Posts com a Tag ‘Prefeitura Municipal de Contagem’

Centro Materno Infantil também participa do Novembro Azul

O Novembro Azul é uma campanha para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata

 

Assim como cada mês do ano tem uma comemoração voltada para a saúde, em novembro não será diferente. O Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada por diversas entidades dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Foi em prol dessa campanha que o Centro Materno Infantil (CMI) está promovendo durante todo o mês de novembro uma homenagem e também um lembrete aos pais, visitantes e profissionais que utilizam e trabalham no Alojamento Conjunto.

“Buscamos conscientizar o público masculino que temos na maternidade, que são pais, avós e tios que vêm visitar os bebes, e também os profissionais que trabalham no setor. O novembro azul é tão importante quanto ao outubro rosa, que foi  voltado para prevenção ao câncer de mama.”, disse a assistente social do Centro Materno Infantil, Érica Fernanda Elias Santana.

O Alojamento Conjunto é um local com 61 leitos destinado para as mães ficarem com o filho após saírem da sala de parto, e também, para gestante que necessita de um cuidado mais próximo antes do parto. No alojamento, os pais também ficam de acompanhantes, por isso a campanha do novembro azul está sendo feita nesse setor.

 

Repórter: Nelson Augusto

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 06/11/2018

Aumento de postos de coleta e diminuição de reclamações nos serviços de análises clínicas da rede SUS/Contagem

Com a implantação de um posto volante de coleta no distrito Vargem das Flores, rede SUS/Contagem passa a ser composta por 17 postos de coleta no âmbito da Atenção Básica, cinco a mais do que em 2017, e por 24 postos de coleta, considerando toda a rede.

 

Em janeiro de 2017, havia diversas reclamações de usuários da rede SUS/Contagem relativas ao prestador de análises clínicas de então, o Labclim. À ocasião, o município contava com 12 postos de coletas distribuídos entre os oito distritos sanitários da cidade, e também com postos de coleta nas cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e um no Hospital Municipal de Contagem (HMC). A substituição desse prestador era uma das prioridades da gestão naqueles primeiros meses de governo: entre os problemas encontrados na área da saúde, as reclamações relativas à prestação dos serviços de análises clínicas, que incluíam atrasos na entrega dos exames e resultados errôneos, eram uma das principais queixas da população.

Foi então que, em julho de 2017, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), contratou um novo prestador de análises clínicas, o grupo Santa Casa. Progressivamente, foram sendo incorporados mais postos de coleta à rede, de forma que, no primeiro semestre de 2018, a rede passou a ser composta por 16 postos no âmbito da Atenção Básica, espalhados por todos os oito distritos sanitários.

Já no segundo semestre deste ano, desde o dia 31 de outubro, a atual gestão implantou mais um posto de coleta: trata-se do posto de coleta volante do distrito Vargem das Flores. Agora, a rede SUS/Contagem passa a ser composta por esses 17 pontos de coleta e mais um posto de coleta em cada Unidade de Pronto Atendimento (UPA), um no Hospital Municipal de Contagem (HMC) e um no Centro de Consultas Especializadas (CCE) Iria Diniz, totalizando 24 postos de coleta na rede.

Na atual gestão, também passou a ser possível aos usuários acessar resultados de exames laboratoriais pela internet, através de link disponibilizado no Portal da Prefeitura (o link é este AQUI ). Essa possibilidade está vigente desde outubro de 2017. Ao fazer a coleta, o usuário recebe um protocolo, com senha e login, para ter acesso online a todos os seus resultados. Resultados de exames como hemograma, glicose, PCR, colesterol total e frações, triglicérides, creatinina, ureia, potássio e sódio são disponibilizados em até 72 horas.

Já a entrega física dos resultados ficou mais segura e organizada: em vez de os resultados serem enviados a toda a rede, o que causava riscos de extravio e tornava mais difíceis processos de trabalho, a entrega passou a ser feita no posto onde a coleta foi feita. Atualmente, os resultados podem ser retirados em qualquer posto de coleta do município, de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, na data indicada no protocolo.

