Posts com a Tag ‘SAMU’

Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Sede é destinada exclusivamente a casos de coronavírus em Contagem

A unidade terá como retaguarda o Hospital Municipal de Contagem para os casos considerados mais graves

A partir desta terça-feira (24), a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Sede, localizada no centro de Contagem, será reservada exclusivamente para o atendimento a casos suspeitos de covid-19 (coronavírus) cuja permanência na unidade de saúde será necessária para o acompanhamento da evolução do quadro de saúde. A unidade terá como retaguarda o Hospital Municipal de Contagem para os casos considerados mais graves.

Os atendimentos na UPA Sede, que passa a ser uma unidade referenciada equipada inicialmente com 18 leitos, serão para casos “encaminhados conforme protocolo municipal (plano de contingência) pelas demais UPA’s e atenção básica”. Ou seja, os pacientes necessitam de encaminhamento prévio emitido pelos profissionais da rede pública de saúde Contagem.

Os casos ainda serão avaliados e referenciados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), órgão responsável pela triagem das vagas existentes na rede municipal de saúde.

De acordo com a subsecretária de Saúde, Kênia Silveira Carvalho, profissionais da área passaram por treinamento para atuar na UPA Sede com relação ao coronavírus. Conforme ela, os usuários que costumeiramente buscavam atendimento no local serão orientados por funcionários a procurar a unidade de saúde mais próxima.
“A unidade referenciada só vai receber o paciente que já foi atendido por outra unidade de saúde e que obteve dela o referenciamento (encaminhamento) para lá”, ressaltou.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que a iniciativa faz parte do plano de contingência adotado pela Prefeitura de Contagem para combater a pandemia da covid-19 e evitar sua propagação.

O órgão ainda ressaltou que segue as orientações e protocolos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo Ministério da Saúde. Para tanto, por ordem do prefeito Alex de Freitas, foi criado o Comitê Intersetorial de enfrentamento do covid-19, composto por representantes do governo municipal, além do Centro de Operações em Emergência de Saúde Pública de Contagem (COE Contagem), que é um centro de operação da Secretaria Municipal de Saúde. O objetivo é o de promover o planejamento, o monitoramento, a gestão e a execução de ações e serviços enquanto perdurar a pandemia.

 

Repórter: Rayder Bragon

Foto: Divulgação

Data: 23/03/2020

Mais de 350 pessoas são atendidos pelo Transporte Sanitário Municipal

Contagem conta atualmente com 19 veículos, entre ambulâncias e Kombis

Três vezes por semana, Baltazar Francisco dos Santos, 71 anos, morador do bairro Laguna, acorda e se arruma para ir ao Centro Nefrológico do Hospital Evangélico, onde faz tratamento renal. Sempre bem humorado e com um sorriso no rosto, Baltazar aguarda a Kombi do serviço do Transporte Sanitário que o transporta toda semana. “A Kombi entra na garagem aqui de casa para me pegar, me leva até a clínica e depois me traz de volta para casa. O motorista é super atencioso e gentil”, contou o morador.

Contagem tem, atualmente, 19 veículos, entre ambulâncias e kombis. Mais de 350 pessoas são atendidos por este tipo de serviço. Para ter acesso ao Transporte Sanitário Municipal, o paciente precisa ter um requerimento do hospital, informando a necessidade, que deve ser encaminhado à Central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), localizado na rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, Novo Riacho. Em seguida, a equipe multidisciplinar faz a visita na casa do paciente para avaliar a necessidade. A partir dessa visita, constatando a necessidade, o paciente é encaixado em uma rota. Alguns pacientes recebem o auxílio de vale transporte para fazerem seus respectivos tratamentos.

“Como que uma pessoa que ganha um salário mínimo pagaria condução toda semana para fazer tratamento? Se não fosse esse serviço de transporte sera muito difícil para mim ir até o hospital três vezes por semana. Eu teria que pagar um Uber ou algum tipo de condução”, contou Baltazar dos Santos.

O serviço de Transporte Sanitário Municipal é um projeto da Prefeitura de Contagem com objetivo de apoiar o Sistema Único de Saúde (SUS). Incluindo transporte e logística, o sistema visa transportar usuários da residência para as unidades de saúde, deslocamento entre unidades ou para hospitais de outras cidades. Os veículos são centralizados na unidade do Samu.

