Posts com a Tag ‘Saúde’

“A sociedade contagense precisa ter serenidade para lidar com a situação grave que a humanidade atravessa com a pandemia de Coronavírus”, destaca o prefeito Alex de Freitas

Chefe do Executivo destaca a manutenção das regras estipuladas pelos decretos municipais, como isolamento social, interrupção das aulas e fechamento do comércio para garantir a saúde da população

 

Em pronunciamento à população de Contagem, o prefeito Alex de Freitas afirmou que o Município continuará adotando as diretrizes da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde, mantendo em vigor as regras estipuladas pelos Decretos Municipais recém-assinados (1.510, 1.524, 1.526 e 1.527) para proteção dos contagenses diante da pandemia do Coronavírus. O prefeito reitera a necessidade do isolamento social preventivo neste período crítico, como orientam as autoridades sanitárias.

A equipe de governo, destaca Alex de Freitas, está empenhada no planejamento de medidas para minimizar os impactos econômicos causados pela crise instaurada em todo o mundo. Mas o “eixo central” neste momento é garantir a saúde das pessoas. “Nada munda em relação às medidas adotadas pela Prefeitura de Contagem. A sociedade precisa ter serenidade agora, mais do que nunca, para lidar com a situação grave que a humanidade atravessa. Seguiremos com o isolamento social, as escolas não voltarão a funcionar e parte do comércio segue fechado, como determinam os Decretos Municipais e Estaduais. O mais importante neste momento é a questão sanitária e a saúde da nossa população”, afirma o prefeito.

Muitas medidas estão sendo implementadas pela Secretaria Municipal de Saúde. A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Sede foi reservada exclusivamente para atendimento a casos suspeitos de Covid-19, tendo como retaguarda o Hospital Municipal de Contagem (HMC), para onde serão encaminhados casos considerados mais graves. Na ala da Clínica Médica do HMC estão sendo disponibilizados 14 leitos para atendimento destas pessoas, se necessário. O setor recebeu equipamentos e profissionais específicos para este tipo de atendimento.

A UPA Sede virou referência no atendimento da Covid-19 em Contagem

 

“O isolamento social é importante para que possamos preservar os leitos hospitalares, para que possamos sair desta situação com o menor impacto na vida das pessoas”, ressalta Alex. Foram suspensos cirurgias eletivas, consultas, exames especializados de média e alta complexidade e risco cirúrgico. A decisão foi tomada para evitar a circulação de pessoas. O atendimento passou a ser diferenciado no PA Pediátrico e demais alas do Centro Materno Infantil Juventina Paula de Jesus, com a separação das recepções e consultórios para quem apresenta sintomas da doença.

A Secretaria de Saúde montou uma força-tarefa para acompanhamento de pacientes notificados como casos suspeitos da Covid-19 e que estão em isolamento domiciliar. Os moradores de Contagem contam com um serviço telefônico (teleatendimento) para tirar todas as dúvidas sobre o Coronavírus. Por meio do número 3198-1535, as pessoas têm acesso 24 horas a informações repassadas por profissionais da Saúde, treinados para lidar com as questões relacionadas à pandemia.

População de rua

O prefeito manifestou preocupação com a população em situação de rua. “A Prefeitura não abandonou essas pessoas, seguimos com algumas ações, com toda a complexidade em torno deste assunto. Além do afeto e da boa intenção da humanidade, é preciso cumprir critérios legais e sanitários. A Prefeitura tem uma equipe especializada na Saúde e no Desenvolvimento Social para lidar com essa população. O Comitê de Crise tem algumas ações em curso para que a gente minimize o sofrimento destas pessoas”.

Os serviços presenciais prestados pela Prefeitura foram interrompidos e foram criados novos meios para atender as demandas da população. O transporte coletivo também sofreu alterações, com redução do número de viagens fora do horário de pico para diminuir a aglomeração de pessoas. “Estamos fazendo muitas inserções de fiscalização no transporte coletivo, tanto no coordenado pelo governo estadual como nas linhas gerenciadas pela Transcon”, aponta Alex de Freitas.

