Posts com a Tag ‘Saúde’

Sergião, uma década de dedicação a saúde

A cada história uma nova descoberta, e nesta edição do projeto Servidor em Foco, vamos falar sobre o assistente administrativo, Sérgio Luiz Rocha. Há mais de vinte anos na prefeitura, ele fala que sua experiência sempre foi muito boa.

Sérgio começou sua jornada como comissionado da Secretaria de Fazenda, há dez anos é efetivo no setor de administração da Secretaria de Saúde, lugar que trabalha até hoje. De acordo com ele, seu local de trabalho é tranqüilo e muito alegre. “Quando entrei as pessoas foram muito receptivas, é um ambiente que eu gosto muito”, completou.

Segundo ele, o setor público é um local complexo, que engloba muitas leis e regras. Mas é algo que o motiva e impulsiona na vida, pois ele gosta de conviver com desafios. Sérgio conta que já fez um projeto da prefeitura há muito tempo e que tem vontade de participar de outros.

O assistente administrativo é conhecido como uma pessoa calma e seus amigos gostam de chamá-lo de “Sergião”. Ele fala que se sente muito bem onde está. “Gosto do meu trabalho, me sinto seguro e tranqüilo”, finaliza.

 

 

 

Repórter: Lorena Campos (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Adelcio Ramos Barbosa 

Data: 22/05/2019

Nova recepção da UPA JK agrada aos usuários

Com investimento de cerca de R$ 480 mil, nova recepção da UPA JK oferece melhor atendimento aos usuários

Maria José mora na Chácaras Contagem, Regional Sede. Regularmente, ela acompanha o filho, que trata de lesão no braço, após acidente de carro, em visitas à UPA JK. Ela disse que era um transtorno devido a recepção da UPA ser pequena. “Era muito difícil. Muitas pessoas tinham que ficar em pé do lado de fora, pois não comportava todos”.

Nesta sexta-feira (15), Maria José foi mais uma vez acompanhar o filho, mas agora ela teve uma surpresa positiva. Para solucionar esse antigo problema da unidade, que incomodava aos usuários desde 2015, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, fez um grande investimento. “Adorei a nova recepção. Agora teremos comodidade. Agradeço pela obra”, ressalta Maria José. A ampliação também foi destacada pelo filho, Alexandre Cunha. Ele relatou que o atendimento já era muito bom, e que faltava somente um espaço melhor para aguardar sua vez de ser atendido.

Antigo problema

A UPA JK, dentre as unidades de pronto atendimento do município, é a mais central de Contagem. Por estar em um dos corredores de maior acesso, a UPA JK recebe um grande fluxo de usuários. Diariamente, a unidade promove cerca de 450 atendimentos. Lembrando que são acolhimentos feitos 24 horas, sete dias por semana.

Além da ampliação, a nova recepção será dividida em duas partes: registro de pessoas e espera. Antes, os usuários dividiam espaço com as ambulâncias. A recepção construída na época da inauguração não comportava o grande fluxo. A obra de ampliação da recepção gira em torno de R$ 480 mil.

O secretário de Saúde, Cléber de Faria Silva, destacou que os investimentos na saúde não param em Contagem. “O prefeito Alex de Freitas, desde o início do governo, tem a saúde como prioridade em investimentos. Além da nova recepção, a fachada da UPA JK também passa por revitalização”. Cléber de Faria ainda citou que, em breve, a UPA Ressaca será entregue a população totalmente reformada.

 

Repórter: Lucas Santos

Fotos: Adelcio Ramos Brabosa 

Data: 15/02/2019

Revitalização completa da UPA Ressaca entra em fase final

A UPA Ressaca é uma das mais movimentadas e importantes de Contagem

Zilda Ferreira mora há mais de 40 anos na região da Ressaca. Conhece como poucos, os problemas que a UPA Ressaca tinha no passado. Ela lembrou que há uns cinco anos passou mal, mas não queria ir à UPA Ressaca devido aos problemas de estrutura e atendimento.

