Posts com a Tag ‘Saúde’

Dia do Socorrista: profissional relata a satisfação de salvar vidas

 

Geraldo Alves é socorrista em Contagem desde 2018. Ele conta que a profissão é muito prazerosa, pois tem a oportunidade de ajudar pessoas todos os dias. “Trabalhar com algo em que tenho a oportunidade de salvar vidas diariamente, só tenho a agradecer a Deus”.

Contagem conta atualmente com 50 socorristas que atuam no  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Samu. No último sábado (11), esses homens e mulheres que doam sua vida ao próximo comemoraram o Dia do Socorrista.

Geraldo conta que com na pandemia do Covid-19 sua rotina mudou. “Os cuidados que já tínhamos ao lidar com os pacientes aumentaram. A máscara e o álcool em passaram a fazer parte da nossa rotina. Mas nada que atrapalha, pois é o nosso trabalho.   

Os socorristas incluem paramédicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem,  e outros membros treinados do Samu. 

 

Data: 13/07/2020

Repórter: Lucas Santos 

Foto: Adelcio R Barbosa

Prefeitura inaugura base do Samu na Regional Nacional

 

O novo posto irá agilizar o atendimento, beneficiando os mais de 175 mil moradores das regiões do Nacional e Ressaca.

 

A prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, abriu na manhã desta quarta-feira (1º), uma Unidade de Suporte Básico do SAMU na região do Nacional. A unidade foi instalada no Distrito Sanitário Nacional, que fica localizado na rua Ametista, bairro Pedra Azul. O novo posto irá agilizar o atendimento, beneficiando os mais de 175 mil moradores das regiões do Nacional e Ressaca.

“Essa demanda existe há algum tempo. A base mais próxima ficava na Ceasa. Com a criação desta nova base vamos otimizar o atendimento. Com certeza a população irá se beneficiar muito com essa instalação”, destacou o diretor geral do Samu, Moisés Gabriel de Abreu e Silva.

A base terá o atendimento 24h. A equipe é formada por condutores socorristas e técnicos de enfermagem. Todos são capacitados para atendimento de urgência e emergência. Com a instalação deste novo posto, o município passa a ter 10 ambulâncias para atendimento à população.

 

Repórter: Nelson Augusto 

Data: 01/07/2020

Foto: Fábio Silva

Prefeitura segue com desinfecção de vias e pontos de grande movimentação no município

Objetivo é conter avanço da covid-19 na cidade

 

A Prefeitura de Contagem segue com a desinfecção de vias e pontos com grande movimentação de pessoas, por meio da aplicação do hipoclorito, produto usado como desinfetante. Na quinta e sexta-feira passada, o produto foi aplicado em áreas públicas da regional Eldorado e regional Nacional, respectivamente. Nesta semana, os trabalhos foram retomados, e as regionais Sede (25/5) e Industrial (26 e 27/5) passaram pelo processo de desinfecção. O objetivo dessas operações é conter o avanço do coronavírus na cidade.

Em cada operação são utilizados cerca de 20 mil litros do composto químico e aproximadamente 30 mil litros de água. A desinfecção conta com a participação de cerca de 30 servidores: agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon), da Guarda Civil de Contagem (GCC), da Defesa Civil Municipal e de Combate às Endemias (Secretaria Municipal de Saúde). Após 30 minutos da aplicação de hipoclorito é usado o jato de água para a limpeza. Nesses locais são montados pontos de apoio e zonas de desinfecção para que as dezenas pessoas envolvidas possam se desinfectar ao final dos trabalhos.

A ação já foi executada na estação de metrô e avenida João César de Oliveira (Eldorado); avenida Tiradentes (Industrial); escadaria da igreja São Gonçalo e Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 16 (Sede); rua Refinaria Duque de Caxias (Petrolândia); avenida Água Branca (Água Branca); rua Santa Maria (Nacional); avenida Firmo de Matos (prédios da Receita Federal e do Sine); rua VP1 e UPA Nova Contagem (Nova Contagem); avenida Mantiqueira (Riacho); rua Búzios com rua Nuvem e imediações (bairro Jardim Laguna, regional Ressaca); ruas João Gomes Cardoso e Bueno Prado, além de um trecho da avenida Fernão Dias (regional Eldorado); rua Joaquim José (em frente à Câmara Municipal) e subindo a rua Tereza Cristina (regional Sede); fachada do Mercado Central de Contagem e a praça Marília de Dirceu, no bairro Inconfidentes (regional Riacho); e novamente a estação de metrô Eldorado, que já havia passado por desinfecção há cerca de um mês.

