Posts com a Tag ‘SAMU’

Samu abre base na regional Industrial

A prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, abriu mais uma base de Suporte Básico. Desta vez, na regional Industrial. A sede fica na rua Marquês do Paraná, 95 bairro Industrial.

O novo posto tem como objetivo de agilizar o atendimento para a população, além de oferecer um conforto maior para os funcionários. A equipe conta com dois técnicos de enfermagem e um condutor socorrista por turno. A base tem atendimento 24h por dia.

“Com a base na regional Industrial vamos otimizar o atendimento. Além de melhorar o atendimento para a população”, ressaltou Moisés Gabriel de Abreu, diretor geral do Samu.

Além da sede principal, no bairro Novo riacho, na regional Riacho foram criadas bases nas regionais Nacional, Vargem das Flores, Eldorado, Ressaca e Industrial. 

 

 

Repórter: Laura Oliveira (sob supervisão de Julio César) 

Foto: Fábio Silva 

Data: 27/08/2020 

Dia do Socorrista: profissional relata a satisfação de salvar vidas

 

Geraldo Alves é socorrista em Contagem desde 2018. Ele conta que a profissão é muito prazerosa, pois tem a oportunidade de ajudar pessoas todos os dias. “Trabalhar com algo em que tenho a oportunidade de salvar vidas diariamente, só tenho a agradecer a Deus”.

Contagem conta atualmente com 50 socorristas que atuam no  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Samu. No último sábado (11), esses homens e mulheres que doam sua vida ao próximo comemoraram o Dia do Socorrista.

Geraldo conta que com na pandemia do Covid-19 sua rotina mudou. “Os cuidados que já tínhamos ao lidar com os pacientes aumentaram. A máscara e o álcool em passaram a fazer parte da nossa rotina. Mas nada que atrapalha, pois é o nosso trabalho.   

Os socorristas incluem paramédicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem,  e outros membros treinados do Samu. 

 

Data: 13/07/2020

Repórter: Lucas Santos 

Foto: Adelcio R Barbosa

Contagem destina uma ambulância do Samu para atender em horários de pico

Mesmo em meio a pandemia que atravessa o país desde meados de março, Contagem não parou os investimentos na saúde. Em 2020 foi renovada toda a frota do Samu Contagem, além disso, nos últimos quatro meses o número de ambulâncias foi ampliado, passando de sete Unidades Suporte Básico (USB) para nove.

No total, o Samu Contagem  conta com 11 ambulâncias Unidades Suporte Básico  (USB) e duas ambulâncias Unidades de Suporte Avançado (USA). As ambulâncias atendem a Micro região (Contagem, Sarzedo e Ibirité), sendo uma nova unidade (USB) na Região do Nacional, 24 horas e uma nova para atender o horário de pico de 8h às 17h, horário que tem o maior número de atendimento.

 O coordenador do Samu Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, destaca que além das UBS que atendem o Nacional e o horário de pico “aumentamos ainda mais duas ambulâncias especificas para o atendimento as pessoas com suspeita de Covid-19”.

Moisés ressaltou a importância da ambulância para atender o horário de pico. “Essa ambulância dará um suporte prioritário aos pacientes em situação grave que chegam as Unidades Básicas de Saúde (UBS´s)”.

 

 

Repórter: Lucas Santos
Foto: Adelcio R. Barbosa
Data: 08/07/2020

Prefeitura inaugura base do Samu na Regional Nacional

 

O novo posto irá agilizar o atendimento, beneficiando os mais de 175 mil moradores das regiões do Nacional e Ressaca.

 

A prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, abriu na manhã desta quarta-feira (1º), uma Unidade de Suporte Básico do SAMU na região do Nacional. A unidade foi instalada no Distrito Sanitário Nacional, que fica localizado na rua Ametista, bairro Pedra Azul. O novo posto irá agilizar o atendimento, beneficiando os mais de 175 mil moradores das regiões do Nacional e Ressaca.

“Essa demanda existe há algum tempo. A base mais próxima ficava na Ceasa. Com a criação desta nova base vamos otimizar o atendimento. Com certeza a população irá se beneficiar muito com essa instalação”, destacou o diretor geral do Samu, Moisés Gabriel de Abreu e Silva.