 

Repórter: Nelson Augusto

Foto: Fábio Silva

Data: 16/03/2020

Servidores da Saúde de Contagem são capacitados para atender casos suspeitos de coronavírus

O município está preparando uma ala do Hospital Municipal de Contagem para atender exclusivamente casos suspeitos, caso seja necessário, já que o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, é referenciado para esse atendimento

 

Contagem já coloca em prática o plano de contingência para atendimento, desenvolvido com base no Plano Estadual de Contingência para Emergência em Saúde, do governo de Minas Gerais. Uma das primeiras ações foi a capacitação de servidores da Secretaria de Saúde de Contagem. Cerca de 200 profissionais, entre enfermeiros, médicos, gestores de saúde e profissionais do SAMU, participaram de um treinamento, ontem, terça-feira (3), sobre como atender os possíveis casos suspeitos de coronavírus no município.

“Essa é a primeira capacitação dos servidores da rede municipal para o enfrentamento dos possíveis casos que podem aparecer sobre o coronavírus.  Abordamos temas sobre a doença, como história, protocolo clínico disponibilizado pelo Ministério da Saúde e pelo Estado de Minas Gerais, fluxos de atendimento em Contagem, formas de encaminhamento e procedimentos quando houver suspeita nas unidades de saúde”, elencou a subsecretária de Assistência em Saúde, Kênia Silveira Carvalho.

Além da capacitação, o município está preparando uma ala do Hospital Municipal de Contagem para atender exclusivamente casos suspeitos. O Hospital  servirá como retaguarda no atendimento, já que o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, é referenciado pelo zoneamento. A ala já passa por reforma e vai contar com 14 leitos. A entrada é individual, separada dos demais pacientes.

 “A ala está sendo providenciada para dá suporte aos casos do município, caso haja necessidade, uma vez que a referência é o Hospital Eduardo de Menezes, porém, é preciso estar com essa ala pronta, para que, se houver lotação no hospital referência, os pacientes possam ser encaminhados para o Hospital Municipal de Contagem”, explicou Kênia Silveira Carvalho.

Ainda sobre o atendimento, a Secretaria de Saúde vem orientando da seguinte forma: se a pessoa apresentar febre e sintomas gripais, principalmente, após ter  visitado países onde há casos da doença ou após contato com pessoas que estiveram nessas regiões, deve procurar uma unidade de saúde (UBS ou UPA). A melhor forma de prevenção da doença é lavar as mãos, utilizar álcool em gel, evitar aglomerações e aperto de mãos. Ao tossir ou espirrar, utilize o braço como proteção. As máscaras só devem ser utilizadas por pessoas com quadro gripal aparente.

 

Repórter: Nelson Augusto

Foto: Adelcio Barbosa

Data: 04/03/2020

UPA Vargem das Flores apresenta balanço dos atendimentos em 2019

Foram realizados 80 mil atendimentos à população da região, 12 mil exames de raio X e 60 mil exames laboratoriais de urgência

 

A Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) Vargem das Flores está localizada na regional de maior extensão de Contagem, de mesmo nome, e faz divisa com os municípios de Betim, Esmeraldas e Ribeirão das Neves na Região Metropolitana (RMBH).

A unidade foi reinaugurada em 2012 com uma nova estrutura de 2.498 metros quadrados. O estabelecimento possui 16 leitos de enfermarias masculina e feminina, quatro leitos de urgência, oito leitos de medicação, dois de isolamento e seis leitos de pediatria. Por mês são realizados, em média, 6.500 atendimentos nas especialidades de Clínica Geral, Cirurgia e Pediatria; quatro mil exames laboratoriais e 1 mil de raio X. A assistência à saúde é feita por mais de 200 colaboradores entre médicos clínicos, pediatras e cirurgiões, enfermeiros, técnicos de Enfermagem, nutricionista, assistente social, farmacêutico e também profissionais  da área administrativa, recepção, portaria, manutenção, higienização, entre outros.

 Balanço das ações do ano anterior

No ano de 2019, foram realizados 80 mil atendimentos à população da região, 12 mil exames de raio X e 60 mil exames laboratoriais de urgência. Além dos equipamentos de raio X e eletrocardiograma (ECG), há uma Sala de Urgência equipada com  os aparelhos: respiradores, monitores multiparâmetro e um cardioversor.

A UPA Vargem das Flores possui parceria para oferta de exames laboratoriais e de imagem, encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da região, visando diminuir o deslocamento dos moradores locais. No ano de 2019, foram feitos 88.320 mil exames nesta parceria. Em junho do ano passado, a unidade iniciou atendimentos à Profilaxia Pós-Exposição (PEP) Sexual e Ocupacional, o que trouxe uma descentralização do serviço no município.

