Posts com a Tag ‘Covid-19’

Saúde amplia campanha preventiva para servidores contra síndrome gripal e Covid

Diante do crescimento de casos da síndrome gripal (gripe e Covid-19), a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou na semana passada a campanha preventiva para os servidores da Saúde. Em poucos dias, a ação alcançou um retorno exponencial. Com o sucesso, a equipe do departamento de Vigilância Sanitária ampliou a ação para os serviços públicos.

A operação consiste em reafirmar os protocolos de segurança e as boas práticas, como o uso de máscaras, higienização das mãos, ambientes bem arejados e ventilados, uso dos sanitários e refeitórios, além do atendimento aos usuários.

Nesta segunda-feira (24/1), a Vigilância Sanitária fez uma força-tarefa e foi aos Centros de Atenção Especializada – CAE Iria Diniz e Ressaca, à Transcon, Complexo Hospitalar e Ceaps, conversou com os responsáveis pelos setores, com intuito de conscientizar e dialogar sobre os cuidados que devem ser praticados dentro das unidades para evitar a transmissão em massa do vírus da gripe e da Covid-19.

Para a diretora do CAE Iria Diniz, Cláudia Ribeiro, é importante a conscientização tanto para os profissionais, quanto para os usuários. “Foi importante a vinda dentro da unidade. Precisamos realmente conscientizar nossos profissionais, os usuários que circulam dentro da unidade que são muitos, para adequar as normas, o conceito da importância da máscara, da higienização das mãos, diminuindo a contaminação. Então, quanto mais a gente conscientizar o nosso profissional e o usuário, teremos um ambiente melhor para todos”, enfatizou a diretora.

O diretor administrativo financeiro da Transcon, Rodrigo Fernandes, afirmou a importância de observar as questões sanitárias, além de ressaltar o valor de adotar os protocolos de segurança e as boas práticas dentro do ambiente de trabalho. “Eu louvo a iniciativa da Secretaria de Saúde, porque muitas questões que estão sendo abordadas pela Saúde, fazem parte das nossas práticas. Eu acho fundamental, porque sendo vírus um agente insidioso, coisas muito simples ajudam a conter sua propagação. Então, estamos adotando as práticas sugeridas somadas às nossas, e assim, esperamos ter efetivamente um ambiente mais tranquilo e seguro, onde as questões sanitárias sejam observadas de forma a preservar a saúde de todos”, declarou Rodrigo Fernandes.

Importante ressaltar que as boas práticas e a prevenção devem ser um trabalho realizado em conjunto, todos precisam seguir os protocolos sanitários  para evitar a proliferação dos vírus.

 

 Cuidados

– Evite ambientes fechados;

– Use máscaras;

– Mantenha os ambientes ventilados e arejados;

– Não toque olhos, nariz e boca sem antes higienizar as mãos;

– Dê descarga com a tampa do vaso fechada;

– Higienize as mãos frequentemente.

 

Repórter Laura de Oliveira

Prefeitura propõe força-tarefa com os diversos segmentos da economia para reduzir a transmissão da variante Ômicron

Diante da alta transmissão da variante Ômicron da Covid-19, a Prefeitura de Contagem já se mobiliza para tentar reduzir o contágio e manter a cidade funcionando, sem restrições severas.  Nesta segunda-feira (24/1), a prefeita Marília Campos se reuniu com lideranças diversas do comércio, bares, restaurantes e shoppings da cidade. Conduzida pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, René Vilela, o encontro remoto reuniu, aproximadamente, 70 instituições, como a Câmara de Dirigentes Lojistas de Contagem – CDL, Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Fiemg,  Camelódromo de Contagem, além de representantes das pastas da administração.

Abrindo a reunião, a chefe do Poder Executivo, Marília Campos, relatou o atual cenário da pandemia na cidade. “A minha avaliação é que estamos vivendo uma situação de proliferação do vírus que assumiu por conta das mutações uma velocidade muito maior de transmissão, mas felizmente, isso não corresponde no número de óbito, que está bem menor. O adoecimento assim tem sido menos grave, sendo maior no grupo dos  não vacinados”.

Marília ainda relatou a pressão que passa a rede pública e particular de saúde que está operando perto de sua capacidade máxima na cidade. “Além disso, temos visto nossos servidores da saúde e da administração como um todo adoecendo e tendo que se afastar”, pontuou.