 

 

Data: 28/05/2020

Repórter: Carol Cunha 

Foto: Ricardo Lima 

CMI completa 15 anos do título Hospital Amigo da Criança

O Centro Materno Infantil realiza uma média de 400 partos por mês. Em 2020 até o final de abril, a unidade realizou 1.103 partos normais e 497 cesáreas

 

Noje, 12 de maio, o Centro Materno Infantil (CMI) Juventina Paula de Jesus completa 15 anos da conquista do título “Iniciativa Hospital Amigo da Criança” (IHAC). Para celebrar a data, a placa com selo ganhou balões de aniversário.

Este reconhecimento é feito pelo Ministério da Saúde às instituições que apoiam, protegem e incentivam o aleitamento materno exclusivo por seis meses e continuado por dois anos ou mais, através de práticas humanizada; o cuidado amigo da mulher; e a presença de pais durante toda a internação de seus bebês na Unidade Neonatal.

“O selo Hospital Amigo da Criança acompanha a brilhante trajetória de busca constante pela qualidade e eficiência do cuidado materno e infantil. A cultura do aleitamento materno aliado à permanência conjunta em tempo integral do binômio mãe e bebê já se consolidou em Contagem, sendo atualmente reconhecida também nos municípios vizinhos,” destaca a gerente operacional do CMI, Cristiane Rosalina.

A certificação foi reconhecida ainda na época em que a Maternidade Municipal era no bairro Amazonas, permaneceu quando a unidade passou a funcionar no Hospital Municipal de Contagem (HMC) e se estendeu até a atual edificação, inaugurada em 2016.

“Quando o pequeno Gustavo nasceu com seis meses, em dezembro de 2019, foi tudo muito inesperável”. A prematuridade foi algo novo para Talita Diniz Ramalho Ribeiro, de 30 anos, mesmo sendo mais pela segunda vez. “Ficamos cem dias sob os cuidados dos profissionais da Maternidade e cada evolução do meu bebê todos comemoravam,” disse Talita Ribeiro.

A moradora do bairro Eldorado conta que teve muito medo de não conseguir amamentar enquanto Gustavo estava no CTI Neonatal mas, assim que pôde dar o leite no peito foi encorajada pela equipe. “Elas me orientaram e me apoiaram a realizar doações para que a produção do leite fosse estimulada. Quando ele começou a mamar chorei muito mas foi de felicidade,” Talita relembrou a história emocionada.

Práticas do bem

A presidente da Comissão Permanente de Aleitamento Materno do CMI, Kátia Aparecida da Fonsêca, explica que o CMI incentiva que as puérperas amamentem e segue os dez  passos para o sucesso do aleitamento materno instituídos pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Além disso, a unidade acolhe a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de 1ª Infância, Bicos, Chupetas e Mamadeiras (NBCAL), que corresponde a um conjunto de leis que normatizam a comercialização dos alimentos e produtos de puericultura com o objetivo de garantir aos lactentes e crianças o direito à amamentação diretamente no seio materno.

“Ao longo destes anos ganhamos muito com as mudanças estruturais e ambientação. Hoje temos enfermarias amplas e confortáveis em que as mães podem amamentar de forma mais tranquila e com privacidade, fomentando ainda mais que este alimento seja dado aos recém-nascidos e o contato pele a pele com a mãe seja realizado logo após o nascimento,” destaca Kátia Fonsêca.

Este trabalho é percebido por mães e pais que passam pelo local. Frequentemente o Centro Materno Infantil recebe elogios e cartas agradecendo o atendimento. O último foi feito pelos pais do Bernardo, Isabela e Alexandre, no início de maio, que escreveram sobre o atendimento realizado:

“O CMI de Contagem foi nossa escolha e posso afirmar publicamente que não deixou em nada a desejar, não acredito que teríamos sido mais bem atendidos e assistidos em nenhuma outra instituição médica, pública ou privada” […] “A equipe médica, enfermeiros e demais profissionais demonstraram que muito acima dos desafios técnicos de atender bem, existe o cuidar do ser humano que é feito com vocação e amor. Nosso Muitíssimo Obrigado!!!” trecho da carta entregue por Isabela e Alexandre.

O Centro Materno Infantil realiza uma média de 400 partos por mês. Em 2020 até o final de abril, a unidade realizou 1.103 partos normais e 497 cesáreas. Para que tais praticas e diretrizes estejam sempre presentes na rotina assistencial, as equipes são capacitadas periodicamente, pelo menos uma vez por semestre.