Vargem das Flores foi à primeira UPA do município a instalar o prontuário eletrônico (PEP), em agosto de 2019. Com esta ferramenta, o paciente é chamado para o consultório médico pelo painel presente na recepção da unidade. O médico acessa a ficha feita pela enfermagem no computador do consultório e registra as observações clínicas também no sistema. Para o morador da Vila Esperança, Adão Mendes Vieria, 69 anos, “a UPA faz um excelente atendimento e sempre o socorreu quando precisou”.

Os resultados e gestão dos serviços da UPA fizeram com que a unidade fosse selecionada para participar do processo de acreditação. Para isso, hoje ela conta com Serviço de Qualidade in loco para que o acompanhamento e o registro das atividades sigam o padrão estabelecido. “No último ano, o foco nos processos de trabalho e nos processos da gestão, alinhados a uma equipe comprometida, foram essenciais para o aumento do número de atendimentos e na qualidade da assistência,” destacou o gerente da UPA Vargem das Flores, Wanderson Oliveira.

A Unidade obedece às diretrizes do Sistema Único de Saúde em que o acolhimento acontece de acordo com classificação de risco por meio do Protocolo de Manchester, em que os casos urgentes são priorizados. No local abriga-se uma base do SAMU e também são avaliados e encaminhados pacientes para o Programa de Atenção Domiciliar.

 Serviço:

UPA Vargem das Flores: avenida Retiro dos Imigrantes, n° 80, Retiro – Contagem.

 

Texto e Foto: Bruna Alves

Data: 11/02/2020

Contagem renova e amplia a frota do Samu para atender a população

Samu de Contagem conta com renovação de 90% da frota de ambulâncias e aumento no número de veículos

O Samu de Contagem renovou 90% da frota e colocou mais veículos à disposição das regionais para atendimento de urgência à população

O ano de 2020 já começou com novidade para a saúde pública de Contagem. Além de viabilizar a renovação de 90% da frota de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade, a prefeitura trabalhou para aumentar o número de ambulâncias para além do que exige o Ministério da Saúde.

A partir deste mês, o Samu de Contagem contará com 11 veículos, sendo nove ambulâncias de Unidade de Suporte Básico (USB) e duas da Unidade de Suporte Avançado (USA).

A ampliação superou norma do Ministério da Saúde. O órgão havia determinado que a frota do SAMU em Contagem precisaria ser composta por nove veículos entre sete Unidades de Suporte Básico (USB) e duas Unidades de Suporte Avançado (USA).

Atendimento

As regionais Ressaca e Nacional serão atendidas 24 horas por dia por uma das ambulâncias. Outra unidade vai operar na região Sede, das 8h às 17h. Além disso, mais quatro ambulâncias ficarão na reserva em caso de possibilidade de manutenção dos novos veículos. Essas unidades móveis fazem parte da frota renovada em 2017.

O coordenador do Samu de Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, demonstrou satisfação com a nova frota. “Nosso trabalho é salvar vidas diariamente. Então temos que estar com os veículos sempre em perfeito estado. Agora, além de renovar vamos poder ampliar o atendimento e as regiões beneficiadas com o Samu de Contagem”. O Samu de Contagem atende a Microrregião- 3, que engloba os municípios de Contagem, Sarzedo e Ibirité.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Barbosa

Data: 22/01/2020

Samu Contagem passa a funcionar em novo endereço

O novo endereço do Samu Contagem é rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, bairro Novo Riacho

No mês em que Contagem celebrou 108 anos, os contagenses tem mais um motivo para comemorarem. Os investimentos na área da saúde não param. Na quinta-feira (29), o o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Contagem passou a funcionar em um novo endereço, em uma estrutura mais espaçosa e confortável, visando manter a qualidade do atendimento. O novo endereço do Samu Contagem é rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, Novo Riacho

O coordenador do Samu Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, informou que a localização irá agilizar as solicitações, “pois está mais próximo dos locais de maior chamada”. Ele reforçou que, além dos funcionários, a população será beneficiada com o novo espaço. “A estrutura tem como base a mobilidade social, facilitando, em especial, o atendimento aos usuários do vale-social, pois não subirão mais escadas. Além disso, ganhamos um espaço para capacitação dos profissionais”.

Entre os ganhos com o novo espaço, também, está a qualificação nos atendimentos do Transporte Sanitário. Antes, as centrais de atendimento que recebiam os telefonemas eram em conjuntas. Agora, estão separadas. A assistente social do Samu Contagem, Tiara Fernandes, aprovou a mudança. Ela atua no Samu há dois anos e não esconde a satisfação com o novo endereço. “Lá era muito apertado, o espaço acabava dificultando o nosso trabalho”.

O Samu transporta usuários da residência para as unidades de saúde, deslocamento entre unidades ou para hospitais de outras cidades.