Ela ainda afirmou que “não estamos aqui, nesta reunião, propondo nenhuma restrição de funcionamento, mas querendo ganhar cada liderança para que nos ajude nessa campanha de mobilização para  o processo da vacinação, que requer esse reforço. Cada empresário, empresária pode exigir que seu funcionário e funcionária   se vacine. O apoio de vocês na questão da vacinação com campanhas internas, com a população que os visita, assim o como o apoio na campanha da vacinação das crianças, é fundamental, pois tem muito pai e mãe inseguros com a imunização dos filhos. Sabemos da importância da vacinação para retomar à normalidade.”  A prefeita adiantou que nos próximos dias deverá ser publicado um decreto de recomendações. Entre elas, a publicação trará a recomendação do passaporte vacinal para todos os estabelecimentos.

Marília solicitou a cada liderança que reforce as medidas não farmacológicas como lavagem das mãos, uso de álcool e gel, distanciamento e uso da máscara. “Todos estamos cansados da utilização da máscara, sentimos que a população está cansada do uso dela e por isso relaxa. Mas precisamos incentivar o seu uso em espaços públicos abertos e fechados. Hoje a máscara é fundamental para ajudar na não proliferação da variante Ômicron”.

Em seu apelo final, a gestora municipal, agradeceu a participação de todos e mais uma vez destacou a importância de uma ação conjunta, a exemplo do que foi a Campanha “Pacto pela Vida”, em uma nova campanha, “Pacto pela Saúde” criando mais uma vez um ambiente de envolvimento coletivo. “Só teremos sucesso se mais uma vez dermos as mãos. Cada um fazendo dentro da sua atuação seja nos bares, escolas, empresas em geral aquilo que é necessário fazer sem espalhar pânico, mas sem negligenciar a gravidade deste momento.”

Aos presentes, o secretário de Saúde, Fabrício Simões, detalhou os dados epidemiológicos da cidade e ressaltou que graças a vacinação o número de óbitos está baixo, mas  o momento ainda é grave por gerar o adoecimento das pessoas, mesmo que leve, mas que pressiona todo o sistema de saúde.  “Hoje temos uma transmissibilidade talvez maior do que no pior momento de 2021”. O Rt atual da cidade está em 1,45, o que significa que uma pessoa transmite a doença para outras 145 pessoas. “Precisamos do apoio de todos para reduzir essa transmissão”, finalizou.  A Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais prevê que os casos da variante Ômicron ainda aumentem bastante nos próximos 15 dias.

Diálogo permanente

O secretário de  Desenvolvimento Econômico, René Vilela, destacou a postura de diálogo da gestão que está muito atenta a toda essa situação, buscando a todo momento o entendimento. “Quero frisar, novamente, que a qualquer momento quem precisar de auxílio, orientação pode nos procurar em nossa secretaria para que possamos juntos construir a saída para este desafio que é de todos nós.”

A representante da Associação Brasileira de Shopping Centers – a gerente de assuntos institucionais, Lorrayne Rosa, parabenizou a postura da Prefeitura de promover a reunião e discutir o tema.  “Contem com os nossos shoppings de Contagem. Temos espaços que podem ser usados como pontos de vacinação. Temos pedido aos nossos lojistas para que reforcem com os clientes a importância de solicitar o uso de máscara. No entanto, o passaporte ainda é uma questão delicada, já que tem gerado em algumas experiências realizadas efeitos não desejados.”

O presidente estadual da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes –  Abrasel , Mateus Daniel Pires, também parabenizou a iniciativa da Prefeitura de propor o debate e afirmou que o passaporte vacinal para o setor ainda é uma questão delicada, mas que os associados têm investido em outras maneiras de incentivar a vacinação. “O setor está tentando outras alternativas de incentivar a vacinação sem punir, dando gratuidade em um prato, bebida, um produto extra”.

O empresário do setor de estética e beleza, Dudu Fashion, também participou da reunião e concordou que o setor pode solicitar o passaporte vacinal o atrelando a um desconto, brinde ou serviço extra. “Quero destacar a importância deste diálogo e afirmar que acredito que como comerciantes temos que participar dessa campanha de conscientização. Vamos lançar aqui na área de beleza  um brinde aos clientes que apresentarem seu passaporte vacinal”.

A reunião com as entidades e lideranças religiosas para tratar sobre a questão ainda será marcada para os próximos dias.

 

 

Repórter: Jefferson Lorentz

Fique atento e complete seu cartão vacinal!

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, têm traçado diversas estratégias para a imunização da população. A atualização do cartão vacinal é uma das formas mais eficazes para a prevenção.

Contagem, até o momento, tem 563 crianças de 5 a 11 anos imunizadas com a primeira dose.

Diante disso, Contagem já conseguiu imunizar 88,2% da população acima de 12 anos com uma dose e 84,01% com a segunda dose. A expectativa é que com a chegada de mais imunizantes, mais pessoas sejam vacinadas.