“São muitos os benefícios do aleitamento materno para a saúde da criança, por exemplo, a redução de indíces de obesidade no público infantil e a presença de problemas odontológicos. Os bebês que nascem em Hospitais reconhecidos como Amigos da Criança têm mais chances de realizar o aleitamento exclusivo no seio materno até os seis meses, podendo chegar aos dois anos, uma vez que a vivência no ambiente preparado para isso proporciona muitos incentivos” ressalta o diretor técnico do CMI, dr. Wilton Braga.

A enfermeira do Alojamento Conjunto, Silvia Aparecida Oliveira Paz, se sente orgulhosa de celebrar esta data e fazer parte desta história desde 2014, quando começou na Maternidade. “É um trabalho conjunto e feito com muito carinho. Estamos contribuindo para que mães e bebês tenham assistência de qualidade e que prima pela saúde e bem-estar” finalizou

 

Texto: Bruna Alves (IGH)

Data: 12/05/2020 

Foto: Divulgação 

Prefeitura de Contagem reabre Hospital Santa Helena e garante ampliação de 107 leitos para enfrentamento ao Coronavírus

Prefeito Alex de Freitas anunciou aquisição de mais respiradores e repasse de R$ 65 a cerca de 60 mil estudantes para compra de alimentos

 

A Prefeitura de Contagem garante a continuidade do funcionamento do Hospital Santa Helena, tradicional instituição de Saúde do Município, que havia comunicado o fechamento de leitos devido à crise financeira que enfrenta. O prefeito Alex de Freitas anunciou nesta quinta-feira (2 de abril) a parceria com o hospital, localizado no Eldorado, que vai possibilitar a ampliação de 107 leitos para o tratamento de casos da Covid-19. Com o acordo, além de fortalecer o enfrentamento ao Coronavírus, o Município evita a demissão de 120 funcionários do Santa Helena.

“Com o acordo com o Hospital Santa Helena, que a população de Contagem conhece muito bem, teremos um acréscimo de 107 novos leitos, prontos e equipados. A Prefeitura alugou todo este equipamento. É importante ressaltar que a estamos salvando com essa parceria com o Santa Helena 120 empregos, demissões que seriam feitas pelo hospital nesta semana. Vamos utilizar toda a estrutura do hospital, que são 100 leitos de enfermaria e observação e mais sete semi-intensivos”, destaca o prefeito.

Alex lamentou profundamente o primeiro óbito registrado em Contagem pela Covid-19. Além da parceria com o Hospital Santa Helena, ele aponta série de medidas criadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, para que o Município esteja preparado para um possível pico da doença, evitando mais mortes. Foram comprados e alugados 70 respiradores e criados mais 124 leitos intensivos e semi-intensivos no Complexo Hospitalar. Quartos de hotéis serão alugados para alojar profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao Coronavírus.

O prefeito anunciou o repasse de R$ 65 a cerca de 60 mil alunos da rede municipal e estadual para compra de alimentos em comércios da cidade. Alex de Freitas disse que a fiscalização continuará empenhada no cumprimento das regras estipuladas pelos Decretos Municipais para evitar aglomeração de pessoas e voltou a pedir colaboração quanto ao isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde.

Confira entrevista concedida pelo prefeito Alex de Freitas:

1º Óbito pela Covid-19
“Recebemos a confirmação do primeiro óbito com profunda tristeza e consternação. Estamos nos preparando nos últimos 60 dias para enfrentar aquilo que talvez seja a maior crise após a 2ª Guerra Mundial. Todo o Comitê de Enfrentamento da Covid-19, todos os servidores, especialmente da Saúde e demais setores essenciais, estão trabalhando muito e criando todas as condições para caso chegue o pico da doença. A Prefeitura está fazendo uma série de esforços. Registramos com muita tristeza a primeira morte por Coronavírus em Contagem, um idoso de 92 anos. Queria muito afirmar que não perderemos mais nenhuma vida, mas os indicadores apontam que se não tivermos juízo, comprometimento, lamentavelmente teremos que chorar outras mortes”.

Hospital Santa Helena
“Já tínhamos cerca de 170 leitos hospitalares disponíveis. A Prefeitura se reuniu com a direção do Hospital Santa Helena, uma instituição hospitalar tradicional de Contagem. Com o acordo com o Santa Helena, que a população conhece muito bem, teremos um acréscimo de 107 novos leitos, prontos e equipados. Vamos utilizar toda a estrutura do hospital, que são 100 leitos de enfermaria e mais sete semi-intensivos. Além disso, foram criados mais 124 leitos novos no Hospital Municipal de Contagem, com respiradores, intensivos e semi-intensivos”.

