentes.  O segundo ponto foi a nova Política Nacional de Atenção Básica – PNAB. Os agentes querem que PNAB, instituída pelo governo Federal em 2017, seja amplamente debatida em Contagem. Entre os pontos divergentes, estão as atribuições dos agentes. Por último, os agentes discutiram com os representantes da Saúde, o adicional por incentivo (14º salário). Essa pauta, também, foi encaminhada para a Procuradoria do Município, para também, dar um posicionamento aos agentes.

O representante da Associação dos Agentes de Saúde de Contagem – AASCOM, Helison Francisco, enfatizou que a primeira conversa foi produtiva entre as partes. “Esperamos dar sequencia nas conversas para que possamos achar um bem comum. Dessa forma continuaremos colaborando com o município em favor da população”. A AASCOM está em fase final de criação para fortalecer a luta dos agentes.

Além dos encaminhamentos para a Procuradoria-Geral do Município, o secretário municipal de Saúde, Cléber de Faria Silva, propôs uma ampla reunião. “Em setembro, já deveremos estar com as respostas da Procuradoria, então iremos realizar um amplo encontro com os mais de 700 agentes de saúde e endemias para esclarecer as dúvidas”. Cléber indicou ainda que reuniões devam acontecer com freqüência. “Os agentes são fundamentais para o município, devido ao excelente trabalho e o contato direto com o usuário. Propomos, a cada 60 a 90 dias reunir com eles para alinharmos ações em conjunto”

ACS e ACE
O Agente Comunitário de Saúde (ACS) é o profissional responsável por atuar na promoção e prevenção da saúde, mapeando e encaminhando pessoas ao serviço de saúde. O agente participa, com as equipes de saúde e a comunidade, da elaboração, programação, avaliação e reprogramação do plano de ação local de saúde.

O Agente de Combate a Endemias (ACE) promove ações de educação em saúde junto à comunidade e informa à população sobre os riscos das doenças. Além disso, o ACE também realiza visita aos imóveis e outras localidades com o objetivo de prevenir e controlar doenças como dengue, malária, leishmaniose e doença de Chagas. Atua, ainda, no controle de roedores e na prevenção de acidentes por cobras, escorpiões e aranhas e participa das ações de vacinação de cães e gatos para prevenção e controle da raiva.

Já atualizou seus dados na Unidade Básica de Saúde?

É através do seu contato telefônico que a equipe de saúde comunica o agendamento de consultas, exames e cirurgias marcadas. Se o seu telefone não estiver atualizado no seu cadastro, que fica na sua Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência, isso pode prejudicar o contato para que você seja avisado. Por isso, manter o cadastro atualizado na UBS é fundamental.

Procure a sua UBS e atualize seus dados! A renovação cadastral é prática e rápida.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Fábio Silva

Data: 17/08/2018

Conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância da educação sanitária, despertando na população o valor e os cuidados para com a saúde, nunca foi tão importante

Neste domingo (5) é comemorado o dia nacional da Saúde, que tem como objetivo conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância da educação sanitária, despertando na população o valor e os cuidados para com a saúde. O que nem todos sabem é que a data foi escolhida em homenagem ao médico sanitarista Oswaldo Cruz, que nasceu em 5 de agosto de 1872 e foi pioneiro no estudo de moléstias tropicais, da medicina experimental no Brasil e um dos principais responsáveis pelas erradicações de perigosas epidemias que acometiam o Brasil no final do século XIX e começo do século XX.

Durante a trajetória de Oswaldo Cruz e devido a sua obstinação, a vacinação tornou-se prática corriqueira no Brasil e a preocupação com a saúde pública se implantou em definitivo. Uma pessoa saudável não é apenas aquela que não apresenta doença, mas, sim, aquela que está bem consigo mesma e também apresenta uma boa relação com a sociedade. Logo, para o corpo e a mente entrarem em equilíbrio, profissionais da saúde recomendam que a população mantenha uma rotina alimentar saudável, praticar atividades físicas e manter-se bem hidratado – de preferência com água e sucos naturais.