 

Foram adotadas medidas no transporte coletivo para reduzir a circulação de pessoas

 

A Prefeitura de Contagem mantém aberto o diálogo com as entidades de classe, representantes do setor empresarial, lojistas, comerciantes e da indústria. “Estamos fazendo cálculos e projeções, junto à Secretaria Municipal de Fazenda, relativos a cobranças de impostos municipais. Os autônomos e aqueles que sobrevivem com o que produzem no dia a dia também nos preocupa, e temos feito algumas ações”, destaca o prefeito.

O Decreto 1.527 determina a suspensão temporária das atividades comerciais com potencial de aglomeração de pessoas. A fiscalização está sendo feita pelo setor de Posturas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação e pela Vigilância Sanitária, em parceria coma Guarda Municipal de Contagem. Já foi feita a abordagem em mais de mil estabelecimentos para garantir o cumprimento da regra de combate à Covid-19.

“Tenho que destacar o empenho da Guarda Municipal, em parceria com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, junto com os servidores da Saúde. Seguiremos em Contagem, e acho que a maior parte dos prefeitos de Minas Gerais e dos governadores do país, as orientações e experiências adotadas no mundo, as principais práticas que deram certo. Vamos fazer o isolamento social até segunda ordem. Em entendimento com as autoridades sanitárias do país, percebemos que a gente pode retomar gradativamente as atividades econômicas e o faremos, pois é o que desejamos. Mas neste primeiro momento sigo agradecendo a adesão da maior parte da nossa população, dizendo que o nosso desejo e a nossa fé vão na direção de que passemos por isso e que soframos o mínimo possível”, diz o prefeito.

 

Repórter: Ernesto Braga

Foto: Paulo Pereira 

Data: 27/03/2020

 

Secretaria de Saúde amplia central de teleatendimento para tirar dúvidas sobre o coronavírus

Os moradores de Contagem poderão contar com mais números de telefones para ligar e receber orientações sobre o coronavírus

 

Entre as ações promovidas para proteção e combate à Covid-19, a partir da próxima segunda-feira (30), os moradores de Contagem poderão contar com mais números de teleatendimento (call center) para tirar dúvidas da população sobre o coronavírus. Para tanto, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliará a central de atendimento telefônico, que desde o dia 19 deste mês, opera com uma equipe de profissionais da saúde nos atendimentos à população.

O contato poderá ser feito de segunda a sexta, das 8h às 17h, pelos números: (31) 3198-7351 / (31) 3198-7353 / (31) 3198-7368 – ou pelo número: (31) 3198-1535 (atendimento 24h – todos os dias da semana).

Call center para atender ligações da população

Desde 19 de março, os moradores de Contagem contam com o serviço 24 horas de teleatendimento especializado em questões ligadas à doença pelo número: (31) 3198-1535. O call center faz parte do plano de contingência da prefeitura para o combate do coronavírus e tem o objetivo de tirar dúvidas e evitar aglomerações desnecessárias nos centros de saúde da cidade.

Por meio do call center, equipes de saúde avaliam os casos suspeitos, dão as devidas diretrizes e acolhimento de forma humanizada aos usuários. O serviço conta com enfermeiros e médico. “No atendimento, os enfermeiros fazem a triagem como se fosse a UPA, em seguida o médico avalia o caso, se é necessário procurar uma unidade de saúde”, explica Lucine Dornelas, coordenadora do call center.

A iniciativa foi feita pela Secretária Municipal de Saúde (SMS). Desde o início dessa iniciativa, já foram atendidas 643 pessoas.