Na terça-feira (18/1), o município começou  a imunização de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência permanente, crianças indígenas e quilombolas. No dia 20/1, Contagem recebeu mais 3.190 doses da vacina pediátrica  Pfizer e ampliou a vacinação para crianças de 11 anos sem comorbidade.

Para a diretora de imunização, Clarissa Domingos de Castro, é muito importante as pessoas completarem o esquema vacinal e tomar o reforço após quatro meses da segunda dose. “Visto o aumento dos casos de Covid, é importante as pessoas se imunizarem e tomarem a dose de reforço para evitar a transmissão do vírus.”, enfatizou.

Quem precisa tomar alguma dose da vacina pode se dirigir às salas de vacinas abaixo.

As salas de vacina funcionam das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Confira as salas de vacina por distrito:

DISTRITO RESSACA

UBS São Joaquim (rua Rubi, em frente ao n° 803 – São Joaquim)   – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Jardim Laguna (rua Bragança, 872 – Jardim Laguna) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Arpoador (rua Mariana, s/n – Arpoador) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

DISTRITO RIACHO

UBS Sesc – dentro da unidade  (rua Padre José Maria de Man, 805 – Novo Riacho) – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Sesc – fora da unidade  (rua Padre José Maria de Man, 805 – Novo Riacho) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Flamengo (rua Monsenhor Messias, 456 – Flamengo) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Riacho (avenida Rio Negro, 95 – Riacho) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Monte Castelo (rua Cubatão, 336 – Monte Castelo)  –  ( Acima de 18 anos)

DISTRITO VARGEM

UBS São Judas Tadeu I e III (rua VL7, sem número, Nova Contagem) – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Darcy Ribeiro (rua João Luiz de Faria, 166, Darcy Ribeiro) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Retiro (avenida dos Imigrantes, s/n, Retiro) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Nova Contagem II (rua VL 35, 138, Nova Contagem) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

DISTRITO PETROLÂNDIA

UBS Petrolândia I (rua Refinaria Gabriel Passos, 287- Petrolândia) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Campo Alto (avenida B, 1012 – Campo Alto) – (Adolescente 12 a 17 anos –  Adulto)

UBS Sapucaias (Rua Amazonita , 230) – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS São Luiz (Rua (Itutinga, 243) – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

DISTRITO INDUSTRIAL

UBS Amazonas (rua Marques Paraná, 111B – Amazonas) – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Vila Bandeirantes (rua Oito, 20 – Santa Maria)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Jardim Industrial (rua Henrique Zikler, 97 – Jardim Industrial)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Vila São Paulo (rua Alexandre Herculano, 135 – Vila São Paulo) – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

DISTRITO NACIONAL

UBS Amendoeiras (rua Seis, 52 – Amendoeiras) – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Nacional (rua Benjamim Constant, 701 – Nacional)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Joaquim Murtinho (rua Lúcia Muniz, 476 – Nacional)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Ilda Efigênia (rua das Paineiras, 20 – Novo Recanto)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Estrela Dalva (Rua Búzios, 56 – Bairro Estrela Dalva)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

DISTRITO ELDORADO

UBS Parque São João (rua Sete, 54 – Parque São João) )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Jardim Eldorado (rua Canafístula, 245 – Jardim Eldorado) )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Água Branca (avenida Seis, 320 – Conjunto Água Branca)  )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

CSU Eldorado (rua Portugal, 50 – Eldorado)  – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Novo Eldorado (Rua Tubira, 173, Novo Eldorado) )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

DISTRITO SEDE

UBS Linda Vista (rua Arthur Hermeto,57 -Linda Vista) )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Bernardo Monteiro (rua Wilson José de Souza ,40 – Bernardo Monteiro) )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Maria da Conceição (rua Pará de Minas, S/N, Santa Edwiges)  – (Crianças de 5 a 11 anos)

UBS Praia (rua do Registro, 1676 –Praia) )  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Santa Helena (rua Délio da Consolação Rocha, 705 – Santa Helena) – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

UBS Centro CAD (avenida Prefeito Gil Diniz, 401ª – Arcadia)  – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto)

Big Shopping  (Av. João César de Oliveira, 1275 – Eldorado) – (Adolescente 12 a 17 anos – Adulto) Horário: 14h às 22h

 

Repórter Laura Oliveira

Contagem inicia amanhã (21/1) a imunização em crianças de 11 anos sem comorbidade

Na manhã desta quinta-feira (20/01), Contagem recebeu mais 3190 doses da vacina pediátrica da Pfizer. Com as novas doses, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia, nesta sexta-feira (21/1), a vacinação de crianças de 11 anos sem comorbidade.

A imunização de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência permanente, crianças indígenas e quilombolas, continua sendo realizada. De acordo com a diretora de Imunização, Clarissa Domingos de Castro, “à medida em que Contagem receber novas doses, a vacinação será ampliada”.