Com todas essas melhorias, a quantidade de reclamações quanto aos serviços de análises clínicas caiu drasticamente: se em setembro de 2017 a Ouvidoria SUS Contagem registrou 144 reclamações relativas a análises clínicas, nos últimos seis meses a Ouvidoria vem registrando uma média de três a quatro reclamações mensais referentes a esses serviços.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Divulgação

Data: 07/11/2018

Índice de Efetividade do TCE-MG aponta avanços em Contagem na Saúde, Educação e Segurança

Relatório destaca progressos significativos no Município após investimentos iniciados pela Prefeitura em 2017, na comparação com o ano anterior

 

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) divulgou o Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), que aponta a qualidade e eficácia dos investimentos feitos pelos municípios durante um ano. Contagem obteve um resultado muito positivo, dando saltos em 2017, quando começou a gestão do prefeito Alex de Freitas.

A Educação, que em 2016 se encontrava “Em fase de Adequação (C+)”, pulou para “Muito Efetivo (B)”. A Saúde saiu de “Baixo Nível (C)” para “Muito Efetivo (B)”. No quesito Proteção das Cidades, a evolução foi de “Muito Efetivo (B)” para “Altamente Efetivo (A)”.

Os avanços nestas três áreas eram esperados com entusiasmo por Alex de Freitas. Apesar da crise econômica, agravada pelo contingenciamento de repasses a Contagem pelo governo do Estado, a Prefeitura se esforça para manter os investimentos.

Na Saúde, por exemplo, segundo dados da auditoria do TCE, a gestão municipal conseguiu importantes avanços já em 2017. A demanda reprimida foi reduzida no atendimento de média e alta complexidade da Atenção Básica. O tempo de espera para a primeira consulta caiu para no máximo 30 dias.

Várias Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) foram regularizadas, de acordo com as normas do Corpo de Bombeiros. Com isso, o atendimento mais que dobrou em 2017, quando foram atendidas mais de 360 mil pessoas.

Na atual gestão, os médicos cumprem horário integral, o que não acontecia antes. Esses profissionais passaram a receber horas extras por necessidade de serviço nas unidades em que as equipes não são suficientes.

A capacidade do Município no que se refere às internações também melhorou expressivamente. Foram registradas 26.234 no ano passado, 24 mil a mais do que em 2016. Os pacientes passaram a ter um tratamento mais adequado.

Em relação aos casos de dengue, as estatísticas são espetaculares. Em 2017 foram visitados 845.692 imóveis para fiscalização e combate aos focos do mosquito Aedes aegypti, 300 mil a mais do que no ano anterior. Foram apenas 367 casos diagnosticados (sem óbito), 44.400 a menos do que em 2016, quando Contagem sofreu com um surto da doença.

SAÚDE PLENA

Sobre a gestão da saúde materna e infantil, o Município se destacou no ano passado pelos quase 10 mil testes realizados para diagnóstico de sífilis para gestantes (2 mil a mais que em 2016) e pelos quase 4 mil partos no Centro Materno Infantil, que passou a funcionar em sua plenitude.

Quanto às Unidades de Saúde que necessitavam de reparos, 47 já estão em pleno funcionamento. Restam apenas dez com problemas de infraestrutura física, que estão sendo sanados.

Por fim, Contagem ganhou pontos com o Tribunal de Contas do Estado por superar o mínimo constitucional de investimentos na Saúde (valor obrigatório que um Município deve destinar à área) e por garantir que todas as despesas fossem pagas desde o início de 2017 com recursos municipais, por meio do Fundo Municipal de Saúde.