É importante que a população continue seguindo as principais indicações:

  • Ficar em casa;
  • Sair de casa somente em caso de extrema necessidade e evitar aglomerações de pessoas;
  • Manter o ambiente domiciliar ventilado;
  • Lavar as mãos com água e sabão;
  • Fazer uso do álcool gel quando não puder lavar as mãos com água e sabão;
  • As pessoas que estão sadias não precisam usar máscaras;
  • Evitar compartilhamento de objetos de uso pessoal (celulares, talheres, canetas)                                                     

               

 

Tayná Oliveira/Laura Oliveira (sob supervisão de Júlio César Santos)

Data: 27/03/2020                                                                                                                                                               

Vigilância sanitária de Contagem faz vistoria em fábrica de vestimentas hospitalares

A inspeção foi feita em cumprimento à Resolução nº 356/2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que versa sobre a fabricação e a aquisição de equipamentos prioritários de proteção individual (EPI) em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

 

Integrantes da Vigilância Sanitária de Contagem fizeram, nesta terça-feira (24), uma inspeção em empresa que produz aventais hospitalares, em cumprimento à Resolução nº 356/2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que versa sobre a fabricação e a aquisição de equipamentos prioritários de proteção individual (EPI) em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O intuito da agência federal é aumentar a oferta dos produtos para atender a crescente demanda nacional.

A resolução, divulgada nesta segunda-feira (23), determina que de maneira excepcional e temporária as empresas do setor ficam dispensadas, pelo prazo de 180 dias, da apresentação de documentos como a “Autorização de Funcionamento de Empresa, da notificação do produto perante a Anvisa, bem como de outras autorizações sanitárias”. Apesar da dispensa temporária dos certificados, o informe traz um rol de determinações quanto à qualidade do produto a ser fabricado, que precisa seguir as normas contidas no regulamento.

A ação feita pela Vigilância Sanitária de Contagem teve o intuito de repassar informações aos proprietários da empresa no tocante a especificações sobre a fabricação dos materiais. O informe da Anvisa obriga o fabricante a “garantir a qualidade, a segurança e a eficácia dos produtos fabricados em conformidade com este regulamento”.

“A emissão dos dois documentos [Autorização de Funcionamento de Empresa e Alvará Sanitário] pode ser demorada. Na prática, a resolução ora publicada isenta temporariamente as empresas nesse quesito, mas determina quais são as normas técnicas para a produção desses equipamentos”, disse Carolina Diniz, farmacêutica e Inspetora de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Contagem (SMS).

Conforme Simone Castro, Inspetora de Saúde da SMS, a responsável técnica da empresa foi orientada a seguir as normas vigentes. “Não há flexibilização da qualidade dos produtos. Orientamos a responsável técnica sobre a questão da garantia da qualidade dos produtos que serão fabricados no local”, afirmou.

Segundo ela, além das orientações sobre a excelência exigida na fabricação dos produtos, foi entregue um relatório de vistoria aos responsáveis pela empresa com pendências documentais que precisam ser sanadas quando expirar o prazo de excepcionalidade dado pela Anvisa.

Denúncias à Vigilância Sanitária

A Vigilância Sanitária de Contagem ainda orienta a população a somente adquirir itens de proteção no combate ao coronavírus de estabelecimentos comerciais devidamente licenciados. O órgão faz fiscalizações constantes no combate à fabricação clandestina de produtos que terão a procura aumentada neste período de pandemia, segundo a farmacêutica e Inspetora de Saúde Sandra Cordeiro.

Em outra frente, a Vigilância Sanitária pede aos moradores da cidade que denunciem casos de fabricação clandestina dos materiais por meio dos telefones: 3472-6353 e 3472-6354. O anonimato do denunciante é garantido. “Após a denúncia, a fiscalização vai ao local verificar. As pessoas têm que ter a consciência que os produtos, se não forem feitos dentro dos padrões de higiene adequados, podem até contaminar os consumidores. Corre-se o risco de contaminação e da ineficácia do produto”, explicou Carolina Diniz.

 

 

Repórter: Rayder Bragon 

Data: 24/03/2020 

Prefeitura de Contagem suspende cirurgias eletivas e exames de média e alta complexidade para enfrentamento do coronavírus

Os usuários que estão com exames ou cirurgias eletivas agendados nesse período de excepcionalidade serão contatados pelos prestadores de serviço médico e não precisam se deslocar para nenhuma unidade de saúde

 

A partir do dia 22 de março, estão suspensas cirurgias eletivas, consultas, exames especializados de média e alta complexidade e risco cirúrgico no serviço público de saúde do Município em razão da pandemia do coronavírus. A decisão tomada pela Secretaria de Saúde Municipal de Contagem (SMS) é uma das medidas para evitar a circulação de pessoas e conter a cadeia de transmissão do Covid-19, além de otimizar recursos para os atendimentos aos usuários com suspeita ou possível diagnóstico positivo da doença.