Segundo ela, a realidade agora é outra, a filha está internada com pressão alta e só tece elogios a UPA Ressaca. “Agora tudo mudou, o tratamento é outro e a obra está deixando a UPA ainda melhor”, destacou Zilda.

A reforma da UPA Ressaca entra em fase final. A obra é um antigo sonho dos moradores. A UPA Ressaca é uma das mais movimentadas e importantes de Contagem. Além da Ressaca, atende também a região do Nacional. As duas regionais somam mais de 200 mil moradores.

O gestor da UPA Ressaca, Moisés Abreu, destacou que foram investidos cerca de R$ 700 mil na obra. Além de uma nova fachada, é realizada a pintura completa da unidade, construída uma entrada específica para ambulâncias, troca do telhado e banheiros e reestruturação completa da rede de esgoto.

“A parte interna já está quase pronta. Passaremos em breve para a parte externa da UPA, a população está solidária em relação à obra, pois sabem que vai melhorar o atendimento. A comunidade abraçou a UPA isso é muito satisfatório para qualquer gestor”, concluiu Moisés.

A UPA Ressaca atende cerca de 270 pessoas diariamente. Além da Ressaca, atende também a região do Nacional. As duas regionais somam mais de 200 mil moradores. A moradora do Novo Progresso, Alexandra Rodrigues, ressaltou que aprova a obra.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Fábio Silva 

Data: 01/02/2019

Revitalização da UPA JK entra na fase final

Com cerca de 450 atendimentos por dia, UPA JK passa por obras com investimento de R$ 700 mil

A UPA JK, localizada na principal avenida de Contagem, a João César de Oliveira, é uma referência não apenas para o município, mas para as cidades vizinhas. Diariamente, a unidade realiza cerca de 450 atendimentos. Vale ressaltar que são acolhimentos feitos 24 horas por dia, sete dias por semana.

Assim como na UPA Ressaca e Nova Contagem, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, promove obras de revitalização para trazer maior comodidade aos usuários. Na UPA JK, além da pintura completa da fachada externa da Unidade, foi construída nova recepção.

O grande número de atendimento trazia um transtorno devido a recepção não comportar o fluxo. Além disso, os usuários dividem o espaço com as ambulâncias do SAMU. A obra de ampliação da recepção e a pintura da fachada gira em torno de R$ 700 mil. A previsão é que as intervenções terminem em fevereiro.

O secretário de Saúde, Cléber de Faria Silva, destacou que, mesmo em momento de crise dos governos Federal e Estadual, os investimentos na saúde não pararam em Contagem. Cléber ressaltou que o prefeito Alex de Freitas não mede esforços: “Com o apoio dele, realizamos diversas obras que mudam a cara da saúde de Contagem. A nova recepção da UPA JK, por exemplo, irá resolver um antigo gargalo da unidade, o fluxo de pessoas. Propiciaremos aos usuários uma maior comodidade”, conclui o secretário.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos Barbosa 

Data: 25/01/2019

Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses é referência em Minas

Cerca de quatro mil castrações por ano, esses números impactantes são reflexos do trabalho a Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVZ), de Contagem. Os números aliados na nova estrutura tornaram a UVZ Contagem referência para vários municípios. Em 2018, antes denominada Centro de Controle de Zoonoses, passou por uma revitalização completa que era uma demanda antiga dos servidores e dos usuários. Cerca de R$ 1,4 milhão foram investidos para a modernização da unidade.

A reforma possibilitou a implantação ou aprofundamento de pesquisas voltadas para a zoonose. Além de ser um espaço para investir em ações de vacinação permanente de cães e gatos, controle das populações, programas de posse responsável e adoção de animais. “Contagem entrega aos moradores e servidores a maior Unidade de Vigilância em Zoonoses do Estado”,destacou à época o secretário de Saúde, Cléber de Faria Silva.