A base terá o atendimento 24h. A equipe é formada por condutores socorristas e técnicos de enfermagem. Todos são capacitados para atendimento de urgência e emergência. Com a instalação deste novo posto, o município passa a ter 10 ambulâncias para atendimento à população.

 

Repórter: Nelson Augusto 

Data: 01/07/2020

Foto: Fábio Silva

Por causa do isolamento, mães que trabalham na área da saúde terão Dia das Mães diferente do tradicional

Por trabalharem na linha de frente, nas unidades de saúde do município, muitas delas passarão a data longe dos filhos e de suas mães. 

Atualmente, trabalham na área da saúde de Contagem mais de 4.825 servidoras, sendo 1.235 delas na urgência. Mulheres que são mães e também filhas, mas que, pela primeira vez, passarão o Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (10), de uma forma diferente. Por estarem trabalhando na linha de frente de combate ao coronavírus, dentro das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto atendimento, SAMU e Hospital Municipal, entre outros setores da Secretaria Municipal de Saúde,  muitas dessas mães e filhas vão ficar sem poder ver e conviver com seus filhos e familiares nesta data tão significativa.

Pela primeira vez em 43 anos, a coordenadora de enfermagem no Hospital Municipal de Contagem, Betânia Claudiano de Oliveira, passará a data longe da sua mãe. “A maior prova do meu amor por ela nesse momento é garantir esse cuidado de me manter distante dela. O sentimento que todas nós vamos ter nesse dia é de muita saudade, aquela vontade louca de poder abraçar e beijar, mas nos mantendo distante a gente garante a segurança das pessoas que mais amamos”, afirma Betânia. Diante desta situação, a tecnologia ajuda para que mesmo distantes, elas estejam perto. “A gente dá um jeitinho de fazer uma ligação, uma chamada de vídeo, o importante é estar de alguma forma presente e não deixar passar em branco essa data”, relata. 

Já a técnica de enfermagem do Samu Contagem, Ana Paula Galli Santos, estará junto da mãe e das filhas, mas sem poder dar aquele abraço e aquela troca de carinho que ela tanto gostaria. Ela que é mãe de duas meninas  de 8 e 12 anos, sendo uma delas uma criança especial, conta que a filha não entende essa distância física.“Estou ficando cerca de dez a quinze dias sem ver minhas filhas. É muito difícil, porque é no abraço que sentimos o carinho e, até mesmo, o cheirinho delas. Minha menina especial não tem noção, então vem pedir colo e tenho que evitar e isso me dói muito”, conta.

Longe do filho de 3 anos a mais de cinquenta dias, uma das médicas do Hospital Municipal de Contagem,  Andrommeda Luciana Couto Moreira, conta as dificuldades enfrentadas na hora de matar a saudade por telefone com o filho tão pequeno. “Ás vezes consigo falar com ele uma ou duas vezes por dia, mas como ele é bem pequenininho, a gente tenta explicar o que está acontecendo e porque estou longe, mas para ele é difícil entender. Têm dias que ele diz que não quer mais ficar com minha mãe e quer ficar comigo. No domingo vou tentar falar com ele por vídeo-chamada e tentar matar um pouco da saudade que já está tão grande e será bem difícil por não ter aquele aconchego e nem aquele cheirinho”, diz a médica.

Para finalizar, ela deixa uma mensagem para todas as mães que estão na mesma situação que ela, principalmente,  as mães da saúde. “Primeiramente eu quero desejar  a todas as mães de Contagem, que elas tenham um feliz Dia das Mães, e ao mesmo tempo, vou direcionar minha fala principalmente as mães da saúde, a toda equipe que  está na linha de frente, as mães médicas, enfermeiras, técnicas de enfermagem, técnicas de laboratórios, do setor administrativo, da segurança, enfim, todas essas mães que estão na luta. Quero agradecê-las  por não ter desistido, não ter largado mão e deixado de lutar com a gente na linha de frente. Juntos vamos conseguir combater à covid-19. Meu muito obrigada”, finaliza.