Para a vacinação, é necessário comparecer às salas de vacina munidos da Certidão de Nascimento ou Identidade da criança, Identidade dos pais ou responsáveis e carteira de vacina. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um Termo de Consentimento por escrito, por um maior de 18 anos.

Clique e acesse o Termo de Consentimento.

Salas de vacina:

  • Distrito Ressaca – UBS SÃO JOAQUIM – Rua Rubi, em frente ao nº 803 – São Joaquim
  • Distrito Riacho – UBS SESC (dentro da unidade) – Rua Padre José Maria de Man,805 – Novo Riacho
  • Distrito Vargem das Flores – UBS SÃO JUDAS TADEU I E III – Rua VL7, s/nº – Nova Contagem
  • Distrito Petrolândia – UBS SAPUCAIAS – Rua Amazonita, 230 – Sapucaias
  • Distrito Industrial – UBS AMAZONAS – Rua Marquês de Paraná, 111 – Amazonas
  • Distrito Eldorado – UBS CSU ELDORADO – Rua Portugal, 50 – Eldorado
  • Distrito Sede – UBS MARIA DA CONCEIÇÃO – Rua Pará de Minas, s/nº – Santa Edwiges
  • Distrito Nacional – UBS AMENDOEIRAS – Rua Seis, 52 – Vale das Amendoeiras

As salas de vacina funcionam das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

 

Repórter: Laura Oliveira

Contagem inicia vacinação de crianças de 5 a 11 anos na cidade

Na manhã desta terça-feira (18/1), Contagem deu início à vacinação infantil contra Covid-19. Maria Eduarda Barbosa, de 8 anos, da comunidade quilombola dos Arturos, foi a primeira criança a ser vacinada na cidade, em ato simbólico realizado na UBS CSU Eldorado. Na ocasião, dez crianças usuárias do Centro Especializado em Reabilitação Antônio de Oliveira – CER IV, também foram imunizadas.

Para a mãe da Maria Eduarda, Andreza Barbosa, foi uma grande alegria ver a filha sendo imunizada. “Fico lisonjeada com o convite. É muito importante porque eu já tomei a terceira dose e agora eu fico muito feliz pela oportunidade da minha filha tomar a primeira dose e voltar para escola com mais segurança.”, disse Andreza.

Em maio de 2021, o patriarca e a matriarca dos Arturos, Mário Brás da Luz e Maria Auxiliadora da Luz, faleceram vítimas da Covid-19.

Jôcyce Bandeira, mãe do Alessandro Daniel, também de 8 anos, usuário do CER IV, relatou que o menino ficou muito ansioso e animado quando soube que iria vacinar: “Assim que deu a notícia que ele seria vacinado, ele ficou super animado e falou: mamãe agora eu vou tomar e poder voltar para escola. Para ele é de extrema importante a socialização na escola”.

A prefeita Marília Campos destacou a importância da imunização em massa para reduzir o número de pessoas com sintomas e de internações, bem como evitar casos graves, além de expressar a alegria de começar a vacinação das crianças. “Esse é um dia muito especial. Nós já estamos com quase 90% da nossa população vacinada com a primeira dose, e isso significa que estamos aumentando cada vez mais a proteção. É com muita alegria que, hoje, iniciamos a proteção de mais um segmento da população, que são as nossas crianças de 5 a 11 anos. Nós estaremos iniciando o período escolar, agora em fevereiro, por isso a vacinação é tão importante também.”, ressaltou a prefeita.

Nesta primeira etapa, estão sendo atendidas as crianças com comorbidades e deficiência permanente, crianças indígenas e quilombolas.

O secretário de Saúde, Fabrício Simões, reforçou a expectativa da chegada da vacina e de vacinar mais de 68 mil crianças em Contagem. “Gostaríamos de já iniciar a vacinação para todos os grupos, mas, infelizmente, não recebemos todas as doses. Nós recebemos inicialmente, 3.320 doses, então estamos vacinar os grupos prioritários. Estávamos muito ansiosos com a chegada da vacina e é uma alegria iniciar a vacinação das crianças de 5 a 11 anos.”, destacou o secretário de Saúde.

A pequena Maria eduarda, contou o que sentiu quando recebeu o convite para ser a primeira criança a ser imunizada no município; “Eu quase desmaiei de tanta felicidade, foi muito bom, porque agora eu sei que vou poder voltar para escola com mais segurança, encontrar minha professora e meus colegas”. Ela ainda destacou que vai comemorar esse momento tão importante, mas não vai deixar os cuidados de lado. “Eu acho que vou no parque comemorar, mas não vou deixar de usar máscara e álcool em gel, porque ainda não estamos completamente imunizados.”, enfatizou a pequena.