SAMU

Novo endereço: rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, bairro Novo Riacho.

Contato: 192

 

 

 

Repórter:  Lucas Santos

Foto: Lorena Campos

Data: 03/09/2019

 

Nova sede do Samu Contagem vai agilizar atendimento

partir desta quinta-feira (29), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Contagem passa a funcionar em um novo endereço: rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, Novo Riacho. A mudança vai facilitar a logística do atendimento à população.

De acordo com o coordenador do Samu Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, o novo espaço tem como objetivo melhorar a qualidade de atendimento. “Além da nova sede ter um espaço maior, adequamos a estrutura, o que acarreta em um serviço melhor”, explica.

O coordenador também informou que a localização irá agilizar os atendimentos, pois está mais próximo dos locais de maior chamada. “A nova estrutura facilitou também outros serviços. Agora, os usuários que buscam o vale-social não precisam subir mais escadas, pois o atendimento será realizado no primeiro piso”.

SAMU

Novo endereço: rua Rio Mantiqueira, nº 1.671, bairro Novo Riacho.

Contato: 192

Texto: Lorena Campos (sob supervisão de Lucas Santos)
Arte: Letícia Aguilar

Equipe do CER IV recebe capacitação dos profissionais do Samu

Treinamento ensina a lidar com os pacientes até a chegada da equipe do Samu

O Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV) promoveu, na sexta-feira (17), uma capacitação para a equipe de profissionais realizada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Contagem. O objetivo foi orientar os profissionais do CER IV a como proceder na hora de dar o primeiro socorro com mais agilidade, mais confiança e melhor qualidade até que o Samu chegue ao local.

Uma das fisioterapeutas que participou do treinamento, Joana Vaz falou sobre a importância desse tipo de capacitação: “Nós achamos de extrema importância esse treinamento, já que ele nos ensina a lidar, nesse primeiro momento, com os pacientes. Aprendemos a agir com nossos usuários até conseguir um suporte do Samu, e isso é muito importante em qualquer eventualidade que possa acontecer”, avalia.

A gestora de Saúde do CER IV, Daniela Teodora, ressaltou que esse treinamento é fundamental já que o local recebe e atende usuários com as quatro modalidades de deficiências (física, mental, visual e auditiva) e de todas as idades: “É muito importante que os profissionais estejam capacitados e seguros em fazer esses primeiros socorros até o Samu chegar”.

Daniela Teodora lembrou ainda que, no Centro de Reabilitação, o atendimento é ambulatorial, atenção secundária, ou seja não é urgência e emergência. “Mas a gente precisa, como profissional de saúde e também outros profissionais, saber lidar com esse paciente que está convulsionando, sofrendo engasgo, que teve uma sincope, um desmaio”, ressaltou.

Treinamento

O treinamento foi realizado pelos enfermeiros do Samu Vanessa Avelar e Gleison Sergio Ferreira da Silva e contou com cerca de 20 profissionais da saúde, como fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas, além de porteiros, recepcionistas e pessoal administrativo. Na quinta feira (23), o restante da equipe passará pela mesma capacitação.

Os profissionais do Samu passaram orientações de primeiros socorros para crise convulsiva, criança com engasgamento, parada cardiorrespiratória e falta de ar. Também como agir em caso de quedas, que são atendimentos mais comuns no CER IV.

Parcerias

O treinamento surgiu de uma parceria do Samu com a equipe do CER IV e Apae. Além de fornecer assistências nas residências, socorrer acidentes e outras urgências, o Samu tem como uma de suas finalidades, por meio do Núcleo de Ensino Permanente (NEP), levar esse treinamento às escolas municipais e à população em geral.

O coordenador do Samu Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, explicou que a equipe do NEP é composta por dois enfermeiros treinados, altamente capacitados, efetivos do Samu e experientes nesse tipo de treinamento.

 

Repórter: Milla Silva (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Lucas Santos

Data: 20/05/2019

SAMU – Contagem participa de simulado sobre inundações

Todo ano pessoas são vítimas de alagamentos e inundações em Contagem. Pensando nisso, a Defesa Civil e o Samu passarão por treinamentos específicos preparando para mais uma ‘batalha’ que são os períodos chuvosos de fim de ano.

Nessa sexta-feira (27), a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Defesa Social, irá realizar Simulado de Desastre sobre Alagamento e Inundações. A Secretaria de Saúde é parceira do evento, juntamente com Exército, Polícia Militar, Bombeiros, Guarda Civil e Transcon que darão suporte as ações do simulado.