Os usuários que estão com exames ou cirurgias eletivas agendados nesse período de excepcionalidade não precisam se deslocar para nenhuma unidade de saúde. Eles serão contatados pelos prestadores de serviço de saúde, que repassarão as orientações referentes ao processo de cancelamento e futuro agendamento. A unidade deverá fornecer número de contato telefônico para que o usuário possa tirar dúvidas sobre os procedimentos adotados. O Complexo Regulador (CEAPS), órgão responsável pelo agendamento e autorização de exames, vai realizar o cancelamento via sistema Vivver e retornar o paciente para a fila obedecendo sua ordem de prioridade e data de inserção inicial. Os pacientes que tiverem seus agendamentos de procedimentos eletivos cancelados durante o período da pandemia serão reagendados posteriormente.

Serviço de hemodiálise funcionará normalmente

As sessões de hemodiálise não serão paralisadas e vão funcionar normalmente. Além dela, os serviços de reabilitação de pacientes vão passar por avaliação, caso a caso, para que não haja o risco de o usuário ficar com sequelas em razão da interrupção ou suspensão do serviço.
“A gente está suspendendo todo e qualquer procedimento eletivo, salvo a hemodiálise e alguns casos de reabilitação. Os agendamentos que ainda não foram entregues às unidades já vão ser cancelados, e os pacientes voltam para a fila na posição deles. E os que já foram para as unidades também serão remarcados dentro da mesma prioridade. O usuário não vai precisar fazer nada”, explicou Yara Ariane Santiago Souza, superintendente de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de Contagem (SMS). Ainda de acordo com ela, haverá um canal de comunicação entre a SMS e os médicos reguladores e gestores de clínicas no tocante aos casos considerados graves. Eles serão triados no Sistema Vivver pelo médico regulador ou pelo gestor da clínica, que ficarão incumbidos de alertar os profissionais do Complexo Regulador para a solicitação de agenda de urgência ao prestador de serviço de saúde. Essa medida tem como objetivo manter a continuidade de assistência aos usuários que mais necessitam e, por outro lado, diminuir a possibilidade de eles se deslocarem para as unidades de urgência e emergência.
“Isso será comunicado, e a gente vai pedir uma vaga ao prestador para que o paciente seja atendido de forma eletiva para evitar que ele vá a um serviço de urgência.”, afirmou.

Monitoramento

A medida de suspensão dos serviços ora adotada será monitorada semanalmente com intuito de avaliar o retorno dos serviços prestados à população assim que o cenário no âmbito da pandemia permitir.
Conforme a superintendente, o período requer esforço conjunto de todos para que os riscos e efeitos da doença sejam minimizados.
“Não vamos desassistir de forma alguma o paciente em estado grave. No entanto, esse é um momento de cautela para toda a população. É preciso um esforço conjunto para conter a contaminação do covid-19”, alertou.

 
 

Repórter: Rayder Bragon 

Data: 20/03/2020

Foto: Divulgação 

Prefeitura de Contagem cria call center 24 horas para tirar todas as dúvidas da população sobre o Coronavírus e evitar corrida desnecessária à unidade de saúde

As pessoas terão acesso a informações repassadas por profissionais, que foram treinados para lidar com as questões relacionadas à Covid-19

 

A partir desta quinta-feira (19), os moradores de Contagem contam com um serviço telefônico (teleatendimento) para tirar todas as dúvidas sobre a Covid-19. Por meio do número 3198-1535, as pessoas terão acesso 24 horas a informações repassadas por profissionais da Saúde, que foram treinados para lidar com as questões relacionadas ao Coronavírus.