As salas de vacina funcionam das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira. Clique aqui para conferir as comorbidades.

Documentos necessários para vacinação:

  • Certidão de Nascimento/Identidade da criança;
  • Identidade dos pais ou responsáveis;
  • Carteira de vacina;
  • Comprovante de endereço

Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de consentimento por escrito, por um maior de 18 anos. Clique e acesse o Termo de Consentimento.

Salas de vacina:

  • Distrito Ressaca – UBS SÃO JOAQUIM – Rua Rubi, em frente ao nº 803 – São Joaquim
  • Distrito Riacho – UBS SESC (dentro da unidade) – Rua Padre José Maria de Man,805 – Novo Riacho
  • Distrito Vargem das Flores – UBS SÃO JUDAS TADEU I E III – Rua VL7, s/nº – Nova Contagem
  • Distrito Petrolândia – UBS SAPUCAIAS – Rua Amazonita, 230 – Sapucaias
  • Distrito Industrial – UBS AMAZONAS – Rua Marquês de Paraná, 111 – Amazonas
  • Distrito Eldorado – UBS CSU ELDORADO – Rua Portugal, 50 – Eldorado
  • Distrito Sede – UBS MARIA DA CONCEIÇÃO – Rua Pará de Minas, s/nº – Santa Edwiges
  • Distrito Nacional – UBS AMENDOEIRAS – Rua Seis, 52 – Vale das Amendoeira

Menina quilombola será a primeira criança a ser vacinada em Contagem

Para marcar o início da imunização infantil na cidade, nesta terça-feira (19/1), às 8h15, na Unidade Básica de Saúde-UBS Eldorado (rua Portugal, 50, bairro Eldorado), ocorrerá um ato simbólico. A primeira criança a ser vacinada em Contagem será Maria Eduarda Barbosa, de 8 anos, da comunidade quilombola dos Arturos. Outras dez crianças também serão vacinadas. Das onze crianças, dez são usuários do Centro Especializado em Reabilitação Antônio de Oliveira – CER IV e uma da comunidade quilombola.

Em maio de 2021, o patriarca e a matriarca dos Arturos, Mário Brás da Luz e Maria Auxiliadora da Luz, faleceram vítimas da Covid-19. A morte destas lideranças comunitárias representam uma grande perda para o quilombo e para o município. Marcar o início da vacinação pediátrica com a imunização de uma integrante dos Arturos reforça o compromisso da Prefeitura de Contagem na valorização desta comunidade, que é um retrato da identidade cultural e das tradições da população negra do município.

Importante destacar que no dia 1º de abril de 2021, a Prefeitura de Contagem deu início ao processo de vacinação dos quilombolas dos Arturos. A vacinação desta comunidade reconhece o processo histórico de vulnerabilização desta população, quanto ao acesso às políticas públicas, em especial o acesso à saúde. Nesse sentido,  as comunidades quilombolas integram o escopo dos grupos prioritários definidos pela campanha de vacinação, considerando o modo de vida, os aspectos culturais, o modo de vida pautado na coletividade, as questões geográficas, e outras barreiras de acesso à saúde, que tornam essas populações mais suscetíveis à Covid-19.

As primeiras doses de vacinas para crianças de 5 a 11 anos chegaram hoje no município. Segundo a diretora de Imunização, Clarissa  Domingos de Castro, a cidade vai seguir a orientação do Ministério da Saúde, sendo vacinadas primeiro crianças com comorbidades e deficiência permanente, crianças indígenas e quilombolas.

As equipes e todas as unidades que atenderão as crianças receberam treinamento especializado nesta segunda-feira (17/1). “Nós já temos as salas de vacinas definidas e vamos treinar toda a equipe. Na terça-feira iniciaremos a imunização do público nas unidades de referência por distrito”, ressaltou a diretora de Imunização.

Para a imunização, os pais ou responsáveis pelas crianças devem estar presentes. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo. As salas de vacina funcionam das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Confira os documentos necessários para vacinação:

  • Certidão de Nascimento/Identidade da criança;
  • Identidade dos pais ou responsáveis;
  • Carteira de vacina;
  • Comprovante de endereço

Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de consentimento por escrito, por um maior de 18 anos.