 

Repórter: Milla Silva

Foto: Divulgação

Data: 08/05/2020

Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Sede é destinada exclusivamente a casos de coronavírus em Contagem

A unidade terá como retaguarda o Hospital Municipal de Contagem para os casos considerados mais graves

A partir desta terça-feira (24), a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Sede, localizada no centro de Contagem, será reservada exclusivamente para o atendimento a casos suspeitos de covid-19 (coronavírus) cuja permanência na unidade de saúde será necessária para o acompanhamento da evolução do quadro de saúde. A unidade terá como retaguarda o Hospital Municipal de Contagem para os casos considerados mais graves.

Os atendimentos na UPA Sede, que passa a ser uma unidade referenciada equipada inicialmente com 18 leitos, serão para casos “encaminhados conforme protocolo municipal (plano de contingência) pelas demais UPA’s e atenção básica”. Ou seja, os pacientes necessitam de encaminhamento prévio emitido pelos profissionais da rede pública de saúde Contagem.

Os casos ainda serão avaliados e referenciados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), órgão responsável pela triagem das vagas existentes na rede municipal de saúde.

De acordo com a subsecretária de Saúde, Kênia Silveira Carvalho, profissionais da área passaram por treinamento para atuar na UPA Sede com relação ao coronavírus. Conforme ela, os usuários que costumeiramente buscavam atendimento no local serão orientados por funcionários a procurar a unidade de saúde mais próxima.
“A unidade referenciada só vai receber o paciente que já foi atendido por outra unidade de saúde e que obteve dela o referenciamento (encaminhamento) para lá”, ressaltou.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que a iniciativa faz parte do plano de contingência adotado pela Prefeitura de Contagem para combater a pandemia da covid-19 e evitar sua propagação.

O órgão ainda ressaltou que segue as orientações e protocolos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo Ministério da Saúde. Para tanto, por ordem do prefeito Alex de Freitas, foi criado o Comitê Intersetorial de enfrentamento do covid-19, composto por representantes do governo municipal, além do Centro de Operações em Emergência de Saúde Pública de Contagem (COE Contagem), que é um centro de operação da Secretaria Municipal de Saúde. O objetivo é o de promover o planejamento, o monitoramento, a gestão e a execução de ações e serviços enquanto perdurar a pandemia.

 

Repórter: Rayder Bragon

Foto: Divulgação

Data: 23/03/2020

Mais de 350 pessoas são atendidos pelo Transporte Sanitário Municipal

Contagem conta atualmente com 19 veículos, entre ambulâncias e Kombis

Três vezes por semana, Baltazar Francisco dos Santos, 71 anos, morador do bairro Laguna, acorda e se arruma para ir ao Centro Nefrológico do Hospital Evangélico, onde faz tratamento renal. Sempre bem humorado e com um sorriso no rosto, Baltazar aguarda a Kombi do serviço do Transporte Sanitário que o transporta toda semana. “A Kombi entra na garagem aqui de casa para me pegar, me leva até a clínica e depois me traz de volta para casa. O motorista é super atencioso e gentil”, contou o morador.

Contagem tem, atualmente, 19 veículos, entre ambulâncias e kombis. Mais de 350 pessoas são atendidos por este tipo de serviço. Para ter acesso ao Transporte Sanitário Municipal, o paciente precisa ter um requerimento do hospital, informando a necessidade, que deve ser encaminhado à Central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), localizado na rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, Novo Riacho. Em seguida, a equipe multidisciplinar faz a visita na casa do paciente para avaliar a necessidade. A partir dessa visita, constatando a necessidade, o paciente é encaixado em uma rota. Alguns pacientes recebem o auxílio de vale transporte para fazerem seus respectivos tratamentos.

“Como que uma pessoa que ganha um salário mínimo pagaria condução toda semana para fazer tratamento? Se não fosse esse serviço de transporte sera muito difícil para mim ir até o hospital três vezes por semana. Eu teria que pagar um Uber ou algum tipo de condução”, contou Baltazar dos Santos.