A unidade, antes denominada Centro de Controle de Zoonoses estava em condições precárias, a estrutura estava com diversos problemas, como goteiras, bloco cirúrgico deficiente. “Com os investimentos passamos a contar com equipamentos que nem o Centro de Zoonoses do Barreiro, sempre referência na região, tem a disposição”, destacou o médico veterinário da UVZ, Mário Henrique.

O UVZ Contagem, não é referência, apenas pela estrutura ou quantidade de castrações, mas pela eficiência. A assessora da UVZ, Geane Rodrigues, ressalta que o carinho e competência dos veterinários. “As castrações chegam a 98% de sucesso, há poucos casos que ocorre alguma complicação pós-cirúrgica”, ressaltou Geane.

Para agendar uma castração de cães e gatos basta acessar o site: http://189.85.49.34:9191/siscast/public/

Unidade de Vigilância em Zoonoses

O antigo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) foi inaugurado em abril de 2008 respeitando as normas do Plano Arquitetônico do Manual da FUNASA-MS.  Com a reforma a Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVZ) segue um novo conceito de equipamento de Saúde.

Além disso, por meio de convênios estabelecidos com as Universidades (PUC Betim e Newton de Paiva), a UVZ poderá ofertar estágios e disponibilizar espaço para que as universidades possam desenvolver trabalhos científicos. A Prefeitura de Contagem irá capacitar  todos os servidores da Saúde envolvidos na Vigilância e Controle de Zoonoses e estágios supervisionados.

Confira as novidades da nova Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses:

  • Centralização de todos os Médicos Veterinários como referências municipais para os programas de importância para a Saúde da População (Dengue, Zica, Chikungunya, Febre Amarela, Febre Maculosa, Esporotricose, Leishmanioses (LV), Leptospirose, Raiva entre outras);
  • Laboratório de Diagnóstico da Leishmaniose (funcionando na sua plenitude);
  • Laboratório de entomologia (Ovitrampas);
  • Aumento das cirurgias de castração de cães e gatos gratuitamente, de segunda a sexta-feira;
  • Gatos separados do canis, para maior conforto e melhor manejo dos animais;
  • Posto fixo de vacinação contra raiva;
  • Disponibilização de cães e gatos para adoção;
  • Coleta de sangue para diagnóstico da LV e da esporotricose;
  • Sala de manipulação de animais suspeitos de esporotricose separada das demais áreas;
  • Almoxarifado de campanha, com toda a estrutura adequada para tal;
  • Reforma e ampliação dos vestiários masculino e feminino dos trabalhadores;
  • Canis ampliados e separados por categorias (maternidades, recuperação, coletivos, animais bravios e suspeitos de zoonoses);
  • Área de lazer e manutenção externa de cães que lá permanecem;
  • Desenvolvimento de parcerias com ONG’s e sociedade civil;
  • Gestão eficiente e participativa com todos os funcionários.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos 

 Data: 24/01/2019

Hospital Mater Dei Betim-Contagem começa a funcionar neste sábado (19)

Solenidade de inauguração contou com a presença de autoridades e convidados da família Salvador

O Hospital Mater Dei Betim-Contagem foi inaugurado nesta sexta-feira (18) e passará a funcionar a partir das 7h deste sábado (19), já com cirurgias agendadas. Localizada na Via Expressa 15.500, bairro Duque de Caxias, em Betim, a nova unidade conta com estrutura moderna para atender os pacientes por meio de convênio médico ou particular. O novo Mater Dei gerará 2 mil empregos diretos e indiretos, sendo 500 somente nesta primeira fase. Dos funcionários contratados, 80% residem na região de Betim e Contagem.

A solenidade de inauguração contou com a presença do governador do Estado, Romeu Zema, dos prefeitos de Contagem, Alex de Freitas, de Betim, Vittorio Medioli, e de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, além de autoridades do estado e cidades vizinhas e convidados da família Salvador, fundadora da Rede Mater Dei.