 A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, apóia essa ideia ao lançar no dia 20 de julho, o programa Movimenta Contagem, que promove a saúde e o bem-estar dos contagenses misturando dança, atividade física, esportes e estimulando a interação social. Atualmente, cerca de três mil pessoas vêm participando do projeto, que oferece diferentes modalidades, orientadas por profissionais, em diversos espaços públicos do município. O programa Movimenta Contagem é uma parceria entre a Prefeitura de Contagem e o Núcleo de Incentivo à Cidadania (NIC), tem caráter transversal e envolve também as secretarias municipais de Cultura, Esporte e Juventude, de Desenvolvimento Urbano e Habitação e de Saúde (SMS), além das oito regionais administrativas da cidade.

Segundo o Art. 196 da Constituição Federal de 1988, “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

Confira algumas dicas para o seu bem estar:

Alimente-se a base de frutas, verduras, proteínas e carboidratos; pratique atividade física. Movimente-se; mantenha-se bem hidratado. Evite bebidas alcoólicas e gaseificadas. Dê preferência aos sucos naturais, água e chás; tenha uma boa noite de sono; durma entre 7h á 8h/noite. Um local confortável, sem ruídos e livre da claridade contribuíra para um sono de qualidade; use filtro solar. Ele é um ótimo aliado na prevenção de queimaduras e do câncer de pele; esqueça o cigarro. Ele é o causador do câncer de pulmão e enfisema pulmonar.

Já atualizou seus dados na Unidade Básica de Saúde?

É através do seu contato telefônico que a equipe de saúde comunica o agendamento de consultas, exames e cirurgias marcadas. Se o seu telefone não estiver atualizado no seu cadastro, que fica na sua Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência, isso pode prejudicar o contato para que você seja avisado. Por isso, manter o cadastro atualizado na UBS é fundamental.

Procure a sua UBS e atualize seus dados! A renovação cadastral é prática e rápida.

 

Repórter: Ágatha Dumont ( sob supervisão de Marco Antonio Astoni)

Foto: Divulgação

Data: 03/08/2018

Semana Mundial da Amamentação chama a atenção para importância do aleitamento materno

Leite materno é capaz de reduzir ocorrência de infecções e de mortes por causas evitáveis em crianças com menos de cinco anos. Amamentação exclusiva é recomendada até os seis primeiros meses de vida, mas aleitamento pode e deve prosseguir até os dois primeiros anos de idade ou mais

A amamentação é um ato de amor, no qual mãe e bebê estabelecem um vínculo profundo de afeto. E ela vai além, proporcionando uma vida mais saudável para as crianças e para as mães que amamentam. Com o objetivo de reforçar a importância do leite materno para o desenvolvimento e a proteção da criança, o Brasil e mais de 150 países comemoram a Semana Mundial da Amamentação. Celebrada entre os dias 1 e 7 de agosto, a campanha deste ano, que acontece sob o slogan “Amamentação é a base da vida”, busca conscientizar a população sobre os benefícios para a saúde da criança e da mulher.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o leite materno é capaz de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos, reduz o risco de desenvolvimento de hipertensão, colesterol alto, diabetes, sobrepeso e obesidade na vida adulta e protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias. E para a mulher, pesquisas indicam que o ato de amamentar atua diminuindo as chances de desenvolvimento dos cânceres de mama e de ovário.

Jéssica Damasceno Zeferino é mãe da pequena Valentina, que nasceu no Centro Materno Infantil (CMI) Juventina Paula de Jesus, a maternidade de Contagem, em 20 de fevereiro de 2017. Jéssica foi doadora por cerca de seis meses do Rota do Leite, iniciativa do município que coleta o leite humano oriundo de doações e o encaminha para a pasteurização no Banco de Leite da cidade de Betim.

No dia seguinte ao nascimento de Valentina, Jéssica participou da reunião de sensibilização oferecida na maternidade sobre a importância da amamentação, oportunidade na qual puérperas e familiares também recebem orientações sobre os cuidados necessários ao recém-nascido e sobre doação de leite. A participação nas reuniões de grupo, que atualmente acontecem nas instalações do CMI todos os dias da semana, às 13h30, é voluntária. À ocasião, Jéssica disse, após participar do encontro, que a experiência tinha sido muito válida, “principalmente em relação à amamentação. Estou amamentando e, se possível, vou inclusive doar leite. Até ordenhadeira eu já tenho em casa. Acho que a amamentação ajuda não só a fortalecer o elo que tenho com minha filha, mas também na recuperação do meu próprio corpo”, afirmou Jéssica.