MAIS VAGAS, PROFESSORES E INVESTIMENTO NAS ESCOLAS

Muitos investimentos são feitos na Educação desde 2017, com aumento de vagas de 0 a 3 anos

Muitos investimentos são feitos na Educação desde 2017, com aumento de vagas de 0 a 3 anos

Na Educação, o empenho da Prefeitura de Contagem não foi diferente. A organização de dados foi fundamental para garantir melhorias na gestão em 2017, haja visto que em 2016 não havia sequer o controle do número de profissionais da área em cargos efetivos ou de preenchimento temporário. Atualmente são 852 efetivos e 222 temporários.

Em 2016 também não havia registros da quantidade de ausências em sala de aula dos professores do 1º ao 5º ano (justificadas ou não). Com o novo modelo de gestão foi registrada em 2017 pelo menos uma ausência de professor por licença médica durante 84.415 dias. O diagnóstico é importantíssimo para que o Município consiga identificar o problema e possa resolvê-lo.

Para surpresa da atual gestão, a Prefeitura não tinha até 2016 registro da quantidade de recursos municipais aplicados na capacitação e avaliação do corpo docente do 1º ao 5º ano. Em 2017 foram investidos R$ 165 mil.

Muitos outros avanços foram obtidos em 2017, como o aumento do número de turmas nas creches (alunos de 0 a 3 anos), que passaram de 94 para 114. Com isso, foram 603 matrículas a mais que em 2016. As vagas integrais também aumentaram (de 67 para 101). O número de profissionais nas creches subiu de 151 para 196.

Em 2017 também foram ampliados os números de turmas, matrículas e profissionais na pré-escola e no ensino fundamental. Foram 436 professores a mais que em 2016.

O kit escolar foi entregue mais cedo no ano passado, em março. A Prefeitura aumentou a quantidade de bibliotecas dentro das escolas (de 77 para 95) e quadras poliesportivas cobertas (eram apenas quatro, agora são 61).

Outra conquista de Contagem apontada pelo TCE foi a de a Prefeitura ter passado a usar um programa específico para desenvolvimento da leitura e escrita dos alunos (Pnaic) em pelo menos 30% de toda a rede municipal, além de ter aderido ao Programa Estadual de Rendimento Escolar. O Município também aderiu a mais indicadores de qualidade para análise da educação do ensino fundamental.

NOTA A NA PROTEÇÃO DAS CIDADES

Mais perto da população, a Guarda Civil registra queda da violência

Mais perto da população, a Guarda Civil registra queda da violência

 

No quesito “Proteção das Cidades”, Contagem tirou nota máxima (A). O Município comemora a queda da criminalidade em 29,56% em 2017, na comparação com o ano anterior. Os avanços apontados pelo IEGM já tinham sido identificados pela Guarda Civil.

O IEGM é obtido por meio de informações coletadas em questionários aplicados em auditoria e enviadas ao TCE-MG pelos municípios. A essas informações são acrescentados dados extraídos do Sistema Informatizado de Contas dos Municípios (Sicom), além de outros indicadores governamentais.

 

Repórter: Patrícia Brum

Foto: Fábio Silva, Elias Ramos e Elaine Castro

Data: 26/10/2018

 

O SAMU não está contratando. A notícia é falsa!

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, lamenta profundamente a notícia falsa que circula que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) está contratando profissionais com início imediato sem experiência.

Nenhuma decisão desta natureza foi tomada pela Administração Municipal, tampouco pela Secretaria Municipal de Saúde ou SAMU. Os profissionais são contratados apenas por meio de concursos públicos. O processo de seleção é realizado sempre que existe a necessidade de contratação de pessoal e para formação de quadro de reserva.

O SAMU Contagem faz um alerta a população para não compartilhar esse link: https://samu.candidatarse.com/?br

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Divulgação

Data: 17/10/2018

 

Dia das Crianças é comemorado no Complexo Hospitalar com presentes e visita especial

A comemoração da data começou na quinta-feira (11), com a distribuição de mais de 100 brinquedos doados por funcionários do Complexo e recolhidos pelo setor de Humanização

 

O Dia das Crianças não passou em branco no Centro Materno Infantil do Complexo Hospitalar de Contagem. Houve entrega de brinquedos, balas, pipoca e ainda a presença dos personagens Mickey e Minie. A comemoração da data começou na última quinta-feira (11), com a distribuição de mais de 100 brinquedos doados por funcionários do Complexo e recolhidos pelo setor de Humanização, sob a coordenação de Rejane Braga.