O serviço foi criado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Segundo Ana Maria Viegas, referência técnica das Doenças Transmissíveis da SMS, o call center faz parte do plano de contingência elaborado pela Prefeitura para o enfrentamento à Covid-19. A especialista ressalta ser de extrema importância que as pessoas entrem em contato com o serviço telefônico antes de se dirigirem a uma unidade de saúde.

“Se a pessoa tiver algum sintoma de gripe, como febre, tosse, dor de garganta, cansaço, desconforto respiratório ou dificuldade para respirar, elas devem entrar em contato pelo número de telefone ou pedir alguém para fazê-lo. Qualquer outra dúvida em relação ao Coronavírus, as pessoas devem ligar. Ou ainda, se tiverem parentes em casa com os sintomas, podem ligar que os profissionais de Saúde vão passar as orientações e tirar as dúvidas e dizer se a pessoa precisa ir ou não a uma unidade de saúde”, explica.

Ana Maria Viegas destaca que as pessoas com sintomas leves de gripe não devem procurar os equipamentos de saúde públicos. “No atendimento telefônico, os profissionais vão indicar se a pessoa precisa procurar uma unidade de saúde ou não. Quanto menos as pessoas foram a uma unidade de saúde, melhor. A gente se protege e protege o outro. Porque se eu estiver doente, mas não estou grave, eu estarei transmitindo. E se eu não estiver doente, eu corro o risco de ser contaminado por alguém que esteja”, afirma.

Orientações

A referência técnica da Secretaria de Saúde aponta alguns cuidados que as pessoas têm de tomar em razão da pandemia. “A população tem que se cuidar, evitando a transmissão”.

Dicas:
– Ficar em casa
– Sair de casa somente em caso de extrema necessidade e evitar aglomerações de pessoas
– Manter o ambiente domiciliar ventilado
– Lavar as mãos com água e sabão
– Fazer uso do álcool gel em diante da impossibilidade de poder lavar as mão com água e sabão
– As pessoas que estão sadias não precisam usar máscaras
– Evitar compartilhar objetos de uso pessoal (celulares, talheres, canetas)

 

Repórter: Rayder Bragon 

Foto: Divulgação 

Data: 19/03/2020 

 

Rede Municipal de Saúde reforça medidas de segurança e disponibiliza ala exclusiva com 14 leitos no HMC

Nenhum caso confirmado ou internação hospitalar até a manhã desta quinta-feira (19/3)

 

Com o avanço da crise causada pela COVID-19 (novo Coronavírus) no mundo e no Brasil, a Prefeitura de Contagem, por meio do IGH, vem implementando ações de conscientização para os colaboradores e a população e preparando suas equipes para o atendimento seguro dentro de suas unidades.

Como medida de retaguarda, o HMC disponibilizará, na ala da Clínica Médica, até 14 leitos para o atendimento destas pessoas, caso seja necessário. O local já recebeu alguns equipamentos e designou alguns profissionais para atuarem especificamente no local. De acordo com os dados internacionais, os pacientes mais graves, infectados pelo coronavírus, demandam internação hospitalar e isolamento devido ao agravo do quadro respiratório.

É importante dizer que, hoje, o município de Contagem lida com uma situação de pacientes suspeitos da COVID-19, com isolamento e acompanhamento domiciliar, sem nenhum caso confirmado ou internação hospitalar. O Complexo Hospitalar de Contagem (CHC) já atendeu 19 pessoas com suspeita de coronavírus neste mês de março. Nas cinco UPA’s, foram atendidos, um total, de 31 casos suspeitos, mas nenhum confirmado até o momento.  Esse último balanço foi divulgado pelo IGH, nesta quinta-feira (19/3), pela manhã.

Capacitações

Para alinhamento do trabalho, um Comitê de Contingência da COVID-19 foi criado para atuar localmente, seguindo as instruções das autoridades públicas e da Comissão Institucional de Aconselhamento ao Combate da COVID-19 (CIACC) do IGH, estabelecida em 12 de março de 2020. Em Contagem, desde fevereiro, profissionais iniciaram capacitações junto as secretarias Estadual e Municipal de Saúde.