Aquisição de respiradores
“Compramos 25 respiradores e esperamos pela entrega até a semana que vem. Também fizemos a locação de mais 45. Temos cerca de 100 respiradores funcionando em toda a rede. A capacidade para leitos de tratamento intensivo e semi-intensivo é suficiente para o que é necessário, considerando o esforço da Região Metropolitana, os quase 900 leitos disponibilizados pelo Estado no Expominas. Betim também está fazendo a sua parte e Contagem, que atende uma microrregião, está preparada para atender pacientes que possam chegar em estado grave, precisando de respirador. Diante da dificuldade apontada pelo ministro da Saúde (Luiz Mandetta) em adquirir esses equipamentos, no início de janeiro nos antecipamos, fizemos as compras e a locação, e esperamos recebê-los em tempo hábil”.

O prefeito lamentou a primeira morte pela Covid-19 em Contagem

Outras medidas
“Estamos adequando o funcionamento de hotéis que estão sem hóspedes para que possamos, também num possível momento de pico, garantir as condições das pessoas que trabalham no Sistema de Saúde e que fazem a escolha de não irem para casa, para evitar a possibilidade de contágio de suas famílias. Alocamos leitos de hotéis próximos ao Complexo Hospitalar de Contagem para que a gente possa ofertar aos profissionais, que são essenciais neste momento de crise, condições de conforto e o distanciamento necessário de suas famílias. O esforço tem sido enorme, estamos seguindo à risca as orientações da Organização Mundial de Saúde, do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde, alinhados com as cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte, pois o vírus não reconhece fronteiras. Contagem e Belo Horizonte têm o terceiro maior fluxo de pessoas do país. A fiscalização está sendo intensa no transporte coletivo. A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Sede virou referência no tratamento da Covid-19 e o Complexo Hospitalar está recebendo 124 leitos novos. Passada essa crise, será um reforço no nosso equipamento de Saúde, para que a população se beneficie disso. Na Saúde, apenas neste ano o governo do Estado deixou de repassar para Contagem cerca de R$ 100 milhões. Temos os equipamentos de proteção especial garantidos para os servidores da Saúde nos próximos 90 dias, eles não vão faltar. Fizemos um esforço, Contagem saiu muito na frente. Quero dizer à população que todos podem ficar muito tranquilos”.

Benefício a estudantes
“Na semana que vem começamos a atender cerca de 60 mil alunos da rede municipal e estadual, que vão receber um vale de R$ 65 para que sejam feitas compras na rede de supermercados da cidade. Vamos atender crianças e jovens que estão sem aula e, portanto, sem merenda escolar”.

Incentivos fiscais
“A Prefeitura adiou a cobrança de uma série de taxas. As secretarias Municipais de Fazenda e Desenvolvimento Econômico estudam outras opções. Me cobram muito o adiamento da cobrança do IPTU. Mas, ao contrário de Belo Horizonte, que vem cobrando desde janeiro e já garantiu o pagamento à vista e de algumas parcelas, Contagem lança o imposto em abril, com vencimento no dia 7. Faço um apelo à população. Aqueles que podem pagar, façam o pagamento, porque ele será essencial para honrarmos a folha do mês que vem. Vivemos uma crise absurda nos últimos quatro anos, a cidade está mergulhada nesta crise, Contagem sobreviveu até aqui com a antecipação do IPVA e o acerto da dívida do governo do Estado com os Municípios, o pagamento destas parcelas, e agora o recurso do IPTU será fundamental para a continuidade das nossas ações. Passada a crise da Covid-19, teremos que tratar da recuperação econômica. A previsão em Contagem é de uma queda de arrecadação de R$ 250 milhões a R$ 400 milhões neste ano, o que vai refletir na qualidade do serviço público e interferir na economia como um todo. Mas nossos esforços agora são na direção de salvar vidas, evitar que as pessoas se contaminem e que não haja o congestionamento do sistema de saúde. Falamos semanalmente no Comitê de Enfrentamento da Crise sobre várias políticas de incentivo e o que podemos fazer juntos. A conta terá que ser dividida. O dinheiro da Prefeitura é do povo, dos impostos do povo, e essa é a hora que as pessoas mais vão precisar dos serviços públicos”.