Com a participação da pastora Ângela Sobral e de Divina Luz da Cruz, do grupo evangélico que atua no CHC, e da servidora Gesmair Aparecida Carneiro de Miranda, da rouparia, foram distribuídos mais de 100 brinquedos, balas, pipocas e doces para as crianças na Pediatria, no CTI Infantil e no Pronto Atendimento Infantil.

A alegria brotava nos rostinhos das crianças ao receberem os presentes. “Gostei muito. Tem maquiagem para passar na boneca! Tem anel, batom. Quero brincar”, dizia, antes mesmo de abrir a embalagem, Alice Carolina, de 2 anos, em tratamento de pneumonia, acompanhada do pai Welerson Correia Andrade.

A surpresa não era somente das crianças. O pai Washington Soares Barreto, que cuidava do filho Kaick, de 4 anos, recém-operado de adenoide, exclamou: “Nunca vi um lugar como este, com tanto presente, sem pagar nada”.

Visita e escovação de dentes

Na sexta-feira (12), as crianças da Pediatria tiveram outra visita surpresa: os personagens Mickey e Minie. A organização foi da enfermeira Elizabeth Cristina de Oliveira Paes e da técnica de enfermagem Gláucia Valentin Nunes, que, com recursos próprios e doações, distribuíram brinquedos e pacotes de balas e fizeram uma festa com decoração, refrigerantes e salgadinhos. “Foi muito legal. Uma alegria muito grande para as crianças”, afirma Elizabeth Paes, que organiza o evento pelo segundo ano consecutivo.

As crianças também receberam orientação quanto à maneira correta de escovar os dentes. A iniciativa foi da professora Alcione Lúcia Morais Rimulo, supervisora de estágio de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva, que mantém convênio com a Prefeitura de Contagem para atender na Maternidade Municipal. Cada criança ganhou um kit de higiene dental. “Os pais ficaram muito agradecidos com a ideia”, conta Elizabeth Paes.

 
Repórter: Eugênio Moreira
 
Foto: Divulgação
 
Data: 15/10/2018

Terça-feira é dia de exercer a cidadania nas reuniões do Conselho Municipal de Saúde

Reuniões ordinárias são mensais e realizadas em toda segunda terça-feira do mês. A reunião ordinária de outubro ocorrerá na próxima terça, dia 9/10, na Prefeitura de Contagem

 

Uma vez por mês, a terça-feira em Contagem vira dia de Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Saúde (CMS). A reunião ordinária de outubro será no dia 9/10, próxima terça-feira, às 17h30, no Auditório da Prefeitura (Praça Tancredo Neves, nº 200, bairro Camilo Alves).

O CMS é um órgão formado pelos três segmentos que compõem o Sistema Único de Saúde (SUS) – gestores, trabalhadores e usuários – que faz parte da estrutura da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e que atua como parceiro da gestão. As reuniões ordinárias ocorrem mensalmente em todas as segundas terças-feiras do mês.

O presidente do CMS de Contagem, Ronaldo Gontijo, explica que a participação nas reuniões é aberta à comunidade. “O Conselho é um espaço no qual os cidadãos podem participar, apresentar demandas e se manifestar. Por isso, as pessoas podem e devem participar dessas reuniões, e todas e todos serão bem-vindos”, reforça o presidente.

Participe das reuniões do Conselho Municipal de Saúde (CMS) e exerça sua cidadania!