O prefeito Alex de Freitas parabenizou a família Salvador pelo novo empreendimento. “No momento em que o país e o estado atravessam uma crise, a família Salvador faz esse investimento, o que é muito gratificante e empolgante. Estou muito otimista com o futuro do país, de Minas e sua região metropolitana. Tenho certeza que vamos ter muitos motivos para comemorar. Desejo vida longa à família Mater Dei, sucesso e que Deus os abençoe”, destacou.

Segundo o governador Romeu Zema, seu governo será um facilitador e não mais um entrave para os novos empreendimentos, como o Estado era. “Me sinto muito honrado de estar aqui nesse momento vendo a criação de mais 500 empregos diretos nessa primeira fase. O grande problema que nós temos em Minas e precisamos resolver é a geração de empregos. Somente dessa forma vamos ter um país próspero e geração de riqueza para a população. Parabéns a toda família Salvador pelo empreendedorismo, pelos valores, uma família exemplar para todos nós” afirmou.

O fundador e presidente do Conselho Administrativo da Rede Mater Dei, doutor José Salvador Silva, ficou emocionado ao falar sobre seu sonho, primeiro de infância, em ser médico, e quando realizado em 1956, ao se formar em Medicina pela UFMG, construir um hospital, ao lado de sua esposa Norma, também médica. “O segredo do sucesso do Mater Dei foi o êxito de sabermos compartilhar o sonho e o ideal de um menino simples e visionário. Sonhava em construir um hospital para atender de forma ativa, personalizada e humana, prezando sempre a vida. Sempre compartilhamos esses valores com todos os médicos e colaboradores”, disse.

A Rede Mater Dei

O Mater Dei Betim-Contagem é a primeira unidade fora de Belo Horizonte. A primeira, no Santo Agostinho, foi inaugurada na década de 1980 e ampliada nos anos 2000. Já a unidade na Avenida do Contorno foi aberta em 2014. Construído em apenas 20 meses, numa área de 42 mil metros quadrados, o Mater Dei Betim-Contagem reúne diversas especialidades médicas para prestar atendimento de alta qualidade à região oeste de Minas Gerais.

“O novo hospital foi construído com os melhores fluxos hospitalares, reforçando o nosso compromisso com a criação de novas possibilidades de acesso a uma região tão carente em leitos hospitalares de qualidade. Para operar essa nova unidade de maneira segura, com foco na qualidade, nos comprometemos com a elaboração de processos em formação de um corpo médico e assistencial, permitindo uma perfeita integração entre a nova unidade e as já existentes”, explicou o presidente da Rede Mater. 

 

Repórter: Vanessa Trotta 

Foto: Cássio Matias

Data: 18/01/2019

Mãe confecciona gorrinhos de Natal para bebês do CTI da Maternidade Municipal

Mãe de gêmeas, Jéssika Bruna de Lima fez 40 gorrinhos para bebês internados no CTI Neonatal da Maternidade Municipal

O Natal já passou, mas o verdadeiro espírito natalino deve ser celebrado sempre. E foi isso que levou Jéssika Bruna de Lima, mãe das gêmeas Isabella e Gabriella, a uma ação que chamou a atenção de todos na Maternidade Municipal de Contagem.

Com o talento para o crochê e carinho pelo próximo, Jéssica confeccionou 40 gorrinhos de Natal para distribuir para os bebês que estavam internados no CTI Neonatal.

A “mamãe Noel” da Maternidade destacou o motivo que a fez confeccionar os gorrinhos. “Eu pensei em cada bebê que estava usando esse gorrinho no Natal, em cada pai e mãe que iria ver seus filhos. Foi um sentimento incrível”, destacou Jéssika.

Sobre a maternidade, ela destacou que esse tempo em que se encontra ao lado das filhas está sendo especial. Apesar dos contratempos com a espera no CTI Neonatal, o cuidado que seus bebês estão tendo dá forças. “Estou muito agradecida pelos cuidados. Aqui formamos uma verdadeira família, tenho muita gratidão pelo que eles (equipe médica, enfermagem e multidisciplinar) fazem”, concluiu a mãe das gêmeas.