Circulação de pessoas
“Nesta semana detectamos aumento de circulação de pessoas e alguns comerciantes que vinham mantendo suas portas fechadas reabriram suas lojas. O Decreto Municipal, que acompanha o Decreto do Estado, prevê o fechamento dos shoppings e galerias. O comércio de rua pode funcionar atendendo os regramentos e orientações tratados nos decretos, evitando aglomeração de pessoas, fornecendo equipamentos de proteção individual (EPIs) para os funcionários. Diante da guerra de narrativas, a ansiedade muito grande de parte de uma parcela da população, dos comerciantes, lojistas e empresários que geram empregos, de manter seus negócios e manter esses empregos, a Prefeitura tem feito um esforço imenso com a Guarda Civil e toda a Fiscalização, trabalhando de forma conjunta para manter a ordem. Infelizmente, durante a semana tivemos essa percepção. As atividades comerciais são restritas, com manutenção dos serviços essenciais, mas suspendendo uma série de atividades. Seguimos fazendo um esforço de fiscalização, contando sempre com a consciência coletiva dos empresários e das pessoas de uma maneira geral”.

Reforço da fiscalização
“A fiscalização está na rua, a Guarda Municipal tem preferencialmente feito a orientação e advertência, mas nos casos extremos, se não houver cooperação do comerciante, será usado o papel de polícia do Município. Temos centenas de milhares de pontos comerciais na cidade, o Decreto Municipal prevê a abertura das lojas, desde que atendam regras estabelecidas. A loja aberta não significa que está descumprindo o decreto. A menos que esteja funcionando sem o regramento de limitar a entrada de pessoas, evitando aglomeração. Boa parte dos comerciantes se conscientizou, estão distribuindo senhas. Temos tentado ser parceiros. Seguimos pedindo para que a população colabore, continue fazendo as denúncias, já registramos mais de 5 mil denúncias. É preciso que cada cidadão ajude a prefeitura neste momento, pois o que está em jogo é a Saúde de todos nós”.

Isolamento social
“É um momento de crise, toda a colaboração de toda a população quanto ao isolamento social é o que a gente defende. Antes estar em casa do que estar em um hospital. Aproveite este momento com suas famílias, pois em breve a gente poderá voltar a se abraçar e a ser caloroso, como é costume de todos nós brasileiros. Mas neste momento, continuem fazendo o isolamento.

Agradecimento
“Agradeço toda a equipe de servidores da Prefeitura, a Polícia Militar, aqueles que estão nos serviços essenciais, os garis, os profissionais da Saúde, médicos, enfermeiros, assistentes, técnicos, que têm dado um show. Ainda vamos precisar muito de vocês, sigam com o coração firme, a cabeça erguida, que atravessaremos isso junto e com o esforço impagável de todos vocês”.

 

 

Repórter: Ernesto Braga

Data: 02/04/2020

Foto: Cassio Matias 

CMI está preparado para garantir a segurança das doadoras de leite materno durante pandemia

Se você está amamentando e tem interesse em fazer a doação de leite ligue e se cadastre pelo telefone 3363-5300, ramais 244 e 249. As doações de leite humano diminuíram com a pandemia

 

Com as medidas preventivas de distanciamento social, o Posto de Coleta de Leite Humano (PCLH) do Centro Materno Infantil (CMI) Juventina Paula de Jesus teve queda com a arrecadação de leite materno. Antes, eram arrecadados, por mês pelo posto, dez litros de leite humano, porém, em março as doações caíram e apenas cinco litros foram doados.

Este alimento, considerado completo e suficiente para garantir o desenvolvimento saudável do bebê durante os primeiros dois anos de vida, é fonte de nutrição para os recém-nascidos internados no CIT neonatal do CMI que ainda não amamentam no peito da mãe e demais bebês que precisam deste tipo de alimento no município.

A técnica de enfermagem do PCLH, Suely Vieira Pereira, explica que a doação pode ocorrer mesmo com medidas de restrição de contato social para a prevenção do Covid-19 e não podem parar neste momento. “Estamos preparadas para lidar com a situação e tomando todas as medidas para garantir a segurança da doadora e do insumo coletado,” destacou.

Doação de leite em Contagem

Se você está amamentando e tem interesse em fazer a doação de leite ligue e se cadastre pelo telefone 3363-5300, ramais 244 e 249.