Serviço:

Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Saúde

Dia: 9/10 – terça-feira
Horário: 17h30
Local: Prefeitura Municipal de Contagem (Praça Tancredo Neves, nº 200, bairro Camilo Alves)

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Divulgação

Data: 02/10/18

 

Ouvidoria da Saúde passa por reformas para melhor atender o cidadão

As manifestações podem ser encaminhadas pessoalmente, por telefone ou por e-mail

 

A Secretaria de Saúde, por meio da Ouvidoria SUS/Contagem, informa que o setor está passando por obras de reforma. O objetivo é readequar o espaço para facilitar o trabalho dos servidores e aprimorar o atendimento ao cidadão. Nos próximos dias o número de atendimento será normalizado.

A Ouvidoria SUS/ de Contagem é um instrumento de gestão e cidadania. É um mecanismo institucional de participação social onde o usuário do SUS participa da gestão por meio da ouvidoria – instrumento da gestão para o aperfeiçoamento da qualidade e da eficácia das ações e serviços prestados pelo SUS.

Até outubro desse ano, a Ouvidoria recebeu 3.305 demandas. “A expectativa quem ultrapassemos o número de atendimentos em relação ao ano de 2017 que foi de 3.773”, ressaltou o Ouvidor do SUS/Contagem, Cliver Oliveira.

O canal com o cidadão

A Ouvidoria SUS/Contagem ganhou um destaque na gestão do prefeito Alex de Freitas. Segundo Cliver, a Ouvidoria recebe demandas para consultas especializadas, exames, cirurgias entre outras e encaminha para os setores responsáveis em busca de uma solução.

Até o ano de 2016, a Ouvidoria SUS/Contagem não tinha uma planilha de atendimentos, o que dificultava as ações da Secretaria de Saúde. Foram atendidas cerca de 1.900 demandas, quase a metade de 2017.

Como registrar sua manifestação

Antes de registrar uma manifestação na Ouvidoria SUS procure o órgão e/ou instituição envolvida com a resolução de seu problema ou questionamento, podendo ser a Unidade Básica de Saúde.

Esta iniciativa é muito importante para assegurar a efetividade da estratégia de descentralização dos serviços e para reforçar os mecanismos de participação popular nos processos de implantação de políticas de saúde pública de uma maneira geral.

Se essa tentativa já foi feita, sem sucesso, entre em contato com a Ouvidoria SUS de Contagem. Cliver Oliveira deu uma importante dica para o usuário. “Geralmente o maior número de ligações para a Ouvidoria são realizadas de manhã, então na parte da tarde as linhas da ouvidoria ficam descongestionadas”.

A manifestação pode ser feita das seguintes formas:

– Presencialmente: na própria Ouvidoria das 8h às 17h, localizada no prédio da Secretaria de Saúde, na avenida General David Sarnoff, 3113 – Cidade Industrial.

– Ou ainda pelos telefones: 0800-283 2947 / 3472-6275. Vale lembrar que o 0800 recebe ligações de celular, sendo, portanto, a principal linha da Ouvidoria. Além disso, você ainda pode enviar sua demanda pelo e-mail: ouvidoria.sus@contagem.mg.gov.br.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Divulgação

Data: 03/10/18

Prefeitura promove capacitação de manipuladores de alimentos na Ceasa

Objetivo é diminuir os riscos de intoxicação alimentar e possibilitar que produtores e comerciantes agreguem mais credibilidade aos alimentos comercializados

 

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a Superintendência de Vigilância em Saúde/Vigilância Sanitária, promoveu nesta quarta-feira (3) uma capacitação voltada a produtores e comerciantes que atuam nas Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMinas). A Capacitação de Manipuladores de Alimentos na CeasaMinas teve como objetivo orientar produtores e comerciantes do entreposto sobre como manusear e embalar seus produtos, dando maior credibilidade aos produtos comercializados e conferindo mais qualidade ao consumidor final. Aproximadamente 60 pessoas participaram da ação.

O subsecretário em Gestão em Saúde da SMS, Maurício Rangel, explicou que essa capacitação foi uma solicitação dos produtores que colocam seus produtos à venda na Ceasa e uma oportunidade de a Vigilância em Saúde atuar de forma preventiva e educativa junto a esse público. De acordo com Maurício, após constantes notificações da fiscalização, viu-se a necessidade de orientar esses produtores, para que pudessem entender o todo o processo da Vigilância Sanitária. “Foi através dessa solicitação que agendamos com os inspetores em Vigilância esse treinamento”, afirma Rangel.