Atualmente, as capacitações estão acontecem nos setores com pequenos grupos evitando assim a aglomeração de pessoas no mesmo ambiente fechado. As orientações são sobre o fluxo de atendimento e os cuidados que profissionais e pacientes têm que adotar para evitar a contaminação de mais pessoas diante do cenário de propagação da doença.

O fluxo de atendimento prevê que o uso da máscara cirúrgica será feito por recepcionistas, porteiros e profissionais da assistência em contato com a pessoa que apresentam sintomas gripais e classificados como possíveis casos suspeitos da COVID-19. Vale ressaltar que, trabalhadores não assistenciais não devem ter contato com pacientes, prevenindo-se assim a contaminação de qualquer doença.

No acolhimento assistencial inicial, levantada a suspeita abre-se os protocolos de notificação de suspeita de coronavírus. Em alguns casos, a coleta de swab – cotonete estéril que serve para coleta de exames microbiológicos, pode ser feita na unidade com a indicação médica ou pelo Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD). Se for feito na unidade, o profissional será equipado conforme instruções alinhadas pelo Comitê e autoridades de saúde.

Mais medidas de segurança

Entre as medidas de segurança municipais, também foram modificadas algumas regras para visitação de pacientes na rede de saúde em Contagem. Desde o dia 16 de março, conforme decreto municipal, estão suspensas as visitas para maiores de 60 anos, gestantes e crianças menores de 12 anos, além de visitantes e acompanhantes com sintomas gripais e/ou respiratórios.

O Hospital Municipal de Contagem (HMC), o Centro Materno Infantil (CMI) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) definiram horários para a visitação aos pacientes que, ainda, podem receber visita e troca de acompanhantes. Também está divulgando orientações importantes como o uso do álcool em gel e lavagem das mãos sempre que necessário.

Em todas as recepções há instalados recipiente para higienização das mãos por álcool em gel.

Conscientização

A informação, os cuidados diários com a saúde e o distanciamento social são grandes aliados neste momento em que se vive uma pandemia no mundo. Cuidado com as fake news! Buscar informações e orientações oficiais pode evitar que a doença se prolifere e que todos tenham mais segurança no dia a dia. Para isso, informativos estão sendo divulgados pelas coordenações e reunidos na intranet para consulta e compartilhamento entre os colaboradores das unidades geridas pelo IGH.

 

 

Texto: Bruna Alves (IGH)

Foto: Divulgação 

Data: 19/03/2020

 

Secretaria de Saúde de Contagem abre 27 vagas em Processo Seletivo Simplificado

A inscrição deverá ser feita no portal da Prefeitura de Contagem (www.contagem.mg.gov.br/concursos) até o dia 20 de fevereiro

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, abriu Processo Seletivo Simplificado (PSS) visando à composição do quadro de servidores. As vagas são para ensino fundamental, médio técnico e superior.  Serão disponibilizadas 27 vagas. Os salários variam de R$ 1.133,40 a R$ 5.846,28. As vagas são para carga horária de 20 a 40 horas semanais. Os profissionais atuarão nas unidades básicas de saúde, unidades de saúde da família, entre outros equipamentos.
 
A inscrição deverá ser feita no portal da Prefeitura de Contagem (clique aqui) até o dia 20 de fevereiro.
 
As provas serão aplicadas no dia 8 de março de 2020. 
 
Clique aqui para ler o edital completo.
 
Cargo Nível Fundamental
• Auxiliar em saúde bucal.
 
Cargos Nível Médio Técnico
• Técnico em enfermagem;
• Técnico em saúde bucal.
 
Cargos Nível Superior
• Assistente social;
• Cirurgião-dentista;
• Cirurgião-dentista da família;
• Enfermeiro;
• Enfermeiro da família;
• Epidemiologista;
• Farmacêutico bioquímico;
• Fisioterapeuta;
• Fonoaudiólogo;
• Nutricionista;
• Psicólogo;
• Terapeuta ocupacional.
 