O serviço de Transporte Sanitário Municipal é um projeto da Prefeitura de Contagem com objetivo de apoiar o Sistema Único de Saúde (SUS). Incluindo transporte e logística, o sistema visa transportar usuários da residência para as unidades de saúde, deslocamento entre unidades ou para hospitais de outras cidades. Os veículos são centralizados na unidade do Samu.

 

Repórter: Nelson Augusto

Foto: Fábio Silva

Data: 16/03/2020

Servidores da Saúde de Contagem são capacitados para atender casos suspeitos de coronavírus

O município está preparando uma ala do Hospital Municipal de Contagem para atender exclusivamente casos suspeitos, caso seja necessário, já que o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, é referenciado para esse atendimento

 

Contagem já coloca em prática o plano de contingência para atendimento, desenvolvido com base no Plano Estadual de Contingência para Emergência em Saúde, do governo de Minas Gerais. Uma das primeiras ações foi a capacitação de servidores da Secretaria de Saúde de Contagem. Cerca de 200 profissionais, entre enfermeiros, médicos, gestores de saúde e profissionais do SAMU, participaram de um treinamento, ontem, terça-feira (3), sobre como atender os possíveis casos suspeitos de coronavírus no município.

“Essa é a primeira capacitação dos servidores da rede municipal para o enfrentamento dos possíveis casos que podem aparecer sobre o coronavírus.  Abordamos temas sobre a doença, como história, protocolo clínico disponibilizado pelo Ministério da Saúde e pelo Estado de Minas Gerais, fluxos de atendimento em Contagem, formas de encaminhamento e procedimentos quando houver suspeita nas unidades de saúde”, elencou a subsecretária de Assistência em Saúde, Kênia Silveira Carvalho.

Além da capacitação, o município está preparando uma ala do Hospital Municipal de Contagem para atender exclusivamente casos suspeitos. O Hospital  servirá como retaguarda no atendimento, já que o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, é referenciado pelo zoneamento. A ala já passa por reforma e vai contar com 14 leitos. A entrada é individual, separada dos demais pacientes.

 “A ala está sendo providenciada para dá suporte aos casos do município, caso haja necessidade, uma vez que a referência é o Hospital Eduardo de Menezes, porém, é preciso estar com essa ala pronta, para que, se houver lotação no hospital referência, os pacientes possam ser encaminhados para o Hospital Municipal de Contagem”, explicou Kênia Silveira Carvalho.

Ainda sobre o atendimento, a Secretaria de Saúde vem orientando da seguinte forma: se a pessoa apresentar febre e sintomas gripais, principalmente, após ter  visitado países onde há casos da doença ou após contato com pessoas que estiveram nessas regiões, deve procurar uma unidade de saúde (UBS ou UPA). A melhor forma de prevenção da doença é lavar as mãos, utilizar álcool em gel, evitar aglomerações e aperto de mãos. Ao tossir ou espirrar, utilize o braço como proteção. As máscaras só devem ser utilizadas por pessoas com quadro gripal aparente.

 

Repórter: Nelson Augusto

Foto: Adelcio Barbosa

Data: 04/03/2020

UPA Vargem das Flores apresenta balanço dos atendimentos em 2019

Foram realizados 80 mil atendimentos à população da região, 12 mil exames de raio X e 60 mil exames laboratoriais de urgência

 

A Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) Vargem das Flores está localizada na regional de maior extensão de Contagem, de mesmo nome, e faz divisa com os municípios de Betim, Esmeraldas e Ribeirão das Neves na Região Metropolitana (RMBH).

A unidade foi reinaugurada em 2012 com uma nova estrutura de 2.498 metros quadrados. O estabelecimento possui 16 leitos de enfermarias masculina e feminina, quatro leitos de urgência, oito leitos de medicação, dois de isolamento e seis leitos de pediatria. Por mês são realizados, em média, 6.500 atendimentos nas especialidades de Clínica Geral, Cirurgia e Pediatria; quatro mil exames laboratoriais e 1 mil de raio X. A assistência à saúde é feita por mais de 200 colaboradores entre médicos clínicos, pediatras e cirurgiões, enfermeiros, técnicos de Enfermagem, nutricionista, assistente social, farmacêutico e também profissionais  da área administrativa, recepção, portaria, manutenção, higienização, entre outros.