Jéssika, moradora de São José de Varginha, a 106 km de Belo Horizonte, veio para Contagem para ter as gêmeas. Porém, por causa de uma gravidez de risco, os bebês nasceram prematuros e precisaram ser encaminhados para o CTI Neonatal desde setembro do ano passado.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Elvira Angel

Data: 03/01/2019 

Primeiro parto de 2019 apresenta Contagem ao pequeno Gabriel

Primeiro bebê de 2019 na Maternidade Municipal de Contagem nasceu quase às 2h do primeiro dia do ano

O primeiro bebê nascido na Maternidade de Contagem em 2019 já tem nome e sobrenome. Pesando 3,170 kg e medindo 51 centímetros, Gabriel Henrique Silva Pacheco nasceu quase às 2h da madrugada do dia 1º de janeiro. Nascido de parto natural, Gabriel já está sendo amamentado nos braços da mãe.

Brenda Silva, 19 anos, e Fabiano Pacheco, 24 anos, pais de primeira viagem, tiveram um ano novo mais que especial. Os moradores do Jardim Laguna, Regional Ressaca, não esconderam a emoção do primeiro filho. Brenda conta que o tratamento recebido na Maternidade foi muito importante para que ela tivesse um parto tranquilo. “Já tinha ouvido falar muito bem da Maternidade de Contagem. Fui muito bem atendida e não tenho nada a reclamar. O que mais me chamou atenção foram os cuidados que recebi desde antes do parto”, destaca Brenda.

Maternidade de Contagem

O Centro Materno-Infantil (CMI) Juventina Paula de Jesus foi entregue à população com 100% de sua capacidade em funcionamento pelo prefeito Alex de Freitas no dia 7 de agosto de 2017. Na oportunidade, foi entregue o terceiro andar da maternidade, que se encontrava fechado desde que o CMI foi inaugurado em 2016.

A ala pediátrica do Complexo Hospitalar, que funcionava no Hospital Municipal de Contagem (HMC), foi transferida para o terceiro andar do CMI. A capacidade da unidade saltou de 44 para 171 leitos, um aumento de quase 400%. Além disso, o pronto-atendimento pediátrico do CMI passou a atender, em um ambiente adequado, a casos de urgência e emergência de crianças de zero a 13 anos.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Divulgação

Data: 02/01/2019

Ortopedista do Hospital Municipal de Contagem alerta para os cuidados no transporte de crianças em veículos

Especialista destaca que equipamentos especiais, como cadeirinha e assento elevado, devem ser certificados pelo Inmetro e estar muito bem presos aos veículos

Com a chegada das férias escolares e festas de final de ano, o volume de veículos e os riscos de acidentes nas estradas, rodovias e vias urbanas se intensificam. Quem tem criança em casa sabe que quando o assunto é transportá-las de um lugar para o outro o cuidado deve ser redobrado.

O uso incorreto dos equipamentos obrigatórios (cadeirinha, assento de elevação e cinto de segurança) e a imprudência dos condutores, associados às chuvas, aumentam os índices de acidentes e lesões, principalmente em crianças.

De acordo com o médico ortopedista e traumatologista Bernardo Reis Gomes, do Hospital Municipal de Contagem, a cadeirinha precisa estar afixada com segurança no veículo. “Cerca de 70% das lesões em crianças menores de 1 ano são traumas no cranioencefálico, seguidas por traumas no tórax, abdômen e pélvico”, destaca o médico.

Ainda segundo Bernardo Gomes, os pais devem observar se o equipamento é aprovado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e ficar atentos às instruções do manual das cadeiras especiais. “A maioria das cadeiras e assentos de segurança é afixada de forma incorreta, podendo colocar em risco a integridade física da criança”, afirma.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transportar crianças em veículos sem a devida segurança é considerada infração gravíssima, que prevê multa de R$ 293,47, perda de sete pontos na Carteira de Habilitação e a retenção do veículo até que seja sanada a irregularidade.

Campanhas

Durante todo o ano, a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon) faz atividades pedagógicas voltadas para crianças e jovens nas escolas e campanhas educativas de trânsito para os condutores.