Confira as salas de vacina:

  • Distrito Ressaca – UBS SÃO JOAQUIM – Rua Rubi, em frente ao nº 803 – São Joaquim
  • Distrito Riacho –  UBS SESC (dentro da unidade) – Rua Padre José Maria de Man,805 – Novo Riacho
  • Distrito Vargem das Flores – UBS SÃO JUDAS TADEU I E III – Rua VL7, s/nº – Nova Contagem
  • Distrito Petrolândia –  UBS SAPUCAIAS – Rua Amazonita, 230 – Sapucaias
  • Distrito Industrial – UBS AMAZONAS – Rua Marquês de Paraná, 111 – Amazonas
  • Distrito Eldorado – UBS CSU ELDORADO – Rua Portugal, 50 – Eldorado
  • Distrito Sede – UBS MARIA DA CONCEIÇÃO – Rua Pará de Minas, s/nº – Santa Edwiges
  • Distrito Nacional – UBS AMENDOEIRAS – Rua Seis, 52 – Vale das Amendoeiras

 

Repórter: Laura Oliveira

Quase dois mil atendimentos foram realizados em horário estendido em oito UBSs de Contagem

Visando a necessidade de agilizar e oferecer melhor atendimento aos contagenses, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, está com o atendimento em horário estendido desde o dia 28 de dezembro, em oito Unidades Básicas de Saúde -UBSs. Foram 1994 atendimentos sintomáticos respiratórios nas unidades, das 17h às 20h, desde o início da ação. O horário ampliado acontecerá até o dia 31 de janeiro, de segunda à sexta-feira, somente para pacientes que apresentam síndrome gripal.

O motivo da ação é devido ao aumento de pacientes em Upas, UBSs e hospitais em Minas Gerais, que está crescendo devido ao surto da gripe H3N2 e o aumento dos casos de Covid-19, e sua variante Ômicron. De acordo com os dados extraídos do Sistema de Informação da Rede de Urgência e Emergência de Contagem – SPDATA,  o município teve um aumento de 42% de pacientes com sintomas gripais que buscaram atendimento médico.

A prefeita Marília Campos conta que a Prefeitura admitiu mais de 100 profissionais da área da saúde, além de estar no processo de contratação de mais médicos para atender a sobrecarga do momento. “O importante é continuarmos nos cuidando e vacinando. Quero frisar que nossas ações continuarão. Vamos trabalhar incansavelmente para melhorar a saúde no município e valorizar ainda mais nossos profissionais”, afirmou.

De acordo com o secretário de Saúde, Fabrício Simões, a equipe está bem preparada para receber a população. “Quero agradecer a todos os servidores da saúde, pois estamos no terceiro ano passando por esse mesmo movimento de alta de casos, e a equipe continua acolhendo com muito carinho e amor para atender todos os contagenses”, disse.

A dra. Olívia Vieira Amaral, que atende na UBS Santa Cruz, disse que o atendimento durante o dia tem sido bem sobrecarregado, e o horário estendido tem aliviado um pouco a demanda. “Estamos tendo muitos casos com síndrome gripal e pessoas com medo desse novo vírus. É importante que as pessoas saibam que as Upas são reservadas para atendimento de urgência. Aqui, na UBS, oferecemos o teste da covid-19, e o atestado para que a pessoa fique em casa recuperando no tempo de isolamento”.

Todas as pessoas com síndrome gripal estão sendo testadas.

 

Confira as UBSs que estão atendendo com horário estendido:

  • CSU Eldorado – rua Portugal, 50 – Eldorado (Eldorado)
  • UBS Novo Eldorado – rua Tubira, 172 – Santa Cruz (Eldorado)
  • UBS Vila São Paulo – rua Alexandre Herculano, 35 – Vila São Paulo (Industrial)
  • UBS Amendoeiras – rua seis, 52 – Vale das Amendoeiras (Nacional)
  • UBS São Joaquim – rua Rubi, em frente ao número 803 – São Joaquim (Ressaca)
  • UBS Duque de Caxias – rua Refinaria Duque de Caxias, 297 (Petrolândia)
  • UBS Retiro – avenida Retiro dos Imigrantes, s/n Retiro (Vargem das Flores)
  • UBS CAD Centro – av. Pref. Gil Diniz, 401 – Arcádia (Sede)

Cuidados

Para prevenir e reduzir a contaminação pelo vírus Influenza são os mesmos da Covid-19, ou seja:

– higienize as mãos;

– evite aglomerações;

– mantenha o distanciamento social;

– use máscaras;

– em caso algum sintoma, procure a unidade de saúde mais próxima da sua casa.

Prefeitura aumenta testagem da população para Covid e monitora casos suspeitos de H3N2

Diante do aumento nos casos de infecção pelo Sars-Cov-2 pelo país e pelo mundo, a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, está reforçando a realização de exames para detectar a presença do vírus. O órgão ainda está acompanhando o surto de H3N2 disponibilizando exames em unidades sentinelas. Até o momento não há casos confirmados em Contagem.