A arrecadação das doações acontece uma vez por semana em domicílio, de segunda a quinta-feira, pela manhã após cadastro via telefone. São dadas orientações e materiais como potes esterilizados às doadoras. O leite arrecadado é encaminhado para o Banco de Leite Humano Augusta Resende Barbosa, em Betim, para análise, pasteurização e distribuição.

O Posto de Coleta de Leite Humano em Contagem funciona dentro do Centro Materno Infantil (CMI), na avenida João César de Oliveira, 4495, bairro Cinco. No local, puérperas do Alojamento Conjunto que amamentam também são orientados sobre a ordenha, cuidados com as mamas e como doar leite.  A busca ativa é feita regularmente pela equipe do PCLH.

 

Data: 01/04/2020

Chamamento Público da Secretaria Municipal de Saúde de Contagem

Vagas vão reforçar quadro devido à pandemia do coronavírus e atender a necessidade temporária no trabalho de enfrentamento à doença

 

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de saúde, realiza um Chamamento Público Simplificado para a contratação temporária de caráter emergencial para compor o quadro de servidores. O objetivo é atender a necessidade temporária no trabalho de enfrentamento ao coronavírus.

As inscrições foram abertas nessa segunda-feira (30 de março) e ficam disponíveis durante a situação de calamidade pública decretada pelo Município.

São cargos para assistente administrativo, assistente social, auxiliar em saúde bucal, cirurgião dentista, cirurgião dentista da Família, enfermeiro, epidemiologista, farmacêutico bioquímico, fisioterapeuta, médico clínico-geral, médico, nutricionista, psicólogo, técnico em enfermagem, técnico em saúde bucal.

As inscrições devem ser feitas pela internet (Clique Aqui). Confira o edital no site da prefeitura.

 Mais informações pelos telefones (31) 3472 6379 e (31) 3472 6367 ou pelo e-mail: admissao.saude@contagem.mg.gov.br.

 

Repórter: Júlio César Santos 

Data: 31/03/2020

“A sociedade contagense precisa ter serenidade para lidar com a situação grave que a humanidade atravessa com a pandemia de Coronavírus”, destaca o prefeito Alex de Freitas

Chefe do Executivo destaca a manutenção das regras estipuladas pelos decretos municipais, como isolamento social, interrupção das aulas e fechamento do comércio para garantir a saúde da população

 

Em pronunciamento à população de Contagem, o prefeito Alex de Freitas afirmou que o Município continuará adotando as diretrizes da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde, mantendo em vigor as regras estipuladas pelos Decretos Municipais recém-assinados (1.510, 1.524, 1.526 e 1.527) para proteção dos contagenses diante da pandemia do Coronavírus. O prefeito reitera a necessidade do isolamento social preventivo neste período crítico, como orientam as autoridades sanitárias.

A equipe de governo, destaca Alex de Freitas, está empenhada no planejamento de medidas para minimizar os impactos econômicos causados pela crise instaurada em todo o mundo. Mas o “eixo central” neste momento é garantir a saúde das pessoas. “Nada munda em relação às medidas adotadas pela Prefeitura de Contagem. A sociedade precisa ter serenidade agora, mais do que nunca, para lidar com a situação grave que a humanidade atravessa. Seguiremos com o isolamento social, as escolas não voltarão a funcionar e parte do comércio segue fechado, como determinam os Decretos Municipais e Estaduais. O mais importante neste momento é a questão sanitária e a saúde da nossa população”, afirma o prefeito.

Muitas medidas estão sendo implementadas pela Secretaria Municipal de Saúde. A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Sede foi reservada exclusivamente para atendimento a casos suspeitos de Covid-19, tendo como retaguarda o Hospital Municipal de Contagem (HMC), para onde serão encaminhados casos considerados mais graves. Na ala da Clínica Médica do HMC estão sendo disponibilizados 14 leitos para atendimento destas pessoas, se necessário. O setor recebeu equipamentos e profissionais específicos para este tipo de atendimento.

A UPA Sede virou referência no atendimento da Covid-19 em Contagem

 

“O isolamento social é importante para que possamos preservar os leitos hospitalares, para que possamos sair desta situação com o menor impacto na vida das pessoas”, ressalta Alex. Foram suspensos cirurgias eletivas, consultas, exames especializados de média e alta complexidade e risco cirúrgico. A decisão foi tomada para evitar a circulação de pessoas. O atendimento passou a ser diferenciado no PA Pediátrico e demais alas do Centro Materno Infantil Juventina Paula de Jesus, com a separação das recepções e consultórios para quem apresenta sintomas da doença.