 Balanço das ações do ano anterior

No ano de 2019, foram realizados 80 mil atendimentos à população da região, 12 mil exames de raio X e 60 mil exames laboratoriais de urgência. Além dos equipamentos de raio X e eletrocardiograma (ECG), há uma Sala de Urgência equipada com  os aparelhos: respiradores, monitores multiparâmetro e um cardioversor.

A UPA Vargem das Flores possui parceria para oferta de exames laboratoriais e de imagem, encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da região, visando diminuir o deslocamento dos moradores locais. No ano de 2019, foram feitos 88.320 mil exames nesta parceria. Em junho do ano passado, a unidade iniciou atendimentos à Profilaxia Pós-Exposição (PEP) Sexual e Ocupacional, o que trouxe uma descentralização do serviço no município.

Vargem das Flores foi à primeira UPA do município a instalar o prontuário eletrônico (PEP), em agosto de 2019. Com esta ferramenta, o paciente é chamado para o consultório médico pelo painel presente na recepção da unidade. O médico acessa a ficha feita pela enfermagem no computador do consultório e registra as observações clínicas também no sistema. Para o morador da Vila Esperança, Adão Mendes Vieria, 69 anos, “a UPA faz um excelente atendimento e sempre o socorreu quando precisou”.

Os resultados e gestão dos serviços da UPA fizeram com que a unidade fosse selecionada para participar do processo de acreditação. Para isso, hoje ela conta com Serviço de Qualidade in loco para que o acompanhamento e o registro das atividades sigam o padrão estabelecido. “No último ano, o foco nos processos de trabalho e nos processos da gestão, alinhados a uma equipe comprometida, foram essenciais para o aumento do número de atendimentos e na qualidade da assistência,” destacou o gerente da UPA Vargem das Flores, Wanderson Oliveira.

A Unidade obedece às diretrizes do Sistema Único de Saúde em que o acolhimento acontece de acordo com classificação de risco por meio do Protocolo de Manchester, em que os casos urgentes são priorizados. No local abriga-se uma base do SAMU e também são avaliados e encaminhados pacientes para o Programa de Atenção Domiciliar.

 Serviço:

UPA Vargem das Flores: avenida Retiro dos Imigrantes, n° 80, Retiro – Contagem.

 

Texto e Foto: Bruna Alves

Data: 11/02/2020

Contagem renova e amplia a frota do Samu para atender a população

Samu de Contagem conta com renovação de 90% da frota de ambulâncias e aumento no número de veículos

O Samu de Contagem renovou 90% da frota e colocou mais veículos à disposição das regionais para atendimento de urgência à população

O ano de 2020 já começou com novidade para a saúde pública de Contagem. Além de viabilizar a renovação de 90% da frota de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade, a prefeitura trabalhou para aumentar o número de ambulâncias para além do que exige o Ministério da Saúde.

A partir deste mês, o Samu de Contagem contará com 11 veículos, sendo nove ambulâncias de Unidade de Suporte Básico (USB) e duas da Unidade de Suporte Avançado (USA).

A ampliação superou norma do Ministério da Saúde. O órgão havia determinado que a frota do SAMU em Contagem precisaria ser composta por nove veículos entre sete Unidades de Suporte Básico (USB) e duas Unidades de Suporte Avançado (USA).

Atendimento

As regionais Ressaca e Nacional serão atendidas 24 horas por dia por uma das ambulâncias. Outra unidade vai operar na região Sede, das 8h às 17h. Além disso, mais quatro ambulâncias ficarão na reserva em caso de possibilidade de manutenção dos novos veículos. Essas unidades móveis fazem parte da frota renovada em 2017.

O coordenador do Samu de Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, demonstrou satisfação com a nova frota. “Nosso trabalho é salvar vidas diariamente. Então temos que estar com os veículos sempre em perfeito estado. Agora, além de renovar vamos poder ampliar o atendimento e as regiões beneficiadas com o Samu de Contagem”. O Samu de Contagem atende a Microrregião- 3, que engloba os municípios de Contagem, Sarzedo e Ibirité.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Barbosa

Data: 22/01/2020