Além disso, a Zoonoses estará na ação simulando o recolhimento de cães e gatos. A ação consiste em simular uma grave situação de crise, com inundações, acidentes e pessoas desabrigadas. Mais de 100 pessoas estarão envolvidas na ação, entre população e profissionais da saúde e defesa.

Simulado de Desastre sobre Alagamento e Inundações
Data: 28/09 (sexta-feira)
Horário: 8h
Local: Vila Itaú
Endereço: Antigo Beco 5 – Em frente antiga escola Cecília Meireles

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 27/09/2018

Capacitação para qualificar servidores e integrar ações de saúde

Oferta de capacitação profissional é uma das formas de fomentar a integração entre os níveis de atenção do SUS

O atendimento ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um direito garantido em lei a todos os cidadãos brasileiros, se dá a partir de um modelo baseado na hierarquização das ações e serviços de saúde organizados por níveis de complexidade. Esse atendimento acontece em três níveis de atenção: no primeiro, estão as Unidades Básicas de Saúde (UBS), a “porta de entrada” ao SUS, onde são marcadas consultas e exames e realizados procedimentos menos complexos, como vacinação e curativos; no segundo, na média complexidade, estão equipamentos como os Centros de Consultas Especializadas e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA), que realizam alguns procedimentos de intervenção e oferecem tratamentos a casos crônicos e agudos de doenças; e no terceiro, a alta complexidade, estão os Hospitais de Grande Porte, onde são realizadas manobras mais invasivas e de maior risco à vida.

Embora cada nível de atenção seja responsável por ofertas específicas de serviços, todos os níveis de atenção à saúde precisam estar preparados para lidar com as diversas situações que permeiam o processo saúde-doença. Essa preparação requer integração entre os níveis de atenção.

Nesse sentido, é muito importante que os profissionais da atenção primária estejam aptos a atender os usuários que chegam às UBS e precisam de avaliação e tratamento imediato, de forma a estabilizar e encaminhar esses usuários aos serviços de urgência e emergência do município.

A oferta de capacitação profissional é uma das formas de fomentar a integração entre os níveis de atenção do SUS. A Prefeitura de Contagem está atenta a isso e vem promovendo diversas ações para capacitar e qualificar os servidores da saúde. Ao longo da gestão, diversas iniciativas voltadas à capacitação e qualificação vêm sendo ofertadas, relativas a diversos temas e assuntos.

Uma dessas iniciativas de capacitação foi o 1º Curso de Urgência da Atenção Básica da Rede de Saúde, ofertado pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A ação teve o objetivo de preparar profissionais de unidades da atenção primária para as situações de urgência e emergência que chegam as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e unidades com Estratégia de Saúde da Família (ESF), as portas de entrada do sistema público de saúde.

Composto por conteúdos teóricos e práticos, o curso, realizado de março a maio deste ano, foi promovido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Superintendência de Atenção à Saúde (SAS), a Superintendência de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (Sugest) e a Superintendência de Urgência e Emergência (Surg). Cerca de 300 profissionais foram capacitados, entre médicos e enfermeiros que atendem em unidades de saúde do município ligadas à atenção primária.

“O curso envolveu um trabalho interdisciplinar de profissionais e gestores da rede de saúde do município. Os facilitadores são especialistas em suas áreas e representam tanto a experiência acadêmica, acumulada no desenvolvimento de projetos de formação, capacitação e educação permanente em saúde, como a experiência na vivência profissional”, detalha a referência técnica da Atenção Básica da SMS, Ivana Andrade.

Moisés Elias Soares Silva, enfermeiro de Saúde da Família, foi uma das centenas de pessoas capacitadas pelo curso. Para ele, que trabalha no PSF Jardim Bandeirantes, no bairro Água Branca, participar da capacitação foi uma oportunidade de reciclar conteúdos e, principalmente, de adquirir novos conhecimentos. “Nós, que atuamos na atenção básica, não temos muito contato com situações de urgência e emergência. Achei muito interessante, e os bons profissionais que ministraram as partes teóricas e práticas deixaram os conteúdos bem claros. Essa capacitação faz com que a gente se sinta mais seguro para atuar nessas situações”, atesta o profissional.

Você sabia?

O suporte básico de vida tem como objetivos o rápido reconhecimento das situações de gravidade, a intervenção precoce e a manutenção da estabilidade circulatória e respiratória por meio das manobras de reanimação. Trata-se de um conjunto de medidas e procedimentos técnicos que compreende aspectos da prevenção de fatores e situações de risco, detectando as ocorrências de eventos em determinado local da comunidade e o transporte seguro do paciente.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Fábio Silva

Data: 03/07/2018