Dúvidas:  funec.concurso@edu.contagem.mg.gov.br ou ligue (31) 3391-6187
 
 
Repórter: Lucas Santos
 
Foto: Divulgação
 
Data: 11/02/2020

Residência Multiprofissional do Complexo Hospitalar de Contagem é reconhecida pelo MEC

A Residência Multiprofissional em Saúde do CHC tem a duração de 24 meses, com carga horária semanal de 60 horas. Os participantes passam por um processo seletivo

 

Ministério da Educação (MEC) reconhece Residência Multiprofissional em Saúde do Complexo Hospitalar de Contagem (CHC). A medida, uma das modalidades de atos autorizativos dado pela Instituição (MEC), reafirma a qualidade da especialidade fornecida e dá mais garantias aos residentes. “Estamos muito orgulhosos com esta conquista por prestigiar o trabalho que é desenvolvido aqui e por auxiliar na formação de tantos profissionais de saúde,” destacou a coordenadora dos programas de Residência Multiprofissional em Saúde do CHC, Lédna Bettcher.

No Complexo Hospitalar, a Residência Multiprofissional em Saúde iniciou em 2013. Atualmente, a especialização trabalha com dois programas: Saúde da Criança, Urgência e Trauma, nas áreas da Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Até a publicação dos Pareceres n°142 e n°153 referentes ao reconhecimento, os programas ofertados possuíam a modalidade de ato “autorizada” pelo MEC. Em março de 2020, o Complexo Hospitalar formará a quarta turma da residência multiprofissional em saúde.

Para a residente em enfermagem Ághata Barbosa, a experiência vivida nos últimos dois anos foi muito importante para sua formação profissional. “Sem a prática em campo, em uma área tão delicada como a Urgência e Trauma, um recém formado não consegue preencher uma vaga no mercado de trabalho,” completou.“A residência é bem puxada, mas positiva para nossa formação. Além do aprendizado conquistado, também deixamos um legado com nossa experiência e com as respostas que identificamos no trabalho de conclusão de curso,” comenta o residente de enfermagem, Márcio Rodrigues.

A Residência Multiprofissional em Saúde do CHC tem a duração de 24 meses, com carga horária semanal de 60 horas. Os participantes passam por um processo seletivo realizado todo final de ano e recebem uma bolsa de R$ 3.330,43. Em março, uma nova turma, com 16 vagas, iniciará os programas.

 

Texto e Foto: Bruna Alves

Data: 06/02/2020

Educação e Saúde se unem no combate e prevenção ao mosquito da dengue, Zika e chikungunya

Durante o II Seminário de Abertura do Ano Letivo de 2020 foi promovida uma palestra sobre cuidados e prevenção das arboviroses

 

Período de chuvas  intercalado com forte calor é propício para a proliferação das arboviroses (dengue, zika e chikungunya). Para evitar o aumento de casos, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já traça ações estratégicas para a prevenção e combate dessas doenças.

Nesta quarta-feira (5/2), durante o II Seminário de Abertura do Ano Letivo de 2020, realizado pela Secretaria Municipal de Educação e Fundação de Ensino de Contagem (Funec),  foi promovida uma palestra sobre cuidados e prevenção das arboviroses.

O superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, José Renato de Rezende Costa, palestrou para cerca de quatro mil profissionais da área educacional. “A educação tem um papel fundamental no combate ao Aedes aegypti, 80% dos focos estão nas residências. Os alunos e o corpo docente serão um braço forte na luta contra as arboviroses”, acredita.

Segundo José Renato, em Contagem já existe o Programa Saúde na Escola, ação que integra as secretarias de Saúde e Educação. São realizadas palestras, visitas ao parque, teatro, entre outras atividades. Das 130 escolas em Contagem, 54 contam com o programa.