Segundo informação da diretora de Atenção Especializada,  Júlia Diniz, em Contagem é possível ao usuário e usuária sintomáticos fazer o teste rápido de antígeno para Covid-19  em todas as Unidades Básicas de Saúde – UBS, Unidade de Pronto Atendimento – Upas e no Complexo Hospitalar.  “Estamos estimulando a ampla testagem para a identificação e medidas necessárias para o controle da transmissão da Covid-19”, afirmou.

E esse estímulo já mostra os primeiros resultados. De acordo com Diniz, os dados mostram aumento significativo na positividade para o novo coronavírus. “Podemos observar que passamos de 2% no mês de dezembro  para 13% de positividade nos 10 primeiros dias de janeiro  nos testes realizados no município”, destaca. Em Contagem estão disponíveis para a população os dois testes, o rápido (Teste de Antígeno) e Rt-PCR (Teste Molecular).

Diante deste aumento a Atenção Básica, por meio da Central de Imunização, “tem reforçado ações que podem ajudar a reduzir essa alta, como direcionar o carro da vacina para percorrer todos os distritos sanitários da cidade, alertar as pessoas que já tem quatro meses da segunda dose da vacina para tomarem a dose de reforço. Além disso, estamos aguardando apenas a chegada dos imunizantes para vacinar as crianças de 5 a 11 anos conforme o cronograma do Ministério da Saúde”, informou a diretora de Atenção Básica, Kacilda Silva de Assis.

Além da vacina, ainda é importante ressaltar a necessidade de manter os cuidados básicos como uso de máscara, não compartilhamento de objetos, lavagem das mãos com água e sabão e desinfecção com álcool em gel e distanciamento social. “É sempre importante lembrar as medidas preventivas e reforçar o pedido de que não se aglomerem”, completou Assis.

H3N2, a gripe  Influenza

No caso da gripe influenza, causada pelo H3N2, a Secretaria  de Saúde tem se mobilizado para ofertar o cuidado necessário e em tempo hábil para a população. “Mesmo com o aumento da procura de pessoas com sintomas respiratórios, estamos fazendo de tudo para que as pessoas sejam atendidas nas Unidades Básicas de Saúde para não sobrecarregar as Upas”, comentou a diretora da Atenção Básica, Kacilda Silva de Assis.

Para melhorar o atendimento e desafogar UPAS de usuários e usuárias com  com sintomas gripais leves, os horários de atendimento de oito unidades de saúde foram ampliados até o dia 31 de janeiro. Com exceção do Distrito Sanitário Eldorado que tem duas UBSs com horário estendido, as demais são uma em funcionamento. As unidades estão funcionando com horário estendido até às 20h desde o dia 28 de dezembro, de segunda à sexta-feira, para desafogar o atendimento das Unidades de Pronto Atendimento – Upas.

A Secretaria de Saúde está fazendo teste para detecção do H3N2 de acordo com orientação da Secretaria Estadual de Saúde. Os testes disponibilizados pelo Estado são limitados. “Dessa forma em Contagem, estamos testando casos graves, internados em UTI e por amostragem na unidade sentinela da UPA Ressaca, HMC e Centro Materno Infantil.  Felizmente, até o momento não há confirmação de circulação de vírus H3N2 no município de Contagem”, explica a diretora de Atenção Especializada, Júlia Diniz.

Assim como para a Covid é importante manter os cuidados básicos como uso de máscara, não compartilhamento de objetos, lavagem das mãos com água e sabão e desinfecção com álcool em gel,  distanciamento social e evitar aglomerações.
Fique atento aos sinais de cada uma das doenças e se eles se agravarem procure uma unidade de saúde. 

Sintomas comuns para Covid-19 : 

– coriza; – tosse; – dor de garganta;– dificuldade para respirar.

Nos casos mais graves:

– febre alta;– aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia);– dor no peito;

– cansaço;– falta de ar;– pneumonia;– insuficiência respiratória aguda;– insuficiência renal.

Sintomas comuns para H3N2 Influenza: 

Os  sintomas da gripe Influenza são habitualmente de aparecimento súbito, como:

  • Calafrios; mal-estar; cefaleia; mialgia; dor de garganta; dor nas juntas; prostração; secreção nasal excessiva; tosse seca.

Podem ainda estar presentes na gripe (influenza) os seguintes sinais e sintomas:

  • Diarreia; vômito; fadiga; rouquidão; olhos avermelhados e lacrimejantes.

Fonte: Ministério da Saúde Brasil 

 

Repórter: Jefferson Lorentz

Contagem se prepara para iniciar a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, está se organizando para iniciar a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos nos próximos dias. A Diretoria de Imunização  informou que ainda não tem a data exata de quando os imunizantes chegarão à cidade, mas, de todo modo, já se prepara para dar início ao processo.