Para Wilson da Silva Carvalho, inspetor em Vigilância Sanitária na SMS, as boas práticas ajudarão produtores e comerciantes a diminuir os riscos iminentes de contaminação no manuseio de alimentos. “Essas boas práticas contribuem muito para o bem-estar do produtor, do comerciante e do consumidor final e colaboram com a diminuição de infecções causadas por intoxicação alimentar”, reforça o inspetor.

Fátima Diniz Ferreira, também inspetora em Vigilância Sanitária na SMS e palestrante no evento com o tema “rotulagem de alimentos”, disse que o processo de rotulagem é um grande passo para os produtores. “É importante conscientizar e padronizar as informações no rótulo, para que o produtor coloque o máximo de informações e o consumidor entenda o processo e verifique a qualidade dos produtos”, ressaltou. Ao final, Fátima esclareceu que a rotulagem é uma normativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que recomenda que todos os alimentos embalados na ausência do cliente tenham as informações necessárias ao consumidor final.

 

Repórter: Jaiderson Henrique (Sob a supervisão de Carolina Brauer)

Foto: Fábio Silva

Data: 03/10/18

 

 

III Corrida e Caminhada Outubro Rosa de Contagem foi um sucesso

Cerca de mil pessoas participaram do evento, que faz marca o início das ações de conscientização contra o câncer de mama

Cerca de mil pessoas estiveram presentes na terceira edição da Corrida e Caminhada Outubro Rosa de Contagem, neste domingo (30). A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, é parceira deste evento, que foi idealizado por Tati Linces, em 2016, data da primeira edição. O percurso foi de cerca de 2 quilômetros em frente ao Shopping Contagem, na Avenida Severino Ballesteros Rodrigues.

As mulheres foram a maioria nesta edição da Corrida, que marcou o início das ações do Outubro Rosa, mês de conscientização a respeito da importância da prevenção contra o câncer de mama. Após a corrida, os presentes puderam ter acesso a massagem e medição de pressão. Com intuito de facilitar a vida das mães, os filhos ficaram num espaço de lazer com monitores. Com isso, elas puderam participar das atividades com tranquilidade, já que as crianças estavam bem cuidadas.

Presente ao evento, a subsecretária de Saúde de Contagem, Kênia Carvalho, destacou que foi apenas o início das atividades. “Nosso objetivo é fazer um chamamento às mulheres neste momento e mostrar a importância de fazer o exame de prevenção. Todas as nossas Unidades Básicas de Saúde estão preparadas para receber esse fluxo especial. Nossos profissionais já estão orientados para esse acolhimento. A nossa rede está toda preparada para ter um mês especial para atenção à saúde da mulher”, explicou.

Ideal

“Geralmente não acreditamos que vá acontecer com a gente. E comigo aconteceu muito cedo, quando tinha só 27 anos. A mensagem que eu tenho para levar é que a gente se responsabilize pelo nosso corpo. Porque se eu fosse esperar a data de fazer mamografia, como 40 ou 50 anos de idade, às vezes, eu não teria descoberto o câncer há tempo para fazer o tratamento e estar curada hoje”, contou Tati Linces, moradora de Contagem e idealizadora da Corrida. Ela foi diagnosticada com a doença em 2011 e está curada.

 

Repórter: Edivaldo Miranda

Foto: Geraldo Tadeu

Data: 01/10/2018

 

 

Ampliação do acesso e participação popular na UBS Icaivera

Gestão responsiva e população participando do controle social levam melhorias a unidade de saúde em Vargem das Flores

 

Quando a população e os gestores de saúde trabalham em conjunto, a saúde melhora. No início de 2017, em um contexto em que a atual gestão acabara de assumir o governo, havia déficits de profissionais em várias unidades de saúde do município. Esse era o caso da Unidade Básica de Saúde (UBS) Icaivera, uma região de alta vulnerabilidade socioeconômica situada no distrito sanitário Vargem das Flores.