De acordo com a assessora de Gestão e Inovação da Transcon, Roseli Viana Ferreira Braga, as campanhas buscam conscientizar os condutores sobre o cinto de segurança, cadeirinha, álcool e direção, limite de velocidade, uso do telefone celular e direção, manutenção do veículo e ultrapassagem.

Segundo dados da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), neste feriado de Natal, de sexta (21) à terça-feira (25), foram registrados 343 acidentes nas rodovias estaduais e federais que cortam Minas, que deixaram 374 pessoas feridas e causaram 23 mortes.

Ainda de acordo com a PMRv, durante as operações nas estradas 58 pessoas foram presas, 23 por dirigirem embriagadas. No mesmo período foram aplicadas mais de 5.800 multas.

Antes de iniciar a viagem, o motorista deve fazer a manutenção preventiva do veículo, conferir a documentação e os itens obrigatórios de segurança.

 

Regras do Conselho Nacional de Trânsito (Contran)

– Crianças com até 1 ano devem ser transportadas em bebê conforto

– Crianças de 1 a 4 anos em cadeirinhas

– Crianças de 4 a 7 anos em assentos de elevação

– Crianças de 7 a 10 anos já usam cinto de segurança, sempre no banco de traseiro do veículo

– Crianças com mais de 1,45 m de altura poderão ser transportados no banco da frente, pois conseguem apoiar os dois pés no chão do veículo

 

Repórter: Ágatha Dumont e Jaiderson Henrique (sob supervisão de Marco Antonio Astoni)

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 27/12/2018

Manter informações atualizadas em sua UBS é fundamental para que você possa ser comunicado sobre marcação de consultas, exames e cirurgias. Além disso, é preciso ter certeza sobre qual é a unidade que você deve procurar para resolver suas demandas de saúde, para evitar perdas de tempo e aborrecimentos desnecessários

Há quanto tempo você não vai à sua Unidade Básica de Saúde (UBS)? Tem certeza de que permanece a mesma de tempos atrás? Será que seus dados estão atualizados e, para aquela tão esperada marcação de um procedimento, as equipes de saúde da unidade conseguirão localizá-lo através dos dados disponíveis no seu cadastro? E se o seu telefone tiver mudado nesse meio-tempo? É muito importante ter a certeza de qual é a sua UBS de referência e de manter o seu cadastro junto a ela atualizado, para que você possa ser localizado e saiba onde procurar quando tiver necessidades.

É através do contato telefônico que a equipe de saúde comunica o agendamento de consultas, exames e cirurgias marcados. Mas, se o seu telefone não estiver atualizado no seu cadastro, que fica na sua Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência, isso pode prejudicar a comunicação. Imagine perder aquela tão aguardada consulta especializada por causa de um telefone errado… por isso, é muito importante manter todos os seus dados atualizados na sua unidade de saúde.

E também é importante saber qual é a sua unidade de referência. Se você mudou de endereço, ou se houve alguma reorganização administrativa interna na Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a sua UBS de referência pode ter mudado. E se você não sabe mais qual é a sua unidade de referência, isso pode atrasar procedimentos e lhe trazer aborrecimentos. É que para facilitar o planejamento, a organização e a gestão de redes de ações e serviços de saúde, a Portaria nº 2.436/2017, que estabelece diretrizes para a organização da Atenção Básica, determinou que cada UBS atenda à população compreendida em um território específico, território esse que é previamente determinado. Assim, é importante saber em qual território da UBS você está presente.

Para tirar todas essas dúvidas, basta procurar a UBS mais próxima de sua casa, levando um documento oficial com foto e um comprovante de endereço (água ou luz), para que seus dados sejam atualizados e/ou que você possa saber qual é a sua unidade de referência.

Início de ano é época propícia a várias boas iniciativas. Aproveite o período para conferir sua unidade de referência e atualizar seu cadastro! A renovação cadastral e a indicação da UBS de referência são práticas e rápidas.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Divulgação

Data: 27/12/2018