Segundo a diretora de Imunização, Clarissa  Domingos de Castro, a cidade vai seguir a orientação do Ministério da Saúde e vacinar primeiro as crianças com comorbidades e deficiência permanente, crianças indígenas e quilombolas. Neste último caso, deverá ser apresentado um relatório médico, atestando a necessidade da criança e a comprovação da comorbidade do co-habitante. Entre as deficiências permanentes elencadas pelo Ministério da Saúde estão deficiência visual, motora, mental, auditiva e paralisia cerebral.

Em relação às comorbidades serão priorizadas as crianças portadoras de  diabetes mellitus, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade, insuficiência cardíaca (IC), cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva , síndromes coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênita no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, doença neurológicas crônicas, doença renal crônica, cirrose hepática, imunossuprimidos, hemoglobinopatias graves, obesidade mórbida, síndrome de down.

A diretora de Imunização lembra aos pais que as crianças, com alguma deficiência e/ou comorbidades, deverão ser levadas aos postos de vacinação juntamente com um relatório médico, prescrição médica ou exame  que certifique a condição.

Ao final desses grupos prioritários à vacinação será, então, feita para crianças sem comorbidades de forma decrescente, indo, gradualmente, dos 11 anos até os 5 anos de acordo com o calendário divulgado.

“Para todas as crianças de 5 a 11 anos os pais ou responsáveis devem estar presentes manifestando sua concordância com a vacinação. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de consentimento por escrito”, destacou Castro.

Segundo informações da Diretoria de Imunização, uma sala de vacinação em cada distrito sanitário será centralizada para a vacinação de crianças contra a Covid-19. Essas salas ainda estão sendo selecionadas.

 

Repórter: Jefferson Lorentz

Contagem reforça enfrentamento à pandemia com manutenção e abertura de novos leitos

Para reforçar o enfrentamento à pandemia de Covid-19 em Contagem, a Prefeitura irá prorrogar o contrato com a Fundação Hospitalar São Francisco de Assis-FHSFA para a gerência do antigo Hospital Santa Helena, que recebe pacientes internados com quadro suspeito ou confirmado para a doença. Os 10 leitos de UTI e 40 leitos de enfermaria Covid serão mantidos, podendo ser ampliados, caso seja necessário.

No Hospital Municipal de Contagem-HMC 28 novos leitos foram abertos nos últimos dias. Na sexta-feira (5/1) foram abertos 10 e, no domingo (9/1), foram abertos 18. Nos próximos dias, mais 12 novos leitos serão  abertos no HMC, totalizando 40. O objetivo é a   manutenção e a continuidade da qualidade da assistência aos usuários do SUS Contagem. 

Conforme explica o secretário municipal de Saúde, Fabrício Simões, mesmo diante da diminuição de óbitos e internações em relação à Covid-19, verificada no fim do ano passado, o cenário epidemiológico, neste momento, apresenta uma tendência de aumento de casos novos, por conta da expansão da variante Ômicron. “Precisamos de um tempo maior para entender como será o impacto no sistema de saúde diante do surgimento de novas variantes e aumento de casos de Influenza neste período. Estamos reforçando o enfrentamento da pandemia com medidas de contingenciamento.”, afirmou.

“Os novos leitos abertos até o momento no Hospital Municipal são para clínica médica e para isolamento respiratório, em casos de Covid e outras doenças do trato respiratório”, informou a assessora geral de enfermagem do Serviço Social Autônomo, Priscilla Santos Fazzio. O local recebe usuários e usuárias com necessidade de internação hospitalar, referendados pelas UPAs do município. Segundo ela, os leitos abertos garantem “ainda mais uma melhora no atendimento dos usuários que necessitarem da assistência.”

A Secretaria Municipal de Saúde-SMS seguirá monitorando o cenário epidemiológico e a dinâmica das internações para tratamento da Covid-19 para avaliação da necessidade de redução ou ampliação da capacidade total de leitos de UTI e enfermaria. “Todos os pacientes com quadro respiratório suspeito de Covid que necessitem de internação hospitalar são elegíveis para encaminhamento a esses leitos, por isso a importância de mantermos o contrato até que tenhamos um cenário mais seguro”, explicou a superintendente de Atenção Hospitalar, Karina Taranto.

A SMS ressalta que, neste momento, com a transmissão comunitária da Ômicron no município, completar a vacinação contra a Covid-19, com a segunda dose e a dose de reforço, é primordial para evitar casos graves da doença. As medidas de proteção como o distanciamento social, o uso de máscara e a higienização das mãos ainda são fundamentais para evitar a transmissão, tanto do coronavírus, como do vírus da gripe.

Repórter:  Jefferson Lorentz e Vanessa Trotta Batista

Foto: Serviço social Autônomo