E o vaticínio de Jéssica acabou se confirmando: ela não só se tornou doadora do Rota do Leite, seguindo os passos da mãe e da avó, que segundo Jéssica foram amas de leite, mas também se tornou a madrinha da campanha em favor da amamentação promovido pela Prefeitura de Contagem em 2017.

Hoje, um ano e cinco meses após o nascimento de Valentina, embora não participe mais do Rota do Leite, Jéssica conta que segue firme com a amamentação da filhota. “Eu trabalho e estudo e passo muitas horas do dia longe de casa. Mas, depois do trabalho e antes da faculdade, eu ainda a amamento, e também antes de dormir. É até hoje um momento único com a Valentina”, relata a mãe.

Jéssica está certíssima: o Ministério da Saúde (MS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam que os bebês sejam amamentados até os dois primeiros anos de vida ou mais, sendo o leite materno o único alimento recomendado nos seis primeiros meses de vida. Segundo a OMS e o Fundo das Nações Unidas para a infância (Unicef), cerca de seis milhões de crianças são salvas a cada ano com o aumento das taxas de amamentação exclusiva até o sexto mês de vida.

Um viva à Jéssica e à Valentina!

Amamentação cruzada pode transmitir doenças
 
A presidente do Comitê de Aleitamento Materno do CMI, Kátia Fonseca, chama a atenção para o fato de que a prática de amamentar filhos de outras mulheres, atualmente conhecida como “amamentação cruzada”, pode trazer riscos à criança, uma vez que o leite materno pode transmitir infecções como o HIV. “As amas de leite eram figuras muito comuns antigamente. Mas, hoje, sabe-se que essa prática pode trazer riscos. A recomendação é de que as mães procurem o posto de coleta de leite humano do CMI para se informar sobre doação de leite humano”, ressalta a técnica.

Agosto Dourado e Mamaço em Contagem

No Brasil, a amamentação ganhou mais um estímulo no mês de agosto: a Lei nº 13.435/2017, que institui o mês de agosto como o Mês do Aleitamento Materno. Em Contagem, está prevista uma ação de incentivo ao aleitamento materno para sensibilizar a população quanto à importância do aleitamento. Será o primeiro Mamaço de Contagem, quando um grupo de mães se reunirá, ainda neste mês, para amamentar seus bebês em público.

Acompanhe no Portal da Prefeitura de Contagem e no Blog De bem com a vida, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a divulgação da data, horário e local do Mamaço.

 

Já atualizou seus dados na Unidade Básica de Saúde?

É através do seu contato telefônico que a equipe de saúde comunica o agendamento de consultas, exames e cirurgias marcados. Se o seu telefone não estiver atualizado no seu cadastro, que fica na sua Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência, isso pode prejudicar o contato para que você seja avisado. Por isso, manter o cadastro atualizado na UBS é fundamental.

Procure a sua UBS e atualize seus dados! A renovação cadastral é prática e rápida.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Fábio Silva

Data: 03/08/2018

Vem aí mais uma Capacitação sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação

Curso, gratuito, é voltado a comerciantes, supervisores e manipuladores de alimentos de Contagem

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), promove mais uma edição da Capacitação sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação (RDC 216/2004, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa).

O objetivo é o de capacitar, apoiar e auxiliar os manipuladores de alimentos a aperfeiçoarem as boas práticas para reduzir riscos de problemas associados ao consumo de alimentos e promover as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado.

O curso, gratuito, acontecerá nos dias 17 e 18/7, das 8h às 12h, no auditório do SEST/SENAT. As inscrições já podem ser feitas no link . Serão ofertadas 100 vagas. A iniciativa é voltada a comerciantes, supervisores e manipuladores de alimentos de Contagem.

Assim como na primeira edição do curso, executada em maio deste ano,  que contou com a participação de aproximadamente 170 pessoas, serão debatidas ações e procedimentos relacionados à elaboração, formas de armazenamento e conservação dos alimentos e à legislação relativa ao ramo. Se feita no mercado, uma capacitação nos mesmos moldes chega a custar quase R$ 600,00.

O diretor da Vigilância Sanitária da SMS, Rodrigo Torres, afirma que a ideia é de que aconteçam capacitações mensais voltadas a empreendedores que necessitam de um alvará sanitário para os serviços de alimentação, tais como bares e padarias.