Cerca de sete mil pessoas são referenciadas na unidade, mas havia apenas um médico atuando no local. Além disso, havia distribuição de fichas de atendimento, em quantidade restrita, e quem não conseguia pegar ficha tinha que procurar outros locais de atendimento. O acolhimento era feito apenas no início da manhã. Tudo isso restringia o acesso aos serviços de saúde pela população.

Após reestruturações de processos de trabalho, reposições de profissionais e a ampliação do horário de funcionamento das unidades em uma hora, mudanças que aconteceram em toda a cidade, a situação da UBS Icaivera foi encaminhada: desde setembro de 2017, há duas equipes completas de Saúde da Família na unidade.

“Essa segunda equipe era aguardada há mais de 12 anos pela população. Ela começou a ser montada em maio de 2017, após uma reunião de integrantes da gestão com o Conselho Local de Saúde da unidade e lideranças comunitárias. Estavam presentes a essa reunião, que aconteceu no fim do mês de março, mais de 110 moradores, que reivindicavam mais profissionais para a unidade”, relata o diretor do distrito sanitário Vargem das Flores, Flávio Luiz dos Santos Flávio, também presente à reunião.

A partir de então, a comunidade passou a contar com dois médicos, dois enfermeiros, dois técnicos de enfermagem e Agentes Comunitários de Saúde (ACS), que atuam em duas equipes de Saúde da Família. Para que isso acontecesse, a gestão precisou fazer a parte que lhe cabe, garantindo a contratação de mais profissionais, redesenhando escalas e fluxos de atendimento e fornecendo os insumos necessários.

Atualmente, o acolhimento é feito durante todo o período em que a unidade está aberta: das 7h às 17h, uma hora mais cedo em relação ao funcionamento antigo. “Hoje, não fica ninguém sem passar pelo acolhimento. Alguns serão atendidos no mesmo dia, outros serão agendados, a depender de cada caso, mas todos são acolhidos”, garante o diretor do distrito Vargem das Flores.

Além de melhorar as condições de trabalho dos servidores e de acesso da população, a chegada da segunda equipe de Saúde da Família possibilitou que o atendimento prestado na unidade atenda ao que preconiza a legislação sobre quantidade de pessoas referenciadas por equipe de ESF. Trata-se da Portaria nº 2.488/2011, que aprova a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) e estabelece que cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo, quatro mil pessoas.

Participação popular

Mas há um outro grupo que também foi muito importante para que essas mudanças positivas fossem viabilizadas: a população, que participou cobrando melhorias e exercendo o controle social por meio do Conselho Local de Saúde. Ao longo do ano de 2017, foram criados ou retomados os Conselhos Locais de Saúde em unidades de todos os distritos sanitários da cidade, fortalecendo o diálogo entre gestores, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “O conselho local da UBS Icaivera sempre foi muito atuante e geralmente conta com a presença de mais de 50 pessoas. Ao longo de um ano e oito meses de gestão Alex de Freitas, foram promovidas diversas ações que melhoraram o acesso à saúde pela população e, com isso, as reclamações do conselho local diminuíram muito”, afirma Flávio Luiz dos Santos.

Antonio Eustáquio Peixoto é conselheiro municipal de Saúde segmento usuário e morador da região de Vargem das Flores e confirma que o conselho local da UBS Icaivera é de fato operante. “O conselho local de lá é muito atuante. Antigamente, o pessoal não ia muito, mas as pessoas foram mobilizadas e passaram a participar mais. Essa mobilização da população fez com que houvesse a ampliação das equipes e outras melhorias, como a construção e a ampliação da unidade”, afirma o conselheiro segmento usuário.

Para ver outras reportagens que citam a UBS Icaivera, clique AQUI e AQUI

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Lídia Bento

Data: 28/09/2018