A Secretaria de Saúde montou uma força-tarefa para acompanhamento de pacientes notificados como casos suspeitos da Covid-19 e que estão em isolamento domiciliar. Os moradores de Contagem contam com um serviço telefônico (teleatendimento) para tirar todas as dúvidas sobre o Coronavírus. Por meio do número 3198-1535, as pessoas têm acesso 24 horas a informações repassadas por profissionais da Saúde, treinados para lidar com as questões relacionadas à pandemia.

População de rua

O prefeito manifestou preocupação com a população em situação de rua. “A Prefeitura não abandonou essas pessoas, seguimos com algumas ações, com toda a complexidade em torno deste assunto. Além do afeto e da boa intenção da humanidade, é preciso cumprir critérios legais e sanitários. A Prefeitura tem uma equipe especializada na Saúde e no Desenvolvimento Social para lidar com essa população. O Comitê de Crise tem algumas ações em curso para que a gente minimize o sofrimento destas pessoas”.

Os serviços presenciais prestados pela Prefeitura foram interrompidos e foram criados novos meios para atender as demandas da população. O transporte coletivo também sofreu alterações, com redução do número de viagens fora do horário de pico para diminuir a aglomeração de pessoas. “Estamos fazendo muitas inserções de fiscalização no transporte coletivo, tanto no coordenado pelo governo estadual como nas linhas gerenciadas pela Transcon”, aponta Alex de Freitas.

 

Foram adotadas medidas no transporte coletivo para reduzir a circulação de pessoas

 

A Prefeitura de Contagem mantém aberto o diálogo com as entidades de classe, representantes do setor empresarial, lojistas, comerciantes e da indústria. “Estamos fazendo cálculos e projeções, junto à Secretaria Municipal de Fazenda, relativos a cobranças de impostos municipais. Os autônomos e aqueles que sobrevivem com o que produzem no dia a dia também nos preocupa, e temos feito algumas ações”, destaca o prefeito.

O Decreto 1.527 determina a suspensão temporária das atividades comerciais com potencial de aglomeração de pessoas. A fiscalização está sendo feita pelo setor de Posturas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação e pela Vigilância Sanitária, em parceria coma Guarda Municipal de Contagem. Já foi feita a abordagem em mais de mil estabelecimentos para garantir o cumprimento da regra de combate à Covid-19.

“Tenho que destacar o empenho da Guarda Municipal, em parceria com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, junto com os servidores da Saúde. Seguiremos em Contagem, e acho que a maior parte dos prefeitos de Minas Gerais e dos governadores do país, as orientações e experiências adotadas no mundo, as principais práticas que deram certo. Vamos fazer o isolamento social até segunda ordem. Em entendimento com as autoridades sanitárias do país, percebemos que a gente pode retomar gradativamente as atividades econômicas e o faremos, pois é o que desejamos. Mas neste primeiro momento sigo agradecendo a adesão da maior parte da nossa população, dizendo que o nosso desejo e a nossa fé vão na direção de que passemos por isso e que soframos o mínimo possível”, diz o prefeito.

 

Repórter: Ernesto Braga

Foto: Paulo Pereira 

Data: 27/03/2020

 

Secretaria de Saúde amplia central de teleatendimento para tirar dúvidas sobre o coronavírus

Os moradores de Contagem poderão contar com mais números de telefones para ligar e receber orientações sobre o coronavírus

 

Entre as ações promovidas para proteção e combate à Covid-19, a partir da próxima segunda-feira (30), os moradores de Contagem poderão contar com mais números de teleatendimento (call center) para tirar dúvidas da população sobre o coronavírus. Para tanto, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliará a central de atendimento telefônico, que desde o dia 19 deste mês, opera com uma equipe de profissionais da saúde nos atendimentos à população.

O contato poderá ser feito de segunda a sexta, das 8h às 17h, pelos números: (31) 3198-7351 / (31) 3198-7353 / (31) 3198-7368 – ou pelo número: (31) 3198-1535 (atendimento 24h – todos os dias da semana).

Call center para atender ligações da população

Desde 19 de março, os moradores de Contagem contam com o serviço 24 horas de teleatendimento especializado em questões ligadas à doença pelo número: (31) 3198-1535. O call center faz parte do plano de contingência da prefeitura para o combate do coronavírus e tem o objetivo de tirar dúvidas e evitar aglomerações desnecessárias nos centros de saúde da cidade.