“Além de fiscalizar, a vigilância em saúde também promove ações de educação sanitária. Na primeira capacitação que fizemos, estávamos esperando mais ou menos 50 pessoas, mas cerca de 170 pessoas acabaram participando, porque existe um grande interesse por parte de trabalhadores e comerciantes em conseguir a certificação e em melhorar a qualidade dos alimentos ofertados. Queremos fazer uma capacitação a cada mês aos regulados. Com isso, a população em geral, que consome os alimentos, e trabalhadores e comerciantes, que os vendem, serão beneficiados”, explica o diretor.

Serviço
Capacitação sobre boas práticas para serviços de alimentação
Data: 17 e 18/07/2018
Dia: terça e quarta-feira
Horário: 8h às 12h
Local: Auditório do SEST/SENAT – rua Dorinato Lima, nº 450, bairro Inconfidentes – Contagem
Inscrições clique aqui

 

Repórter: Carolina Brauer

Data: 25/06/2018

Projeto Cuidar começa a funcionar em Contagem

Iniciativa visa auxiliar e orientar os usuários que utilizam serviços de saúde

Bruna Ferreira, 9º período de enfermagem, é uma das selecionadas para participar do ‘Projeto Cuidar’. Popularmente conhecido como ‘Posso Ajudar?’, a iniciativa realizada pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, visa auxiliar e orientar os usuários que utilizam serviços de saúde.

A estudante de enfermagem destacou que “o projeto é uma oportunidade de colocar o conhecimento em prática”. Além disso, ela ressalta que será uma forma de levar conhecimento e informação para a população. Bruna está atuando no Pronto Atendimento Infantil, no Centro Materno Infantil.

O secretário de Saúde, Cléber de Faria Silva, recebeu nessa quinta-feira (21) os estudantes selecionados. Cléber reforçou a importância do ‘Projeto Cuidar’ para o município. “Será uma oportunidade única para que os estudantes vivenciem de perto o dia a dia das Unidades de Saúde, sendo facilitadores no momento em que o usuário necessita de um atendimento”, conclui o secretário.

O secretário de Saúde ainda ressaltou que o projeto já foi implantado em vários municípios do país e já obtiveram resultados positivos. “Com o apoio do prefeito Alex de Freitas, a Saúde conseguiu tirar do papel essa iniciativa em Contagem”.

O projeto inicialmente selecionou 14 estudantes de Enfermagem. Sendo que 10 atuarão nas Unidades de Pronto Atendimento, e quatro no Centro Materno Infantil, em horários alternados. No total, 63 estudantes se inscreveram, 24 compareceram ao processo. A seleção foi feita em duas etapas: teórica (prova) e prática.

Antes que o projeto iniciasse, os futuros enfermeiros passaram por um treinamento para conhecer o cotidiano das unidades de saúde e de como deverá ser o atendimento. O objetivo da Secretaria de Saúde é implementar esse projeto em outras unidades de saúde de Contagem.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adélcio Ramos

Data: 21/06/2018

Saúde participa do Big Arraiá

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, é parceira da festa

Junho chegou, mês das festas juninas. O Big Shopping não seria diferente, e preparou também seu ‘arraiá’. De 11 a 24 de junho, os clientes poderão aproveitar o Big Arraiá. A festa junina que possui cunho social e oferece aos clientes, comidas típicas da época e artesanatos. A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, é parceira da festa.

O Centro de Convivência (CCV) Horizonte Aberto representa a Secretaria de Saúde na festa. O CCV é uma instituição que integra a rede substitutiva de atenção à saúde mental, de Contagem. O centro oferece aos usuários, a construção de laços sociais, por meio de oficinas, trocas e encontros, além de atividades externas como passeios e participação em eventos da Comunidade.

A gestora do CCV Horizonte Aberto, Karen Alvim, ressalta a importância da ação para o centro. “O evento uma forma de inclusão para os usuários da saúde mental, alguns deles, vieram ao shopping pela primeira vez. Além disso, o recurso arrecadado com a venda do artesanato é revertido para o Horizonte Aberto”.

Repórter: Lucas Santos

Foto: Fábio Silva

Data: 13/06/2018

Profissionais da atenção básica são capacitados para o pré-natal

No total, 260 profissionais da atenção básica, entre enfermeiros e médicos participarão da capacitação

Com o objetivo de qualificar os profissionais da Saúde, que atendem nas Unidades Básicas de Saúde – UBS, para o atendimento às gestantes, a Prefeitura de Contagem iniciou nessa terça-feira (22), Pré-Natal – Capacitação para Atenção Básica.