Dengue em Contagem

Em janeiro, o município registrou 98 casos suspeitos de dengue, 14 confirmados e 16 descartados. Não foram registrados casos de zika e chikungunya. O superintende José Renato de Rezende Costa ressaltou que, entre as ações mais importantes de combate ao mosquito no município, está a união de todas a secretarias municipais, a  integração dos agentes de endemias com as escolas e os mutirões de limpeza realizados nos bairros, especialmente, naqueles onde há incidência de criadouros é maior.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Barbosa

Data: 05/02/2020

Complexo Hospitalar de Contagem forma mais 14 médicos residentes

Especializações tiveram duração entre dois e três anos, a depender do curso. Comprometimento dos residentes e formação humana voltada à prevenção e à promoção da saúde são destaques do Programa de Residência Médico do CHC

 

A sexta-feira à noite (31/1) foi de muita alegria no Rotary Club de Contagem. Na ocasião, 14 médicos que cursavam residência no Complexo Hospitalar de Contagem (CHC) receberam seus respectivos títulos de especialista. Para prestigiar a cerimônia de formatura da 13ª turma de médicos residentes do CHC, um público de aproximadamente 140 pessoas, composto por familiares, preceptores dos residentes, médicos e autoridades lotou o salão de festas do Rotary. O Programa de Residência Médica do CHC funciona desde o ano de 2004. De lá para cá, cerca de 180 médicos já passaram pela especialização na residência médica da instituição.

A coordenadora do programa, Verlândia Mendes Nogueira, explica que o CHC oferece cinco programas de especialização, cada um com um tempo de duração: anestesia (3 anos), cirurgia geral (3 anos), pediatria (3 anos), ginecologia e obstetrícia (3 anos) e clínica médica (2 anos). “Todo ano entra uma turma diferente, por isso, sempre temos novas turmas sendo formadas”, explicou a coordenadora. Ela também esclarece que, para ter a oportunidade de cursar uma residência médica no CHC, a pessoa precisa já ter a graduação completa em medicina e prestar concurso público para fazer a especialização na instituição. O valor da bolsa mensal auferida pelos formandos é de R$ 3,3 mil, com carga horária semanal de 60 horas.

Na formatura da turma deste ano (13ª turma), especializaram-se quatro médicos em cirurgia geral, quatro em clínica médica, três em ginecologia e obstetrícia e três em pediatria – a maioria, mulheres: a pessoa escolhida para ser a oradora da turma foi uma mulher, a médica Alessandra Cordeiro. Para ela, o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa ser valorizado. “Cada um de nós, com sua história de vida, iniciou lá atrás uma jornada por mais conhecimento. No percurso, também vivenciamos desgastes físicos e emocionais, mas conseguimos concluir a tão sonhada especialização. Estudamos e nos formamos em uma instituição sem fins lucrativos, que é o Complexo Hospitalar de Contagem (CHC). O SUS, do qual o CHC faz parte, precisa ser valorizado, os profissionais precisam ser valorizados. Sigamos fortes na defesa de um SUS de qualidade”, afirmou Alessandra Cordeiro.

O superintendente de Planejamento, Orçamento e Finanças da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Allan Diego Falci, que na solenidade representou o secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria, destacou que a atual gestão vem fazendo a sua parte para ofertar serviços em saúde com mais qualidade. “Muitos são os desafios em saúde pública, mas o município faz sua parte. A formação oferecida no Programa de Residência Médica do Complexo Hospitalar de Contagem tem caráter humanístico, ao mesmo tempo em que busca fomentar uma saúde pública de qualidade e tornar o CHC um centro de excelência. Sabemos que o SUS tem limitações, e a atual gestão tenta fazer com que a saúde de Contagem seja diferente. Vocês, formandos, fazem parte de uma transição importante. Hoje, a gestão do Complexo Hospitalar de Contagem é feita por uma Organização Social (OS), com o objetivo de melhorar e trazer mais dinamismo à oferta dos serviços em saúde do complexo”, afirmou o superintendente.

Mesa

Compuseram a mesa da solenidade o superintendente de Planejamento, Orçamento e Finanças da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Allan Diego Falci; o superintendente de Gestão de Pessoas da SMS, Gustavo Henrique Cortes Silva; a coordenadora do Programa de Residência Médica do Complexo Hospitalar de Contagem (CHC), Verlândia Mendes Nogueira; o presidente do Rotary Club de Contagem, Luiz Malta; a madrinha do projeto, Lilian Costa; o médico Wilton Braga, representando do CHC; e Alessandra Cordeiro, formanda representando os demais alunos.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Fábio Silva

Data: 04/02/2020