Por meio do call center, equipes de saúde avaliam os casos suspeitos, dão as devidas diretrizes e acolhimento de forma humanizada aos usuários. O serviço conta com enfermeiros e médico. “No atendimento, os enfermeiros fazem a triagem como se fosse a UPA, em seguida o médico avalia o caso, se é necessário procurar uma unidade de saúde”, explica Lucine Dornelas, coordenadora do call center.

A iniciativa foi feita pela Secretária Municipal de Saúde (SMS). Desde o início dessa iniciativa, já foram atendidas 643 pessoas.

É importante que a população continue seguindo as principais indicações:

  • Ficar em casa;
  • Sair de casa somente em caso de extrema necessidade e evitar aglomerações de pessoas;
  • Manter o ambiente domiciliar ventilado;
  • Lavar as mãos com água e sabão;
  • Fazer uso do álcool gel quando não puder lavar as mãos com água e sabão;
  • As pessoas que estão sadias não precisam usar máscaras;
  • Evitar compartilhamento de objetos de uso pessoal (celulares, talheres, canetas)                                                     

               

 

Tayná Oliveira/Laura Oliveira (sob supervisão de Júlio César Santos)

Data: 27/03/2020                                                                                                                                                               

Vigilância sanitária de Contagem faz vistoria em fábrica de vestimentas hospitalares

A inspeção foi feita em cumprimento à Resolução nº 356/2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que versa sobre a fabricação e a aquisição de equipamentos prioritários de proteção individual (EPI) em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

 

Integrantes da Vigilância Sanitária de Contagem fizeram, nesta terça-feira (24), uma inspeção em empresa que produz aventais hospitalares, em cumprimento à Resolução nº 356/2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que versa sobre a fabricação e a aquisição de equipamentos prioritários de proteção individual (EPI) em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O intuito da agência federal é aumentar a oferta dos produtos para atender a crescente demanda nacional.

A resolução, divulgada nesta segunda-feira (23), determina que de maneira excepcional e temporária as empresas do setor ficam dispensadas, pelo prazo de 180 dias, da apresentação de documentos como a “Autorização de Funcionamento de Empresa, da notificação do produto perante a Anvisa, bem como de outras autorizações sanitárias”. Apesar da dispensa temporária dos certificados, o informe traz um rol de determinações quanto à qualidade do produto a ser fabricado, que precisa seguir as normas contidas no regulamento.

A ação feita pela Vigilância Sanitária de Contagem teve o intuito de repassar informações aos proprietários da empresa no tocante a especificações sobre a fabricação dos materiais. O informe da Anvisa obriga o fabricante a “garantir a qualidade, a segurança e a eficácia dos produtos fabricados em conformidade com este regulamento”.

“A emissão dos dois documentos [Autorização de Funcionamento de Empresa e Alvará Sanitário] pode ser demorada. Na prática, a resolução ora publicada isenta temporariamente as empresas nesse quesito, mas determina quais são as normas técnicas para a produção desses equipamentos”, disse Carolina Diniz, farmacêutica e Inspetora de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Contagem (SMS).

Conforme Simone Castro, Inspetora de Saúde da SMS, a responsável técnica da empresa foi orientada a seguir as normas vigentes. “Não há flexibilização da qualidade dos produtos. Orientamos a responsável técnica sobre a questão da garantia da qualidade dos produtos que serão fabricados no local”, afirmou.

Segundo ela, além das orientações sobre a excelência exigida na fabricação dos produtos, foi entregue um relatório de vistoria aos responsáveis pela empresa com pendências documentais que precisam ser sanadas quando expirar o prazo de excepcionalidade dado pela Anvisa.

Denúncias à Vigilância Sanitária

A Vigilância Sanitária de Contagem ainda orienta a população a somente adquirir itens de proteção no combate ao coronavírus de estabelecimentos comerciais devidamente licenciados. O órgão faz fiscalizações constantes no combate à fabricação clandestina de produtos que terão a procura aumentada neste período de pandemia, segundo a farmacêutica e Inspetora de Saúde Sandra Cordeiro.

Em outra frente, a Vigilância Sanitária pede aos moradores da cidade que denunciem casos de fabricação clandestina dos materiais por meio dos telefones: 3472-6353 e 3472-6354. O anonimato do denunciante é garantido. “Após a denúncia, a fiscalização vai ao local verificar. As pessoas têm que ter a consciência que os produtos, se não forem feitos dentro dos padrões de higiene adequados, podem até contaminar os consumidores. Corre-se o risco de contaminação e da ineficácia do produto”, explicou Carolina Diniz.

 

 

Repórter: Rayder Bragon 

Data: 24/03/2020