No total, 260 profissionais da atenção básica, entre enfermeiros e médicos participarão da capacitação. As equipes serão divididas em quatro dias de curso. Debaterão desde as possíveis doenças durante a gestação até onde encaminhar as pacientes em casos mais graves.

O assessor de Secretaria de Saúde, Luiz Fernando Avelar, representando o Secretário de Saúde, Cléber de Faria Silva, disse que “desde que o prefeito Alex de Freitas iniciou a gestão determinou que a saúde oferecesse constantemente cursos para aprimoramento dos profissionais”.

A médica Ginecologista e Obstetra, do Centro de Especialidade Iria Diniz, Grace Piacesi, destacou o valor da capacitação. “É muito importante, pois queremos aproximar os profissionais da saúde que estão na ponta, na chamada atenção básica, como Centro de Consultas Iria Diniz”, destacou Grace.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Fábio Silva

Data: 22/05/2018

Dia Nacional de Luta Antimanicomial foi marcado por ação em Contagem

Busca por direitos das pessoas com transtornos metais foi o tema central da marcha

A avenida João César de Oliveira foi tomada por usuários da saúde mental, agentes de saúde, estudantes, centenas de vozes e uma reivindicação, não ao manicômio. A ação promovida pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, fez parte da semana que marca a Luta Antimanicomial, anualmente comemorada no dia 18 de maio.

A luta começou em meados da década de 70, com trabalhadores e usuários da saúde mental, buscando a reforma nos tratamentos destinados às pessoas com transtornos mentais, no país. Desde então, a atual Política Nacional de Saúde Mental tenta reinserir os usuários na sociedade.

A assessora Técnica do Núcleo de Saúde Mental, Fernanda Maia, destacou que política garante, ainda, que o tratamento seja feito próximo à família. “Anos depois, estamos em 2018, celebrando as conquistas dessas lutas como o cuidado humanizado e o cuidado em liberdade”, destacou Fernanda.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Elivan Felix

Data: 18/05/2018

Cuidado Farmacêutico oferta consultas e atendimento mais próximo a portadores de doenças crônicas

 

Projeto pioneiro no município busca aproximar farmacêuticos de pessoas com doenças crônicas que retiram medicamentos em farmácias distritais do município

Em 2016, foram divulgados resultados da Pesquisa Nacional sobre o Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos no Brasil (PNAUM), uma pesquisa instituída pela Portaria nº 2.077/2012, do Ministério da Saúde (MS), que buscou conhecer aspectos relacionados ao acesso, utilização e uso racional de medicamentos no país. Os achados da pesquisa apontaram bons níveis de disponibilidade e acesso a medicamentos na Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS).

Mas o acesso a medicamentos precisa estar acompanhado do uso racional, para evitar problemas como omissão de doses, descontinuação indevida, administração incorreta, automedicação inadequada e adição de doses: de acordo com publicação do Conselho Federal de Farmácia (CFF) de março deste ano, a cada real investido no fornecimento de medicamentos, são gastos cinco reais para tratar as morbidades relacionadas a medicamentos, como reações adversas (39,3% dos gastos), não-adesão ao tratamento (36,9%) e uso de doses incorretas (16,9%).

Atenta a essa realidade, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está implementando o Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS. O objetivo é reduzir internações e atendimentos de urgência, estabilizar pacientes com doenças crônicas mais prevalentes na Atenção Básica, incentivar o uso racional de medicamentos e otimizar o cuidado multidisciplinar em saúde.

Público-alvo

O público-alvo são pessoas com doenças como hipertensão e/ou diabetes não controladas, em sua maioria, usuários de vários medicamentos que não conseguem controlar suas doenças mesmo tendo diagnóstico e prescrição de médicos: segundo o CFF, 70% dos pacientes com hipertensão, diabetes ou dislipidemias encontram-se nessa situação.

Ao todo, de acordo com a diretoria de Assistência Farmacêutica da SMS, 18 usuários estão atualmente recebendo atendimento em consultas farmacêuticas.

Estão participando nessa fase piloto do projeto quatro farmácias distritais do município: Santa Helena, Petrolândia, Eldorado II e Parque São João. Os farmacêuticos dessas unidades passaram por uma capacitação, oferecida pelo CFF, com duração aproximada de oito meses.

Segundo a diretora de Assistência Farmacêutica da SMS, Raquel Soares de Miranda, o encaminhamento à consulta é feito tanto pelas unidades básicas de saúde quanto pela iniciativa dos próprios farmacêuticos das farmácias distritais, por meio da identificação de possíveis problemas no tratamento de doenças crônicas a partir do trabalho de dispensação de medicamentos. “Trata-se de um projeto pioneiro no município. Os farmacêuticos foram capacitados no ano passado e, a partir do mês de março deste ano, os atendimentos aos pacientes tiveram início. Essas consultas são voltadas a pacientes que se incluem no público-alvo do projeto e que retiram medicamentos para doenças crônicas em farmácias distritais, de forma a contribuir para a estabilização e o controle de doenças crônicas”, explica a diretora.

Cuidado multidisciplinar

As consultas costumam ser longas, para que os farmacêuticos possam identificar sinais e sintomas relacionados a problemas com medicamentos e tecnologias em saúde e prescrever orientações aos usuários. O objetivo é obter os melhores resultados com a farmacoterapia e promover o uso racional de medicamentos.

Márcia Alexandre Pereira de Oliveira toma medicamentos para pressão alta e diabetes, além de antidepressivo e outros fármacos. Ela vem sendo atendida no âmbito do Projeto Cuidado Farmacêutico na Farmácia Distrital Petrolândia e relata enormes benefícios com essa participação. “Eu cheguei aqui muito deprimida, e isso aqui está me ajudando muito. Para mim, esse projeto é excelente. E a farmacêutica, a Sheila, é muito atenciosa comigo. Eu entro aqui e não quero ir embora”, diz a moradora do bairro Petrolândia.

A farmacêutica da unidade, Sheila Monica Oliveira e Silva Gabrich, salienta que a iniciativa tem o intuito de prevenir, identificar e intervir nos problemas da farmacoterapia, por meio de um olhar multidisciplinar em saúde. “Mais da metade das pessoas que têm acesso aos medicamentos prescritos não consegue aderir à prescrição corretamente. É preciso garantir a utilização adequada dos medicamentos, de forma a conduzir tanto o paciente quanto a sociedade aos melhores resultados possíveis”, reforça a profissional.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Elivan Félix

Data: 17/05/2018

Prefeitura promove ações durante Semana da Luta Antimanicomial

Data é caracterizada pela luta em prol dos direitos das pessoas com sofrimento mental

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, promove ao longo dessa semana (14 a 18) ações em comemoração ao “Dia da Luta Antimanicomial”, comemorado anualmente em 18 de maio, a data completa 31 anos em 2018 e se caracteriza pela luta em prol dos direitos das pessoas com sofrimento mental.

A assessora Técnica do Núcleo de Saúde Mental, Fernanda Maia, destaca que a principal reivindicação dos movimentos de luta é por uma sociedade sem manicômios, sem prisões ou qualquer tipo de instituição que reproduza a lógica e as práticas manicomiais.

“A nossa principal luta é para que as pessoas com transtornos mentais tenham um tratamento humanizado. Na próxima sexta-feira (18), será realizada uma passeata para que nossa luta tome as ruas”, reiterou Fernanda.

Projeto Cont´Arte

Na segunda-feira (14), como parte da agenda de atividades, o Núcleo de Saúde Mental promoveu a “Mostra de Trabalhos Artísticos Cont´Arte das Abóboras”. Ocorrida no Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais (Ciemg/Fiemg), a mostra apresentou trabalhos confeccionados pelos usuários da saúde mental do município.

A assistente Social e uma das idealizadoras do Cont´Arte, Sarah Ferreira, explicou a importância da Mostra. “Por meio do teatro, música, artesanato e outras artes, queremos dar visibilidade aos usuários da saúde mental e mostrar a sociedade que eles são capazes, isso é inclusão.”

Luta Antimanicomial

O Movimento da Reforma Psiquiátrica se iniciou no final da década de 70, em pleno processo de redemocratização do país, e em 1987 teve dois marcos importantes para a escolha do dia que simboliza essa luta, com o Encontro dos trabalhadores da saúde mental, em Bauru/SP, e a I Conferência Nacional de Saúde Mental, em Brasília.

 

Repórter: Daniel Paiva

Foto: Elivan Félix

Data: 16/05/2018